Lucidez de Bispo: não assumirá governo

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Enfim um ato de lucidez do deputado estadual Luciano Bispo.Embora o governador Jackson Barreto tenha anunciado pelo twitter que o parlamentar assumiria o governo durante alguns dias das férias dele (15 dias), por conta do desgaste atual e a indefinição do mandato, Luciano procurou o secretário João Gama e disse que agradecia o gesto, mas não deseja assumir.

Se não fosse o atual momento desfavorável para Luciano, ele não só assumiria o honroso cargo, como não resistiria em transferir toda o Governo pra Itabaiana, para se amostrar àquela brava gente que é melhor do que os  irmãos Amorim.

Só para lembrar: Na semana passada, o governador Jackson Barreto foi à Itabaiana lançar a pré-candidatura de Roberto Bispo,

A postagem do governador anunciado que Luciano assumiria o governo. 

 aquele com problemas de improbidade administrativa e que Déda ficou magoado com a nomeação dele para a Codise. Agora o outro irmão, cheio de problemas na justiça e com o mandato por um fio por improbidade administrativa, assumiria o governo por alguns dias. Seria um desastre.

Apesar da boa vontade de Jackson com o amigo, alguém precisa alertar ao
governador Jackson Barreto que  há na legislação eleitoral várias condutas vedadas aos agentes públicos em ano eleitoral, que já se aplicam às eleições deste ano.Ou seja, não podem os Executivos Federal e Estadual  interferirem no processo das eleições municipais, sob pena de cometerem crime eleitoral, de uso da máquina pública para interferirem na vontade do eleitor.

Se o mandato dele não estivesse agora em xeque mate, alguém tem
duvida que Luciano Bispo não atuaria até as últimas consequências para tentar retornar ao poder em Itabaiana?

A lucidez de Luciano, mesmo por conta de um momento desfavorável foi importante. Mas o blog não tem duvida que se ele assumisse e leva-se o governo para Itabaiana  a esperança não estaria perdida: pois a sociedade sergipana tem o olhar atento da Procuradora Eleitoral: Eunice Dantas.

Agiota amigo de deputado processou o titular deste espaço
Só para deixar claro para alguns leitores. No início deste ano – depois de varias idas a Itabaiana numa clara tentativa de constrangimento – o titular deste blog ganhou na Justiça uma ação que foi movida por um agiota (isto mesmo, um agiota que não tem nada no nome teve a cara de pau de processar este jornalista) conhecido por todos e cabo eleitoral de um deputado.  Pediu R$ 25 mil por danos morais. Perdeu! Tem gente que pensa que a Justiça pode ser enganada. E quem tem “rabo preso” deve pensar duas vezes ao atacar a imprensa. Somente para conhecimento de todos. O constrangimento está sendo pago com a Verdade…

Cassação Luciano: recursos eleitorais em regra não têm efeitos suspensivos, despacha Gilmar Mendes
No dia 30 de Julho, Gilmar Mendes, mandou notificar TRE/SE sobre decisão contra Luciano. Não tem efeito suspensivo.

Decisão de Gilmar Mendes da última quinta-feira, 30, não deixa duvidas. 

 “Conquanto tenham sido opostos embargos de declaração a essa decisão, em regra, os recursos eleitorais não possuem efeito suspensivo, conforme o art. 257 do Código Eleitoral, razão pela qual a decisão, após sua publicação, encontra-se apta a produzir efeitos.”

Procuradoria Eleitoral vai pedir que TRE/SE comunique a cassação de Luciano
O blog foi informado que a Procuradoria Eleitoral já tomou conhecimento do despacho do ministro Gilmar Mendes e que cumpra o acórdão lavrado no REspe nº 448-80, do julgamento que cassou a candidatura de Luciano por unanimidade. Ele tem que esperar os recursos fora do mandato.

FPE: Queda será de R$ 37 milhões e não de R$ 70
O Ministério da Fazenda tinha previsto que a queda do FPE para o mês de julho em Sergipe seria de R$ 70 milhões. Agora reformou a análise e será de R$ 37 milhões. Mesmo assim é muito, principalmente para um Estado pequeno. É pagar folha, com atraso, custeio e nada de investimento.

Petrobras vai vender os melhores campos offshore de Sergipe
A Petrobras informou nesta segunda-feira que iniciou processo de venda de nove concessões em águas rasas, nos Estados do Ceará e de Sergipe, cuja produção média de 2015 foi de 13 mil barris diários de óleo equivalente, o que corresponde a 0,5 por cento da produção total da companhia.

Petrobras vai vender os melhores campos offshore de Sergipe II
As áreas ofertadas em Sergipe são Caioba, Camorim, Dourado, Guaricema e Tatuí. Já no Ceará são Curimã, Espada, Atum e Xaréu.A Petrobras prevê desinvestir pouco mais 14 bilhões de dólares em 2016, negociando campos petrolíferos, unidades de processamento de petróleo, termelétricas e outras operações. Com certeza virá depois redução de pessoal.

PMA perdeu 600 toneladas de feijão
Em entrevista ao radialista George Magalhães, na 103 FM, ONTEM, 04, o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) denunciou que a Prefeitura de Aracaju não priorizou em tempo e perdeu cerca de 600 toneladas de feijão, o equivalente a R$ 7 milhões aproximadamente, que estavam sendo disponibilizados pela Conab.O parlamentar sergipano conseguiu viabilizar o feijão para os 75 municípios do Estado, mas apenas 23 deles foram até o órgão federal requisitar o envio.

Dois ofícios para o prefeito João Alves
Fábio Mitidieri chamou a atenção para Aracaju porque teve a preocupação de comunicar ao prefeito João Alves Filho (DEM) e encaminhar dois ofícios para a administração municipal. “Nós disponibilizamos uma cota de feijão junto à Conab, que estava disponível em Goiás. As prefeituras sergipanas precisavam apenas pagar o frete e retirar o produto. 23 municípios demonstraram interesse, dentre eles Muribeca, Pacatuba, Pinhão, Moita Bonita, Itaporanga, dentre outros. Isso é para os municípios distribuírem gratuitamente para as comunidades mais carentes”.

Falta de organização e interesse
O deputado explicou que como tem uma tia trabalhando com o prefeito de Aracaju, foi feito um contato direto com o gestor. “Falei com o prefeito João Alves pelo telefone e ele me agradeceu. Um tempo depois, percebendo que a prefeitura não havia ido atrás do feijão, nós encaminhamos dois ofícios: um para o gestor e outro para a secretária municipal Maria do Carmo Alves. O prazo findou acabando e a PMA perdeu 600 toneladas de feijão que poderiam servir aos mais carentes. Isso equivale a R$ 7 milhões, aproximadamente”, disse, lamentando o desperdício e criticando a falta de organização e de interesse da PMA.

Sergipe recebe evento nacional de TI
Representantes de órgãos estatais de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) de todo o Brasil estarão em Aracaju, nos próximos dias 07 e 08 de julho, no hotel Radisson, para participarem da 113ª Reunião do Fórum de Diretores Técnicos e 14ª Reunião de Gerentes Técnicos, promovidos pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep).

Armazenamento em nuvem
Organizada pela Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), o evento terá como tema principal o armazenamento em nuvem e também será a oportunidade para a apresentação do Plano de Modernização de TI de Sergipe.

Apoio em General Maynard
ontem, 4, o pré-candidato a prefeito de General Maynard, Rodrigo Sobral (PSC), conseguiu mais uma adesão importante: o PMB – Partido da Mulher Brasileira. A confirmação do apoio foi feita durante reunião com a presidente do diretório municipal, Dênia Barreto, e o prefeito de Rosário do Catete, Laércio Passos.

Apoio em General Maynard II
No encontro, com o aval de ambos, foi batido o martelo, confirmando a presença da sigla no rol de partidos que estarão na aliança encabeçada pelo vereador. Segundo Laércio Passos, um dos fatores que levaram o PMB a apoiar Rodrigo Sobral foi o pedido do deputado federal e líder do governo na Câmara, André Moura.

Apoio em General Maynard III
“Um pedido de André é algo que não podemos negar de forma nenhuma. Além disso, Rodrigo é um amigo de muitos anos e vem se articulando bem, e política é arrumação. Começou bem, quando conseguiu convencer o prefeito Miraldo a não ser candidato. Agora é buscar o apoio popular”, resumiu Laércio Passos.

Programa de inovação do Sebrae é apresentado a ASEOPP
O programa do Sebrae, de Agentes Locais de Inovação – ALI, foi apresentado na reunião-almoço da Associação Sergipana de Empresários de Obras Públicas e Privadas – ASEOPP desta semana por bolsistas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, que é parceiro do programa . Participaram da reunião, apresentando o programa, Marcela  Faro Mota, Marcelle Lima e Alan Dantas.

ALI
Os três fizeram uma exposição de todo desenvolvimento do programa ALI, que é gratuito e contempla pequenas e médias empresas dentro do limite do faturamento anual de 4,8 milhões. O objetivo do programa é promover a prática continuada de ações de inovação nas empresas de pequeno porte, por meio de orientação proativa, gratuita e personalizada.

Inovação
O programa, que tem uma duração de 30 meses, tem etapas, começando com o diagnóstico inicial de todas as áreas da empresa, as necessidades e a execução das ações de inovação propostas. Depois é feito um novo diagnóstico e o acompanhamento é mensal. “A gente visualiza a empresa como um todo e busca ações para inovação e evolução”, explicou Alan Dantas.

Participação
Os associados fizeram alguns questionamentos e como na ASEOPP não tem nenhuma empresa que se insira na classificação de pequena e média empresa no valor de R$ 4,8 milhões anuais, ficou acertado de se levar a sugestão para o Sebrae que crie uma solução para atender a demanda dos associados que tem interesse em participarem do programa que possibilita ajudar na evolução das empresas.

Um Dia de SuperAção: Trabalho e Acessibilidade para Pessoas com Deficiência
No próximo dia 06 de julho, das 09 às 16h30, o Fórum Estadual de Inserção da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho, estará realizando na Praça Fausto Cardoso o evento: Um Dia de SuperAção:Trabalho e Acessibilidade para Pessoas com Deficiência.

Conhecimentos
O evento tem como objetivo disponibilizar conhecimentos através da troca de experiências que levem à implementação de boas práticas de acessibilidade visando a ampliação de oportunidades de acesso, integração e permanência do trabalhador com deficiência no ambiente de trabalho.

Atividades
Em sua programação contará com diversas atividades tais como: balcão de empregos; emissão de CTPS; intermediação de mão de obra; divulgação de cursos profissionalizantes; oficinas de Braille, Libras e de confecção de livros artesanais acessíveis; leitura inclusiva; divulgação dos direitos das pessoas com deficiência; distribuição de folderes informativos; exposição de trabalhos realizados pelas Associações, instalação de estruturas de ambientes laborais e apresentações culturais tais como: canto coral, dança em cadeira de rodas, teatro e música,calçada itinerante.

Banese parcela em até 12 vezes pagamento do IPVA

O Banco do Estado de Sergipe (Banese) dispõe de uma modalidade de crédito que parcela em até 12 vezes o pagamento das taxas anuais relativas ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O produto é destinado a pessoas físicas e jurídicas correntistas do Banese. Denominado de Credi-Fácil IPVA, ele oferece a oportunidade para liquidar o IPVA de 2016 ou de anos anteriores de forma à vista, aproveitando o desconto do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).O valor do crédito do Banese para pagamento do IPVA é limitado ao total do licenciamento anual, seguro obrigatório, multas, emplacamento e regularização de débitos de exercícios anteriores de veículos registrados no Estado de Sergipe.

Prazo 

O prazo para pagamento do empréstimo é de até 12 meses, desde que o valor mínimo da prestação não seja inferior a R$ 30,00 (trinta reais). “O pagamento do financiamento será feito a juros baixos, em até 12 prestações fixas debitadas automaticamente em conta corrente”, informa o superintendente de Crédito do Banese, Wesley Teixeira Cabral.Mais informações sobre o Credi-Fácil IPVA podem ser obtidas no site do Banese (http://www.banese.com.br ) ou nas agências da instituição em Aracaju ou no interior. O Banese, com 63 agências, possui a maior rede de atendimento bancário do Estado.

PELO TWITTER

www.twitter.com/Pontifex_pt (Papa Francisco) As férias são para muitos uma ocasião de repouso. É um tempo favorável também para cuidar das relações humanas.

www.twitter.com/WilliamFonseca  Se queres contemplar as mais distantes estrelas ponha-se no mais profundo escuro. Se queres ouvir a voz do coração apenas fique em silêncio.

www.twitter.com/SergioLuiz_SE  Será que MPE desconfia que:
                                       Temos crianças esmolando nos semáforos?
                                       Continuam roubando merenda?
                                      Temos corrupção na ALESE?

www.twitter.com/joaocorrrea  Latrocínios , sequestros , estupros … Diante de tantos casos de violência é surreal a inversão de valores e a proteção aos marginais.

www.twitter.com/sargentoedgard  A tocha Olímpica passeando, e os policiais do Rio de Janeiro, se ferrando.

ARTIGO

A Lama de Capela ou a Alma de Capela  por Igor Mangueira*

Se brincar pode se dividir o mundo em duas partes: os que vão e os que não vão pra lama de Capela. Ali viramos criança

 foto Josué Christopher/ enviada por Igor Mangueira 

novamente, brincando com excremento, esquecendo o que é dignidade, moral e ética. Tanto fez como tanto fezes. Experiência espetacular, de sobrevivência, de provocação com a vida. A lama cura. A lama cria. A lama sua. Suor, sangue e cachaça taquari. Não existem mendigos. Todos somos mendigos. Não existem ricos. Todos somos ricos. Não existem feios. Todos somos feios, sujos e talvez por isso belos, fortes e indestrutíveis. E quanto mais sujo, podre, parece que é melhor. Todos somos irmãos de lama. Não existem bonitos. Todos somos bonitos. É quando o inferno vira céu. É sair da lógica, da civilização, da paranoia com doença e o medo da morte.  É a democracia. É a falta de lógica. Não existe lógica. Se você pensar direitinho, você não vai. Se você pensar, você não vai! Tem que ir sem pensar. O grande lance é esse…  Saltar de paraquedas sem medo do abismo.  E talvez por tudo isso é que  exista muita vida. Há vida na lama de Capela.  Fina flor feia e bela da vida. Bruta flor da vida. Vida à flor da pele, da resistência, do dadaísmo, da loucura. Da lama de Capela enxergamos de uma outra maneira. Com outra lente. Não existem cisco ou traves. Quem é louco? Quem não é?  Quem não brinca, quem não se leva tanto a sério?! Experiência maravilhosa. A lama de Capela. A alma de Capela.

"Vou pra lama em capela. Dormir no banco da praça. Vou beber até cachaça sem ter medo da ressaca". https://www.palcomp3.com/igormangueira/os-ribeiros/

*cantor e compositor. Mais informações:http://www.igormangueira.blogspot.com.br.

EXPLICANDO O CASO LUCIANO BISPO 

BLASFÊMIAS JURÍDICAS por Clarkson Moura (advogado) 

Despreocupado da vaidade de aparecer, mas sempre comprometido com a efetiva cidadania em sentido amplo, obedecido o Ordenamento Político-jurídico pátrio, ouso exercer meu direito fundamental de opinar ou de manifestação de pensamento (art. 5º, IV, CF/88).

Sendo um anônimo operário do Direito, sem, portanto, qualquer propósito velado de posar de jurisconsulto, constitucionalista ou coisa que o valha, respeitados os que pensam de forma contrária, resolvi desenvolver esta modesta reflexão sobre um polêmico e espalhafatoso caso jurídico-eleitoral, ocorrido neste Estado, em cujas demandas judiciais, tanto na Justiça Especial quanto na Justiça Comum, as questões de fato e de direito tornaram-se de conhecimento popular pela ampla Mídia doméstica, em reportagens, editoriais, notas de esclarecimento, editoriais, comentários, postagens digitais, inclusive em entrevistas prestadas por procuradores das partes litigantes.

Tanto assim, que o confiável Portal Infonet, que hospeda este Blog, publicou, na última terça-feira (28), matéria assinada por Cássia Santana, da qual foram pinçados os seguintes extratos:

"Caso Luciano Bispo: TCE é notificado pelo TJ de Sergipe […]
O Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE) já foi notificado pelo Tribunal de Justiça quanto à postura do desembargador Ruy Pinheiro para tornar sem efeito decisão tomada pela Corte de Contas em 2007 pela rejeição das contas prestadas àquela corte pelo deputado estadual Luciano Bispo na condição de prefeito de Itabaiana. O TCE tentará se habilitar como parte no processo judicial movido pelo parlamentar contra o Estado para anular aquela decisão da Corte de Contas. […]
O coordenador jurídico do Tribunal de Contas, Luiz Carlos de Santana, informou que dispõe de dez dias para pedir a reforma da decisão tomada pelo desembargador Ruy Pinheiro e de 30 dias para contestar o mérito da ação judicial movida pelo deputado estadual Luciano Bispo, que tramita na Comarca de Itabaiana. […]
O coordenador jurídico informou que o Tribunal de Contas emitiu certidão negativa em favor de Luciano Bispo, mas referente ao retroativo de oito anos. Neste período, conforme o coordenador jurídico do tribunal, não há julgamento pela rejeição de contas contra o parlamentar. […]"

CONTESTAÇÃO INÓCUA

Partindo do que já é de domínio público, atrevo-me a afirmar que o TCE-SE vai contestar "de mentirinha", no aludido caso, pelas convincentes razões a seguir:

Primeira: falece-lhe "legitimidade passiva para causa" – "legitimatio ad causam". Embora instituição de matriz constitucional, não tem personalidade jurídica, senão personalidade judiciária (capacidade processual) para, só é somente só, defesa de suas competências institucionais, de prerrogativas e garantias de seus Conselheiros, previstas nas Cartas Federal e Estadual, porquanto é órgão integrante da estrutura organizacional do Estado-membro. Assim, em sendo demandado o Estado, pessoa jurídica de Direito Público interno, a representação judicial cabe à respectiva Procuradoria-Geral.

Ao arrepio do entendimento doutrinário e da construção jurisprudencial, dominantes; anoto, de bom lembrete, que a Lei nº 12.016/2009, que disciplina o mandado de segurança, concede à autoridade coatora, uma espécie de legitimidadei passiva "sui generis", ao prever o ingresso facultativo do órgão de representação judicial da pessoa jurídica interessada no processo (art. 7º, inciso II). Conclusão: se este órgão não ingressar no feito, o coator assume toda a defesa do pólo passivo da ação mandamental.

Segunda: falta-lhe "interesse de agir" e, por conseguinte, "interesse recursal". Que interesse processual tem, no caso em comento, o TCE-SE, se reconhece, espontaneamente, o fato jurídico de cessação dos efeitos jurídicos de sua veneranda decisão definitiva (transitada em julgado), de 2007 – CESSAÇÃO DA INELEGIBILIDADE-SANÇÃO (art. 1º, inciso I, alínea "g", da LC nº 64/90)?! Nenhum! Tanto é verdade que não consta tal "decisum da "Certidão Negativa" que ele (TCE-SE) forneceu ao interessado.

Ora, se não não tem interesse de agir, a despeito de poder ter a legitimidade, em sede do "remédio heroico", a autoridade coatora carece de ação (arts. 17, 330, "caput", III, e 485, "caput", VI, CPC/2005).

DECISÃO MONOCRÁTICA DESPICIENDA, em 2º grau

Com toda a deferência pelo Augusto Tribunal de Justiça de Sergipe, e, particularmente, por Sua Excelência, o ilustre Desembargador prolator da decisão monocrática – suponho – em sede recursal ou em ação mandamental (mandado de segurança), entendo, "data maxima venia", que esse provimento jurisdicional, recém-concedido, acabou por se revelar infrutífero, inoportuno e, por isso, desnecessário; uma vez que, antes da sua prolação, a correspondente ação já tinha perdido seu objeto, ou seja, a tutela judicial de anulação da decisão do TCE-SE, visando, consequentemente, a fazer cessar os efeitos jurídicos da decisão desta Corte de Contas, de 2007 – AFASTAMENTO DA INELEGIBILIDADE cominada potenciada (art. 1º, inciso I, alínea "g", da LC nº 64/90).

Explicitando-me: os efeitos do "decisio" do TCE-SE cessaram de pleno direito, pelo transcurso do prazo de 8 anos contados a partir da data da decisão definitiva. Portanto, a referida INELEGIBILIDADE teve validade jurídica no período que se estende da data do trânsito em julgado da decisão do TCE-SE, em 2007, até a idêntica data, em 2015.

ATUAÇÃO DO MPE/MP

Aliás, é provável que tenha constado o nome do administrador que sofrera os efeitos da decisão de 2007, do TCE, durante aquele octênio, da relação prevista na Lei Geral das Eleições (art.11, parág. 5º, da Lei nº 9.504/97),  disponibilizada à Justiça Eleitoral, até a data de início do prazo de registro de candidatura nas eleições, dentro dele, realizadas (Eleições de 2014), para fins de propositura, pelos legitimados, da ação de impugnação de registro de candidatura, demanda eleitoral (arts 3º a 16, da LC nº 64/90 – Lei das Inelegibilidades), cujos prazos são peremptórios e preclusivos.

E mais: o MP, até 5 anos após o término do exercício do mandato, isto é, até 31 de dezembro de 2015, pode ter ajuizado ação de improbidade administrativa (arts. 17 e 23, inciso II, da Lei nº 8.429/92) com base na mesma situação fático-jurídica da decisão (2007), desde que esta tenha caracterizado ato doloso de Improbidade, em tempo hábil de obter decisão em 2º grau ou transitada em julgado, com vistas a impugnar pedido de registro de candidatura do ex-administrador inelegível  (art. 1º, inciso, I, alínea "L", da Lei nº 64/90).

"Est mea opinião", SMJ.

ESPECIAL – INSTITUTO CANARINHOS

Instituto Canarinhos de Sergipe é finalista do prêmio Vivo Música que Transforma

Único representante da região Nordeste concorre também como projeto mais transformador pelo Voto Popular, a partir desta terça-feira, 05 de julho

Aracaju, 04 de julho de 2016 –  O projeto Cultura, Arte, Educação e Cidadania é um dos nove finalistas do prêmio Vivo Música que Transforma, criado pela Vivo para reconhecer projetos de destaque na utilização da música como meio de transformação social. Selecionada na categoria Música que Ensina, a inciativa promove o encontro de professores e monitores com alunos de escolas públicas, que buscam melhores oportunidades a partir de práticas artísticas oferecidas, gratuitamente, pelo Instituto Canarinhos de Sergipe (INCASE). A instituição é uma ONG com finalidade cultural, de assistência social e de promoção de cidadania e dos direitos humanos, que atende crianças adolescentes e jovens de escolas públicas de todo o estado de Sergipe.

Ao todo, 366 projetos de todo o Brasil se inscreveram para disputar um dos quatro prêmios de 10 mil reais em certificado de barras de ouro. Aracajú é a única cidade nordestina nessa fase final, que conta agora com o voto popular. A partir do dia 5 deste mês, o público pode escolher seu projeto preferido, votando pelo site do prêmio (http://www.vivomusicaquetransforma.com.br ) ou por meio do aplicativo Vivo Meu Show, disponível para download gratuito nas versões Android e IOS. O resultado final será divulgado no dia 26 de julho, em cerimônia que contará com a presença de Carlinhos Brown, embaixador do projeto. Todos os nove finalistas participarão de um workshop sobre Gestão de Projetos, mas apenas os quatro projetos vencedores receberão o certificado em barras de ouro.

Por dentro do concurso
Os participantes puderam se inscrever em três categorias: Música que Ensina, destinada a projetos educativos que utilizam a música como meio de transformação social; Música para Todos, voltada às iniciativas que dão palco às manifestações musicais e oferecem democratização do acesso à música com entrada gratuita ou a preços populares; e Música que Conecta, para projetos que utilizam o meio digital como ferramenta para o desenvolvimento cultural e social. Os projetos inscritos passam por avaliação de um júri técnico, composto por nomes ligados à imprensa especializada, artistas, produtores culturais e representantes da Vivo.

A premiação faz parte da plataforma Vivo Música que Transforma, idealizada para ser uma grande vitrine cultural destinada à dar visibilidade, valorizar, conectar e reconhecer iniciativas ligadas à música, além de ser fonte de informação para instituições e empresas interessadas em compartilhar conhecimento e práticas para o incentivo à cultura brasileira. Por meio do portal http://www.vivomusicaquetransforma.com.br  o público pode conhecer detalhes de cada projeto participante e conferir a agenda de atividades das iniciativas. Totalmente digital, a plataforma também possui um mapa de geolocalização que torna possível saber onde estão os projetos mais próximos de cada região.  Um blog exclusivo voltado para contar as histórias por trás desses projetos traz informações relevantes sobre a cena cultural, dicas e entrevistas com quem entende de música. Além disso, uma área especial do portal traz a opinião de artistas defensores da cultura, entre eles o músico e embaixador do prêmio Carlinhos Brown.

Vivo Transforma
A Telefônica Vivo acredita no poder transformador da música, uma das expressões mais populares e ricas da identidade brasileira e, por isso, apoia projetos que fortalecem o desenvolvimento sustentável e geram valor à marca. A plataforma Vivo Música que Transforma contribui para ampliar essa característica do ponto de vista social, pois reúne projetos que promovem a democratização da cultura, a inclusão e transformação das pessoas por meio da música. A empresa apoia mais de 90 projetos ligados à música com caráter social em nove estados brasileiros.

Instituto Canarinhos de Sergipe – INCASE
Fundado em 2008, o Instituto Canarinhos de Sergipe – INCASE já conta com um sólido trabalho desenvolvido com crianças e jovens sergipanos. Hoje, a instituição está dividida em três grupos de assistência social: PCA – formado por crianças de 6 a 10 anos; Canarinhos de Aracaju – formados por crianças de 11 a 17 anos; Orquestra Villa Lobos – formada por alunos dos Canarinhos de Aracaju. A instituição desenvolve também trabalhos com crianças portadora de Síndrome de Down e autistas, utilizando oficinas de canto e instrumentos musicais como violão, viola, violino, violoncelo, contrabaixo, teclado, metalofone, escaleta percussão e bateria.

Blog no twitter: http:// www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Os loucos são como beija-flores: nunca pousam, ficam a dois metros do chão”.
Bispo do Rosário, artista plástico brasileiro, morreu em 05 de Julho de 1989 (n. 1909).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários