LinkedIn: como aumentar os acessos ao seu perfil (1)

0

Seja para gerar novos negócios, otimizar o networking pessoal ou mesmo mudar de emprego, os principais objetivos que levam seus mais de 300 milhões de usuários ao redor do mundo a acessarem o LinkedIn são todos voltados ao universo profissional. Afinal, trata-se da maior rede social do planeta destinada justamente a esta finalidade, na qual os usuários buscam aumentar a visibilidade dos seus perfis, a fim de criar também, como consequência, novas oportunidades no mercado de trabalho.

Como de costume, os Estados Unidos permanecem na liderança, em termos de volume de usuários. Atualmente, são mais de 101,6 milhões, de acordo com o Social Bakers. A segunda posição é ocupada pela Índia, com mais de 26,1 milhões de adeptos, e o Brasil se mantém na terceira colocação, ultrapassando a marca dos 17,2 milhões de internautas que utilizam a rede.

Independente do país de origem, porém, a intenção de contar com mais visualizações para o nosso perfil é uma constante. Afinal, se os acessos à nossa página crescem, ampliam-se também as chances de novos negócios serem firmados.

Para ajudar você a otimizar a sua presença no LinkedIn, separamos algumas das principais dicas dadas por especialistas ao redor do mundo. Na próxima semana, publicaremos ainda mais sugestões. Por isso, fique ligado! Boa leitura e bons negócios virtuais!

1) Customize a URL do seu perfil público
Sabe o link do seu perfil e todos aqueles números que vêm no formato padrão dele? Você pode torná-lo muito mais atraente e profissional. De quebra, também será mais fácil de ser compartilhado (e lembrado). Para isso, basta clicar aqui e selecionar a opção “personalize a URL do seu perfil público”, que fica no canto inferior direito da página. Depois, é só escolher um texto estratégico (a exemplo do seu próprio nome) e pronto! O resultado será algo bem mais objetivo, direto e o melhor: facilmente relacionável a você. No meu caso, por exemplo, queria divulgar meu primeiro nome (Fernando) e associá-lo ao da minha agência digital (CreativeBizz). O resultado, então, ficou br.linkedin.com/in/fernandocreativebizz.

2) Otimize o seu perfil para as buscas internas
A ferramenta de busca do próprio LinkedIn é uma opção bem interessante para ampliar o seu impacto na rede. Através dela, os usuários podem encontrar mais facilmente o seu perfil, ao procurarem por palavras-chave relacionadas à sua área de atuação ou às suas qualificações, por exemplo. Como sugestão, em diversas seções do seu perfil, utilize palavras estratégicas e de uso comum. Os textos serão indexados pelo sistema do LinkedIn, aumentando as chances de a sua página ser visualizada, ao aparecer como resultado de uma busca realizada por outro usuário.

3) Inclua, elimine e reorganize seções do seu perfil
Você pode reordenar as áreas do seu perfil da forma que preferir. Para fazer isso, é muito simples: quando estiver no modo “editar” da sua página, basta clicar no ícone com as setas duplas (que fica ao lado da opção “editar” de cada seção) e arrastar este conteúdo para a posição que julgar mais adequada. Ainda, é possível personalizar o seu perfil com áreas que mais se adequam ao seu caso específico. Assim, você direciona melhor todo o conteúdo. Neste link, você encontra uma lista completa das seções que podem ser adicionadas ou removidas. Boas escolhas!

4) Crie um “crachá” do LinkedIn no seu site pessoal
Se você tem um site pessoal ou mesmo um blog, é possível utilizá-lo para promover o seu perfil no LinkedIn, privilegiando, assim, a sua visibilidade. Uma das formas de fazer isso é acrescentando um plugin social específico da rede (chamado por ela de “crachá”) no seu projeto. Como resultado, você terá uma imagem, em formato de botão, exibida no seu site e fazendo um link direto para o seu perfil. É possível selecionar entre alguns modelos de “crachá”. Para escolher e configurar o seu, clique aqui.

5) Deixe seus links mais atraentes
Em diversas seções do seu perfil, você encontra a opção “adicionar link” (no modo “editar” da sua página). Esta funcionalidade foi criada para que os usuários possam incorporar endereços da web às suas apresentações profissionais (a exemplo de blogs escritos por eles e afins). O que muita gente esquece é que o próprio título destes links pode ser trabalhado, a fim de despertar um interesse maior nos internautas e, consequentemente, otimizar a taxa de cliques. Para isso, valha-se de palavras atraentes e que tornem o conteúdo de cada link autoexplicativo. Se o seu blog fala sobre Marketing Digital, por exemplo, ao invés de batizar o seu link apenas de “blog”, você pode nomeá-lo como “blog de Marketing Digital”. Simples, fácil e bem mais eficiente!

6) Dê amostras do seu trabalho
Muita gente ainda não sabe, mas o LinkedIn permite adicionar arquivos diversos (como imagens, vídeos, documentos e links) aos conteúdos de boa parte de suas seções – a exemplo das áreas “resumo”, “experiência”, “formação acadêmica” e “projetos”. Ao apresentar o seu portfolio, então, que tal ilustrá-lo com uma imagem bacana e que mostre mais sobre o seu trabalho? E a sua experiência como gerente daquela empresa? Por que não compartilhar uma imagem sua alcançando um bom resultado com a sua equipe, enquanto atuava lá? Utilize essas ferramentas para divulgar-se e apresentar-se melhor, dando um toque diferenciado ao seu perfil. Para saber mais sobre como adicionar, remover ou reorganizar esse tipo de arquivo, o Linkedin criou uma página específica, em seu conteúdo de ajuda. Para ler o texto em português, basta selecionar o idioma, no canto superior direito da página.

7) Seja recomendado
Desde 2012, o LinkedIn conta com uma funcionalidade específica para recomendações. Ela é utilizada para que outros profissionais possam dar um testemunho acerca do seu trabalho e vice-versa. E o que ocorre quando alguém publica uma opinião positiva sobre você? Sua credibilidade aumenta. Consideravelmente! Por isso, sempre que puder, conte com as recomendações das suas conexões. Para pedir a um colega que fale a respeito do seu trabalho, basta clicar na opção “solicitar recomendação”, que é exibida na parte direita da tela, ao ser selecionada a opção “editar”, na área “recomendações” do seu perfil.

Leia também:
5 dicas para o sucesso nas redes sociais profissionais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais