Medidas drásticas

0

Antes de viajar para a Europa e Estados Unidos, o governador João Alves Filho (PFL), determinou um levantamento sobre o excesso de pessoas contratadas pelo Estado, principalmente aquelas que não comparecem ao local de trabalho. Todos os secretários já enviaram à Casa Civil um relatório de gastos, principalmente do número de pessoas em serviços. A informação é que haverá corte de contratados em regime de cargo em comissão, ou que recebem através de outras empresas. Isso já está começando a deixar muita gente à base de tranqüilizantes. Outra determinação do governador João Alves Filho é por um fim na farra que se faz com telefonia celular. A orientação é um corte radical no fornecimento destes aparelhos, que hoje são usado por mulheres, filhos e parentes de personalidades oficiais. Não há mais condições do Estado arcar com a conta de tanta gente namorando ao telefone. Esse uso abusivo de celulares provoca gastos exorbitantes aos cofres públicos, porque não há limite de ligações. Mas não vai ficar só por aí: cada secretário vai indicar o nome da pessoa que receberá celular e ficar responsável pelos excessos cometidos. O objetivo é reduzir, para valer, os gastos com telefonia celular, que vem onerando cada Secretaria de forma assustadora. O Governo também está querendo saber as contratações de empresas que terceirizam os serviços nas repartições públicas do Estado. O maior problema – e o governador sabe disso – é que essas empresas pertencem a figurões da política sergipana ou a pessoas que têm grande influência na cúpula administrativa do Governo e que se tornam intocáveis. Ninguém deve estar acima da ordem, com o dinheiro do povo. Evidente, que uma medida do tipo, só vai servir em caso de não se observar quem está por trás dessas empresas de prestação de serviços. O governador também precisa avaliar que a contratação dos empregados dessas empresas, pelo próprio Estado, sairia muito mais barato para os cofres públicos. A dedução é simples, porque as empresas que terceirizam serviços têm que ter lucro sobre os funcionários que colocam nas repartições. Quem analisar bem o quadro de pessoal do Estado verá que estão terceirizando funções para as quais existem servidores. Ao invés de pagar a terceiros, talvez fosse melhor a contratação por concurso. Sairia mais econômico. Os veículos também devem ser avaliados. O uso deles é abusivo. É possível que o governador João Alves Filho determine redução nos gastos com combustíveis e analise a necessidade de locação de carros. Há uma importância muito alta paga às locadoras, de veículos utilizados até por familiares de políticos. O Governo tem que acabar com todos esses gastos, para não fazer economia através da suspensão de outros serviços mais importantes. Há uma orgia no uso de veículos por uma grande maioria de auxiliares dos mais variados escalões. Ontem, uma fonte do Governo denunciou que tem gente que coloca gasolina, paga pelo Estado, em seus carros particulares. João Alves Filho retorna hoje à noite da viagem que fez ao exterior. Há informações que já na segunda-feira, no final da tarde, o governador fará uma reunião com todos os seus auxiliares, para analisar os relatórios enviados à Casa Civil. O governador João Alves Filho precisa reduzir gastos e aproveitar para dá uma pitada de moralidade, num vício que vem de várias administrações. Para reduzir o uso dos carros oficiais basta determinar que todos os veículos sejam recolhidos às garagens, a partir das 18 horas, exceto aqueles que estejam precisando ultrapassar esse limite de tempo. Ninguém suporta mais assistir essa exibição pública de mordomias, sustentada pelo dinheiro público. JORGE A informação é de fonte do PMDB: o deputado federal Jorge Alberto estaria liderando um movimento dentro do partido, para romper com o Governo do Estado. Jorge Alberto pretende seguir orientação da Executiva Nacional, que está apoiando o presidente Lula e conseguindo posições importantes no bolo. DE OLHO Jorge Alberto estaria de olho em alguns cargos e gostaria de retomar o comando da Codevasf na região, como acontecia no Governo FHC. Para que isso aconteça, Jorge Alberto pretende levar o PMDB para integrar o bloco, em Sergipe, que apóia o Partido dos Trabalhadores. CONSULTA O deputado federal Jorge Alberto já tem em mãos consulta ao TSE sobre candidaturas de parentes de prefeitos à sucessão municipal. A decisão é que até cunhado, mesmo que viva em união estável, está impedido de ser candidato a mandato majoritário, substituindo ao prefeito ou governador. SEPARAÇÃO A mesma consulta diz, também, que não pode haver candidatura de ex-cunhado, se a separação ocorreu no exercício do mandato do prefeito. Não se tem informação do que motivou o deputado Jorge Alberto a fazer esta consulta ao TSE, mas certamente está se precavendo de alguma coisa. VIAGEM O governador João Alves Filho viaja terça-feira a Portugal, apenas para assinar documentos com uma empresa portuguesa interessada em investir em Sergipe. O deputado federal Jorge Alberto o acompanha e, com certeza, a questão do PMDB será assunto a ser tratado entre os dois. A deputada Susana Azevedo também acompanha o grupo. JUSTIÇA Circulando forte a notícia de que Segurança e Justiça vão se fundir, no projeto que o Governo está enviando à Assembléia, para reforma administrativa. O secretário de Justiça, Manoel Cacho sobraria. Ontem, a assessoria de Cacho disse que ninguém estava informado dessa mudança por lá. FÉRIAS A maioria dos secretários tirou alguns dias de férias, enquanto o governador João Alves Filho viajou para a Europa. A recomendação teria sido do próprio governador, alertando que este ano será de muito trabalho e não haverá tempo para descanso. MÁQUINAS O kit de máquinas de confecções pertencente ao Senai, que era utilizado para treinamento de pessoal em todo Estado, está servindo de produção permanente à indústria Griton. A denuncia é do ex-deputado Raimundo Vieira (Mundinho) que garante: “o maquinário é do Senai e antes estava entregue a Indústria e Comércio, hoje fez comodato com o Sebrae”. MUDANÇA Raimundo Vieira diz que no Governo anterior, quando José Guimarães era secretário da Indústria e Comércio, o maquinário era utilizado pela Pasta e foi colocado na Griton. Com o rompimento de Guimarães com Albano Franco, o Senai ameaçou retirar as máquinas, mas depois deixou com o Sebrae, onde o ex-secretário é presidente. QUER SABER O ex-deputado Nelson Araújo (PRT) vai enviar ofício ao presidente do Tribunal de Contas, pedindo informações sobre a reforma que está sendo feita no prédio. Nelson quer a cópia do edital de tomada de preço, concorrência pública ou carta convite, para saber o valor da obra e a empresa vencedora. ESTRANHO Nelson Araújo admitiu que é muito estranha a reforma em um prédio novo, luxuoso e que não deveria estar precisando de mudanças em sua arquitetura. Considera que se trata de gasto do dinheiro público, apenas para satisfazer à vaidade do seu presidente, já que a maioria dos conselheiros foi contra a obra. SEMANÁRIO Um novo semanário vai circular em Sergipe ainda este ano. Tem por trás o empresário Ricardo Franco e como diretor responsável Nilson Socorro Barreto. Segundo uma fonte, toda a estrutura do jornal já estaria montada e terá uma linha voltada para denuncias e investigações. ALMEIDA O senador José Almeida Lima (PDT) não vai acompanhar o governador João Alves Filho na viagem a Portugal, nesta quarta-feira. O problema foi a convocação extraordinária do Senado para a próxima segunda-feira. Almeida vai estar presente às sessões. Notas SUSANA A deputada Susana Azevedo, pré-candidata à Prefeitura de Aracaju pelo PPS, passou parte do dia de ontem na periferia da cidade, dando assistência ao pessoal que foi atingido pelas fortes chuvas que caíram quarta-feira passada. Susana está trabalhando na recuperação de algumas casas e atendendo no que for possível. Susana acha que está na hora da Prefeitura de Aracaju lembrar dos períodos de chuva e viver em alerta permanente para evitar fatos desastrosos como o que ocorreram quarta-feira: “Aracaju não pode viver com medo de chuva”, disse. TRABALHO A maioria dos prefeitos não tem se preocupado com obras de saneamento e esgoto da periferia de Aracaju – e também do centro – o que sempre causa grandes prejuízos em períodos de chuvas mais intensas. Aracaju enfrenta esse mesmo drama, porque a água não encontra caminho para escoar. Esse tipo de obra é subterrânea e não aparece aos olhos da população para se transformar em voto. Essa é a razão pela qual a maioria dos prefeitos prefere as praças e avenidas, porque pode oferecer shows de inauguração. PROBLEMA Segundo um técnico da Prefeitura de Aracaju, o grande problema é que, na maior parte do tempo que não chove, esquecem de fazer limpeza de canais e de bueiros que facilitam o escoamento. A comunidade também não ajuda, porque joga lixo nos canais e provoca o entupimento que gera o transbordamento. O que aconteceu quarta-feira passada deve chamar atenção de técnicos da Prefeitura, para que revejam todo o projeto de escoamento das chuvas, porque as enchentes têm se repetido sempre, em todas as administrações. É fogo O que da pra ri dá pra chorar. Enquanto na capital as pessoas viviam o pânico das chuvas, no sertão o pessoal demonstrava a mais pura felicidade. Há uma grande euforia no sertão, porque todos os tanques encheram e não faltará água nestes próximos 60 dias. A perspectiva é de que haja um bom inverno este ano e que o agricultor consiga segurar a safra das sementes que já está plantando. O economista José Nilton será o candidato da oposição à Prefeitura de Pirambu. Já está começando a trabalhar para isso. O prefeito André Moura mantém um bom índice de satisfação do eleitorado e deve fazer o seu sucessor. O deputado estadual Gilmar Carvalho, pré-candidato à Prefeitura pelo PV, também está trabalhando para atender os atingidos pelas chuvas. Jackson Barreto deixa Atalaia Nova neste domingo e viaja a Brasília para atender a convocação da Câmara Federal. A maioria dos deputados não estava querendo essa convocação, porque considera que os projetos do Governo poderiam ser apresentados em fevereiro. O deputado federal José Carlos Machado (PFL) diz que durante a convocação, apenas 50 deputados trabalham e 500 recebem. A vereadora Jane Melo (PFL) defende uma política arrojada para a terceira idade e destaca o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Governo do Estado. O prefeito em exercício, Edvaldo Nogueira (PCdoB), participa, hoje, será o entrevistado de hoje na radio conferência da Ilha FM. Edvaldo Nogueira é um dos nomes importantes no processo sucessório deste ano, porque deve lutar para permanecer onde está. O secretário de Comunicação, Carlos Batalha, retornou de viagem quarta-feira à noite, ms ontem cedo já estava despachando no seu gabinete. Por Diógenes Brayner brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais