MP, Carmópolis e o Tiozão

0

Indiferente às recomendações do Ministério Público Eleitoral, que já o advertiu formalmente, o prefeito de Carmópolis, Volnei Alves (DEM) vai tocando tranqüilamente a sua milionária gestão. A sua marca registrada é a distribuição de brindes valiosos com a população, fato que tem chamado a atenção até da mídia nacional. O MP desconfia de crime eleitoral e improbidade administrativa nessas ações perdulárias.

Depois de pulverizar dinheiro dos royalties do petróleo com tvs, rádios, geladeiras, fornos de micro-ondas, bicicletas, fogões, aparelhos de som e dvds, o prefeito amplia o lote de suas valiosas oferendas e dá também casas com mobília completa – cama, colchão, guarda-roupa, penteadeira, bidê, sofá, mesa, etc – para quem é considerado por ele como “gente de confiança”. Confiança política, naturalmente.

 

Recentemente, no povoado Aguada, a distribuição de dezenas de novas casas populares converteu-se em outro abuso de poder. Aliados políticos do prefeito Volnei indicaram os beneficiados e a pré-candidata a prefeita, sua sobrinha Helena Leite, foi de casa em casa fazer o cadastro e selar o acordo eleitoral com os felizardos. Para cuidar da eleição da sobrinha, o Sheik do petróleo – como está sendo chamado o prefeito de Carmópolis – parece não medir esforços, é capaz de pagar qualquer conta e desafia Deus e o mundo.

 

Enquanto está proibido pelo MP de distribuir as centenas de novas geladeiras, tvs, dvds, fogões e outros eletrodomésticos estocados no depósito público, o “tiozão” da sobrinha-candidata, põe a culpa de todas as suas mazelas na líder do PT, a economista e empresária Esmeralda França, provável candidata da oposição em outubro. Servidores municipais são orientados a dizer que “tudo é culpa da Esmeralda”. Até quando falta remédio num posto de saúde do município o refrão dos porta-vozes do prefeito é igual: “a culpa é do PT, a culpa e da Esmeralda”.

 

Ontem a fila foi imensa e as tensões muitos grandes na audiência que o prefeito Volney dá as terças e quintas-feiras, no seu gabinete. O motivo da grande corrida de ontem foi a nova distribuição de casas com as pessoas da sua confiança. Quem fica de fora dos benefícios reclama e bota a boca no mundo. Volnei brinca com o MPF e esquece que o órgão pode pedir o indeferimento do registro da candidatura da sobrinha dele por uso da máquina administrativa. É só aguardar!

 

Carmópolis: uma nova Pirambu no Cotinguiba?

O Vereador Alexandre Magalhães (PC do B) fez graves denúncias essa semana numa emissora de rádio. E muita gente que estava calada com medo da reação sempre dura do prefeito – agora, após a blitz do MP e da Polícia Federal – recobra a coragem e começa a denunciar mazelas e irregularidades da administração. São novos fatos que, se devidamente comprovados, podem fazer de Carmópolis, infelizmente, um novo Pirambu.

 

CD com gravações das sessões

Corre solto na cidade de Carmópolis um CD com a gravação de algumas sessões da Câmara Municipal, onde 2 ou 3 Vereadores da própria bancada do prefeito se acusam mutuamente pela maior ou menor distribuição desses favores pré-eleitorais. O Ministério Público precisa requisitar cópias de atas e cds que versam sobre o assunto. Quem já ouviu o CD diz que o material é esclarecedor e de alto teor explosivo.

 

Marcelo Déda grava vts do PT

Ontem, 10, pela manhã, antes de viajar a Brasília, o governador Marcelo Déda gravou dois vts eleitorais para o tempo destinado ao PT. Em um deles Marcelo Déda fala da importância da valorização do servidor e em outro destaca a importância da parceria dos governos federal e estadual ajudando a administração de Aracaju. Os vts vão ao ar a partir de hoje. Déda deve gravar mais dois vts ainda esta semana.

 

US$ 20 milhões para o Programa de Combate à Pobreza

Já em Brasília, o governador de Sergipe, Marcelo Déda, se reuniu em audiência com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo.  O governador foi pedir ao ministro que dê prioridade à tramitação dos pleitos de Sergipe, especialmente o empréstimo de 20 milhões de dólares junto ao Banco Mundial para o Programa de Combate à Pobreza Rural (PCPR). Segundo Déda, o ministro se mostrou receptivo ao pleito. “O ministro Paulo Bernardo se mostrou cooperativo ao nosso pleito. São recursos da ordem de 20 milhões de dólares para ações no meio rural sergipano, principalmente para a agricultura familiar e para comunidades rurais do interior do Estado”, explicou Marcelo Déda.

 

Cacho: surpresa seria João ter humildade para ser vereador

Para Emanuel Cacho – presidente do PR em Aracaju – o ex-governador João Alves Filho poderia mostrar despreendimento e humildade se fosse candidato a vereador, elegendo assim a metade da bancada da Câmara de Aracaju. Leia mais abaixo nesta coluna um e-mail de Emanuel Cacho onde ele mostra a necessidade de ser candidato para dar uma opção diferencial aos eleitores aracajuanos.

 

Continue gritando por mudanças

Do leitor Eduardo: “O Dr. Déda por diversos caminhos andou, com palavras conquistou e prometeu mudança, e como recompensa elegemos governador. O tempo passando e não vejo mudança: Concursos, saúde, educação, segurança.  Sei que em relação a segurança o governo nos primeiros meses de gestão comprou: mascara de gás(com direito a ser garoto propaganda), bombas de efeito moral, balas de borracha, gás e splay de pimenta, estes foram testados na prática e aprovados: 1º no jogo Confiança e Itabaiana, 2º contra os sem-tetos, 3º não se atrevam, o próximo pode ser você”.

 

PT decide apoiar Adelson Barreto e indicar o vice

Ontem, 10, foi realizada uma reunião em Socorro e, por maioria absoluta dos petistas, o partido decidiu apoiar a candidatura de Adelson Barreto, do PSB, a prefeito de Nossa Senhora do Socorro, indicando o candidato a vice, que  será o presidente municipal, professor Washington.

 

Quais movimentos discutem com o governo política habitacional?

Do leitor Barbosa: “A nota de esclarecimento do governo sobre a desocupação do terreno do Sergipetec afirma a sua política habitacional está alicerçada numa política organizada, estruturada, com participação dos movimentos de moradia, sem favoritismos políticos. Afirma ainda que vai enfrentar o drama do déficit habitacional com a  construção de 22.000 casas para famílias de baixa renda e grupos vulneráveis até 2010. A pergunta que se faz a seguinte: quais são esses movimentos de moradia que participou da elaboração dessa política habitacional? Certamente o Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos – MOTU não foi chamado a participar. O MOTU esteve presente nos movimentos de ocupação do antigo clube da Telergipe, do antigo clube dos servidores públicos, do hotel Brisa Mar, entre outros. Será que os Movimentos de Moradia que refere a nota são os institucionalizados que vivem no bolso de determinados políticos? Se for não tem como negar o favoritismo político. O Certo é que o problema existe e precisa ser resolvido e a solução não se chegará com uso da força e da polícia”.

 

Rejeitadas contas de Júlio Santana

O pré-candidato e ex-prefeito, Júlio Santana, sofreu uma derrota séria ontem à noite, 10, na Câmara de Porto da Folha. Por cinco votos os vereadores rejeitaram as contas dele de 2003. Com isso o quadro pode mudar no município, faltando apenas poucos dias para definição dos candidatos.

 

Semana Nacional da Excelência em Gestão

Sergipe abriu ontem, 10 a Semana Nacional da Excelência em Gestão, iniciativa coordenada pelo Movimento Competitivo Sergipe (MCS) que reúne até sexta-feira, 13, em Aracaju, lideranças políticas e empresariais de todo o país. A solenidade de abertura, realizada no Centro de Convenções de Sergipe, foi feita pelo presidente do Conselho Superior do MCS e secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Jorge Santana, que destacou a importância do Movimento para a promoção da cultura da qualidade, da produtividade e da competitividade no estado. “O trabalho feito pelo MCS, de mobilização permanente das organizações privadas e públicas, permite que o trinômio QPC [Qualidade, Produtividade e Competitividade] esteja sempre inserido na agenda sergipana. As parcerias firmadas, especialmente com o Governo do Estado, representam importante contribuição para o aperfeiçoamento da gestão pública, redundando em maior efetividade e melhores resultados nas ações dos agentes públicos estaduais”, declarou.

 

Gualberto: policiais que cometeram excesso poderão ser punidos

A nota pública divulgada pelo governo do Estado nos jornais diários desta terça-feira (10), relacionada à retirada de pessoas desabrigadas que ocupavam a área do antigo kartódromo da avenida Maranhão, foi contestada ontem, 10 na Assembléia Legislativa pela oposição. Com tranqüilidade, o líder da situação, deputado Francisco Gualberto (PT), explicou que a nota referenda a posição do governo apresentada de imediato por ele na sessão de ontem, enfatizando que os excessos praticados pelos policiais militares serão devidamente apurados e punidos. “O episódio precisa ser corrigido, os excessos serão apurados e punidos, mas nosso governador não tem como agradar aos anseios políticos de quem nunca combateu a Missão e agora é representante dos direitos humanos neste acontecimento”, respondeu Gualberto, fazendo referência ao grupo de pistoleiros denominado A Missão, que em meados da década de 1990 atuou na região do sertão sergipano. “Matava pessoas inocentes em nome do combate ao roubo de gado no sertão”, disse o deputado.

 

Cacho explica porque deseja ser candidato a prefeito I

E-mail de Emanuel Cacho,  presidente  do Diretório Municipal de Aracaju do Partido da República: “Desde o momento em que tive meu nome citado como possível candidato do PR, Partido Republicano, a Prefeito de Aracaju, fui tema de diversos comentários ou notas nos meios de comunicação. No entanto, em que pese o fato de a ética jornalística ter predominado em sua grande maioria, uma dúvida sobre a nossa real intenção de disputa foi sendo tecida, o que tem causado desconforto no nosso partido e gerou, por conseguinte, uma necessidade de esclarecimento público do grupo político de que faço parte. Assim sendo, considerando que: – Neste momento todos os partidos políticos de Sergipe, dos maiores aos menores, tencionam lançar, em um ou outro município, candidatos a prefeito, numa demonstração inequívoca de exercício do direito legítimo do regime democrático, uma pergunta natural surge daí: por que o PR não poderia lançar um candidato a prefeito de Aracaju?  E ainda que todo brasileiro acima de 18 anos, alfabetizado, filiado a um partido político legalmente registrado e portador de título de eleitor, tem o direito de ser candidato nas próximas eleições, por que eu, Emanuel Cacho, não poderia, também, ser candidato?O que percebemos é que o grupo que manda na Prefeitura há tanto tempo tem uma estratégia muito bem definida: o primeiro tiro é no sentido da cooptação, como fizeram com o PPS e, provavelmente, farão com o PSDB; o segundo tiro tem como alvo o aniquilamento. Estão tentando fazer isso com João Alves e tentam fazer isso comigo, lançando nossas candidaturas no descrédito”.

 

Cacho explica porque deseja ser candidato a prefeito II

Continua Emanuel Cacho: “O que eles tentam esconder, o que acontece de fato, é que os últimos prefeitos de Aracaju, aqueles dos últimos 20 anos, têm sempre a cara dos mesmos. É Jackson Barreto que passa a chave da prefeitura de mão beijada para Wellington Paixão, que repassa a contragosto para Jackson, que deixa de herança para o primo Almeida Lima, que perde para Jackson com a cara de João Augusto Gama, que repassa de mão beijada para Marcelo Déda, que deixa a herança para Edvaldo Nogueira, o fiel e histórico escudeiro do próprio Jackson, que agora se for candidato quer a reeleição. É a mesma história dos mesmos. E aí fica uma pergunta para a população de Aracaju: Será que não está na hora de quebrar essa ciranda, de experimentar algo novo? Essa ciranda gerou um fastio dos administradores. É só olhar. Aracaju é limpa? Até que, sim, ela é limpa, mas apenas superficialmente. Porém, desde quando a sujeira não deixou de ser um problema? Cadê as inovações? Cadê a vontade de trabalhar para responder aos novos anseios da população, principalmente dos mais jovens? Isso sem falar em serviços estruturais que deixam a dever, como a saúde e o esgotamento sanitário, por exemplo. É certo que a decisão do nosso líder e presidente estadual do PR, Edvan Amorim, tem um peso decisivo, mas é certo também que todos os componentes do nosso grupo político têm consciência de que não podemos ser meros caudatários das vontades do Governador Marcelo Déda. Isso porque entendemos que Política se faz em grupo, de forma verdadeiramente participativa, e nós primamos sempre por ser um grupo coeso e decidido”.

 

Cacho explica porque deseja ser candidato a prefeito III

Finaliza Cacho: “Particularmente, entendo que política se faz com diálogo e é nesse sentido que eu, Emanuel Cacho, Presidente do Diretório Municipal do PR em Aracaju, me sinto no legítimo direito de abrir as discussões para que o PR lance um candidato a Prefeito de Aracaju. Qualquer um pode ter todas as restrições ao modelo político americano, mas uma coisa vislumbro e todo mundo concorda: os americanos dão uma bela contribuição para o entendimento da democracia no mundo, quando transformam as suas prévias eleitorais, que são, simplesmente, os eventos nos quais são escolhidos aqueles que serão os candidato dos partido a presidente, em uma ampla discussão. O PR, Partido Republicano, no papel de partido político consolidado e estruturado, tem o direito de abrir a discussão sobre o lançamento, ou não, de um candidato próprio a Prefeito de Aracaju. Isso porque o PR entende que todos os pré-candidatos que estão colocados aí têm um certo gosto/ar de café requentado. É neste cenário, e dentro das regras do jogo democrático, que Emanuel Cacho, brasileiro, sergipano, advogado, ex-secretário de Justiça, ex-presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Justiça e atual suplente de senador, tem o direito legítimo de colocar o seu nome à disposição do partido para a disputa. E é isso que estou fazendo agora, ao tempo em que afirmo, sem qualquer espécie de sofisma: a minha pré-candidatura é pra valer. A minha intenção de entrar na disputa é real! A intenção do PR em lançar um candidato a Prefeito de Aracaju é firme. Essa intenção é cem por cento certa? Bem, neste momento, não existe nenhuma candidatura 100% certa. Tudo pode acontecer. E o melhor para Aracaju é ver um novo partido lançando um Novo nome para Prefeito de Aracaju”.

 

Jackson apela ao presidente Lula

Em pronunciamento na tarde de ontem, no Plenário da Câmara, Jackson Barreto (PMDB), protestou e ao mesmo tempo apelou ao presidente Lula, com relação a medida que, segundo ele, aleijou milhões de brasileiros no transporte público ao conceder um beneficio à gasolina mediante a isenção da Cide e o aumento do preço do óleo diesel em torno de 11%.Para o deputado, a medida é mais um descaso com a população brasileira, principalmente com as pessoas de baixo poder aquisitivo que necessitam de transporte publico para os seus deslocamentos diários nas cidades brasileiras, onde 37 milhões de brasileiros, que integram as classes D e E, não têm acesso ao transporte público por não terem dinheiro para pagar a tarifa, conforme pesquisas realizadas pelo próprio Governo Federal.

 

Participação de MPE cresce 616% em compras do Governo

A participação das micro e pequenas empresas de Sergipe nas compras governamentais cresceu 616% em 2008. Enquanto em dezembro do ano passado apenas 6% das compras do Estado foram realizadas junto a micro e pequenas empresas, em maio de 2008 esse percentual alcançou 43%. No total, as empresas sergipanas, de todos os portes, já representam 63% do valor arrematado pelo Governo de Sergipe nas compras por pregão eletrônico em 2008. Entre janeiro e maio deste ano, o governo pagou R$ 20 milhões a empresas sergipanas em pregões eletrônicos, registrando um aumento de 30% em relação a dezembro do ano passado.

 

8º Chapiscando no Forró acontece dia 14 de junho

Quem nunca foi conferir o sucesso do Chapiscando no Forró não pode deixar de ir para essa edição da festa. No próximo dia 14 de junho, às 21 horas, acontece a 8ª edição do “Chapiscando no Forró”. O evento reúne as famílias, amigos e convidados dos moradores da rua Dr. Silvério Fontes, localizada entre avenida Desembargador Maynard e rua Ribeirópolis, na capital. O evento organizado pelos moradores da rua Dr. Silvério Fontes atrai grande público todos os anos. Desta vez, o evento será animado pela banda “A Discarada” e “Zé Costa”.

 

Programação dos 160 anos da biblioteca Epifânio Dória

No dia 16 de junho do corrente ano a Biblioteca Pública Epifânio Dória completará 160 anos de existência. Para celebrar o fato, a direção organizou a seguinte programação: De 09 a 27 de junho – São João Brincadeiras e Tradições, Brincadeiras (pescaria e jogo de argola) e Oficina de fantoche junino; ; Dia 13 a partir das 15hs – I Arraiá da Biblioteca, I Concurso Infanto-juvenil de Casal Caipira, Apresentação de quadrilha e Queima do barco de Fogo da cidade de Estância; Dia 16, Aniversário da Biblioteca – 18h – Abertura da exposição Biblioteca Pública Epifânio Dória: 160 anos de trajetória 19h – Apresentação do Quinteto de Metais da Orquestra Sinfônica de Sergipe – 19h30 – A Biblioteca Pública: uma trajetória histórica –  Palestrante: Jornalista Luiz Antônio Barreto – 20h – Reunião para a criação da Sociedade Amigos da Biblioteca Pública Epifânio Dória;  Dia 17, 9hs e 15hs – – Ciclo de palestras – Palestrantes: Gilfrancisco,

Jackson da Silva Lima  e   José Anderson Nascimento.

 

Presidente do TJSE doa computadores para Amanb

A Associação de Moradores e Amigos da Nova Brasília (Amanb) recebeu na manhã de hoje, dia 10, do Presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, Desembargador Artêmio Barreto, equipamentos de informática que contribuirão para a capacitação de crianças, adolescentes e adultos atendidos pela instituição. Foram doados dez icrocomputadores e duas impressoras a laser, as quais irão compor o laboratório de informática da Amanb.Fundada há 20 anos por um grupo de moradores e amigos da comunidade Nova Brasília, hoje Bairro Industrial, a Amanb é uma entidade que desenvolve atividades, projetos e programas voltados para diversas áreas como ensino, pesquisa científica, tecnologia e que oferece à população sergipana capacitação profissional e inserção no mercado de trabalho. São desenvolvidos cursos gratuitos de informática básica, pintura automotiva, manutenção de microcomputador, apicultura, pscicultura, minhocultura, biojóias e produção de mudas. Para a Presidente da Amanb, Marli Ribeiro Silva, a ação do Tribunal de Justiça é de extrema importância para o desenvolvimento das atividades. “É uma doação louvável e que agradecemos ao Presidente Artêmio Barreto, porque hoje mesmo os equipamentos serão utilizados, vindo a incrementar o nosso projeto”, destacou.

 

Unit abre vagas para suas pós-graduações

A Universidade Tiradentes abriu inscrições para seus cursos de pós-graduação 2008/2. Ao todo são 27 opões, divididas em oito áreas: Administração e Negócios; Contabilidade e Finanças; Direito; Educação, Comunicação e Cultura; Direito; Engenharia, Tecnologia e Desenvolvimento; MBA; e Saúde e Ambiente. As inscrições estão abertas até o dia 20 de julho e o início das aulas está previsto para 15 de agosto. Egressos portadores do Cartão Diplomado têm 10% de desconto. O programa inovador, de formação generalista e focada nas necessidades do mercado regional, faz das pós-graduações da Unit um diferencial. Somente na última campanha cerca de mil alunos se inscreveram em 28 cursos. Uma das grandes vantagens é a divisão do conteúdo programático em três módulos: o básico, que compreende 50% da carga horária de qualquer curso; o intermediário, que engloba os cursos de uma determinada área do conhecimento; e o específico de cada curso. Por meio dessa sistemática, o aluno pode concluir duas especializações ofertadas pela Unit em um prazo de um ano e meio ou até mesmo ingressar na pós-graduação a qualquer momento.

 

Frase do Dia

“Viver é muito perigoso…” (Guimarães Rosa, em “Grande Sertão: Veredas”).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários