Médicos, PMA e Dieese

0

Quem acompanha esta coluna diariamente sabe do respeito existente as categorias organizadas, principalmente o espaço que é concedido para divulgação das reivindicações, greve e atos em defesa das melhorias salariais e de trabalho. Há mais de 15 dias a coluna vem acompanhando a greve dos médicos que trabalham na rede municipal de Aracaju e, inclusive, chegou a escrever um artigo defendendo a necessidade de bom senso da categoria com a chegada de um novo secretário, no caso Marcos Ramos e que a paralisação não se transformasse num ato político.

  No mesmo artigo, com o título “Médicos, PMA e bom senso”, publicado no dia 13 deste mês, a coluna alertou para o radicalismo que estava começando a ser passado para a sociedade, já que o novo secretário estava com poucos dias no cargo. A coluna também alertou que “os médicos precisam de melhoria salarial isso ninguém questiona, mas não são apenas eles no atual quadro da Prefeitura. Além disso, a greve é um instrumento usado em último caso quando as negociações não avançam”. Não é o caso da PMA onde o diálogo foi aberto antes do anúncio do reajuste onde a categoria conseguiu alguns avanços.

 Ontem, 25, nos jornais locais este jornalista leu uma notícia de que os médicos decidiram pela continuidade da greve e pela contratação  do Dieese para fazer uma análise nas contas da PMA para comprovar se realmente o município está trabalhando dentro do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), como disse o prefeito Edvaldo Nogueira quando do anúncio do reajuste de 3%. Pela LRF, o município pode gastar 54% da arrecadação com pagamento  de pessoal e o limite prudencial recomendável que não deve ser ultrapassado é de 51,3%. Naquele momento o prefeito anunciou que a folha ficaria em 51,44%,

  Esta atitude do Sindicado dos Médicos não pode gerar uma ruptura nas negociações? Será que ao duvidar dos números apresentados pelo prefeito o sindicato não coloca em risco toda a categoria? E mais. Será que o mesmo sindicato terá a coragem de pedir desculpas à sociedade quando comprovado que a PMA está no limite prudencial? Até o Sepuma, comandado pelo sindicalista Nivaldo Fernandes, que não aceitou o reajuste, vem dialogando com a PMA e em nenhum momento questionou os números apresentados. Questionou sim a necessidade de enxugar alguns cargos, principalmente os terceirizados.

  E mais. A coluna tem informações que a maioria da diretoria do Sindicado dos Médicos já tem conhecimento que estes números apresentados pelo prefeito Edvaldo Nogueira corresponde a realidade financeira da Prefeitura. Um prefeito não seria tão irresponsável passando para a opinião pública números que não refletem a realidade.

 A realidade é dura. Tanto é que alguns médicos – inclusive dois deles estão sempre em contato com este jornalista – que estavam na linha de frente já recuaram e entendem a necessidade de buscar o diálogo e conquistas a médio prazo. Hoje, 26, este jornalista não tem medo de afirmar: o anúncio da contratação do Dieese é uma justificativa encontrada para encontrar uma saída honrosa para uma greve que tem o cheiro daquela política mais rasteira, mesquinha, que esconde nos bastidores a busca de dividendos para a eleição de 2008. Infelizmente, boa parte da categoria está sendo levada sem saber dos reais interesses. Enquanto outros fazem deliberadamente.

 Este jornalista escreve desta forma porque ninguém, caro leitor, viu, leu ou ouviu o Dieese, um departamento que tem alta credibilidade, se manifestar contra os números apresentados pela PMA. Aliás, porque depois de quase 20 dias os médicos decidem contratar o Dieese? Qual o motivo que proibiu o sindicato não contratar o Dieese durante as negociações?

  Estão tentando cercar o prefeito Edvaldo Nogueira assim como cercam o Secretário de Estado da Educação, José Fernandes de Lima. Em Sergipe – como sempre diz Albano Franco – todo mundo se conhece. É verdade, uma frase das mais corretas ditas por um político que tem um comportamento de um camaleão quando o assunto é partido e poder. Porém é uma frase verdadeira. Esse assunto, dos médicos ainda vai dar muito o que falar e este espaço começará a publicar alguns lances importantes de bastidores que precisam ser repassados para a opinião pública. Vão atingir muita gente, principalmente alguns petistas, mas a verdade é para ser dita e não escondida da população.

 

MP tem que apurar: Dois contratos para o mesmo objetivo

No programa do radialista Gilmar Carvalho, na rede Ilha, ontem, 25, ao participar de um debate com o deputado federal Mendonça Prado (DEM), o secretário de Estado da Saúde, Rogério Carvalho fez uma grave denúncia. Disse que encontrou dois contratos para o mesmo objetivo na Secretaria de Saúde: higienização e limpeza das unidades de saúde do Estado. Segundo  o secretário, o ex-governador João Alves usava um para comprar os produtos necessários e outro para admitir pessoal. No debate, Rogério explicou que contratou a empresa Transur porque a mesma ofereceu o menor preço, cerca de R$ 300 mil, porém o pregão já está em tramitação na Secretaria de Estado da Administração.

 

Operação Navalha: envolvidos estão depondo em Brasília

A coluna recebeu uma informação de que algumas autoridades envolvidas na Operação Navalha estão depondo em Brasília. A ministra do STJ, Eliana Calmon, vem ouvindo todos os envolvidos e prepara um extenso processo que será enviado a Justiça. Os envolvidos serão indiciados por formação de quadrilha e corrupção ativa e passiva. Muitas surpresas podem ocorrer em Sergipe.

 

Gravações com Flávio, Heráclito, Isabel e André

O telejornal da TV Atalaia de ontem, 25, voltou a divulgar gravações da Operação Navalha. Foram conversas de Flávio Conceição, com o também conselheiro Heráclito Rollemberg, a conselheira Isabel Nabuco e o deputado estadual André Moura.

 

Relação de quem apenas recebe no TC

A coluna recebeu ontem, pelo correio, uma relação de pagamento do TC, com nomes de pessoas – que segundo o servidor que enviou – não trabalham, mas recebem há muito tempo do órgão. Alguns são servidores efetivos do TC outros requisitados. Para não fazer injustiça a coluna checará todos os nomes. Tem até da imprensa: um radialista que parece ser efetivo, mas nunca trabalhou e uma jornalista requisitada de uma empresa estatal.

 

Déda, Edvaldo e Ulices foram para posse de Jobim

Logo que foi informado que Nelson Jobim aceitou ser ministro da Defesa e que seria empossado no final da tarde de ontem, 25, o governador Marcelo Déda, viajou às 15 horas para Brasília. Deve retornar hoje com o presidente Lula que anunciará uma série de obras estruturantes do PAC em Sergipe. O prefeito Edvaldo Nogueira e o presidente da Assembléia, Ulices Andrade acompanharam Déda na viagem para a posse no ministro. Além do anúncio das obras do PAC, Lula vai entregar a medalha da Ordem do Mérito Nacional, no grau de comendador, ao ex-governador de Sergipe Seixas Dória. A Ordem Nacional do Mérito é a mais alta comenda da República Brasileira e foi concedida a personalidades como o maestro Heitor Villa-Lobos, o escritor Manuel Bandeira, o urbanista Lúcio Costa e o arquiteto Oscar Niemeyer.

 

Para Lúcia Falcon, obras do PAC representam cidadania

Ao conceder ontem, 25, entrevistas em alguns programas de rádio a secretaria do Planejamento Lúcia Falcon, lembrou que o anuncio das obras do PAC pelo presidente Lula hoje, 26, não representam apenas a sintonia política e a amizade pessoal com o governador Marcelo Déda, mas “cidadania e participação para todos os brasileiros, já que o PAC é realidade em todo país”. A secretaria Lúcia Falcon não escondia seu contentamento ontem pelo início das obras do PAC. Através da competência dela, Sergipe é um dos Estado que mais apresenta projetos capacitados ao Governo Federal. O governador não cansa de elogiar Lúcia.

 

 

Duplicação da BR-101, saneamento e habitação

Lula em Sergipe hoje, 26,deve confirmar algumas obras  de Investimentos em Infra-Estrutura para o Desenvolvimento Econômico e Social do PAC, além das obras já anunciadas de alcance social em Aracaju e outros municípios. A duplicação da BR-101, obras de saneamento básico e habitação na Grande Aracaju e a continuação da duplicação da adutora do São Francisco são algumas delas. O presidente vai anunciar também recursos para o saneamento básico na região da bacia do São Francisco dentro do projeto de revitalização do rio. Estão destinados no PAC cerca de 1,6 bilhão para as bacias do São Francisco e Parnaíba.

 

Cambistas vendem ingressos mais baratos

Um assunto polêmico que ninguém tem coragem de mudar. A venda de ingressos no Batistão. Ontem, 25, num programa de rádio na Aperipê, foi dito que os cambistas vendem mais barato o ingresso do que na própria bilheteria do estádio. Como pode? Parece que a denúncia rendeu algumas ameaças ao radialista Macedo. A se confirmar, é a coisa mais estranha que já se viu. Ou melhor, é roubo mesmo, com a complacência dos ilibados dirigentes dos nossos clubes. E o Secretário de Esporte e Lazer, Leó Filho? O que acha de tudo isso? Será que ele não pode mudar as pessoas que vendem ingressos nas bilheterias do Batistão. Essa área do esporte e lazer tem figurinhas carimbadas que nunca saem. Entra governo e sai governo. Leó Filho, perdeu a chance de mudar radicalmente, dando espaço para novos valores.

 

Audiência pública em Tobias Barreto

E-mail enviado pela assessoria de comunicação da Deso: “Acompanhamos as informações veiculadas na coluna do dia de hoje, 25, sobre o abastecimento de água em Tobias Barreto e informamos que ainda na primeira quinzena de agosto o Governo do Estado vai realizar uma audiência pública com a população do município para discutir as alternativas para a solução do problema. É do conhecimento da população essa intenção do governador Marcelo Déda de debater o assunto, pois em entrevistas concedidas a emissoras de rádio locais essa decisão foi tornada pública. O Governo do Estado deseja fazer com que os tobienses sejam agentes partícipes das decisões a serem tomadas neste sentido e, desta forma, não abre mão da realização de um debate com a população. Em breve será marcada a data e o local – no próprio município – onde essa audiência pública será realizada”.

 

Mais policiais militares para o interior

O governador Marcelo Déda deve anunciar nos próximos dias a convocação de cerca de 500 excedentes do concurso da Polícia Militar. Existe hoje uma disparidade, enquanto no interior tem apenas cerca de 1.400 homens em Aracaju estão lotados uma média de 5.000 homens. com a total carência de efetivo de policias militares. A idéia é convocar a maioria dos homens para o interior do Estado.

 

Carência de um representante do MP I

De um advogado leitor deste espaço: ““Foi amplamente noticiado que o Ministério público está investigando à fundo as recentes denúncias sobre o mar de lama e corrupção que fez submergir a prefeitura de Pirambu. Usou-se inclusive a expressão “força tarefa do Ministério Público”, para expressar a mobilização e determinação daquele órgão em apurar os fatos. Louvável. Contudo, não consigo entender como, principalmente em municípios que recebem “Royalts” de petróleo ou da produção de energia elétrica, ou seja, onde há muito dinheiro entrando no caixa da prefeitura sem que provenha dos impostos pagos diretamente pela população, não há um trabalho, digamos, profilático, por parte do MP, de forma a pelo menos, causar alguma inibição em quem pensa ou tenta desviar o dinheiro público. 

 

 

Carência de um representante do MP II

Continua o leitor:Da distância em que observo, e talvez por isso eu esteja enganado, me parece que o MP aceita bem a tarefa de bombeiro retardatário ou sonolento, aquele que só chega para fazer o “rescaldo”, e apurar se o incêndio foi ou não criminoso. Municípios como os que mencionei acima, e talvez até os demais, parecem carentes da figura de um representante do MP que não se sinta mal nem constrangido em “incomodar” o prefeito com indagações, verificações, requisições de documentos, pedidos de explicações e tudo o mais que sirva para justificar a aplicação dos recursos públicos. Despertador já”.

 

“Bolotas aos porcos”

De uma leitora: “Lendo sua coluna no dia de hoje, 25,fiquei “agoniada” com a largada que alguns têm dado, tendo como alvo o processo eleitoral que culminará no ano que vêm.  Sinto muito que alguns que se dizem petistas jogam “bolotas aos porcos”, falam de solidariedade e desconhecem um projeto político maior, que dia a dia se fortalece e é marca forte nessa Capital nesses últimos anos. Desejo profundamente que continuemos abraçando um caminho de mão única e amadurecendo nossas convicções, mesmo que de vez em quando a não concordância de idéias apareça, porém, que nos faça crescer. Ah, mais uma coisa: Não é Projuventude, é ProJovem, o Programa Nacional de Inclusão de Jovens, do Governo Federal”.

 

 

Mais dois feriados católicos, não dá

De um leitor sobre os dois feriados São João e São Pedro, aprovados pela Assembléia, mas que o governador deve vetar:”O que você acha da alei dos feriados São João e São Pedro? Eu acho um absurdo! Não só esses, como qualquer feriado de caráter religioso (católico). Veja bem! O Brasil é um país sem religião oficial e portanto não pode o Estado, em suas instâncias, privilegiar qualquer segmento religioso. Tem Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora Conceição e tantos e tantos pelo Brasil afora. Isso ainda é resquício do tempo em que o Estado e a Igreja católica se confundiam em várias de suas práticas. A proibição do divórcio há décadas atrás era um desses aspectos. Hoje sobre os tais feriados, alimentados pela Igreja católica, numa total discriminação à liberdade de credo, à opção religiosa”.

 

Protestos são democráticos, mas dentro do respeito I

Este espaço vem divulgando matérias sobre o movimento dos estudantes da UFS, onde reivindicam melhorias na qualidade do ensino e melhorias na estrutura da UFS. São legitimas as reivindicações. Aliás, os estudantes a cada dia que passa vêm ganhando a simpatia de alguns segmentos, a exemplo do Jornal do Dia, do último domingo, que em editorial fez uma critica ao reitor Josué Modesto dos Passos Subrinho, que anunciou que não pretende reformular o calendário do período letivo da UFS. Uma medida arbitrária que não soma e apenas radicaliza ainda mais o movimento comandado pelos estudantes e servidores.

 

Protestos são democráticos, mas dentro do respeito II

Ontem, 25, os estudantes aproveitaram a presença do Ministro da Educação, Fernando Haddad, para realizarem uma manifestação.Tiveram espaço no auditório do Hotel Parque dos Coqueiros e o próprio governador disse que o ministro iria receber os estudantes após a explanação de Fernando Haddad para o público presente. Porém, alguns estudantes não esperavam resolveram radicalizar e por várias vezes o governador pediu silêncio. Por conta disso a Polícia Militar foi chamada para retirar os estudantes. Foi um erro da coordenação estudantil. Eles, que já tinham garantido um diálogo com o ministro, perderam uma oportunidade concreta de passar suas reivindicações para a maior autoridade da área. A polícia apreendeu um saco com farinha e um artefato com tinta. O radicalismo fez também que eles perdessem a simpatia de diversas pessoas que acham justo o movimento, com democracia, mas, sobretudo, com respeito. Este espaço continuará divulgando as reivindicações dos estudantes da UFS, que devem procurar o apoio dos segmentos organizados, mas sem radicalismo. Só assim conquistarão suas bandeiras de luta.

 

Jacaré do pantanal de boca aberta

De um leitor: “É impressionante a capacidade de incapacidade para dirimir certos assuntos por parte dos novos gestores atualmente instalados no poder em todos os níveis, parece que o amadorismo impera e não se prepararam para a “olimpíada” do poder e que não é de brincadeira, parece que ainda agem como se jogassem em times de várzea, apesar das inúmeras conquistas e  avanços, é como se a coisa andasse de forma meio “atropelada” e parece que não aprendem com os erros. Não são observadas regras da competência, de profissionalismo e que até mesmo na política deve ser observada, pois, na política, os adversários ficam como se fossem aqueles “jacarés do pantanal”, de “boca aberta”, só esperando o momento. Uma pena!”

 

Frase do Dia

“O único homem que nunca comete erros é aquele que nunca faz coisa alguma. Não tenha medo de errar, pois você aprenderá a não cometer duas vezes o mesmo erro”.  Roosevelt.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários