Meras especulações

0

O leitor, que acompanha diariamente os veículos de comunicação do Estado, percebe claramente o caminho que está seguindo alguns destes veículos e seus articulistas, no afã de defenderem a todo “custo” o desejo do governador João Alves Filho (PFL). É lamentável que alguns troquem o direito que o leitor tem a informação para passar apenas a linguagem governamental.

Um bom exemplo disso, foi a repercussão da decisão do Tribunal Superior Eleitoral na última terça-feira à noite. A decisão muda o quadro eleitoral em todo país e influenciará diretamente nas eleições estaduais, já que proíbe a chamada aliança branca, e que um partido que não tenha candidato a presidente se coligue proporcionalmente com outro que tenha candidato. Além de reforçar que os partidos que têm coligação nacional, não podem fazer outro tipo de aliança nos estados.

Um bom exemplo é o imbróglio que envolve o ex-governador Albano Franco e o PSDB. Ontem, o que se viu, ouviu e leu, foi alguns destes “oficiosos” comemorarem a possível aliança forçada entre Albano e o PFL de Sergipe por conta da decisão do TSE. Esqueceram dos outros partidos, como os que apóiam Marcelo Deda e da base de João Alves, como o PSC.

 O pior de tudo. Começaram a fazer especulações estaduais de todo jeito e maneira esquecendo propositadamente de que nada está definido. A decisão do TSE anulou o jogo no 2° tempo e o cronômetro vai começar do zero. A prova maior é que ontem as Executivas nacionais dos principais partidos e também dos pequenos, anunciavam a mudança de data das convenções e que possíveis alianças fechadas estavam sendo revistas. Dentre estas, a própria aliança nacional entre o PSDB e o PFL.

Ou seja, não adianta querer agradar o chefe do Executivo estadual ou até mesmo o ex-prefeito Deda fazendo especulações de partidos para um lado ou para o outro. A verdade é que as lideranças nacionais estão revendo todas as coligações. Tudo será possível se essa decisão não for derrubada no STF, como é difícil de acontecer. Até o final do mês não haverá definição partidária quase nenhuma. O resto são apenas meras especulações para agradar o chefe de plantão. E haja saco..


Tropas                                                                                                                  

Ao conceder entrevista ontem, o senador Valadares (PSB) defendeu a necessidade de tropas federais para as eleições estaduais. “Não desconfiamos da policia estadual, mas das determinações de quem manda na polícia. Temos o maior respeito pelos integrantes da polícia, mas já enfrentei eleições com constrangimentos em determinados municípios, e prisões de companheiros. Acho que o remédio é se preparar para trazer forças federais para se coibir os abusos”, alertou.


Desmoralização

Já em discurso ontem no Senado Federal, Valadares  criticou a invasão das instalações Câmara dos Deputados por membros do Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST). Para o parlamentar, que se disse favorável à “reforma agrária pacífica”, atos como os verificados na última terça-feira desmoralizam a luta dos sem-terra.


Pesquisa

Este articulista terá acesso nos próximos dias a um resultado de uma pesquisa eleitoral registrada em um município da Região Agreste. O leitor vai poder comparar a metodologia e os percentuais. Vai notar também a disparidade do que é feito corretamente do que é… deixa pra lá.


Conferência

A secretaria de estado da Educação realiza hoje e amanhã – sexta-feira, no auditório da Biblioteca Pública, a I Conferência Estadual de Educação Profissional e Tecnológica.  O evento desenvolvido pelo Departamento de Educação, conta com o apoio da Secretaria de Educação Tecnológica do MEC e tem como objetivo discutir temas importantes para subsidiar a Conferência Nacional de Educação Profissional e Tecnológica a ser realizada em Brasília.


Crescimento I

O artigo do economista Antônio Delfim Netto, publicado ontem na Folha de São Paulo sobre Sergipe repercutiu no meio político. Um trecho: “Quem não é o maior, tem que ser o melhor. Creio que muitos leitores se lembram da campanha publicitária na qual a menor empresa ousava desafiar a concorrência das gigantes do mercado. Esse slogan se aplicaria hoje ao Estado de Sergipe, devido à velocidade com que vem superando as chamadas metas do milênio em termos de crescimento econômico e de desenvolvimento humano”.


Crescimento II

Continua Delfim:  “Três fatos chamam a atenção no relatório “Dados relevantes sobre Sergipe” divulgados recentemente pelo governo estadual. Eles mostram uma interessante convergência da prática da boa governança com um vigoroso crescimento econômico, impulsionado em boa parte pelo investimento público, e o simultâneo avanço dos índices de desenvolvimento humano”.


Controle

O analista Elman Fontes Nascimento, da Secretaria de Controle Externo de Sergipe, por ocasião da Fiscalização nº 413/2006, efetuada no município de Poço Verde (SE), realizou reunião com os Conselhos de Alimentação Escolar (CAE) dos municípios de Simão Dias e Poço Verde, com vistas ao fortalecimento do controle social.


Frase do Dia

 “Vou me tornar teu inimigo porque te conto a verdade?” Gálatas 4:16.

Comentários