Lobby certo

0

Dia 10 deste mês, neste mesmo espaço, foi anunciado um lobby bem montado, para que a refinaria de petróleo fosse instalada em Pernambuco. Só para refrescar memórias, vamos republicar o trecho da constatação: “Segundo informação de uma influente fonte do Governo Federal, a instalação da refinaria de petróleo, que todos os Estados disputam, será em Pernambuco. O anuncio será feito, oficialmente, pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva, logo depois que a Petrobrás concluir todos os seus levantamentos e passar a impressão de que está fazendo estudos técnicos profundos. A mesma fonte acrescenta que a refinaria para Pernambuco decorreu de uma ação política do governador Jarbas Vasconcelos, que tem como parceira a Companhia de Petróleo da Venezuela. Jarbas uniu todo o bloco político do seu Estado em favor desse empreendimento e contou com a ajuda do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que deu telefonemas para Lula, mostrando da necessidade de um entendimento entre os dois paises que mais produzem petróleo na América Latina. Além disso, Lula quer deixar a sua marca em Pernambuco, Estado em que nasceu”. Durante a reunião que aconteceu na terça-feira passada, entre parlamentares do Nordeste, inclusive com a presença de alguns deputados estaduais de Sergipe, o presidente da Petrobrás, José Eduardo Dutra, confirmou, em entrevista a Agencia Nordeste, o que Plenário havia divulgado dia 10 passado. No dia 9 de abril, quando o presidente José Eduardo Dutra falou para os mesmos parlamentares de anteontem, deixou claro que se fosse levar em conta “a minha vontade pessoal, traria a refinaria para Sergipe”. Só que, àquela altura, ele já estava sabendo do movimento que partia do Palácio do Planalto, para que a refinaria fosse instalada em Pernambuco. Tanto que a própria estatal já havia até rejeitado o grupo empresarial árabe, que se uniu ao Governo do Ceará, na tentativa de conquistar o empreendimento. Não foi ontem que Dutra soube dessa escolha por Pernambuco, tanto que, também na reunião de 9 de abril passado, quando foi exaltada a unidade dos deputados do Nordeste em defesa da refinaria, o presidente da Petrobrás – conforme revelou Plenário – já havia colocado, como obstáculo para Sergipe, o fato de ser um Estado vizinho da Bahia, que já possui a refinaria de Camaçaripe. Se isso já estava tudo certo, por que não antecipar o anuncio de que Pernambuco havia sido escolhido, independente das condições técnicas tão decantadas pela Petrobrás? Tudo já estava tão decidido para instalação em Pernambuco, que o presidente da Petrobrás, José Eduardo Dutra, solicitou dos parlamentares que integram o bloco político vinculado a ele, na Câmera Federal, que tentasse explicar a jornalistas das dificuldades de Sergipe ser contemplada com a refinaria e evitar que se fizesse movimentos ou se preparassem projetos que mostrassem a viabilidade do Estado para receber a Refinaria. E isso aconteceu de forma clara, porque um grupo político vinculado ao PT se esmerou em explicações sobre a reunião do dia 9 passado, para que o Estado se preparasse politicamente para receber a notícia, sem que colocasse a culpa no presidente da Estatal. E isso foi feito através de comentários, embora ninguém jamais imaginasse em crucificar Dutra politicamente, porque a refinaria não será montada em Sergipe. Aliás, o próprio presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, também não deve ser criticado por ninguém do Nordeste, porque está levando a refinaria para seu Estado, mesmo que atenda a um refinado trabalho de lobistas eficientes, que são muito bem pagos para isso. Para se falar a verdade, o Partido dos Trabalhadores, em Sergipe, colocou na cabeça que José Eduardo Dutra seria cobrado, posteriormente, caso a refinaria não fosse instalada no Estado, quando o sergipano sabe que a estatal pode trazer outros benefícios e credenciar o ex-senador politicamente, já que se trata de um cidadão que representa bem Sergipe e foi um dos seus melhores senadores. Não foi correto o jogo de faz de conta que não sabia, porque se o anúncio fosse feito anteriormente, tiraria a perspectiva de sua gente e evitaria gastos com estudos e projetos… DÉDA O prefeito de Aracaju, Marcelo Déda (PT), ligou de Paris empolgado com a relação intermunicipal que viu na França e da forma de organização da República e dos Municípios. A França tem 36 mil municípios, a maioria vilarejos, que foi formada através de questões históricas. Marcelo Déda retorna a Aracaju na próxima terça-feira. ATERRO Marcelo Déda foi observar uma lixeira que sofreu um processo de desativação e ficou impressionado como os franceses trabalham os chamados Saturangues. Sobre essa lixeira desativada havia o plantio de hortaliças que serviam à comunidade, sem qualquer problema. O prefeito está tentando uma troca de experiências nesse campo… PESQUISA Segundo informação de uma fonte bem avisada, a pesquisa da Exata, que oferece um bom percentual para o Governo João Alves Filho, também aferiu como anda o prefeito Marcelo Déda. A mesma fonte acrescentou que Déda teve um bom índice de aceitação – 73% – “muito acima do que muita gente imaginava”. MACHADO O deputado federal José Carlos Machado (PFL) disse ontem que em nenhum momento o presidente da Petrobrás, José Eduardo Dutra, anunciou que a refinaria seria instalada em Pernambuco. José Eduardo pode não ter dito aos deputados, mas o fez em entrevista concedida a Agência Nordeste, em Brasília. RESERVA O deputado José Carlos Machado acha, inclusive, que José Eduardo Dutra tem os números da reserva de petróleo encontrado no litoral sergipano. Admite que não está revelando em razão de alguma estratégia interna da própria Petrobrás, que necessita de maiores dados. IGUALDADE O coordenador da Defensoria Pública Estadual, Jorge Fraga, quer que os defensores recebam salários semelhantes aos procuradores – de R$ 6 mil a R$ 7 mil. Segundo Jorge, a defensoria só tem hoje 85 profissionais, com o risco de perder mais alguns, quando o essencial seria 150 advogados. BOATOS A cidade encheu-se de boatos, ontem, com a desistência do governador João Alves Filho em participar da reunião de governadores em Brasília, sendo representado pela vice, Marília Mandarino. Criou-se as mais diversas doenças… Na realidade o governador João Alves Filho está com duas hérnias de discos e se submete a sessões de fisioterapia. Mesmo assim despacha normalmente do seu apartamento. POSTOS O deputado federal Bosco Costa (PSDB) sugeriu ao ministro da Justiça, que fossem montados postos policiais com agentes federais, em determinados pontos das rodovias. Bosco acha que o aumento da vigilância poderia inibir roubos de cargas e veículos. O ministro gostou da sugestão. PISTOLAGEM O deputado Bosco Costa também foi indicado como membro titular da Comissão que apura a pistolagem em todo o país. Ele disse que os trabalhos já começaram, mas estão em fase sigilosa, para se entrar depois nos depoimentos. Acha que é arriscada, mas importante. PRISÃO A polícia prendeu, ontem à noite, em Salvador, o foragido Rosemberg José Guilherme Marques, acusado de participar do esquema que assassinou o deputado Joaldo Barbosa. Ele chegou a Aracaju na madrugada de hoje e foi levado para a penitenciária porque tem prisão preventiva decretada pela juíza Iolanda Guimarães. CASAS Um grupo de deputados sergipanos tentou, ontem, em Brasília, levantar o problema da quitação das casas do conjunto Marcos Freire, que estão retornando à Cehop. Segundo o deputado Augusto Bezerra não houve problema com a quitação assinada pelo ex-governador Albano Franco e a Caixa Econômica Federal. SOLUÇÃO Augusto explicou que na realidade houve a quitação, mas a Emgea, uma empresa vinculada a Caixa Econômica, não deu baixa nas casas quitadas. O presidente da Emgea, Gilton Pacheco, reconheceu e disse que se o governador João Alves Filho reiterar o pedido, dois dias depois a empresa efetuará a quitação das casas. AUDIÊNCIA Augusto Bezerra foi a Brasília participar do encontro com a ministra das Minas e Energia, Dilma Roussef, e o presidente da Petrobrás, José Eduardo Dutra. Voltou animado com a possibilidade do novo poço de petróleo descoberto no litoral sergipano supere as perspectivas: “isso fará com que Sergipe lute mais pela refinaria”. ROSSETO O ministro da Reforma Agrária, Miguel Rosseto (PT), deve vir a Sergipe, atendendo a convite da deputada estadual Ana Lúcia Menezes (PT). Rosseto fará visita a alguns assentamentos e deverá anunciar recursos para desenvolvimento agrícola, gerando emprego e melhorando a vida do pessoal. Notas POLICIA A Polícia já encerrou as investigações em torno do assassinato do deputado estadual Joaldo Barbosa. A partir de agora o pessoal está mantendo apenas as diligências para tentar prender o foragido Marcos Munganga, que ajudaria a comprovar tudo o que foi entregue à Justiça, com o indiciamento dos prováveis participantes. A partir da próxima semana o processo continua na Justiça, quando os acusados voltarão a ser ouvidos pela juíza da 5ª Vara Criminal, Iolanda Guimarães. A expectativa é que o processo tenha vida longa para chegar à condenação ou não. EMPRESÁRIOS Apesar do fim do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para as micro e pequenas empresas, os empresários vão insistir para que a cobrança do imposto antecipado seja eliminado para as empresas. Eles argumentam que muitos não vendem as mercadorias num prazo razoável e são prejudicados. Isso serve de argumento para mostrar a necessidade de se ampliar esse benefício para todos os empresários, que vão continuar solicitando do governador João Alves Filhe que amplie o benefício e encontre a melhor forma de acabar com a antecipação. EDUCAÇÃO O ministro da Educação, Cristovam Buarque, virá a Sergipe nestes próximos dias, para participar de um debate, na Assembléia Legislativa, onde dará explicações sobre os Planos do atual Governo para a educação, principalmente na recuperação das Universidades Federais. Cristovam já foi reitor da Universidade Federal de Brasília. Cristóvam Buarque, que já foi colaborador período da GAZETA DE SERGIPE, tem projetos para modificar o sistema de acesso a Universidade e eliminar o julgamento de alunos por provas. Ele vem a Sergipe a convite da deputada Ana Lúcia. brayner@infonet.com.br “Plenário” retorna na próxima terça-feira, dia 22 de abril

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários