Mergulho profundo

0

O prefeito de Aracaju, Marcelo Déda (PT), está vibrando com os quase 90% de satisfação da população, com a administração municipal. Os dados são de uma pesquisa contratada pela revista IstoÉ, que revela a posição de prefeitos das capitais e grandes cidades. Déda acha que essa aprovação é uma resposta às acusações que vem recebendo, de desmandos administrativos e uso indevido do dinheiro público. Não se pode negar que o prefeito Marcelo Déda vem realizando um trabalho de porte em Aracaju. Sua administração satisfaz a segmentos importantes da sociedade. A posição que ele vem ocupando demonstra que a população reconhece esse trabalho diferenciado. É claro que existem falhas, mas não há exageros em se perceber que há uma movimentação muito grande para preparar Aracaju como trampolim para mergulhos mais profundos na política sergipana. Agora mesmo, Marcelo Déda inova na Educação, democratizando a escolha dos coordenadores. Os alunos é que escolheram através do voto, quem está em melhores condições de administrar suas escolas. Embora isso seja uma faca de dois gumes, porque crianças de 14 anos não têm condições de escolher o melhor, de qualquer forma é um avanço para essa meninada, que já começa a praticar a democracia dentro do seu colégio. Está muito claro que o prefeito Marcelo Déda trabalha para manter a liderança na capital, com um estilo diferenciado dos seus antecessores. Há uma interação com as comunidades e um sentimento de participação administrativa, que jamais se experimentou em Aracaju, num modelo que avança no tempo. Pode-se dizer até que a administração petista de Déda, nada tem a ver com a que faz o seu compadre no Planalto. Embora, por ser fiel a um esquema político, Marcelo Déda apóia tudo que vem de Brasília, o que talvez lhe seja prejudicial na parte eleitoral. O prefeito de Aracaju é um cidadão que não tem índole para mau uso do dinheiro público. Entretanto, Marcelo Déda pecou por não adotar providências mais duras em relação às denuncias fortes feitas pelo seu adversário, senador José Almeida Lima (PDT), o que mais tarde poderá lhe dar terríveis dores de cabeça. Se tivesse agido com maior rispidez, afastando os responsáveis pelo equívoco – se assim o foi – talvez o seu nível de satisfação batesse recorde entre prefeitos. O povo gosta de ações desse tipo, porque revela bem a face de um administrador duro, correto, sério, que não passa a mão sob a cabeça de quem erra e põe a administração sob suspeita. Esse deslize, que foi muito bem aproveitado pelo senador Almeida Lima, no plenário do Senado e depois em programas e folhetos, certamente será utilizado durante a campanha do próximo ano. Agora mesmo o deputado federal João Fontes diz que vai entrar com representação, junto à Comissão de Ética do PT, para que apure tudo que foi denunciado e se adote providências. Outro fato que pode reduzir, futuramente, esse índice de satisfação será a ação do Governo Lula, porque uma coisa é a taxação dos inativos apenas no Congresso, outra é quando cada cidadão sentir isso no bolso. O bolso, aliás, produz emoções e decepções e é nisso que alguns adversários se apegam para considerar que Marcelo Déda pode ser derrotado nas eleições de 2004. Mais pelo Governo Lula, do que pelo dele próprio. ALBANO As contas do Governo Albano Franco, mesmo aprovadas sem reparos pelo Tribunal de Contas, estão enfrentando obstáculos para passar na Assembléia Legislativa. As contas não foram colocadas em votação na Comissão de Economia e Finanças, porque terça-feira, três deputados, dois deles integrantes do Governo anterior, trabalharam contra. CONTINUA Ontem o trio de deputados continuou insistindo para reprovar as contas do Governo Albano Franco, fazendo pressão sobre os demais parlamentares. Alguns deputados querem que a Assembléia acompanhe o parecer técnico do Tribunal de Contas, como sempre aconteceu na Casa. POLÍTICA Um parlamentar acha que João Alves Filho não está por trás disso. Ficaria muito claro que, sendo aprovado no TC, uma derrota na Assembléia teria caráter político. Mas um aliado do ex-governador acha que João Alves está comandando tudo, porque quer que Albano Franco vá a ele pedir que as contas sejam aprovadas na Assembléia. CONFIRMADO Está absolutamente confirmado que o governador João Alves Filho fará remanejamento e reforma em seu secretariado, logo depois do carnaval. A informação é de fonte segura, que não quis adiantar as áreas atingidas pela reforma. Inclusive algumas pastas serão extintas. FÉRIAS O governador João Alves Filho vai tirar férias a partir de 2 de janeiro. Passa dez dias no exterior, apenas descansando. O país não foi revelado, mas um membro do Governo arrisca que será numa região em que se pratica esqui. Talvez Vina Del Mar (Uruguai), Punta Del Leste (Chile) ou Bariloche (Argentina). CARTA O deputado federal Jackson Barreto (PTB) enviou carta ao primo, senador Almeida Lima (PDT), devolvendo o jornal que recebeu sobre as denuncias à Prefeitura de Aracaju. “Estou lhe devolvendo este pasquim, para que você faça uso dele, no último compartimento de sua casa”, insultou. LIBERDADE Na mesma carta, o deputado Jackson Barreto faz uma sugestão ao senador Almeida Lima, sobre as denuncias feitas. “Enquanto você não explicar onde encontrou dinheiro para a compra da rádio Liberdade AM, não pode levantar dúvidas contra ninguém”, alfinetou. RESPOSTA O senador Almeida Lima respondeu a carta de Jackson, explicando que o jornal Ação Parlamentar “encontrou o seu escaninho (de Jackson) por evidente equívoco”. “Afinal, não guardo na minha memória endereço de cadáver insepulto”. Acrescenta que “a radio Liberdade consta, já há alguns anos, no meu Imposto de Renda e Junta Comercial”. DIGNIDADE Almeida bate pesado: “sei que você não pode fazer o mesmo com os R$ 8 milhões com que Albano Franco pagou pela compra, superfaturada, da sua dignidade, conforme o povo sabe e José Carlos Teixeira garantiu”. “Minha eleição ao Senado teve o apoio decisivo de João Alves, mas, ao contrário de você, eu não precisei vender minha dignidade para conquistar o mandato. Ah! Outra diferença: eu me elegi, você foi derrotado, punido pelo povo”, alfinetou. CLÁUDIO O advogado José Cláudio, que defende o ex-deputado Antônio Francisco, revela que não existe qualquer entendimento para seu cliente se entregar e ser levado a um hospital. Considerou isso fantasia e denunciou que a polícia está tentando isolar o ex-deputado da família, para deixa-lo abandonado: “ele morre ou se entrega”. MOTIVO Segundo José Cláudio, o pistoleiro Jeová desaparece, Floro Calheiros está longe e a Polícia Federal não tem dinheiro. Dentro desse quadro, segundo José Cláudio, setores da “imprensa têm que criar um fato novo em cima do ausente Antônio Francisco”. FLORO O fugitivo Floro Calheiros está circulando entre os estados de Rondônia, Tocantins, Acre e, de vez em quando, dá uma parada em Teixeira de Freitas. Ele está usando um jatinho para suas viagens o que dificulta a ação da polícia. A informação é de uma segura fonte policial. EVALDO O advogado Evaldo Campos vai tentar retornar à Câmara Municipal pela legenda do Prona. Já está trabalhando para isso. Evaldo elogiou o trabalho de Marcelo Déda, disse que João Alves vai deslanchar em 2004 e que Lula faz um bom Governo, mas precisa aprender a falar o português. Notas REFINARIA O governador João Alves Filho (PFL) revelou que vai convocar o prefeito de Aracaju, Marcelo Deda (PT), para que juntos lutem pela instalação da refinaria de petróleo em Sergipe: “reconheço minhas limitações”, disse, com o objetivo de justificar a ajuda que pedirá a Deda, para que ele atue politicamente no caso. João Alves aproveitou para falar das parcerias com o prefeito Marcelo Deda e lembrou dos pisos dos calçadões, no centro de Aracaju, que serão trocados a partir de janeiro. Disse que o atual parece “piso de banheiro”. EMENDA A deputada estadual Ana Lúcia (PT) conseguiu protocolar emenda à LDO para 2004, que corrige uma grave ilegalidade que vem sendo praticada por governos anteriores e pelo atual. Salários e encargos do pessoal aposentado da Educação, não pode ser pago através do recursos do Fundef, Ana Lúcia lembra que o Tribunal de Contas vem, constantemente, chamando a atenção dos governadores para a ilegalidade, que continua sendo praticada. Lembra que existe resolução do tribunal neste sentido. TUCANOS O deputado estadual Ulices Andrade (PSDB) revela que alguns bons companheiros deixaram o partido. Entretanto, “excelentes militantes retornaram para o ninho tucano”. Na sua concepção, muitos deixaram o PSDB pensando na legislação eleitoral e para garantir a eleição ou se manter com o mandato. De qualquer forma, Ulices se mostra animado com a evolução do partido, porque outros ex-filiados retornaram e estão dispostos a trabalhar pelo fortalecimento do PSDB, que terá candidato a prefeito em grandes municípios. É fogo O ex-prefeito de Lagarto, Jerônimo Reis (PTB), continua pensando firme em ser candidato a vereador por sua cidade. O grupo políticos do PTB já escolheu o candidato a prefeito: será mesmo Zezé Rocha, que tentará a reeleição. Entre os adversários, o nome de José Raimundo Ribeiro continua liderando as pesquisas. Mas há uma divisão entre eles. O ex-prefeito Waldione Sá lidera as pesquisas para a Prefeitura de Itabi, mas divide os votos com outro aliado do governador. Se os dois forem candidatos, a oposição ganha. Lideranças do interior estão querendo que o governador João Alves Filho comece a solucionar esses conflitos e indique o melhor candidato. O deputado Mardoqueu Bodano (PL) teve que arranjar fôlego para ler as atas na sessão da Assembléia Legislativa. O Pirambrega juntou mais de 200 mil pessoas nos quatro dias de festa. Para o comércio, essa festa rende mais que o carnaval. O deputado estadual Gilmar Carvalho continua chateado com as declarações do secretário Luiz Mendonça na CPI da Pistolagem. O deputado Bosco Costa (PSDB) acha que a CPI da pistolagem ainda vai render muita coisa e pode pegar gente grande. Ao se filiar no Partido Liberal, o vereador Sérgio Góes procura sua reeleição, coisa que não aconteceria se continuasse no PSDB. O jornalista Sebastião Nery fará palestra sobre “A Imprensa e o Lobby Político”. Será amanhã, no auditório da Codise, às 19 horas. No mesmo dia e local serão inauguradas as novas home pages do Governo de Sergipe e o pré-lançamento para a imprensa do Sergipe Parqtec. Faltam apenas alguns detalhes para inauguração da orlinha do bairro Industrial. Acontecerá dia 19, com a presença de Jorge Aragão. Por Diógenes Brayner brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais