Missão inglória

0

Perdem tempo os petistas que tentam convencer a deputada estadual Ana Lúcia (PT) a retirar sua pré-candidatura a prefeita de Aracaju. Diferente do vice Sílvio Santos, que, até pela condição de presidente estadual do partido, não vai bater chapa com o deputado federal Rogério Carvalho, Ana Lúcia pretende ir com seu projeto até o encontro municipal do PT. Lá, ela pode ter seu nome preterido, porém sai com um discurso independente, além de fortalecer a candidatura a vereador do ex-deputado federal e seu aliado político Iran Barbosa. Portanto, os petistas encarregados de conversar com a parlamentar sabem que a missão é inglória, pois ela não abre da pré-candidatura nem para um trem.

Tapa na macaca

A briga entre a cantora Rita Lee e a Polícia Militar sábado passado, na Atalaia Nova, teve início quando ela viu, do palco, policiais prendendo um rapaz que estaria fumando maconha. Ela pediu pra maneirar com o garotão, porém ficou irritada quando os policiais se perfilaram em frente ao palco. Foi aí que a roqueira pediu que lhe arranjassem um ‘baseado’ para ela dar um tapa na macaca. Nada teria ocorrido se Rita Lee tivesse cantado Bezerra da Silva: “Vou apertar, mas não vou acender agora”. Como não o fez, lhe resta pedir que “desculpe o auê, eu não queria magoar você”.

Otimistas

Os empresários sergipanos estão otimistas com 2012, conforme revela a pesquisa Sondagem Industrial. Segundo o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe, Eduardo Prado, a crise econômica que assusta o mundo tem impacto menor junto às empresas sergipanas porque elas são mais voltadas para atender a demanda interna do Brasil. Sobre a crise do setor têxtil, Eduardo revela que as indústrias locais têm investido em inovação, principalmente para enfrentar a concorrência chinesa.

Não gostou

Em carta enviada ao jornal O Globo, Zé Eduardo Dutra (PT) contesta reportagem informando que a Petrobras criou uma diretoria para abrigá-lo. “Em momento algum a matéria analisa se eu teria ou não capacidade para ocupar o cargo. O que importa é me carimbar como alguém que conseguiu a sua ‘boquinha’. Se essa apuração tivesse sido minimamente feita, veriam que este assunto vem sendo discutido na Petrobras desde 2009”, escreve Dutra.

Vende mais

O crescimento das vendas de notebooks e netbooks supera em 10 vezes o de computadores de mesa, chamados desktops. Em 2009, os dispositivos móveis tinham ultrapassado em 4% a venda de desktops. No ano seguinte, a venda foi 43,82% maior, quando representaram 59% do total. O motivo principal para a preferência do consumidor é a mobilidade. Ao longo dos últimos anos, o valor dos aparelhos recuou de 25% a 30%.

Vende-se buggy

Veja o que escreveu o colega Ivan Valença em sua coluna de domingo no Jornal da Cidade: “Há alguma coisa de errado no Palácio-Museu Olimpio Campos: o diretor de lá não permite que o carro da empresa de café adentre as instalações pelo fundo do Palácio. Todavia, estacionado lá, esta semana, estava um buggy com placa de vende-se. Virou estacionamento para venda de carros?”. Misericórdia!

Muda pouco

As regras para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) deste ano serão praticamente iguais às da última declaração, com inclusão de “pequenos ajustes”. A Receita deve publicar instrução normativa com o detalhamento decorrente da correção de 4,5% na tabela do IR, que eleva o limite de isenção de R$ 1.566,61, em 2011, para os atuais R$ 1.637,11. Também aumenta o limite para abatimento da renda tributável na declaração simplificada, que passa de R$ 13.317,09 para R$ 13.916,36.

Festa sem show

A reinauguração do Teatro Atheneu, marcada para esta quarta-feira, terá apenas discursos e coquetel. Como disse um artista local, reinaugurar um teatro sem uma grande apresentação é como abrir um bar sem cerveja. Ele está certo. Ao ser reinaugurado em 2010, o Teatro Municipal do Rio de Janeiro contou com as apresentações da Orquestra Sinfônica do próprio teatro, do pianista Nelson Freiro e da bailarina Ana Botafogo.

Um setentão

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) completou 70 anos de fundado. Nestas sete décadas, a instituição foi responsável pela capacitação de mais de 50 milhões de pessoas em 28 setores diferentes para a indústria, formando mão-de-obra qualificada para o mercado de trabalho. O Senai é hoje referência mundial em educação profissional e educação tecnológica, tornando-se modelo para diversos países da América Latina.

Do baú político

Em maio do ano passado, o time do Estanciano deixou o governador Marcelo Déda (PT) e os torcedores na maior saia justa. Foi durante a festa de reinauguração do Estádio Augusto Franco, o “Francão”. O jogo festivo entre o Estanciano e o Rive Plate era válido pelo Campeonato Sergipano, e o time da casa precisava vencer, sob pena de ser rebaixado para a 2ª divisão. Tudo pronto, o governador foi ao centro do gramado e deu o pontapé inicial. A partir de então, o Rive Plate começou a fazer gols um atrás do outro. No final do 1º tempo, já vencia por quatro a zero. Insatisfeita com a terrível atuação da equipe, a torcida começou a vaiar. Percebendo o clima ruim, Déda e sua comitiva decidiram ir embora antes do fim da goleada de seis a zero. Pior foi para os jogadores do Estanciano, que, ao retornarem à pousada, encontraram suas coisas na calçada da rua, pois há três meses que o dono da estalagem não recebia um centavo. Este foi, talvez, o pior vexame vivido por um time de futebol sergipano.


Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais