Mão na roda

0

Para muitos prefeitos chegados a meter a mão grande no dinheiro público, a pandemia da Covid-19 foi uma mão na roda, principalmente por ter acontecido num ano eleitoral. Com os municípios em calamidade pública, os gestores podem comprar o que quiserem sem licitação. E com direito a superfaturar os preços, sob a alegação de que não encontraram quem vendesse mais barato. Para melhorar a situação desses prefeitos, o Congresso aprovou uma considerável ajuda financeira aos municípios, dinheiro que deve entrar na conta das prefeituras agora no começo do mês. Claro, que nesse comentário não se enquadram os administradores sérios, preocupados com a coisa pública e empenhados em reduzir os efeitos mortais do coronavírus entre seus munícipes. A carapuça é dirigida aos desonestos, pois para estes não poderia ter ocorrido coisa melhor. O direito de comprar sem respeito à concorrência pública e a ajuda financeira de Brasília chegaram em boa hora para lhes garantir a reeleição e aumentar suas contas bancárias. Só Jesus na causa!

Cartão vermelho

Aboletado no cargo comissionado do governo de Sergipe, o ex-prefeito de Rosário do Catete, Laércio Passos, recebeu cartão vermelho por contrariar o governador Belivaldo Chagas (PSD). Falastrão, o rapaz espalhou nas redes sociais ter conversado com o pessedista e o secretário da Segurança Pública, João Eloy, sobre um esquema de lavagem de dinheiro que estaria ocorrendo em Rosário. Os dois negaram a conversa e Belivaldo anunciou a exoneração do auxiliar, taxado por ele de mentiroso. Meio sem jeito, Passos disse que já ia mesmo entregar o gordo cargo em comissão. Desconjuro!

Troca de mãos

O escrivão e bacharel em direito Ênio Nascimento é o novo presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe. Está substituindo o agente policial Adriano Bandeira, que se afastou do cargo visando se desincompatibilizar para disputar uma cadeira de vereador em Aracaju. O novo dirigente da categoria também é diretor de assuntos internacionais da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis. Ah, bom!

Tempo pra política

Defenestrado do governo carioca, onde era secretário da Casa Civil, o ex-deputado federal André Moura (PSC) ficou com todo o tempo do mundo para fazer política em Sergipe. E o moço já anunciou apoio à reeleição do prefeito aracajuano Edvaldo Nogueira (PDT). André se diz orgulhosos da parceria administrativa que fez com o pedetista. E conclui anunciando que em Japaratuba, “sou eleitor de Lara (a esposa), porque tenho juízo”. Então, tá!

Cara de chantagem

Cheira a chantagem a ameaça do radialista Paulo do Valle de divulgar um documento comprometedor contra a família Reis. O comunicador se queixa que está sendo perseguido pelo pré-candidato a prefeito de Lagarto, Sérgio Reis (MDB), que o estaria atacando “de forma vil, covarde e traiçoeira”. Mas ao dizer possui um documento contra seu desafeto e não torná-lo público de imediato, Do Valle age como se fosse um reles chantageador. Marminino!

Tranquilidade de condenado

Cassado pela unanimidade da Justiça Eleitoral sergipana, o deputado federal Valdevan Noventa (PSC) se diz tranquilo e calmo. É muito sangue frio! Acusado pelo Ministério Público de fazer trambicagem nas contas de campanha, o parlamentar afirma que vai recorrer contra a decisão e, enquanto espera o julgamento, continuará trabalhando “pela minha terra e pelo meu povo”. Vale lembrar que Noventa já “curtiu” até uns dias no cadeião de Estância por ter, segundo a Polícia Federal, tentado coagir testemunhas do processo contra ele. Misericórdia!

Reabertura segura

O Consórcio Científico do Nordeste lançará um indicador para guiar os municípios da região a uma reabertura mais segura. Segundo o jornal Estadão, a medida se faz necessárias porque cada cidade se encontra num diferente estágio da covid-19. O cálculo será com base numa matriz de avaliação de risco, para orientar os gestores do lockdown à reabertura. Serão levados em consideração 11 itens de análise, entre eles: ocupação de leitos hospitalares, índices de isolamento, e do fluxo intermunicipal e rodoviário, além da porcentagem de detecção do vírus em testes aplicados. Aff Maria!

Fim do Tamar

E o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) lamentou o fechamento da base do Projeto Tamar em Pirambu. Segundo o parlamentar, no governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “é como diz o ditado: trata-se o carrapato matando o boi, neste caso, as tartarugas”. Criado em 1982, o Projeto Tamar de Pirambu monitorava 53 km de praias e protegia quase 2.400 desovas e 106 mil filhotes, a cada temporada. Sua desativação é um crime contra a natureza. Danôsse!

Pelas igrejas

A depender do deputado estadual Samuel Carvalho (Cidadania), as igrejas católicas e evangélicas de Sergipe devem permanecer abertas durante a pandemia da Covid-19. Para tanto, ele apresentou um Projeto de Lei reconhecendo a atividade religiosa como “essencial” à população em períodos de crises, a exemplo dessa fase do novo coronavírus. O projeto do deputado deverá ser votado na próxima sessão on-line da Assembleia, isso se o governo estadual não autorizar antes a reabertura das igrejas. Crendeuspai!

Para refletir

Nesta época de intolerância política em que vivemos, nada melhor para abrandar a alma do que a filosofia do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, o sergipano Carlos Ayres de Britto: “Há quem seja muito maior que o próprio tamanho. Há quem seja muito menor. Aquele que é muito maior que o próprio tamanho parece ter dois corações. Aquele que é muito menor, nenhum”. É vero!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Diário de Sergipe, em 17 de junho de 1958

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários