Mão de ferro

0

A classe política vai levar outros sustos até entender que o estilo de governar da presidente Dilma Rousseff (PT) é bem diferente do de seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ontem, ao exonerar o ministro da Defesa, Nelson Jobim, ela voltou a sinalizar que no seu governo é oito ou oitenta. No dia anterior, a petista já havia mandado um recado para o Senado de que quem não estiver com ela considere-se contra ela. Não deu outra: a CPI dos transportes, praticamente convocada, deu pra trás. Sensíveis à voz rouca das ruas, os políticos estão engolindo o estilo mão de ferro da presidente que, para a maioria dos brasileiros, está se saindo bem melhor do que a encomenda. Há quem ache, inclusive, que, a continuar nesse ritmo, até o final do ano ela conclua sua primeira reforma ministerial.

Perde espaço

Com a saída de Nelson Jobim do Ministério da Defesa, quem perde espaço em Brasília é o deputado federal Albano Franco (PSDB). Mesmo fazendo parte de um partido de oposição, Albano sempre manteve um excelente relacionamento com Jobim, a ponto de ter conseguido com o ex-ministro uma audiência para o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B). O comunista foi solicitar a liberação do acesso a um terreno do Exército para a construção de uma nova via de escoamento do trânsito em Aracaju.

Homens n’água

Será neste domingo o Festival de Remo promovido pela federação deste esporte com o apoio da Prefeitura de Aracaju. A competição, que acontecerá na Orla Pôr do Sol jornalista Cleomar Brandi, no Mosqueiro, terá a participação de 30 atletas, divididos nas categorias masculino, feminino e masculino master. Segundo o presidente da Federação, Geraldo Porto, o festival vai demonstrar que Aracaju tem capacidade para sediar o Campeonato Norte e Nordeste de Remo.

Caia fora

O PSTU ofereceu ontem uma ficha de filiação à deputada estadual Ana Lúcia (PT). Em carta, a presidente do partido, Vera Lúcia, sugere que a petista caia fora do PT que, segundo diz, se bandeou para “a velha e conhecida direta sergipana”. Em um dos trechos da missiva, a dirigente do PSTU afirma que “no PT não há mais lugar para os que querem lutar por melhores condições de vida, porque confronta com os interesses dos governantes”. Resta saber se a deputada pensa assim do PT e se vai aceitar o convite de Vera Lúcia.

Grana à vista

A Receita Federal libera na próxima segunda-feira a consulta ao terceiro lote de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2011. Será liberada também a consulta a lotes residuais das declarações de 2008, 2009 e 2010. Para saber se foi incluído em um dos lotes, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet, no endereço www.receita.fazenda.gov.br, ou telefonar para o número 146. O dinheiro estará disponível no dia 15, na conta informada pelo contribuinte.

É candidato

Se depender do pastor Everaldo Pereira, presidente nacional do PSC, o senador Eduardo Amorim será candidato a governador em 2014. Também garantiu que o partido terá candidatura própria a prefeito de Aracaju e até sugeriu o nome da governadora em exercício, deputada estadual Angélica Guimarães. Everaldo esteve ontem em Aracaju justamente para fazer uma visita de cortesia a Angélica pelo fato de ela ter substituído o governador Marcelo Déda (PT). Houve quem achasse o líder do PSC apressadinho demais.

Porrada

O deputado federal Mendonça Prado (DEM) não perde uma oportunidade para bater pesado na família Amorim. Vejam o que o demista colocou no twitter: “É preciso investigar a origem da riqueza dos Amorins. Ninguém fica milionário sem trabalhar. Ninguém gasta tanto se o dinheiro for suado. Edgard e Vieira (representantes dos militares) são alvos da rádio Ilha de propriedade dos Amorins, reis da ‘honestidade’. O Amorim é um cara de pau muito grande”. Misericórdia!

Mudança

O Sindicato dos Jornalistas de Sergipe tem um novo presidente: é a colega Caroline Rejane Souza. Ela substituiu George Wasington, que renunciou alegando problemas de ordem familiar. Ele estava à frente do Sindicato há quatro anos e vinha realizando um excelente trabalho. Boa sorte à amiga Caroline.

A lista

Com o título acima, a colega Rita Oliveira publica hoje no Jornal do Dia a seguinte nota: “O prefeito de Santa Rosa de Lima, Eduardo Prado (PTB), deverá se filiar ao PSD. Se confirmada sua filiação, o novo partido terá no Estado sete prefeitos: Ivan Leite (PSDB-Estância), Ricardo Souza (PPS-Macambira), José Carlos (PPS-Feira Nova), Ivan Macedo (PTdoB-Riachão), Antônio Muniz (PMDB-Nossa Senhora Aparecida) e “a Morte” (DEM-Cedro de São João), além de Eduardo Prado”.

Do baú político

Essa quem contou foi o professor Luiz Alberto dos Santos: em 1983, logo no início da fantástica campanha pelas eleições diretas para presidente da República, era difícil atrair o público para as manifestações de rua. Para chamar a atenção das pessoas, o ex-vereador Rosalvo Alexandre contratou uma bandinha de música, que se encarregava de animar os comícios na periferia de Aracaju. Outra providência foi alugar um caminhão velho para servir de palanque. Certo dia, os defensores das Diretas Já estavam no bairro América, periferia da capital, fazendo um comício para ‘quatro gatos pingados’. Apesar do pouco interesse popular e do sol a pino, os discursos se sucediam. Ao ser chamado para falar, o advogado Carlos Alberto Menezes dirigiu-se à bandinha, que insistia em continuar tocando, e pediu: “Por favor, parem essa fanfarra!”. Repetiu o apelo uma, duas, três vezes, sem que os músicos lhe dessem ouvidos. Foi então que Jackson Barreto, com aquele seu jeito despachado, se aproximou do microfone e disparou: “Turma, pare esta porra!”. O pedido foi atendido na hora.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais