LOJA MAÇÔNICA COTINGUIBA UM REFERENCIAL NA CULTURA

0

LOJA MAÇÔNICA COTINGUIBA UM REFERENCIAL NA CULTURA LITERÁRIA E SOCIAL DE SERGIPE.

“Precisamos projetar na treva que há na alma do analfabeto o clarão radioso que vem do livro!”
Graciliano Ramos

Nada se transforma se não for pela primazia da Educação. Educar é libertar o outro da dicotomia maniqueísta de que não é possível. Educar é mostrar caminho, é abrir portas, construir espaço, erguer pontes para que o outro possa, confortavelmente, transitar. Educar é doação, é caridade. Mas, diferentemente da “esmola” ou da “cota”, é também a oportunidade do outro fazer a sua parte e engrandecer-se com isso, elevando a sua autoestima e orgulho: eu quero, eu posso, eu faço.
A Maçonaria, sempre esteve muito atrelada ao aperfeiçoamento integral do homem e, sabedora de que somente através da educação, da profissionalização, do aprimoramento constante é que há esta possibilidade e, também, por ser uma instituição voltada para as boas causas sociais e familiares, sempre esteve muito atenta ao que ela, metaforicamente, denomina de “polimento da pedra bruta”.
Esta milenar instituição, no que pese carregar por muito tempo a pecha de coisa “diabólica”, o que nunca foi. Na verdade, somente o bem, tem feito à humanidade como um todo. A Maçonaria foi e é credencial de decência, honestidade, respeito e trabalho.
A loja Maçônica Cotinguiba, existe desde 1872.
São 143 anos de uma rica e virtuosa história voltada, exclusivamente, para as boas obras sociais. A vocação de “doadora” da centenária Loja Maçônica Cotinguiba procurou, desde o inicio do século passado, ser um referencial representativo nas causas sociais: caridade, educação, saúde e preparação. Foi assim que manteve e, mantém ainda uma hospitalaria para fazer a Caridade direta junto aos necessitados que recebem benefícios sem saber nem de onde vem: comida, roupa, enxovais para nascituros, fraudas, auxilio variados nos momentos difíceis… Esta função de identificar o carente e levar até ele o lenitivo, normalmente é exercida pelas fraternidades feminina: esposas e filhas de Maçons que se integram ao trabalho da Loja para cumprir esta missão tão nobre feita pela Maçonaria sem a menor divulgação ou propaganda..
Na Saúde a loja Maçônica Cotinguiba atuou, por muito tempo, no atendimento aos necessitados, com seus Postos de Atendimentos onde eram recebidos pacientes sem condição financeira para pagar um médico.
Na Educação, a Loja Maçônica Cotinguiba tem um trabalho belíssimo e que marcou a vida cultural, literária e profissionalizante de Sergipe que foi a criação, no dia 24 de setembro de 1916, (vai fazer 100 anos agora em 2016), da Liga Sergipense Contra o Analfabetismo, escolas dirigidas a alfabetização e profissionalização de adultos. Ensinava a ler e a escrever e preparava para o trabalho e para os concursos com a profissionalização através dos cursos de: Datilografia, Corte e Costura, Confeiteira, Marcenaria e Práticas Rurais. Chegou a manter ativa por muito tempo 29 salas de aula espalhadas por todo o Estado de Sergipe, lugares onde todos estudavam, se preparavam e não pagavam nada. Durante quase setenta anos prestou um serviço gratuito e de primeira aos sergipanos desprovidos de recurso financeiro para custear uma Escola ou um Professor particular.
Temos que entender que, naqueles tempos, não havia a presença do Estado em quase nada, na verdade, nem o “Estado”, nos moldes atuais, existia. Tais funções eram exercidas, normalmente, por entidades como a Maçonaria, a Igreja, os Clubes de Serviços e as Congregações. Devemos perceber também, que à proporção que o Estado começou a assumir tais funções, estas entidades foram pouco a pouco se retirando do cenário da assistência direta e efetiva, deixando por conta exclusiva daquele que de fato tem a responsabilidade institucional de manter e socializar estes direitos dos cidadãos, que é a própria entidade estatal.
Na atualidade, ainda é mantida a Caridade direta e efetiva, a doação voluntária e sem alarde, não é divulgado a origem de onde emana o recurso ou o bem ofertado, seguindo o principio maçônico de que: “o que a mão direita faz, não há necessidade de a esquerda saber”.
No que diz respeito a vocação desta centenária Instituição para a Educação, foi criado em 2013 o PELMC – Planejamento Estratégico da Loja Maçônica Cotinguiba, e, no PELMC foi instituído entre outras Ações, O CONCURSO LITERÁRIO, LOJA MAÇÔNICA COTINGUIBA DE CONTO, CRÔNICA E POESIA. Este Concurso, – o primeiro e único no Brasil, – tem a pretensão de abranger todas as Escolas, públicas e particulares, do Estado de Sergipe e, até de outras unidades da Federação.
A ideia está se revelando como uma das mais exitosas já realizadas nesta área, pois do Concurso é feita uma seleção de textos e publicado um livro: A ANTOLOGIA LITERÁRIA LOJA MAÇÔNICA COTINGUIBA DE CONTO, CRÔNICA E POESIA, já foram publicadas duas. A primeira com 93 textos e a segunda com 110 matérias. Esta iniciativa é tão boa que está se revelando como um marco na história recente da literatura sergipana e brasileira por ser um certame:
GRATUITO, não há nenhuma espécie de pagamento;
INCLUSIVO, todos podem participar independente de sua situação financeira, religiosa, racial, cultural ou social, seguindo os princípios maçônicos de liberdade, igualdade e fraternidade;
REVELADOR, muitos jovens sergipanos de todas as paragens têm se revelado como excelentes POETAS, CONTISTAS E CRONISTAS.

No I Concurso, 2014, foram inscritos 300 textos de escolas de todo o Estado de Sergipe e 93 trabalhos foram selecionados para o livro; no II Concurso, 2015, se inscreveram 760 textos e, 110 foram selecionados e, nos dois anos houve dois monumentais e emocionantes lançamento com os autores autografando o livro para seus amigos, pais e parentes, tudo isso acontecendo durante esplendorosas festas patrocinadas pela Fraternidade Feminina de nossa Loja Maçônica Cotinguiba para celebrar com a publicação dos textos selecionados no livro e, premiar os primeiros, segundos e terceiros lugares das três categorias: Conto, Crônica e Poesia. Estas grandes festas aconteceram na sede da Loja Maçônica Cotinguiba, onde foi feita a comemoração, confraternização e premiação aos vencedores e entrega dos exemplares a todos os participantes.

No projeto ainda existe uma ação fantástica, que é a doação de 1000 exemplares destes livros a uma entidade de caridade para que ela mesma venda e reverta em seu beneficio toda a renda. Já está tudo pronto para o III CONCURSO LITERÁRIO LOJA MAÇÔNICA COTINGUIBA, as visitas as Escolas de todo Estado iniciarão em março de 2016.

Comentários