Mantida punição a Marcelo Déda

0

O governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), não conseguiu suspender a punição que lhe foi aplicada pela Justiça Eleitoral por ter feito propaganda antecipada na campanha de 2006. Ontem (02), o TSE manteve a multa aplicada ao petista no valor de 40 mil Unidades Fiscais de Referências (Ufir’s), o equivalente a pouco mais de R$ 42 mil. A multa foi determinada pela Justiça Eleitoral de Sergipe por conta da utilização do horário reservado à propaganda partidária do PT, no dia 19 de junho de 2006 –antes do prazo permitido para a realização da propaganda eleitoral. No programa, os petistas divulgaram a suposta campanha pessoal do então pré-candidato ao governo. Déda recorreu da decisão, mas não obteve êxito no TSE.

A casa caiu

A coisa pegou ontem (02) em Estância. A Polícia Civil cumpriu seis mandados de busca e apreensão em bares daquela cidade. Seis donos dos estabelecimentos visitados pelos policiais foram presos sob a acusação de permitir nos locais a prática de prostituição infanto-juvenil. A Polícia informa ter recebido denúncias que os donos dos bares cobravam uma média de R$ 5,00 para liberar o espaço para as relações sexuais. Novos mandados de prisão deverão ser expedidos contra outros comerciantes da região Centro-Sul de Sergipe.

De olho nos gringos

A experiência de fazer negócios com fundos imobiliários ingleses e o impacto no turismo residencial na Lei geral do Turismo. Estes foram os principais assuntos tratados numa reunião promovida em Aracaju pela Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Nordeste Brasileiro (ADIT Nordeste). “Existe um enorme fluxo de capitais nos países da Europa em busca de bons investimentos. É preciso que governos e empresários locais conheçam a cultura destes empresários europeus, sua forma de fazer negócios e que estejamos preparados para recebê-los”, afirmou o secretário estadual do Turismo, João Augusto Gama.

“Piratas” aprovados

 

O comércio de produtos ‘piratas’ tem aumentado. Somente no mercado de DVDs, o número de pessoas que haviam comprado esse tipo de mídia falsificada pulou de 35% para 53% entre 2006 e 2007. Mas a relação do brasileiro com a pirataria vai além do consumo simplesmente. A falta de confiança no destino de impostos que são arrecadados com a venda dos produtos legais e os altos lucros dos fabricantes é o que faz com que o consumidor compre cada vez mais os piratas. Além do preço mais em conta, os entrevistados apontam outros motivos para optar pelo pirata, como ser tratado por ‘bobo’ porque pagou mais caro pelo produto legítimo.

 

Britto quer punição

 

O presidente  nacional da OAB, Cezar Britto, considerou o momento político da nação como “grave”, referindo-se à denúncia sobre a interceptação de telefonema entre o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO). Para ele, o ato deve ser combatido com punição. “Chegamos a um estado de bisbilhotice que envolve mais de dez milhões de pessoas grampeadas no Brasil”, afirmou Britto. Para ele, não pode ficar impune quem manda grampear alguém.

 

Debate na AL

 

O deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) propôs ontem (02) a realização de um debate entre os candidatos a prefeito de Aracaju no Plenário da Assembléia, transmitido ao vivo pela TV Alese. Segundo ele, o debate é uma ótima oportunidade para que a sociedade possa fazer sua escolha. “Será de grande importância o debate nesse espaço democrático”, argumenta. A proposta de Fonseca foi encaminhada à Mesa Diretoria do Legislativo para apreciação.

 

Antes do tempo

 

Candidata a prefeita de Lagarto, a deputada estadual Luiza Ribeiro (PTdoB) decidiu deixar a Assembléia antes do tempo previsto. Ela assumiu a cadeira parlamentar em substituição ao deputado João da Graça (PTdoB) que se afastou para tratar de assuntos particulares. Luiza preferiu antecipar sua saída do Legislativo para cuidar melhor de sua campanha eleitoral. Ontem (02), ela fez um discurso de despedida no qual afirmou que pretende retornar ao Parlamento estadual, embora no momento seu sonho seja ser vencer as eleições lagartenses.

 

Fraude descoberta

 

Uma tentativa de fraude nas provas teóricas e práticas do Departamento Estadual de Trânsito de Sergipe (Detran) foi descoberta por fiscais do órgão, antes que o delito fosse totalmente concluído. O crime foi praticado por pessoas que fraudaram o documento de identificação de um candidato através da substituição da fotografia e se apresentaram para fazer as provas. Até o momento, cinco pessoas foram indiciadas.

 

Prazo final

 

Na sessão de amanhã (04), o Tribunal Regional Eleitoral em Sergipe deverá decidir sobre mais de 100 processos envolvendo candidatos. A maioria é de recursos sobre impugnações de candidaturas em Sergipe. Na sessão desta quinta-feira, o TSE vai tentar cumprir o prazo estabelecido pelo TSE para que todos os recursos estejam julgados. A data fatal para isso é 6 de setembro. A maioria dos candidatos foi impugnada porque tiveram contas rejeitadas pelos Tribunais de Contas do Estado e da União.

Perfume faz mal

Recente estudo apontou que o uso de perfumes ou cosméticos perfumados durante a gravidez pode aumentar o risco de infertilidade entre bebês meninos na vida adulta. De acordo com os pesquisadores, há uma janela crucial entre a oitava e a décima segunda semanas de gestação que determina futuros problemas reprodutivos em meninos. Os cientistas acreditam que a exposição a algumas das substâncias químicas dos cosméticos durante este período pode afetar a produção de espermatozóides no futuro.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários