Mídias sociais: algumas ações possíveis

0

No post da última semana, trouxemos cinco dicas práticas de como utilizar corporativamente as mídias sociais. Atendendo a pedidos, preparamos mais um artigo sobre o assunto, a fim de auxiliar nossos leitores e suas respectivas empresas a tirarem o máximo proveito destes importantes canais de comunicação.

Ao gestor de Marketing Digital, a atenção ao fato de que essas mídias são numerosas e que uma tem o perfil diferente da outra deve ser uma constante. Para cada ação, um canal específico ou até mesmo uma funcionalidade em particular pode oferecer melhores chances de êxito.

Abaixo, seguem algumas das tantas atividades possíveis de serem desenvolvidas através das mídias sociais – que, lembrando, vão muito além das redes sociais, contemplando também blogs, canais de vídeo como o Youtube e afins. Veja aquelas que melhor se adequam à realidade da sua empresa (caso o seu público-alvo seja usuário das mesmas) e aproveite para colocá-las em prática. Bons negócios!

1) Pesquisa de mercado
Para quaisquer empresas, dos mais variados segmentos, contar com uma boa pesquisa mercadológica é fundamental. Se você já lançou ou pretende lançar um novo produto ou serviço, por exemplo, esta é a forma mais eficiente de conhecer, de fato, a opinião do consumidor a respeito do mesmo. Porém, os valores envolvidos na contratação deste tipo de levantamento nem sempre são animadores. Mas saiba que dá para baratear bastante os custos, através das mídias sociais. Há formas eficientes de convidar o consumidor a opinar sobre um determinado assunto, seja por meio de enquetes, fóruns ou grupos de discussão. Ainda, os posts espontâneos dos internautas em relação a este mesmo tema – com eventuais críticas ou elogios – podem ser facilmente monitorados, através de softwares que cumprem esta função específica. Claro que isto não substitui a velha e boa pesquisa de campo tradicional. Contudo, serve como uma base rápida e de baixíssimo custo, para se obter bons levantamentos preliminares (e que, de quebra, já vêm automaticamente tabulados e com resultados exibidos em tempo real).

2) Otimização do relacionamento
Um dos grandes trunfos das mídias sociais é que elas permitem às empresas adotar um ar mais pessoal em sua comunicação. Ao invés da formalidade comum ao ambiente corporativo, abrem-se as portas para uma linguagem mais coloquial e direta (além de mais ágil e eficiente, em boa parte das vezes, pois é mais fácil de ser compreendida). Como resultado, o diálogo com o consumidor se torna muito mais “próximo”, o que possibilita uma consequente aproximação também entre cliente e marca.

3) Publicidade
De posts patrocinados – ou mesmo gratuitos – a vídeos com foco em Marketing Viral, de ações de Buzz Marketing à compra de banners em canais específicos, do Remarketing ao Marketing de Conteúdo… Enfim, há diversas maneiras distintas de se trabalhar o viés publicitário nas mídias sociais (já abordamos a maior parte das que citamos agora em textos anteriores da nossa coluna, mas uma busca rápida no Google também serve para reavivar os conceitos). Caso você opte pelo contato direto com o internauta, particularmente nas redes sociais, lembre-se, porém, de que a maioria absoluta está ali com o objetivo de socializar. Por isso, nem sempre está receptiva a investidas comerciais, que devem ficar em segundo plano. Nestes casos, disponibilizar conteúdo útil e relevante é a melhor alternativa. Assim, o usuário pode se interessar pelas informações que você divulgou e, com base nelas, desejar saber mais sobre a sua empresa.

4) Suporte técnico
Trata-se de uma forma simples – porém, altamente eficaz – de se oferecer um canal adicional de comunicação ao consumidor. Ele está com dúvidas ou quer auxílio para resolver alguma questão técnica? As mídias sociais podem ajudar. A sua empresa pode criar um grupo, fórum, blog ou mesmo canal no Youtube, por exemplo, com foco exclusivo neste objetivo. O bacana é que, por se tratar do ambiente virtual, os recursos multimídia são muitos e facilitam bastante a compreensão do internauta. Ao invés de explicações monótonas ao telefone, a sua equipe técnica pode se valer de imagens, vídeos, gráficos… Enfim, uma série de conteúdos capazes de facilitar a vida do cliente (e, de quebra, enriquecer a experiência do mesmo com a sua marca).

5) Vendas diretas
Quem acompanha a nossa coluna desde o início já conhece o termo S-Commerce. Trata-se do famoso “Social Commerce”, que consiste numa loja virtual que funciona dentro das redes sociais e através da qual as empresas podem colocar produtos e serviços diversos à venda. Por meio de aplicativos específicos e muitas vezes gratuitos, até mesmo vendas diretas são possíveis nas mídias sociais. Quer experimentar? Como dica, fica o Facebook BazzApp.

6) Desenvolvimento e otimização de produtos e serviços
Sabe qual é um dos elementos essenciais para a implementação ou melhoria de qualquer produto ou serviço? A opinião do consumidor! É ela quem norteia o que agrada ou não, o que poderia ser modificado, quais as expectativas atingidas ou frustradas. O interessante é que publicar opiniões a respeito de produtos e serviços consiste em algo super comum nas mídias sociais. Se gostamos de um determinado item – e, especialmente, se não tivemos a melhor das experiências com o mesmo –, há boas chances de criarmos um relato público sobre a nossa vivência. E está disponível aí, então, mais um material sobre o qual um bom gestor pode se debruçar livremente, valendo-se destes tantos pareces espontâneos para analisar o que pode ser otimizado nos produtos que a sua empresa oferece ao mercado.

Quer mais dicas sobre como utilizar as mídias sociais no ambiente empresarial? Na próxima semana, tem mais. Forte abraço e até lá!

Leia também:
Mídias sociais: como trabalhá-las corporativamente
Facebook: seus fãs são realmente o público certo?
Facebook: identificando o perfil do fã (parte 2)
Como calcular o engajamento da sua fan page
LinkedIn: como aumentar os acessos ao seu perfil (1)
LinkedIn: como aumentar os acessos ao seu perfil (2)
LinkedIn: novas ferramentas otimizam engajamento
5 dicas para o sucesso nas redes sociais profissionais
Pelos poderes do seguidor

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários