“Liberdade de expressão” virou desculpa para alguns crimes

0

 

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio  Abramo.

 

O jornalista André Trigueiros pelo twitter disse em poucas palavras o que sintetiza o argumento de alguns poucos – inclusive do presidente Jair Bolsonaro – contra a ação do STF sobre as fake news, que culminou com uma operação da PF. O que escreveu André Trigueiros:

 

“Liberdade de expressão” virou desculpa para os crimes:
– incitação à violência
– calúnia
– difamação
– fake news
– crime de ódio
– crime contra a ordem pública.
Por ignorância ou má fé, alegam direitos que não existem. “Liberdade de expressão” é #outracoisa.


E é verdade, não se deve comparar liberdade de expressão com fake news e financiamento de robôs para impulsionar inverdades pelas redes sociais. É sim, um crime.

Aliás, assim como Jair Bolsonaro, alguns que bradam hoje por “liberdade de expressão” são os que acusam e incitam seus partidários – para não dizer sua massa de manobra – contra a imprensa. Esquecem que a imprensa informa e opina. E a opinião de um jornalista você aceita ou não e se achar caluniosa ou difamatória procura o caminho dos homens de bem: a Justiça.

E o cantor Leo Jaime foi outro que resumiu a polêmica em poucas palavras: “Quando um jornalista defende fake news como liberdade de expressão das duas uma: ou ele não é jornalista ou ele não sabe o que é liberdade de expressão. Ou os dois.”



Banese teve queda no lucro de 12,1% no 1º semestre de 2020 e repassou R$ 19,5 milhões para SE Promotora De alguns baneseanos: “O Banese no 1º trimestre de 2020 apresentou uma queda do lucro de 12,1% em relação ao mesmo período do ano passado. O lucro do período foi de R$ 16,7 milhões, diverso dos R$ 19 milhões do mesmo período em 2019. Acompanhando a queda no lucro, verifica-se a redução do Ebtida (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 34,1% para 31,9% em 12 meses, o que chama atenção.” 

Banese teve queda no lucro de 12,1% no 1º semestre de 2020 e repassou R$ 19,5 milhões para SE Promotora II Finalisam os baneseanos: “Em que se sustente a alegação do Covid-19 nos resultados, é importante frisar que apenas em meados de março é que as medidas restritivas foram adotadas em Sergipe. Chama-se atenção as despesas relacionadas ao Correspondentes bancário, mas, precisamente, para a Gestora. O banco neste primeiro trimestre de 2020, repassou R$ 19,5 milhões para a SE Promotora, algo superior ao próprio lucro auferido pelo banco no período. O valor que a SE faturou foi superior a 18 milhões do ano passado, aumento de 8,3%.”

Fiscalização da Emurb não está atuando? Moradores reclamam de obra sem autorização em pousada no fundo da Passarela do Caranguejo A foto ao lado foi enviada por moradores da área, principalmente do prédio Ocean Residence em frente a Pousada Transcar suítes na Avenida Lions Clube, quase esquina com a orla de Atalaia (atrás da Passarela do Caranguejo). O problema é o movimento de caçambas e de entulhos e sujeira, por toda a rua e barulho constante. A reforma é grande, e é interna e não tem placa de licenciamento da Emurb. Quando alguém procura o responsável ele disse que não pode fazer nada. Será que tem algum político apadrinhando? Com a palavra o diretor-presidente da Emurb, Sérgio Ferrari a quem cabe fiscalizar.
POUSADALIXO

Ansiedade A Prefeitura de São Cristóvão vem realizando inúmeros esforços para garantir a saúde da população em meio a pandemia da Covid-19. Preocupado com a saúde mental das pessoas durante o processo de isolamento social, a Secretaria Municipal de Saúde está disponibilizando um Plantão Psicológico. Em três semanas, foram 67 pacientes atendidos e em cerca de 59% das consultas, a principal queixa era a ansiedade.

Teleatendimento O serviço é ofertado por teleatendimento e está disponível de segunda-feira a quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h, através do whatsapp: (79) 99842-6841. O critério de inclusão são pessoas maiores de 18 anos. Os pacientes já atendidos têm idades entre 13 (com autorização dos pais) a 87 anos.


PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018                                                             

“Martelo batido” Da assessoria: André Moura reuniu os pré-candidatos a prefeito da cidade de Dores “Isaac Medeiros”, e “Décio Neto”, pré-candidato a prefeito de Carmópolis. Discutiram as possíveis alianças e os nomes para compor as chapas nos dois municípios.



LIVES SERGIPE – É SÓ ENVIAR PARA DIVULGAR NESTE ESPAÇO

                                                       

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




PELO E-MAIL E FACEBOOK

OPINIÃO 
 
A Pandemia, os Velhos e as Vacinas Por Antônio  Samarone 
 
A grande reclusão deixará sequelas nos idosos.
 
Os idosos foram os que mais sofreram o impacto dessa Pandemia, foram alvo de muitas novidades. O vírus é perigoso para eles. A pegada deixada pelo isolamento desses meses será profunda. Não apenas para aqueles que vivem em residências (asilos), onde houve milhares de mortes, e o confinamento é mais difícil.
 
Nos EUA, a maior parte das vítimas fatais é de idosos em asilos. Por que morrem tantos por lá?
Porque os asilos foram privatizados durante a praga neoliberal e passaram ao controle de fundos de investimento. E eles fizeram o que costumam fazer, cortaram pela raiz: serviços, funcionários e insumos.
 
A restrição de contatos sociais afetou profundamente os idosos. Gerou ansiedade e depressão. Se houver demência, a alteração da rotina pode gerar distúrbios do sono ou até agressividade ou agitação.
 
Mas, a grande imprensa publica apenas, que a grande mortalidade da Pandemia ocorre em asilos de idosos, como se fosse uma lei da natureza. Não procura saber como eles estão vivendo.
 
Qual é situação dos idosos nos asilos de Aracaju, durante a Pandemia?
 
O Centro de Diabetes de Sergipe, localizado à rua Guilhermino Resende 336, a mesma rua da Igreja São José, está recebendo alimentos não perecíveis, fraldas geriátricas e papel higiênico para ofertar ao SAME.
 
Em Sergipe, os nossos velhinhos, além das mazelas acima, passam por carências materiais. Podem levar sem sobrosso. O pessoal que está arrecadando não tem segundas intenções.
A Pandemia afetou profundamente a vida dos idosos, mesmo dos que ainda não foram contagiados.
 
A pandemia causou medo e pavor aos idosos. Medo de adoecer, de morrer sozinho, de não poder acompanhar os entes queridos, de não poder se despedir, medo das penúrias, de perder o sossego, medo do colapso existencial.
 
A mensagem da Peste precisa ser decifrada. Qual o recado da natureza?
 
Estamos assistindo a implosão dos Estados Unidos, um Império desmoronando. Um modo de vida em decomposição. Claro, não será da noite para o dia, mas já começou.
 
“O Brasil é um país minado pelo cinismo, pela violência e pela corrupção, por desigualdades crescentes, pelo fiasco da esquerda brasileira, que não pôde promover uma sociedade que se voltasse ativamente para o progresso coletivo.” Safatle.
 
Vivemos esse pesadelo: um governo militar teocrático feito para implementar um programa ultra neoliberal. Vivemos o medo do fascismo.
 
A desigualdade no Brasil é um insulto a humanidade.
 
O Papa Francisco entendeu a mensagem do vírus: “em um mundo doente, não podemos esperar que os seres humanos sejam saudáveis”.
 
Precisamos entender as causas da Pandemia.
 
A chegada do covid-19 colocou a questão ecológica no centro do debate. São evidentes os laços entre as epidemias e os danos infligidos à Terra. Somos parentes próximos das baratas, morcegos, vermes e micróbios. E até das ervas daninhas e vegetais de todos os tipos.
Os seres humanos formam um conjunto único com as outras espécies animais e vegetais que povoam a Terra, como pensava Darwin.
 
Como sanitarista eu conhecia as zoonoses, agora eu descobri o transbordamento. Deixe-me explicar:
 
Os animais, privados do seu ecossistema, do seu habitat natural por nossos desmatamentos, cimentação, contaminação e expansão industrial e imobiliária, ficam doentes; e os vírus que os habitam, para sobreviver, refugiam-se em um organismo temporário que lhes permite dar um “salto entre as espécies” ( transbordamento ), incluindo a espécie humana.
 
O problema não se resolve apenas com vacinas, como eu pensava. A vacina pode resolver o covid – 19, mas virão com certeza os covid – 20, 21, 22, 23…
 
Antes, as pulgas que carregavam as Pestes medievais levavam séculos para percorrer o Mundo, hoje os vírus levam dias, vem de avião.
 
O recado da Pandemia é direto: sem mudanças no nosso modo vida, as desgraças não faltarão.
 
Para nos salvar da chegada contínua de outros vírus, não basta descobrir uma vacina válida, nem alguns painéis solares, nem um punhado de carros elétricos ou alguns novos produtos rotulados como ecológicos.
 
Precisamos de uma drástica redução em nosso consumo individual de bens que já
desperdiçaram os recursos da Terra, o que levará milhares de anos para se recuperar. Aqui está o nó, reduzirmos o consumo.
 
E aqui o bicho pega, essa mudança confronta o capitalismo. Sem querer assustar ninguém, essa mudança significa uma grande revolução cultural e econômica.
 
 



Sob a liderança do presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, 21 entidades representativas de classe empresariais se juntaram e formaram um grupo tático para elaboração de considerações para a reabertura das atividades econômicas em Sergipe. Já são mais de 70 dias com suspensão dos trabalhos das empresas, por conta da pandemia provocada pelo COVID-19, que têm sido duros para empresas e trabalhadores. O documento, desenvolvido contém sugestões para a abertura das atividades econômicas no estado, de modo que contemplem a recuperação da economia, com a garantia da preservação da saúde das pessoas. O plano foi entregue ao governador do estado, Belivaldo Chagas, que encaminhou para a equipe técnica do governo analisar.

O governador Belivaldo, declarou em entrevista que recebeu as considerações apontadas pelas entidades empresariais, além de afirmar que existe um plano para reabertura da economia. As entidades de classe se predispuseram a ajudar o Governo do Estado para criar o melhor ambiente para a volta das atividades econômicas, com o máximo de preservação da segurança biológica das pessoas.

O presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, destacou que o momento é de união para que todos juntos vençam o coronavírus e impeçam que Sergipe enfrente dificuldades econômicas maiores. “Elaboramos as considerações para ajudar o governo no processo de proteção das vidas das pessoas e de reabertura da economia. Acredito que podemos ajudar a criar as melhores condições para tal. O momento é de agirmos todos unidos para Sergipe vencer essa pandemia”, disse.

Ações base

No documento constam ações base para as empresas aplicarem, caso a volta das atividades econômicas seja liberada. Cada entidade contribuiu com o planejamento, criando dispositivos para atender as normas técnicas estabelecidas pela Secretaria de Estado da Saúde, com foco em evitar a transmissão do coronavírus. As sugestões contaram com a participação de profissionais da área de segurança do trabalho, para poder atender todas as questões possíveis no tocante à reabertura do comércio no estado.


PELO TWITTER

www.twitter.com/CFcomunicologo O vírus das doenças Covid-19 não está suspenso ar! Os manifestantes e o Presidente da República não ligam para milhares de famílias destruídas por perderem seus entes queridos ceifados pelo novo coronavírus. O que importa centenas de milhares de contaminados e futuros cadáveres?

www.twitter.com/YviMcarneiro Do nordeste e dos nordestinos eles não gostam, mas já do banco do Nordeste né ….


www.twitter.com/silviolual Ser antifascista não é somente ser contra a violência dos fascistas, mas ser contra tudo a que o fascismo dá suporte e sentido. Assim, ser antifascista é ser contra a economia do fascismo, o direito do fascismo, a cultura do fascismo. A luta antifascista é uma luta existencial.

www.twitter.com/FlavioDino É muito importante que instituições políticas e jurídicas se movimentem para explicitar que artigo 142 da Constituição não respalda “intervenção militar” para fechar o Congresso ou o Supremo. Embora seja óbvio, isso servirá para sublinhar a ilicitude das marchas desses grupelhos.



Siga Blog Cláudio Nunes:

Instragram

 Facebook

 Twitter



Frase do Dia
“A liberdade é defendida com discursos e atacada com metralhadoras.” Carlos Drummond de Andrade.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários