Lula e a eleição em Aracaju

0

A imprensa nacional vem mostrando que o apoio de Lula e a presença dele nas campanhas eleitorais deste ano é um fator importante para consolidar a vitória de qualquer candidato.  Esta semana a revista Veja publica matéria mostrando que “ Embalado por uma popularidade recorde, o presidente se torna a principal influência nas eleições de outubro provoca briga entre aliados e seu apoio já é objeto de desejo até de quem lhe fazia dura oposição”. Alguns trechos da matéria:

 

Poucas coisas animam tanto o presidente Lula como a proximidade de uma eleição. Nos últimos 26 anos, ele já encarou as urnas sete vezes. Na mais recente, ao conquistar seu segundo mandato presidencial, Lula obteve 58 milhões de votos, a segunda maior votação de um governante nas democracias ocidentais. As refregas eleitorais fazem parte do DNA de Lula e, mesmo quando não é candidato, ele acaba se envolvendo nas disputas. Há uma eleição à vista. Ela ocorrerá em outubro e definirá os novos prefeitos de 5 564 cidades, ajudando a desenhar os novos contornos da paisagem política do país. Na semana passada, questionado sobre as eleições, o presidente deu uma resposta tão curta quanto enganosa. “Eleições? Estou fora”, disse Lula. O verdadeiro significado da frase é seu contrário. Embalado por uma popularidade recorde, o presidente não apenas já embarcou na campanha como é a principal influência na disputa municipal que começou no início deste mês. Ganhar uma carona no Aerolula eleitoral é motivo de disputa entre aliados e objeto de desejo de candidatos que lhe faziam dura oposição. O cenário que vai se descortinar para Lula, do alto da cabine de comando das eleições municipais, também é decisivo para se ter uma idéia da força que ele terá para influenciar a própria sucessão.

 

Se pudesse ser traduzida em números, a propulsão eleitoral de Lula estaria resumida à dinheirama que o governo vem despachando para as bases políticas de seus aliados nas últimas semanas. Entre as cinqüenta cidades que mais receberam recursos federais, 43 são administradas por partidos que dão sustentação ao presidente. Mas, como não se tem notícia de governante que use a caneta para prejudicar correligionários antes de uma eleição, a aritmética sozinha não significa muita coisa. Mais do que de canteiros de obra de última hora, sua força emana de uma peculiar combinação de fatores. “Nunca houve um cabo eleitoral como Lula. Ele é popular, carismático e tem a economia a seu favor. É por isso que todo mundo quer o presidente em seu palanque”, afirma o cientista político Murillo de Aragão, da consultoria Arko Advice. De acordo com a última pesquisa disponível, Lula é aprovado por 55% dos brasileiros. É a melhor avaliação atribuída a um governante desde que o instituto Datafolha começou a realizar esse tipo de pesquisa, há 21 anos. Nunca um presidente chegou às portas de uma eleição com níveis de popularidade tão elevados.

 

Ou seja, pelas matérias da imprensa nacional, a presença de Lula será importante em várias capitais. E Aracaju, a capital do Estado onde o compadre é governador? Não é importante?  Não é incoerência de Lula dizer que “tá fora” das campanhas eleitorais nos municípios e porque vai participar, mostrando a cara e a barba, na campanha da loura grã fina Marta Suplicy, em São Paulo e se nega a participar diretamente em campanhas como a de Edvaldo,  apoiado por Déda, em Aracaju?” Ou será que Lula não quer desagradar o neo-aliado Almeida Lima e prefere colocar de lado os interesses políticos de Déda para 2010?

 

Farra com veículos da PM continua I

Como o comando da PM de Sergipe é o primeiro a errar, seus comandados fazem o que querem com os veículos, menos segurança pública. Na última sexta-feira, 25, às 6h30, o gol com numeração 212 da PM, deixava um aluno na porta do colégio Amadeus. Tudo pode, onde não tem comando nem hierarquia…

 

Farra com veículos da PM continua II

Já quem desejar ver outro veiculo trabalhando pela segurança pública é só passar por volta das 12hs na porta do colégio Americano Batista na Nova Saneamento. Lá um veículo da PM, do 8º Batalhão, quase que diariamente pega um estudante. Tudo pode quando não se tem comando…

 

Policiais cedidos a um candidato

Este espaço está investigando uma grave denúncia. As informações dão conta que dois policiais militares foram cedidos para fazer a segurança de um candidato a vereador que está iniciando na política. Ele nunca foi candidato, mas parece que tem um padrinho forte. Se for verdade a bomba vai estourar em um segundo…

 

Maria ganha adesão em Itabaiana

Neste final de semana o empresário Teixeira, do ramo de caminhões, anunciou o apoio a candidatura de Maria Mendonça. Teixeira era do grupo do ex-prefeito Luciano Bispo e chegou a ser cogitado como candidato a vice-prefeito.

 

Déda defende a manutenção dos royalties

Deu na FSP de ontem ,27: “Opep 1. Governadores dos Estados produtores de petróleo organizam reunião para reagir ao que chamam de “processo hostil”, encabeçado pelo senador Aloizio Mercadante (PT-SP), contra a política de pagamento de royalties. Opep 2. “A realidade do petróleo mudou radicalmente no Brasil com as descobertas do pré-sal, e, no mundo, com a disparada do preço. Essa discussão não pode ser vulgarizada, como se fosse só sobre divisão dos royalties”, protesta Marcelo Déda (PT-SE). Em tempo. Os Estados onde há prospecção também se alinham contra Mercadante no debate sobre a regulamentação da distribuição de gás, em curso na CAE do Senado. Apóiam a proposta de Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), pró-monopólio das empresas estaduais na distribuição”.

 

Carreata da Pesada

Chamou a atenção da Justiça Eleitoral a gigantesca carreata que a sobrinha do prefeito de Carmópolis, senhora Leninha da Graça (PP) realizou essa semana. Tinha mais carro de fora do que gente da cidade. As empresas empreiteiras da prefeitura, sem a menor cerimônia, ajudaram mandando carros e distribuindo combustível. É o prestígio do marido da candidata Sérgio da Graça, que coordenava o evento.

 

Gileno Rompe

O ex-prefeito de Carmópolis Gileno Alves de Melo (PSDB) entregou um cargo de secretário e decidiu apoiar a candidata do PT, Esmeralda França. O seu primeiro ato na oposição foi retirar da porta de casa uma faixa que o atual prefeito Volney Leite obriga os servidores municipais a exibir. A posição de Gileno está provocando uma reação em cadeia na cidade.

 

Sobre a discussão com Geddel Vieira

Sobre a discussão com o ministro Geddel Vieira, durante a reunião dos governadores do Nordeste , o governador Marcelo Déda disse que foi algo normal onde ele estava defendendo a continuação da pauta. Déda disse que após o episódio almoçou com o ministro no clima de harmonia. Ele entende que a reunião dos governadores do Nordeste e a reunião do Conselho Deliberativo da SUDENE não podem ser realizadas na mesma data, por conta da extensa agenda.

 

Otimismo com o BID

A presença do presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento em Sergipe, Luis Alberto Moreno, no último final de semana foi proveitosa, segundo o governador Marcelo Déda. Além da visita as cidades de Laranjeiras e São Cristovão, que recebem obras do projeto Monumenta, o BID pode financiar diversos projetos em Sergipe na ordem de US$ 90 milhões. O governo do Estado tem diversos projetos de financiamentos na ordem total  R$ 500 milhões no BID, no Banco Mundial, na Caixa e no BNDES. O presidente do BID, Luis Alberto Moreno, gostou do que viu e lembrou que a América Latina vive um momento de mudanças e o Brasil vem consolidando seu crescimento econômico.

 

Projeto “Sergipe Cidades”

O governador entregou duas cartas-consulta. A primeira  contém o projeto ‘Sergipe Cidades”. “Este projeto busca estruturar a vida urbana no interior de Sergipe, criando oportunidades econômicas e garantindo qualidade de vida para o interior. Com esses recursos, o Estado pode ajudar os municípios a articular o setor produtivo, melhorar a infra-estrutura urbana e levar desenvolvimento aos povoados”, afirmou Déda. O valor do projeto é de 233 milhões de dólares, sendo que 60% seriam provenientes do BID. Dentro do ‘Sergipe Cidades”, estão a construção de moradias a partir do programa ‘Casa Nova, Vida Nova”, o desenvolvimento de núcleos urbanos, o desenvolvimento econômico e o fortalecimento das administrações locais, entre outros elementos.

 

Carta-consulta para o turismo

Já a segunda carta-consulta é a mesma entregue ao Ministério do Turismo e trata do Prodetur Nacional.  “A nossa visão do turismo para Sergipe não é criar uma ilha turística. Queremos estar integrados ao turismo do Nordeste. Nós queremos construir essa integração a partir de investimentos em Sergipe para a interligação da zona metropolitana com o litoral sul, através da ponte Jornalista Joel Silveira, que está em construção, e da ponte Porto Cavalo-Terra Caída, que está em fase de licitação do projeto”, explicou o governador.

 

Cotação do Cacau

O atual vice-prefeito de Carmópolis, Cacau Pinheiro (PSC) era líder da oposição ao prefeito Volney. Criticava duramente o grupo da Graça e não admitia a candidatura da sobrinha de Volney. Achava um insulto á cidade. Bastou uma reunião a portas fechadas com o empresário Sérgio da Graça e pronto. O Cacau subiu de cotação e virou candidato a vice outra vez. Na maior felicidade.

 

Supressão de …

Estância, entrância ou instância?/ A dúvida que me vem / mostra a minha ignorância,

que é de um ministro, também… Tonho Pereba.

 

Entrevista com o poeta Tonho Pereba

De um leitor: “Fiquei satisfeito com a informação que vai realizar uma entrevista com o poeta trovador Tonho Pereba, que, com seu verso ferino tem contribuído para ridicularizar bandidos, magistrados, autoridades e outros, que, na maior cara de pau, prejudicam o país e impõe o reinado da impunidade. Tenho várias perguntas, mas sei que muitos também têm, então somente farei uma: Poeta Tonho Pereba, o que V. acha da candidatura do senador pomposo que apoiou Renan Calheiros das maracutaias do mesmo para ganhar o PMDB de Sergipe e que no Senado apóia o Governo Federal e o seu partido e em Sergipe é oposição ao mesmo Governo e ao seu partido?”

 

Multas da SMTT e greve dos Correios

Um leitor alertou que o prefeito Edvaldo Nogueira precisa determinar a SMTT que prorrogue o prazo de recurso e de pagamento das multas que não foram entregues no devido tempo por conta da greve dos Correios. O motorista não tinha como saber se foi multado ou não. É uma medida justa e que não trará prejuízos para a toda poderosa SMTT. Não é Samarone?

 

190 só deu ocupado na sexta-feira, 25

Um leitor tentou ligar para o 190 na madrugada da sexta-feira para o sábado e nada. Ele queria reclamar de som alto (mala de carro), e não conseguiu porque o sistema só dava ocupado. Perguntou o leitor: Será que estou me precipitando ao achar que este telefone é retirado do gancho em horários “oportunos”? Já liguei para o Pelotão Ambiental (3243-2102) e ninguém atendeu. Liguei para a Delegacia do Meio Ambiente (3255-2155) e mandaram ligar para o 190. É realmente uma situação absurda, você  ter ser direito violado e não ter a quem reclamar. Pra que servem as leis, se não tem quem fiscalize o seu cumprimento?”. O leitor desabafou com razão.

 

Suspeição do TCE

De um advogado: “Não precisa ser advogado para saber que um juiz deve se abster de julgar uma causa quando houver algum fato que acarrete a sua suspeição ou impedimento. Pois bem, recentemente alguns Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado tiveram os seus nomes envolvidos em um portentoso esquema de corrupção em nosso Estado. Então, pergunto eu: qual a legitimidade que um conselheiro, nessa situação, tem para julgar as contas de um administrador público, quando a sua própria condição de árbitro imparcial e impoluto está sob suspeição? Nenhuma, óbvio! Não é demais lembrar que um ex-presidente do TCE teve problemas com uma licitação de equipamento de informática e um outro não explicou, até o momento, requerimento formulado por um deputado estadual questionando a quantidade de cargos em comissão contratados na sua gestão e a sua ligação política com um município da grande Aracaju. Gostaria, inclusive, de saber da OAB/SE se há alguma medida a ser tomada junto ao Conselho Nacional de Justiça contra essa situação”.

 

O TC acordou! Que legal!

De um leitor: “Afinal, depois de tantos anos dormindo ou facilitando a vida dos políticos e prefeitos (especialmente da prefeitura de Pirambu e outras) o Tribunal de Contas de Sergipe parece que acordou e quase todas as semanas tomam essa ou aquela providência que de um modo ou outro tanta influenciar o quadro político. Mas é positivo. Somente que todo mundo deseja que o TC retorne os casos sobre incorreções de procedimentos durante a gestão Azevedo, Carlos Pina e outros, e conclua o quanto antes o caso Flávio Conceição, que ninguém agüente mais de tanta protelação.Sim, e que o TC não sirva apenas a um lado da política para mostrar serviço mas todos”.

 

Que país é este?

Domingo no shopping Jardins, mais precisamente: ontem, 27, pela tarde. Em uma das saídas uma velhinha, de bengala, andando com dificuldade, ia descer os degraus, que possuem grossos corrimões. Ela não pôde usar os corrimões porque três rapazes rapagões, dois de um lado outro do outro, sentavam-se encostados nos mesmos e não tiveram a gentileza (ou obrigação) de se afastarem e ceder espaço para a cidadã usar um dos corrimões. Precisou que uma senhora desse o braço à velha para que ela descesse com mais segurança pelo meio da escada. Os corrimões pertenciam aos três animais em forma de gente que nem se deram conta ou deram e não se importaram do que faziam, da agressão que cometiam contra os idosos. A pergunta “que país é este?”.

 

Em andamento: operação para liberar Cacciola

De um leitor: “Acredito que em sua coluna mesmo que li que Cacciola errou em tornar-se fugitivo: ele devia ficar no Brasil e a essa altura estaria leve, livre e solto, como estão seus parceiros daqui. No máximo, respondendo processo ou processos em liberdade, em meio à papelada jurídica que este país é conhecedor. Com bons advogados, criminosos e ladrões ricos deitam e rolam. E não é assim? Até o governo e o congresso se abalam para criar leis que proíbam até algemar bandidos ricos! E em vez de aplaudir a Polícia Federal que investiga e prende, censura a mesma e pressiona delegados mais eficientes! Cacciola acaba de ser ganhar um brinde: uma juíza da 5a. vara federal do Rio já o absolveu de tudo. Faltam as restantes varas onde tramita seus processos fazerem isso e pronto: os tribunais sacramentam a impunidade e pronto! E cadê o dinheiro (milhões) que os cofres da Nação gastou para “salvar” os bancos quebrados pelos próprios dirigentes? O dinheiro está nas contas dos próprios banqueiros, agora ex-banqueiros, no exterior.O destino de Cacciola está traçado: morar numa mansão em Angra dos Reis ou outro paraíso tropical! Que exemplo para a nossa juventude!”

 

Nomes de guerra

Valdo Sanduíche, Janu da Combi, Beleza, Álvaro Junior (o Beiço), Loirinho da Pizzaria, Lindomar Já Ouviu Falar, Pingo de Mel, Nego Osvaldo Bilisquete, Cabo Luiz Cadeado, Magal Saque Rápido, Zé Pereba, Vovô do Rock e Tomaz Rola Bosta. Se você achou que a relação acima é do time da pelada de fim de semana pelejada entre solteiros contra casados, enganou-se. Os apelidos listados são exemplos de auto-intitulação adotada por candidatos ao cargo de vereador em Belo Horizonte cujos “nomes de guerra” serão apresentados ao eleitor na campanha deste ano.

 

Frase do Dia

“O segredo é não correr atrás das borboletas…E sim cuidar do jardim para que elas venham até você”. Mário Quintana.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais