Mudança de planos

0

O Objeto do desejo…
Por aquelas incríveis coincidências que sempre acontecem não consegui fazer a coluna desta semana a tempo. Nas últimas semanas eu venho escolhendo o tema e escrevendo a coluna durante o translado  da minha viagem-tortura das segundas-feiras. Essa semana esqueceram de emitir a passagem para o vôo da manhã e colocaram para o vôo da tarde, pela tarde perdi o vôo e ao voltar ao escritório entrei numa reunião que demorou até tarde da noite. Estou escrevendo durante o percurso, só que com um dia de atraso. Paciência.

Hoje eu pretendia falar de outra coisa, mas vai ficar para a semana que vem. A notícia “quente” do momento é da Apple.  O Steve Jobs anunciou uma versão mais moderna do iPhone, o celular objeto de desejo de 90% dos aficionados de tecnologia. Além de vir com uma melhor conexão a internet o preço será bem agradável para o nosso bolso.

O aparelho terá seu preço uniforme mundialmente e vai sair a $ 199 para o modelo de 8 GB e $ 299 para o de 16GB. Os modelos atuais são $ 200 mais caros, respectivamente. Segundo a Apple, esse novo iPhone chegará a lojas de 22 países já no próximo mês de julho. No Brasil, um acordo com a Claro está sendo estabelecido para a venda do aparelho e provavelmente também teremos o iPhone no segundo semestre. Se realmente for comercializado a esse preço (ficaria em torno de R$ 325,00) vai faltar iPhone pelas bandas de cá, a não ser que a operadora faça como é de praxe: fidelização de 1 ano + plano de minutos absurdamente caro. De qualquer forma, acho que teremos um boom na venda do iPhone.

Para não perder o bonde, como já era esperado, o iPhone vai operar nas redes de telefonia móvel de terceira geração, ou mais comumente chamadas de 3G, que permitem velocidades de conexão bastante altas e não ficam devendo nada as conexões de banda larga, como o Velox. Porém, teremos que ver também o preço que será cobrado pelo serviço de conexão.

O iPhone novo também terá capacidade integrada de GPS, o que vai trazer a possibilidade de utilização de um conjunto de serviços, como por exemplo, localização de bares e restaurantes, navegação assistida (veja coluna da semana passada), entre outros. Se tudo isso não bastasse ainda tem possibilidade de conexão wireless que, com certeza, fará com que a gente tenha uma economia na conta no final do mês. Já ouvi muitos argumentos de que com uma conta ilimitada a conexão wireless nem será necessária. Discordo. Conexões wireless estão ficando tão comuns quanto padarias (em cada esquina tem uma), enquanto que redes 3G não chegarão tão rapidamente a todos os lugares. Como diz o ditado: quem tem dois tem um, quem tem um não tem nenhum.

Algum tempo atrás escrevi sobre a plataforma de desenvolvimento para celulares do Google e a briga que eles teriam tanto com a Microsoft quanto com a Apple. Ainda continuo coma visão do que a plataforma Android sairá vencedora nessa disputa, mas quando vejo o iPhone fico com cada vez mais vontade de comprá-lo. Imagem e marketing a Apple conhece muito bem como fazer.

A única coisa boa dessa mudança de planos foi para derrubar um mito. Todo mundo fala que artista só é bonito na TV, pois tem toda uma preparação para entrar em cena. Mentira! A Flávia Alessandra é realmente belíssima, e olhe que eram sete horas da manhã. Até iria tirar uma foto e colocar ao lado do iPhone como objeto do desejo, mas se eu faço teria que dormir no sofá.

Até a próxima semana!

Em tempo: Flamengo ganhando de 5 a 0 e líder do campeonato? Quando a esmola é grande o cego desconfia.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários