Michel Temer responde sobre acusações a religiosidade em comunidade evangélica no RJ

0

No sábado, a Catedral das Assembléias de Deus, em Volta Redonda, foi palco de grande celebração da comunidade evangélica. E o candidato à Vice-Presidência pela coligação Para o Brasil Seguir Mudando, Michel Temer, foi o convidado especial do Bispo Manoel Ferreira (PR-RJ), coordenador do movimento evangélico da campanha de Dilma, e do deputado federal pelo Rio de Janeiro Eduardo Cunha (PMDB). Todos contaram com a companhia de mais quatro mil fiéis.

Temer falou aos presentes sobre suas origens e pediu atenção sobre as infâmias criadas e plantadas na internet em época eleitoral. “A internet é uma área livre. Onde são criadas diversas coisas falsas para prejudicar pessoas públicas. Por isso quero pedir atenção para todos vocês no que lêem nesse meio. Muita inverdade tem sido publicada sobre minha pessoa e da candidata Dilma na web. Inclusive questionando minha religiosidade. Peço que respondam lá a verdade”, destacou.

Em apoio às palavras de Temer, o Bispo Manoel Ferreira, lembrou a história do candidato e o tempo de amizade entre os dois. “Michel Temer leva uma vida pública há mais de 40 anos. É uma carta lida por toda sociedade. É um homem devoto a Deus e sempre foi. É católico e está aqui conosco, evangélicos. Faço questão de dizer isso e endosso o que ele falou sobre as barbaridades que são publicadas na internet. Todos precisam saber disso”, enfatizou.

Enquanto isso Eduardo Cunha lembrou-se da seriedade com que Michel Temer conduziu a Presidência da Câmara dos Deputados nos últimos dois anos e falou da importância do apoio dos evangélicos durante a campanha. “Ele sempre teve pulso firme e soube conduzir as questões mais delicadas no Congresso. Enquanto não havia consenso entre os lados ele não deixava votar. Colocava os dois pontos de vista para conversar até que um denominador fosse encontrado. E sei que irá ajudar a conduzir o País com essa liderança que Deus deu para ele. Tenho certeza também que com a ajuda de toda a comunidade evangélica eles dois (Dilma e Temer) vão vencer a eleição”, concluiu.

Mesmo com a agenda apertada, Temer pediu para falar mais cinco minutos aos fiéis, ocasião na qual aproveitou para lembrar os sucessos da economia do governo Lula. “Nessas minhas andanças pelo País eu vi muita cidade que mudou por conta da bolsa família. Principalmente pelo Nordeste do país. Em algumas cidades, o cidadão que ganhava R$ 30 por mês passou a ganhar mais de R$ 100. Com isso passou a consumir mais na quitanda e assim foi com toda cidade. O dono da quitanda teve que contratar mais gente para atender ao aumento de demanda e assim foi nos demais estabelecimentos. Isso é aquecimento da economia. Aconteceu em todo País e continuará a acontecer coma Dilma e comigo”, falou.

Temer aproveitou ainda para falar de casos de sua vida, como a situação na qual entrou para a política. “Eu era procurador-geral de São Paulo e fui convidado pelo governador do Estado na ocasião 1984, Adhemar de Barros, para assumir a secretaria de segurança pública. Minha maior missão era unir a Polícia Civil e a Militar, que estavam em atrito. A situação era tão caótica que dias depois pensei em desistir. Mas foi ai que resolvi assumir o papel que a vida tinha me colocado. Que Deus havia me colocado. Era uma missão que Deus queria que eu cumprisse e eu cumpri. E desde então estou aqui. Agora aconteceu o mesmo e Ele me colocou com a Dilma juntos para que possamos conduzir o País para anos ainda mais prósperos”, disse Temer.

Ao fim do encontro, o Bispo pediu para que todos se levantassem e fizessem uma oração para que Temer saísse da Catedral com energias renovadas e protegido para o resto da campanha. O que de fato vai acontecer, segundo experiências anteriores de Temer. “Todas as vezes que encontro Manoel Ferreira é a mesma coisa. Sinto uma sensação de paz e conforto”, finalizou.

Fonte: Michel Temer

#Notas#

Líderes religiosos criticam “Dia do evangélico”

Líderes evangélicos se mostraram surpresos  ao saber que a lei 12.328 — que institui o dia 30 de novembro como Dia do Evangélico — foi sancionada quarta-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O decreto foi publicado ontem no Diário Oficial da União. O projeto é do deputado do Partido Republicano Brasileiro (PRB-MA), Cléber Verde.

— É uma iniciativa simpática, mas, todavia, a República nasceu laica e precisa continuar laico. Defendo a separação entre Igreja e Estado para que haja democracia. O presidente precisa despertar para esse aspecto da Constituição — explica o presidente da Catedral Presbiteriana do Rio e da Academia Evangélica de Letras do Brasil, Reverendo Guilhermino Cunha.

O diretor-geral da Convenção Batista Carioca, Pastor Walmir Vieira, concorda:
— Não há necessidade disso. O dia do evangélico é todo dia, quando damos testemunho de uma vida cristã e bonita. Se existe um dia do evangélico, será preciso haver um para os católicos, para os espíritas.

Teólogo e professor de Filosofia, o pastor Alexandre Marques também destaca a importância de não privilegiar nenhuma religião:
— Será preciso haver um dia para as tradições orientais e africanas, que foram demonizadas e atacadas.

SBT segue recusando propostas de locação de espaço para igrejas

O SBT continua sendo procurado por vários líderes religiosos, que manifestaram o interesse em exibir os telecultos de suas igrejas em algumas faixas do canal, como as madrugadas De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, as propostas têm sido cada vez mais frequentes e com valores mais altos. Até o momento, Silvio Santos tem resistido às ofertas, entretanto, segundo um executivo da emissora, está cada vez mais difícil resistir às tentadoras propostas.

Atualmente, os telecultos ocupam vários horários na TV brasileira. Record, Band, RedeTV! e CNT são alguns exemplos de emissoras de TV aberta que veiculam programas terceirizados produzidos por igrejas evangélicas.

Silas Malafaia recebe carta de integrantes do PT por apoiar vídeo do Pr. Paschoal Piragine

No programa Vitória em Cristo exibido no dia 11 de setembro deste ano, o pastor Silas Malafaia sugeriu que os telespectadores assistissem ao vídeo do pastor Paschoal Piragine sobre as eleições 2010. Nele, Piragibe criticou o PT e pediu aos internautas para não votarem em nenhum candidato do partido. Piragine sofreu ameaças do partido dos trabalhadores.

A repercussão foi tão grande que, até o fim da tarde desta sexta-feira, dia 17, o vídeo postado no youtube já havia sido assistido por mais de 1,6 milhões de pessoas. O fato motivou integrantes do Partido dos Trabalhadores a enviarem uma carta ao pastor Silas Malafaia, que respondeu de pronto.

Na carta os integrantes do PT argumentam que as declarações de Piragine não correspondem com a verdade. ”Não é verdade que deputados do PT foram expulsos por se manifestarem contra o aborto. É verdade que eles tiveram conflitos com movimentos de mulheres sobre questões relacionadas ao aborto, mas não houve expulsão. Em função desses problemas eles foram punidos pelo PT, o que os levou a mudarem de partido.”

Silas prontamente respondeu e declarou que o PT está na vanguarda da defesa do aborto e da PL 122. “Espero que, se Dilma ganhar, vocês que são cristãos não fiquem envergonhados, e não se calem diante de coisas que viram por aí, e que só o tempo poderá nos mostrar. Sinceramente, honestamente, gostaria de estar equivocado em relação às posições do PT. Não ficarei triste se o tempo mostrar que estou equivocado nestas questões, porque no tempo presente, elas são a realidade dos fatos.”

Arqueólogos de Universidade Hebraica descobrem camarote do rei Herodes 

Foi divulgado nesta quarta-feira (15), pelo jornal “The Jerusalém Post”, que arqueólogos da Universidade Hebraica de Jerusalém descobriram o camarote do teatro do rei Herodes (aproximadamente 73 a.C.-1 a.C.).

As escavações revelaram o teatro em 2008. Construída durante um período de luxo, a peça mede cerca de oito metros e ficava na parte superior da edificação. O Museu de Israel planeja abrir os sítios arqueológicos para a visita em 2011.

O espaço provavelmente recebia hóspedes do rei, seus amigos e familiares. Ao menos os que ainda estavam vivos: Herodes assassinou membros de sua família, massacrou rabinos e, mesmo cercado de bajuladores, dificilmente possui algum amigo verdadeiro.

Sua crueldade lhe valeu um lugar em “Os Ditadores Mais Perversos da História” (Planeta, 2004), livro que apresenta atrocidades cometidas por 15 governantes.

Chris Duran sofre acidente – Cantor passa bem após queda de palco

Um acidente, ainda com causa desconhecida, envolvendo o pastor e cantor Chris Duran assustou os seguidores do twitter do cantor na noite deste domingo, dia 19. Por volta das 22 horas, Chris postou em seu Twitter que se dirigia naquele momento para um hospital, segundo a postagem, durante o “show o palco quebrou e caiu em cima de mim. Vou fazer radiografia”, diz o pastor.

Chris ainda declarou por meio do microblog que estar vivo era um milagre. “Foi milagre de estar vivo! Espero q nenhuma costa foi quebrada! Posso lhe escrever, para pedir intercessão! Grato!”, postou, afirmando se tratar de uma guerra espiritual.

Pelo microblog é possível ver que o cantor estava no município de Curvelo (MG), no entanto, em seu site oficial, não constava mais a agenda do dia 19 de setembro. Seguidores conhecidos da música cristã como a cantora e pastora Fernanda Brum manifestaram sua preocupação com o cantor, já que não houve mais notícias do seu estado de saúde. Fernanda pediu orações ao pastor por meio de seu Twitter, e pediu notícias a respeito dele.

Em agosto deste ano, Chris Duran esteve pela primeira vez em Rondonópolis desde que se converteu ao Evangelho e tornou-se pastor, durante a Exposul. Ícone da música pop nos anos 90, foi após um acidente de carro em 2002 que Duran relata ter tido o encontro com Jesus e decidido deixar a carreira secular. Ele realiza shows e cruzadas de curas por diversas partes do mundo.

Paulinho da União Tur

O candidato ao senado, Paulinho da União Tur, é irmão do dono da empresa e não apenas motorista como foi veiculado na imprensa.

gleicequeiroz@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários