MOMENTO TENSO

0

O Brasil vive um momento tenso. O problema do dossiê, que envolveu milhares de reais e teve à frente pessoas diretamente vinculadas à campanha pela reeleição do presidente Lula, vai render muito. Chegará a ultrapassar o pleito. Caso Lula da Silva permaneça à frente do Planalto (ele já admite reeleição), já vai começar o mandato com o Congresso batendo firme em mais esse escândalo, que o presidente agora se mostra indignado. Ontem, o candidato a presidente da República pelo PDT, senador Cristóvam Buarque, expôs um fato interessante: “durante o período do mensalão, o presidente disse uma vez que não sabia e que foi traído. Mas caramba! Ele está sendo traído vezes demais! Ele está sendo traído a cada mês! Ele gosta de ser traído? Ele aceita ser traído ou ele é omisso nas traições”? O que Buarque disse é verdade e, através dessas desculpas, ele vai se saindo e, ardilosamente, confundindo a população.

O presidente Lula agora está tentando comover a sociedade, denunciando, como  insinuação da oposição, o incentivo a um golpe de estado. Lula sabe que não há clima para isso. Nem um golpe militar – que seria um retrocesso para o país – nem um levante do povo contra um presidente que ainda domina as bases de todas as regiões brasileiras. A fotografia de um golpe começa a ser repassada, de forma sutil, ao inconsciente popular de forma absolutamente eleitoreira.

Ontem ele deu início ao seu plano, ao falar para cerca de quase mil prefeitos em um dos hotéis de Brasília, disse que a atuação da oposição ao seu governo teria conotações golpistas: “temos que ficar de olho. Tem gente neste país que ainda não aprendeu a viver na democracia. Tem gente neste país que falou: ´Vamos deixar este operário ganhar, ele não vai dar certo, e a gente volta com toda a força’. Só que os números mostram que nós demos mais certo do que eles, e eles agora estão ansiosos para ver se existe outro meio que não a eleição para evitar que as pessoas dirijam este país”. Não precisa dizer que o presidente Lula falou de improviso e para pessoas que vão levar esse quadro de terror aos habitantes de suas cidades.

Para se ter uma idéia, essas declarações de Lula já vêm refletindo dentro do partido, como uma estratégia. Em artigos de cientistas políticos e manifestos publicados por membros de sua coordenação de campanha, já se pode ler artigos que falam de uma ação golpista da oposição. É fato que urge a necessidade de um golpe profundo na corrupção, nas sanguessugas, nos dossiês, nos dólares nas cuecas, todos tendo por trás amigos da cozinha do Planalto, que “traíram” o presidente. Espalhar essa visão golpista pelo país, é querer fugir das responsabilidades e dar um basta a esses falsos (ou ilustres?) amigos, que a cada dia comprometem o presidente e envergonham o país.

“Sou o maior interessado na apuração. De onde vem esse dinheiro?”, perguntou o presidente, continuando com as suas indagações: “quero saber que tramóia é essa, que arapuca é essa? Que diabo de conteúdo está nesse dossiê que meteu esse pessoal nessa enrascada? Quem fez isso não era da inteligência. É deplorável negociar com bandido. Quem quer vender (dossiê) é bandido, e quem compra é tão bandido quanto”, atacou Lula. Na realidade o que o presidente Lula precisa é rever suas amizades, selecionar melhor e saber com quem está andando. Esses “bandidos” que compram dossiês são de sua maior intimidade.

De qualquer forma, o presidente garante que vai ganhar as eleições, reconhecendo pela primeira vez que pode não ser no primeiro turno. Lula prometeu que não vai baixar o nível, afinal ele recebeu um telefonema da primeira-dama Marisa Letícia para não ficar nervoso e nem xingar ninguém: “por isso, vocês me verão muito mais tranqüilo do que agora. Não tenho razão para ficar nervoso. Certamente, meus adversários é que têm”, finalizou.

 

 

PONTE

O procurador Paulo Guedes Fontes entrou com representação no TRE para suspender a inauguração da ponte Aracaju/Barra, marcada para amanhã à noite.

Fontes pediu à Justiça Eleitoral que suspenda o evento até o final das eleições. Sugeriu que caso a inauguração seja feita, impeça a presença do governador João Alves Filho.

 

PAULISTAS

Ministros e dirigentes petistas hoje fortalecidos e ao lado de Lula trabalham para evitar que o PT paulista tenha força num próximo governo, caso o presidente se reeleja.

A idéia desse grupo é que o debate sobre o afastamento de Berzoini só ocorra depois de outubro ou no início de 2007.

 

BANDA PODRE

O ex-prefeito Marcelo Déda, candidato ao governo de Sergipe, faz parte do núcleo que quer abrir o debate sobre a “banda podre” do PT em São Paulo.

Déda integra o grupo de lideranças petistas fora do circuito paulista, ao lado de Jorge Viana, ex-governador do Acre, e Fernando Pimentel, prefeito de Belo Horizonte.

 

TOETA

O TSE manteve a impugnação da candidatura de Stoessel Chagas Nunes (Toeta) a governador pelo PSTU em razão da desincompatibilização fora de prazo.

O ministro Carlos Ayres Britto manteve a decisão do TRE. Na sua decisão o ministro diz: “nego provimento ao primeiro recurso e nego seguimento ao segundo.

 

RECORRER

Toeta ainda tem para onde recorrer: Supremo Tribunal Federal (STF), para concorrer ao pleito do próximo domingo.

Segundo um advogado, um processo rejeitado no TRE, e no TSE, dificilmente terá êxito na última instância.

 

REFINARIA

O deputado Silvio Costa (PMN-PE) concedeu título de Cidadão Pernambucano ao candidato a senador pelo PT, José Eduardo Dutra

O título foi concedido pela participação de Dutra para que a refinaria da Petrobras fosse instalada em Pernambuco.

 

CRIMES

Em todo o país, as polícias civis registraram 89.261 ocorrências relacionadas a drogas, cinco mil a mais em relação ao ano anterior.

Sergipe e Amapá foram os estados com menor número de ocorrências desse tipo de delito. A é o mapa da criminalidade brasileira foi revelado ontem pelo Ministério da Justiça.

 

SAMU

A Festa do Mole vai se realizar amanhã com a participação de ambulâncias do Samu Estadual, para atender ao pessoal que acompanha os blocos (pipoca).

Segundo informação da ASBT a Secretaria Municipal de Saúde negou o pedido de ambulâncias para dar assistência a quem está fora dos blocos.

 

LEITE

O ator e publicitário Antônio Leite conseguiu movimentar bem o programa do candidato a governador pelo PSDC, Adelson Alves.

Introduziu quadros de humor em que faz críticas aos dois candidatos. Tem gente de todos os lados chateada com Antônio Leite.

 

ONGs

O médico Ricardo Hagenbeck envia e-mail e diz que dá para saber as Ongs de Sergipe que receberam muita verba federal.

Realmente não deve ser difícil, mas as Organizações Não Governamentais deveriam ser fiscalizadas em relação ao que recebe e onde aplica.

 

BANDEIRAÇO

O boletim de campanha de Lula anuncia para hoje o Bandeiraço da Inclusão Social em todo o país para esquentar ainda mais o clima na reta final de campanha.

O objetivo é ocupar – com bandeiras e a forte presença da militância – os principais centros comerciais e outros locais de grande movimentação.

 

E-Mail-1

A leitora Analice Dantas escreve o seguinte e-mail: “a respeito dos que questionam sua imparcialidade, gostaria que você continuasse tão “parcial” quanto outros jornalistas”.
E citou “Clovis Rossi, o Ricardo Noblat, o Villas-Boas Correa e tantos outros que não fecham os olhos para os desmandos petistas que atingem em profusão o Brasil”.

E-MAIL-2

Hugo Rocha também manda e-mail: “quando alguém diz que você é parcial, para A ou B, é porque defende candidato que, no momento, por análise dele, não recebe crítica favorável”.
E pergunta: “como não ser parcial contra o governo federal se os escândalos explodem um atrás do outro? E por que sempre os íntimos amigos do presidente estão envolvidos”?

 

 

Notas

 

ENERGIPE

A Agência Nacional de Energia Elétrica manteve multa aplicada à Energipe (SE) por não ter repassado integralmente os valores referentes ao Encargo de Capacidade Emergencial à Comercializadora Brasileira de Energia Emergencial, entre abril de 2002 e fevereiro de 2003, informa a agência “Canal Energia”.

A Energipe, segundo a fiscalização, reteve R$ 3,3 milhões dos R$ 7,1 milhões de débitos com a CBEE. A multa de R$ 266,6 mil, de junho de 2003, por não cumprimento de prazo para o repasse, foi reduzida para R$ 213,2 mil.

 

PESQUISAS

O TSE diz que no dia do pleito, as pesquisas para os cargos de governador, senador e deputados federais, estaduais ou distritais poderão ser divulgadas assim que for encerrada a eleição na respectiva unidade da federação. As pesquisas de boca-de-urna para presidente  só podem ser anunciadas após o eleição

É permitida divulgação, no dia do pleito, de pesquisas feitas anteriormente. A legislação sobre o tema prevê que as pesquisas sejam registradas no TSE com, no mínimo, cinco dias de antecedência à data da divulgação.

 

JUSTIFICATIVA

O eleitor que estiver fora de seu domicílio eleitoral no dia 1° de outubro, data do primeiro turno, deve justificar sua ausência por meio do Requerimento de Justificativa Eleitoral. O formulário já está disponível no site do TSE – www.tse.gov.br – e também pode ser retirado nos cartórios eleitorais até 30 de setembro.

Deve ser entregue em qualquer seção eleitoral ou mesa receptora de justificativa no dia das eleições. A falta pode acarretar no cancelamento do título de quem não votar ou justificar o voto em três turnos consecutivos de eleições.

 

 

É fogo

 

A deputada estadual Susana Azevedo (PSC) defende a adoção de medidas rápidas por parte dos Governos federal, estadual e dos municípios a fim de reduzir a pobreza.

 

Susana ficou estarrecida com dados divulgados pela FGV que apontam a existência de quase 43 milhões de brasileiros vivendo com apenas R$ 121 por mês.

 

“Como pode alguém sobreviver com valor tão ínfimo”, questionou a deputada Susana ao defender o aumento imediato nos valores da bolsa família

 

Este próximo domingo será de grande movimentação dos candidatos, porque o próximo já é dia de eleição e resultado.

 

Amanhã na orla acontecerá a Festa do Mole com a presença de três blocos e à noite a inauguração da ponte que liga Aracaju/Barra.

 

Apesar de inaugurada no domingo,a ponte só estará liberada ao público a partir de meio-dia da segunda-feira.

 

O deputado Luiz Garibalde Mendonça (PMDB), candidato à reeleição,saiu animado de uma reunião com um grupo de jovens da zona sul de Aracaju.

 

Apesar do curto espaço de tempo que tem, o candidato do PSDC, Adelson Alves, está dando conta do recado com programa de televisão criativo.

 

Desde terça-feira, várias bandagens curativas estilizadas estão espalhadas pelo antigo Farol Sergipe, localizado no bairro da Farolândia.

 

A taxa de desemprego no país atingiu 10,6% da População Economicamente Ativa (PEA) em agosto.

 

brayner@infonet.com.br

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários