Nasceu técnico e virou político

0

Após merecidas férias, os conselheiros do Tribunal de Contas de Sergipe retomaram, ontem, as sessões plenárias, agora sob a presidência de Luiz Augusto Ribeiro, o “Pupinha”. Criado em 1969 para fiscalizar as ações do Executivo e do Legislativo, o Tribunal de Contas de Sergipe, que deveria ser apenas um simples órgão técnico da Assembleia, se transformou num biombo político. Ali, quase todos os conselheiros têm herdeiros com mandatos ou ocupando importantes cargos comissionados. Estranho nisso tudo é que ninguém fiscaliza essa estreita e suspeitíssima relação do TCE com a política partidária. É papel da sociedade exigir que se apure até que ponto os filhos e cônjuges interferem nas decisões dos conselheiros – se é que o fazem – para beneficiar chefes políticos acusados pela prática de todo tipo de crimes administrativos. Misericórdia!

Veja condenada

A revista Veja foi condenada, mais uma vez, pela matéria “Micareta Picareta” publicada em 2006. A publicação levantava suspeita sobre a honestidade do então prefeito de Aracaju, Marcelo Déda (PT). Agora, foi o Superior Tribunal de Justiça, por unanimidade, que considerou o texto da revista ofensivo, calunioso e mentiroso. Esta é a terceira decisão condenando a Veja. Segundo Márcio Macedo, vice-presidente nacional do PT, a condenação “ratifica o legado mais precioso de Déda: a lisura, decência e honra com que conduziu toda a sua vida pública”. É vero!

Porcorativismo político

Dos oito deputados federais de Sergipe, Laércio Oliveira (Progressista) foi o único que votou contra a permanência do mandato do colega Wilson Santiago (PTB-PB). O parecer favorável ao parlamentar paraibano, acusado de meter a mão grande no dinheiro público, foi aprovado por 233 deputados. A Polícia Federal acusa Wilson de integrar uma organização criminosa que fazia pagamentos ilícitos e superfaturamentos de obras no sertão da Paraíba. Crendeuspai!

Aves agourentas

E o deputado estadual Francisco Gualberto (PT) distribuiu indiretas à imprensa, a dirigentes de instituições públicas e a empresários. Segundo ele, pessoas ligadas a estes setores atacam a classe política justamente porque querem o domínio da hegemonia da sociedade: “São aves do agouro, que tentam abater a democracia”, fustiga o petista. Gualberto concluiu dizendo que se o cidadão não tiver firmeza e convicção de que a política permite ajudar ao coletivo, não fica nesse meio. Homem, vôte!

Sentiu o golpe

A saraivada de críticas ao seu comportamento tem incomodado o senador Alessandro Vieira (Cidadania). Neófito na política, o moço se defende atirando no que chama de “o velho sistema corrupto” que, segundo diz, “vai usar mentiras e desinformação” para tentar dividir e desanimar quem luta pela renovação. O senador afirma que, para cada mentira ou boato, o Cidadania reagirá com verdade e trabalho”. Então, tá!

Agora vai!

O PTB do deputado estadual Rodrigo Valadares decidiu apoiar a reeleição do prefeito de Socorro, Padre Inaldo (Progressista). O petebista afirma que o apoio ao reverendo se justifica “pela administração séria, que valoriza o ser humano, além de suas inúmeras obras visando oferecer uma melhor qualidade de vida aos socorrenses”. Após ouvir os elogios, Padre Inaldo disse que o apoio do PTB é mais um estímulo para ele continuar agindo como sempre agiu ao longo de sua vida. Aff Maria!

Dito pelo não dito

E o prefeito de Tobias Barreto, Diógenes Almeida (MDB), foi obrigado pela Justiça a se retratar por ter chamado de ladrão o ex-prefeito Antônio Nery do Nascimento Junior. Na decisão, o juiz Guilherme  Diamantino deu 15 dias para o emedebista se desculpar com o adversário, sob pena de ser multado em R$ 300/dia até o limite de R$ 10 mil. Diógenes também terá que pagar R$ 5 mil a título de danos morais, acrescido de juros reais de 1% ao mês, contados desde 2018, ano que ele chamou Nery de ladrão. Danôsse!

Fora Weintraub!

A imagem do ainda ministro da Educação, Abraham Weintraub, junto aos congressistas está mais suja do que pau de galinheiro. Faz tempo que deputados e senadores querem vê-lo pelas costas. Quer um exemplo? Leia o que postou nas redes sociais o senador Rogério Carvalho (PT): “Erros de português, erros no Enem, erros no Sisu, incompetência na gestão, falta de decoro com o cargo que ocupa. Sobram razões para a saída do Ministro Abraham Weintraub, mas falta vergonha na cara do chefe de Estado”. Marminino!

Previdência punida

O governo de Sergipe não vai poder cobrar 14% das aposentadorias e pensões inferiores ao teto da Previdência. Em decisão liminar, a Justiça atendeu reclamação do Sindifisco contra a cobrança. No Mandado de Segurança Preventivo, o sindicato alegou que a reforma da Previdência estadual feriu a Constituição Federal, que limita a base de cálculo da contribuição a quem ganha acima do teto do INSS, que é de R$ 6.101,06. Claro que o governo vai recorrer contra a liminar. Cruzes!

Pichador invocado

Pichação num muro da avenida Contorno, em Aracaju: “O Brasil é o país onde a arte é crime e a corrupção é arte”. Vixe Maria!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal de Sergipe, em 4 de maio de 1988

Comentários