MUSIQUALIDADE

0

R E S E N H A     1

 

Cantora: MIÚCHA

CD: “OUTROS SONHOS”

Gravadora: BISCOITO FINO

 

Miúcha é a ex-mulher de João Gilberto. Miúcha é a mãe de Bebel Gilberto. Miúcha é a irmã de Chico Buarque. Miúcha é a grande amiga de Tom Jobim e Vinicius de Moraes. Tudo isso serviria para distinguir Miúcha dos humanos comuns não fosse ela a grande artista que é, conseguindo imprimir sua marca personalíssima sem precisar de quaisquer acessórios.

Se é verdade que ela nunca emplacou um grande sucesso nem é, de fato e infelizmente, reconhecida pelo grande público, também é incontestável que, desde que surgiu no mercado fonográfico, vem construindo uma carreira pautada pela regularidade de lançamentos e pela qualidade musical deles.

Acaba de chegar às lojas, através da gravadora Biscoito Fino, o seu mais novo CD intitulado “Outros Sonhos”, no qual a cantora de voz grave e sensualmente rouca empresta seu talento a canções assinadas por Chico, Tom e Vinicius. Produzido por José Milton e com arranjos assinados pelos competentes Leandro Braga, Cristóvão Bastos e Itamar Assiere, o álbum reúne, na ficha técnica, músicos de peso, a exemplo de Ricardo Silveira (guitarra), Jessé Sadock (pistom), Jorge Helder (baixo) e João Lyra (violão).

De fato, não se trata de um disco que apresenta novidades. Miúcha poderia ousar mais no que tange ao repertório e a cobrança por canções inéditas faz-se inevitável. Mas o resultado do CD soa gostoso, as músicas fluem com naturalidade e não dá para deixar de reconhecer que se trata de um dos melhores títulos de sua discografia.

Dentre os melhores momentos estão a genial faixa-título (um fox, pinçado do último CD de Chico, o complexo “Carioca”), a delicada “Você Vai Ver” (de Tom), o belo samba “Desalento” (de Chico e Vinicius), o medley “Amei Tanto” / “Pra Que Chorar” (ambas parcerias de Vinicius com Baden Powell) e a obra-prima “Fotografia” (de Tom). Os três compositores juntos compuseram a sinfônica “Olha Maria” que condensa o conceito do disco. “Eu Te Amo” (de Tom e Chico) surge também com letra em francês e o mano famoso faz-se presente, como convidado especial e sob tom mais grave, na faixa “Chansong” (de Tom).

No geral, um elegante CD que mostra Miúcha em forma!

 

 

R E S E N H A     2

 

Cantor: RODRIGO MARANHÃO

CD: “BORDADO”

Gravadora: MP,B

 

De tempos em tempos, a MPB recebe uma baforada de bons fluidos. Quando, nos anos oitenta, um rock abobado infestava as rádios, eis que, em meio a tantas bandas, surgiu o fenômeno Cazuza. Anos depois, desafiando os neo-sertanejos e os baianos, surgiram os talentos (quase que concomitantemente) de Chico César, Lenine e Moska. Logo em seguida, vieram Zeca Baleiro e Antônio Villeroy. A última boa novidade foi o mineiro Vander Lee. Quer dizer, agora ele é a penúltima porque a atual bola da vez é o carioca Rodrigo Maranhão, compositor de preciosa inspiração que já teve canções de sua autoria gravadas por Maria Rita, Roberta Sá, Pedro Luís, Fernanda Abreu, Elizah, Anna Luisa, Verônica Sabino, Serjão Loroza e Ryta de Cássia.

Rodrigo já é bem conhecido no meio musical carioca. Também vocalista da Bangalafumenga, banda que vem alicerçando seu nome no circuito alternativo, ele (que ainda vem colecionando trabalhos como produtor) acaba de lançar o primeiro CD solo através da pequena gravadora MP,B.

Intitulado “Bordado”, o álbum é composto por onze faixas, todas elas de autoria do próprio Rodrigo, apenas uma em parceria com Beto Valente (“Interior”). Interessante é observar como o artista consegue se sair bem em ritmos eminentemente regionais, ele que nasceu no Rio de Janeiro, como, aliás, informa orgulhoso na letra do gostoso xote-reggae “O Osso”.

Suas canções, via de regra, são muito gostosas de serem ouvidas e bem fáceis de serem assimiladas. E é aí que reside o verdadeiro talento para a coisa, uma vez que já ficou provado que, quem tenta reinventar a roda, termina sempre sendo atropelado por ela.

Como cantor, Rodrigo pode até não ter uma voz de extensão considerável, mas o timbre delicado faz rapidamente com que o ouvinte se transporte para um universo que lhe é, ao mesmo tempo, tão próprio e universal.

Os arranjos são propositalmente despojados. O artista quis mostrar, neste trabalho inaugural, as canções na sua forma mais bruta. O resultado ficou bem bacana!

Dentre os melhores momentos dá para citar a inspirada faixa-título, o malemolente samba “Pra Tocar no Rádio” e o delicioso samba-de-roda “Todo Dia”. As duas faixas gravadas por Maria Rita em seu CD “Segundo” ganharam releituras bem diferentes das originais: enquanto “Recado” ganha um insuspeito registro a capella, “Caminho das Águas” deixa de ser ciranda e se transforma num contagiante coco. 

Uma excelente e imperdível estréia!

 

 

N O V I D A D E S

 

·               Viabilizado através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Aracaju, acaba de ser lançado o CD “Tributo ao Rei Luiz”, no qual o forrozeiro Rodriguinho esbanja talento e alegria através de quatorze faixas, todas compostas por ele, algumas em parceria com Nadinho do Acordeom. Dentre os destaques estão “Festa no Céu”, “Cartão Postal”, “Querendo Xodó” e “O Rei do Gado”.

 

·               A trilha sonora da novela “Sete Pecados” que estréia hoje à noite pela Rede Globo já está no forno e chegará em breve às lojas. Dentre os artistas que têm fonogramas presentes no CD estão Zélia Duncan, Cláudio Zoli e Marina Elali.

 

·               Está sendo finalizado, em estúdio de Belo Horizonte (MG), o novo CD da banda Pato Fu. O disco trará onze músicas inéditas e uma regravação e chegará às lojas no segundo semestre.

 

·               Nana Caymmi planeja realizar, ainda este ano, um show retrospectivo de sua carreira, o qual servirá de base para o seu primeiro DVD. Com a produção de José Milton, o projeto deverá reunir os grandes sucessos já gravados pela cantora ao longo de sua vitoriosa carreira, além de algumas poucas inéditas.

 

·               E Lenine anda a toda: além de estar presente, como convidado especial, no novo e esperado CD de Roberta Sá, o qual já se encontra em fase de finalização, o artista pernambucano também acabou de participar dos DVD’s de Elba Ramalho e do rapper GOG.

 

·               Já está nas lojas o segundo CD do DJ Marcelinho da Lua. Intitulado “Social”, o novo disco é um lançamento da DeckDisc e traz onze músicas trabalhadas pelo artista com o objetivo de incendiar as pistas. Cada faixa é interpretada por um convidado diferente, alguns mais conhecidos, outros em começo de carreira. Assim, há desde o carioca Martinho da Vila (em “Plim-Plim”) até o jamaicano Pablo Moses (em “Stop Deh Crime”), passando ainda pelo grupo gaúcho Ultramen (em “Ela Partiu”, canção antiga gravada por Tim Maia). Marcelinho assina algumas das faixas (como, por exemplo, “Fundamental”, parceria com BNegão, e “Transformação”, parceria com Tamy). Dentre os melhores momentos estão “Papo de Ya Ya” (cantada por Amora Pêra e Fernanda Gonzaga, filhas de Gonzaguinha e duas das integrantes da banda Chicas), “Pode Me Chamar” (de Fábio Trummer, interpretada por Bárbara Mendes) e “Baião no Morro” (de Germano da Silva, nas vozes de Ângelo B. e Gabriela Geluda). A regravação de “Sem Compromisso”, conhecido samba de Geraldo Pereira e Nelson Trigueiro, é um charme à parte até porque a voz do cantor Pedro Quental lembra pra caramba a do veterano Jair Rodrigues.

 

·               Chegará ao mercado em julho próximo o novo CD da cantora Fernanda Cunha. Intitulado “Zíngaro”, o disco trará dez das onze parcerias feitas por Chico Buarque com Tom Jobim. Ficou de fora, por decisão pessoal da artista, apenas a menos conhecida “Estamos Aí”.

 

·               O álbum “Another Feeling”, um projeto idealizado pelo premiado produtor de jazz Arnaldo DeSouteiro para seu selo JSR, chega ao Brasil mostrando o encontro do percussionista brasileiro Thiago de Mello com o clarinetista americano Dexter Payne. A excepcional cantora Ithamara Koorax faz-se presente em quatro das treze faixas e, como de costume, dá um show à parte com sua voz potente e afinadíssima.

 

RUBENS LISBOA é compositor e cantor


Quaisquer críticas e/ou sugestões serão bem-vindas e poderão ser enviadas para o e-mail: rubens@infonet.com.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais