Lideranças se mexem

0

A disputa pela Prefeitura Municipal de Aracaju começa a mexer com as lideranças políticas de todos os lados. A deputada estadual Susana Azevedo é a candidata do PPS e está em plena campanha. Deve se reunir, ainda esta semana, com segmentos importantes do seu partido, para traçar novas estratégias, para avançar juntos às comunidades. Daí partirá para um trabalho mais ousado junto à periferia, onde ela também tem votos. Mas é o PDT quem está agindo com maior intensidade. Além de formular denuncias de desmandos administrativos em Aracaju, o que provocou uma série de contratempos ao prefeito Marcelo Deda, está distribuindo um panfleto fortalecendo essas denuncias em detalhes. Além disso, colocou na televisão uma propaganda pesada que ataca ferozmente a figura do prefeito Marcelo Deda. Mostra imagens do que foi denunciado em discurso no Congresso Nacional, sobre a má utilização do dinheiro público. O PDT diz que tem vários nomes para disputar a Prefeitura de Aracaju. Cita o senador José Almeida Lima, o deputado Luiz Garibalde e o vereador Antônio Samarone. Acontece que Almeida Lima já antecipou que não é candidato à Prefeitura em 2004. Pretende alçar vôos mais altos. Ninguém se assuste do que poderá acontecer em 2006. Entretanto garante que o PDT não deixará de ter um nome para disputar a prefeitura em nenhuma hipótese. Acha que o partido tem uma história administrativa na capital e não ficará sem entrar na disputa. O governador João Alves Filho não se manifesta sobre candidaturas em Aracaju. Quer a participação de vários nomes na disputa, com o objetivo de garantir o segundo turno. Entretanto está de olho no interior do Estado e a idéia do Governo itinerante é o início de mais atenção às lideranças do interior. Segundo o secretário de Turismo, Pedrinho Valadares, o seu nome está à disposição de João Alves e Maria do Carmo para ser o candidato pelo PFL. E faz um alerta: “ninguém imagine que sendo candidato por outros partidos, terá o apoio do Governo”. Não é assim que pensa Susana Azevedo e outros aliados do Governo do Estado. Todos querem ser candidatos com o apoio de João Alves e Maria do Carmo, porque também estiveram com eles nas eleições majoritárias de 2002. Essa declaração vai dar panos para as mangas, porque o partido que for rifado pelo Governo, poder ir para a oposição. Sempre funcionou assim e dessa vez não será diferente. Em razão disso, está na hora de se começa a conversar as candidaturas em Aracaju. VALORES O coordenador da bancada para emendas do orçamento, José Carlos Machado (PFL) acha que, no atual Governo e com a política econômica, os valores das emendas coletivas vão cair muito. Sergipe pediu quase R$ 300 milhões, mas os sub-relatores da Comissão de Orçamento devem reduzir isso o máximo que puder. UM TERÇO José Carlos Machado disse que vai lutar muito para emplacar pelo menos R$ 100 milhões para Sergipe, o equivalente a um terço. O deputado lembrou que nenhuma emenda apresentada em 2003 foi liberada. Quem recebeu algum recurso este ano, ainda foi do orçamento de 2002. DIFICULTE Houve dificuldade em encaixar a ponte ligando Aracaju a Barra dos Coqueiros, porque não se tratava de obra de infra-estrutura e não cabia no Ministério das Cidades. A emenda foi encaixada no Ministério do Turismo, como infra-estrutura turística. Foi possível porque preenche os requisitos do Prodetur I e II. ARTICULAÇÃO O deputado José Carlos Machado sugeriu ao prefeito Marcelo Deda, que fosse para Brasília fazer a articulação política do Governo no Congresso Nacional. “Não sei se existe algum parlamentar com penetração maior que a do prefeito Marcelo Deda, tanto no Planalto quanto no Congresso”, reconheceu. TELEFONIA Um dos assessores do Ministério da Saúde ligou para o deputado José Carlos Machado para agradecer um dos seus atos e perguntou: “ah, o senhor é amigo de Deda?” Machado disse que sim e acrescentou que tinha aprendido muito com ele: “não sei quem está mentindo dos dois, porque Deda disse que aprendeu com o senhor”. Machado respondeu: “os dois…” LAMENTA O deputado estadual Fabiano Oliveira lamentou a não aprovação do requerimento convocando presidentes de entidades culturais para debater a cultura no Estado. Disse que vai reunir a comissão para saber o que o pessoal quer. Acha que estão engessando o trabalho para discutir a cultura, sem tendência política. ELEIÇÕES Fabiano Oliveira (PTB) diz que até o momento o seu partido não cuidou da sucessão de Aracaju. Reconhece que isso só se dará depois do carnaval. Fabiano admite, entretanto, que, quando a poeira da folia baixar, haverá muitas discussões e cada qual vai buscar sua melhor posição. GALINDO Um amigo pessoal do ex-prefeito de Canindé do São Francisco, Genivaldo Galindo, disse que ele pode estar preso, “mas é um homem ético e de caráter”. Revelou que se Galindo resolvesse abrir a boca para valer, duas ou três autoridades importantes do Estado, ajudadas por ele, também poderiam estar presos. CAMPANHA Sergipe nunca viu campanhas tão milionárias em disputa da Presidência da OAB. Estão utilizando televisão, out door e toda uma estrutura publicitária de campanha. Ontem, durante a tarde, o candidato Henry Clay abriu uma das principais boates de Aracaju, para uma festa com conjunto musical, bebidas e comidas de graça. ELEIÇÃO A eleição para a OAB se realiza amanhã com toda uma movimentação de campanha política. Os candidatos são os advogados Henry Clay e Eduardo Ribeiro. Henry Clay é apoiado pela direção da OAB e Eduardo Ribeiro se intitula do grupo Renovação, alegando que há 15 anos a OAB está entregue ao mesmo pessoal de hoje. DEBATE Hoje, às 13 horas, os dois candidatos estarão se defrontando em debate, no programa “Batalha na TV”, onde expõem seus programas de administração. Às 17 horas, na avenida Beira Mar (13 de Julho) o grupo Renovação, de Eduardo Ribeiro, estará fazendo uma panfletagem. Terá trio elétrico e tudo… PONTE Apesar de ter sido aconselhado pelo prefeito Marcelo Deda a não colocar emendas com pontes, o deputado João Fontes que a construção de uma ligando o Inácio Barbosa ao Augusto Franco. João Fontes justifica dizendo que essa ponte vai desobstruir o tráfego pela avenida Beira Mar e facilitar o escoamento dos veículos, principalmente no momento de pico na Unit. QUADRILHA O deputado Fabiano Oliveira está querendo o discurso do secretário da Cultura, José Carlos Teixeira, que teria feito denuncias contra os seus antecessores. Segundo Fabiano, em discurso na Biblioteca, Teixeira denunciou que havia uma quadrilha na Secretaria da Cultura, antes dele assumir. E não era quadrilha junina… Notas APOSENTADORIA Apesar das dificuldades no encaminhamento da proposta de aposentadoria para as donas de casa, a deputada Ana Lúcia Menezes (PT) acredita no apoio do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, quando a emenda chegar ao plenário: “o projeto é solidário, resgata a auto-estima e promove a inclusão social”, disse. A deputada Ana Lúcia foi autora do requerimento que convidava a deputada Luci Choinacky, que veio a Sergipe para discutir emenda constitucional com entidades oficiais e não governamentais. DENUNCIAS O senador José Almeida Lima (PDT) não quis adiantar qualquer tipo de denuncia que poderá fazer contra o presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Heráclito Rollemberg: “não vou adiantar nada, o TCE foi quem adiantou tudo, inclusive a resposta que dei a uma interpelação que eles fizeram e não aceitei”. Almeida acrescentou que disse aquilo diante da provocação jurídica do Tribunal lhe interpelar. Ensina que como senador não pode receber esse tipo de ação e os conselheiros, a maioria formada por políticos, sabe disso. DECISÃO O senador Almeida Lima se mostrou decisivo em relação a essa questão: “tomarei qualquer providência, seja contra quem for, no plano jurídico e político, a quem se contrapor à apuração dos fatos denunciados contra a administração do prefeito Marcelo Deda (PT), porque as fiz com provas e às claras”. Para o senador, quem se colocar na frente, contra essa sua luta para que se apure tudo que foi denunciado de forma correta, também estará contra a ética e a seriedade: “com certeza essa pessoa não terá minha adesão política”. É fogo Uma fonte influente do Governo desmentiu, ontem, que já estivesse no papel qualquer mudança no secretariado. Embora haja esse tipo de desmentido, os comentários são de que haverá mudança substancial na equipe do Governo para o próximo ano. Como se trata de ano eleitoral, alguns auxiliares podem tentar disputar mandatos. Mas também haverá troca para atender à movimentação das eleições. O deputado Walker Carvalho (PFL) retornou às atividades na Assembléia Legislativa, depois de ter se submetido a uma cirurgia no exterior. Oito candidatos estão disputando a Prefeitura de Lagarto. O atual prefeito, Zezé Rocha, vai tentar a reeleição. O deputado estadual Valmir Monteiro (PFL) também é candidato a prefeito, mas pode se unir com uma ala dos Ribeiros. O ex-prefeito José Raimundo Ribeiro também trabalha para tentar o lugar de Zezé Rocha, mas precisa unir a família em torno do seu nome. Só ontem pela manhã foi que o deputado Bosco Costa apresentou as suas emendas orçamentárias. O coordenador da bancada, José Carlos Machado (PFL) disse, ontem, que agiu de uma forma que evitou qualquer desgaste entre os parlamentares. Os preços dos carros devem subir a partir de dezembro. É que a partir deste mês acaba o acordo que reduziu o IPI sobre o setor. A General Motors vai repassar, já em dezembro, a volta dos três pontos percentuais do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) se o programa com o Governo não for renovado. O prazo para os aposentados do INSS solicitarem a revisão dos seus benefícios se vence hoje em todo o país. O Governo do Estado vai pagar o décimo terceiro e o salário de dezembro, dentro do mês. Os credores também vão receber até o dia 30 de dezembro. brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais