Na base da pressão

0

Além de ter atraído pouquíssimos filiados, o DEM sergipano ainda teve que fazer uso da pressão visando evitar a fuga de demistas para outros partidos. Maior prova disso é dada hoje pelo Jornal da Cidade, ao publicar que o ex-deputado estadual Antônio Passos só não se filiou ao PTB porque foi advertido que, se o fizesse, o DEM pediria a cassação do seu diploma de primeiro suplente. Sem mandatos para serem ameaçados, a esposa do ex-parlamentar, Regina Passos, e o filho do casal, George Passos, trocaram a furada canoa demista pelos PTB e PR, respectivamente. Nem mesmo em Aracaju, onde o ex-governador João Alves Filho lidera as pesquisas para a prefeitura, o partido conseguiu atrair lideranças de peso, o que mostra que o DEM caminha a passos largos para a extinção.

Último dia

Os partidos têm até o final da tarde desta sexta-feira para entregar à Justiça Eleitoral a relação dos filiados. Com base nos dados fornecidos pelas legendas, o Tribunal Regional Eleitoral divulgará, a partir da próxima quarta-feira, a relação oficial dos filiados por agremiações partidárias. Somente os que estiveram nesta lista poderão concorrer em 2012 às Prefeituras e Câmaras municipais.

Menos votado

Sergipe poderá ter o vereador menos votado do Brasil. Trata-se de Melquídes Nascimento, o ‘Xuxa’ (PMDB). Ele teve exagerados oito votos nas eleições de 2008, ficando na segunda suplência em Nossa Senhora Aparecida. Agora o rapaz promete pedir a cassação dos vereadores Sibídio e Adriana de Zé Cutia, que trocaram o PMDB pelo PSC e PTB, respectivamente. Como a mudança de partido sem justificativa plausível é motivo de cassação, ‘Xuxa’ vai usar a lei para passar de suplente a vereador.

Ladrão de igreja

E quem está vendo o sol nascer quadrado é Gilson Barbosa Santos Filho, acusado de arrombar uma Igreja Batista no bairro Salgado Filho, em Aracaju. O safado invadiu o templo para furtar um teclado e uma caixa de som. O alarme disparou e a Polícia flagrou Gilson com a mão na massa. Levado à delegacia, ele confessou que está em liberdade condicional e que pretendia montar um grupo de pagode com os equipamentos da igreja. Pode?

Para depois

A Executiva do PT em Aracaju deixou para depois a discussão sobre o mandato do vereador Robson Viana, que trocou o partido pelo PMDB. Os suplentes Chico Buchinho e Magal da Pastoral pregam a cassação do novo peemedebista sob a acusação de infidelidade partidária. Como não estava na pauta, o tema não foi tratado na reunião, que serviu para a apresentação dos novos filiados petistas. A cúpula do partido só pretende discutir o assunto após o retorno do governador Marcelo Déda da Itália.

Palestra

E quem fará palestra daqui a pouco para os empresários sergipanos será a Lúcia Falcon, secretária de Planejamento e Investimentos Estratégicos da Presidência da República. Ela é a convidada do Café com Negócios promovido pela Associação Comercial e Empresarial de Sergipe e que acontece no Mercure Hotel. Lúcia vai discorrer sobre os planos de investimentos do Governo Federal (2012-2015), que destacam a ampliação do financiamento para as micro e pequenas empresas de R$ 5 bilhões para R$ 21,2 bilhões.

Induzido ao erro

O deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) telefona ao blog para explicar que se fundamentou em uma reportagem do Jornal do Dia para dizer que o orçamento da Secretaria estadual de Comunicação em 2010 foi de R$ 12 milhões. Na verdade, a previsão orçamentária da Secom para aquele ano foi de R$ 27 milhões. Embora tenha chagado na semana passada na Assembléia, o projeto de Orçamento do Estado para 2012 ainda não foi distribuído com os deputados, o que os tem levado a discutir o assunto com base em matérias veiculadas pela imprensa. Estranho, não?

Festa pesada

Carmópolis festeja amanhã e domingo os 89 anos de sua emancipação política. Nem a morte do desportista Fernando França, esposo da prefeita Esmeralda Cruz, ocorrida sábado passado, motivou a suspender a festança. Os organizadores justificam que, além da importância da data, o evento movimenta o comércio local, gerando renda para a população. Até domingo estão previstos shows com as bandas Capital Inicial, Calcinha Preta, o cantor Alexandre Pires, entre outros.

Invejoso

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) não perde uma oportunidade para cutucar o deputado federal Almeida Lima (PPS). Ontem, o neosocialista postou o seguinte no twitter: “Há gente aí morta de inveja porque não é senador. Sugiro colocar na cabeça uma melancia com a inscrição ‘o que Valadares tem que eu não tenho?’”. Quem conhece Almeidinha aposta uma mariola como ele vai à forra nas próximas horas. Aguardemos, portanto!

Do baú político

Em 1988, a Prefeitura de Aracaju foi disputada pelo médico Lauro Maia, o deputado estadual Marcelo Déda e o advogado Wellington Paixão. O primeiro era apoiado pelo governador Antonio Carlos Valadares, pelo ministro do Interior João Alves Filho, pelas famílias Franco e Teixeira. Déda sonhava repetir 86, quando teve uma estrondosa votação para a Assembléia, enquanto Paixão contava com a garra e o prestígio político de Jackson Barreto. Na reta final da campanha, a máquina pública inundou o Batistão de colchões e começou a distribuí-los. Jackson soube e correu para pra lá. Enquanto os eleitores ardiam no sol à espera do “agrado” do bom Lauro, Jackson percorria a enorme fila distribuindo os ‘santinhos’ do seu candidato enquanto passava a seguinte orientação: “Pegue o colchão e vote em Paixão”. Não deu outra: Paixão foi eleito com 46,51% dos votos, contra 27,07 de Lauro Maia e 6,25% de Déda.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais