Moral baixa

0

Acusados pelo Ministério Público de fazer mau uso das verbas de subvenção, alguns deles suspeitos, inclusive, de lavagem de dinheiro, os deputados estaduais deveriam não votar projetos polêmicos até provarem suas inocências. Não é correto que um Legislativo denunciado de promover uma escandalosa farra com dinheiro público, aprove a retirada de direitos adquiridos pelos servidores, como pretende o governo estadual. Ademais, muitos deles não foram reeleitos, o que significa dizer só são deputados pelos próximos 10 dias. Longe do blog a intenção de antecipar julgamentos, pois o processo movido pela Procuradoria Regional Eleitoral está apenas no começo, e todos são inocentes até que se prove o contrário. Os próprios parlamentares, porém, deveriam se tornar impedidos neste momento para analisar e votar projetos que, com o fito de cortar gastos, pune quem nada tem a ver com o vergonhoso e, em muitos casos, criminoso desperdício de recursos públicos.

No colo do TCE

A gravíssima denúncia de mau uso das verbas de subvenção da Assembleia atingiu em cheio o Tribunal de Contas de Sergipe. É que entre os acusados estão as conselheiras Susana Azevedo e Angélica Guimarães (esta ainda parlamentar) e os deputados Jeferson Passos (PDT) e Gustinho Ribeiro (PSD), ambos filhos dos conselheiros Ulices Andrade e Luiz Augusto Ribeiro.

Língua presa

A partir desta semana, hospitais e maternidades das redes pública e particular passam a ser obrigados a fazer o chamado teste da linguinha em recém-nascidos. A determinação foi criada pela Lei 13.002/2014. O objetivo do exame é detectar se existe alguma alteração no chamado frênulo, membrana que liga a língua à parte inferior da boca – também conhecido como freio. A alteração pode gerar a popular língua presa.

Está de olho

São cada vez mais intensos os comentários nos meios políticos apontando o prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT), como candidato a prefeito de Aracaju, em 2016. Fala-se que ele poderá deixar o cargo em abril do ano que vem, passando a gestão para o seu vice, Job Carvalho (PDT), que poderá disputar a reeleição no mesmo ano. Está informação é do blog Primeira Mão.

Petistas invocados

Entre os petistas há quase uma certeza que o objetivo da exoneração em massa dos cargos em comissão não foi reduzir despesas, como prega o governo estadual. Eles garantem que o chamado “corte na própria carne” visou desembargar do poder a turma do PT, abrindo vagas para os amigos do governador Jackson Barreto (PMDB) e de seus aliados políticos. Será?

Estranho no ninho

Com o título acima, a revista Isto É publica que “o relacionamento do deputado Mendonça Prado (DEM) com a cúpula do seu partido ficou tenso desde que ele apoiou o governo na alteração da meta de superávit fiscal. Na eleição, Prado chancelou a aliança regional entre DEM e PT na campanha do governador Jackson Barreto”. A revista não diz, mas é quase certo que Mendoncinha deixe o partido tão logo fique sem mandato.

Busca de consenso

O governador Jackson Barreto (PMDB) recebe hoje representantes dos servidores estaduais para discutir os projetos em tramitação na Assembleia. Os sindicatos representantes da categoria entendem que as propostas retiram direitos adquiridos pelos funcionários públicos. Eles sugerem outras ações para reduzir as despesas com a máquina estatal. A audiência com os sindicalistas foi marcada quinta-feira passada, durante a festa de diplomação dos eleitos.

Justificativa

Quem não votou no segundo turno das eleições deste ano precisa ficar atento. Termina sexta-feira próxima o prazo para apresentar a justificativa de ausência ao juízo eleitoral. Para tanto, o eleitor precisa apresentar o Requerimento de Justificativa Eleitoral ao magistrado da zona eleitoral onde está inscrito, pessoalmente ou por via postal. E você, tá nessa?

Joia da Coroa

O governo federal pretende colocar em oferta na 13ª rodada de licitações de blocos de petróleo e gás, entre 200 e 300 novas áreas de exploração. Reportagem do jornal Valor Econômico revela que a Bacia Sergipe-Alagoas tem algumas das áreas mais nobres na 13ª rodada. De acordo com técnicos do governo, são blocos extremamente atrativos nas proximidades de onde a Petrobras anunciou recentemente a descoberta de óleo leve em águas profundas.

Web versus TV

A televisão ainda é o principal meio de comunicação no Brasil, mas os brasileiros já passam mais tempo navegando na internet do que na frente da TV. Segundo a Pesquisa de Mídia Brasileira 2015, as pessoas passam, em média, quatro horas e 59 minutos por dia usando a internet durante a semana, e quatro horas e 24 minutos/dia nos fins de semana. Já a média de tempo assistindo à TV fica em quatro horas e 31 minutos/dia nos dias de semana, e quatro horas e 14 minutos aos sábados e domingos.

Recorte de jornal

Publicado no aracajuano Diário da Manhã em 28 de outubro de 1915

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários