Negociação avança

0

O encontro ocorrido entre o arcebispo dom Palmeira Lessa, os bispos de Propriá e Estância, deputados federais João Fontes (sem partido) e José Carlos Machado (PFL) e os estaduais Susana Azevedo (PPS) e Augusto Bezerra (PMDB), com o governador João Alves Filho, durante a noite de ontem, foi um avanço nas negociações com o Sindicato dos Professores, que vem mantendo uma cansativa paralisação das aulas, agora em busca da devolução dos dias cortados em seus salários. Avançou a tal ponto que pode haver uma solução que ponha fim ao movimento, sustentado até com muita firmeza pelas partes, mas que prejudicou a totalidade dos estudantes da rede oficial de ensino. Depois de conversar com representantes de igreja, o governador João Alves Filho meditou e recuou na decisão adotada ontem pela manhã, quando determinou a devolução dos dias cortados de professores que recebiam até 600 reais por mês. Por volta das 18:30 horas, o governador foi bem mais adiante na sua determinação e autorizou o pagamento a todos os professores, mas nas condições que o Estado pode realizá-lo. Imediatamente, já na folha deste mês, os professores vão reintegralizar até mil reais. Acima disso, será pago de acordo com o calendário mensal. Um exemplo: Quem tem salário de R$ 1.200,00, receberá R$ 1.000,00 agora e R$ 200,00 no próximo mês. A receptividade por parte da direção do Sintese foi boa. Chegou-se ao consenso que a proposta atende aos líderes do movimento. Mas, nada ficou definido ontem. Hoje pela manhã, por volta das 9 horas, o presidente do sindicato, Iran Barbosa, terá um encontro com o secretário da Educação, engenheiro Gilmar Mendes, para protocolar o acordo e levar para assembléia geral dos professores, às 15 horas, que decidirá pelo fim ou continuidade da greve. Pela forma como foi recebida a proposta do Governo, pode-se diagnosticar o fim de um movimento que trouxe grandes prejuízos para os alunos. Também aos professores, que terão de repor as aulas perdidas. Pelo menos há um bom sinal de luz no final do túnel. A greve dos professores em Sergipe talvez tenha sido uma das mais longas dos últimos anos. É possível que tenha faltado mais diálogo, muita intolerância, excesso de autoritarismo e uma pitada de interesse político. A greve, realmente, é um instrumento de pressão do trabalhador, para reivindicar direitos. Mas sempre será o último recurso que deve ser utilizado, com o objetivo de fazer valer suas propostas. Há uma prática, em todos os segmentos, que primeiro paralisa para depois conversar. A forma de antes pressionar para depois conquistar direitos, não tem funcionado e termina prejudicando a classe. Mas o Governo também não pode se colocar acima de tudo, porque numa democracia não é apenas a voz do dono que prevalece, como se tudo não fosse do povo para o povo. Assim que deve ser, e assim sempre será. Como é quase certo que hoje seja batido o martelo na assembléia dos professores e enfim os estudantes retornem as aulas, não se pode decantar vitórias. Entre “vencidos e vencedores, ganharam todos”. Aliás, venceu o bom senso, num momento em que foi preciso a interferência da igreja para que houvesse um entendimento. De qualquer forma fica a lição para que se exercite a habilidade política e se evite atos de intolerância, como foi a determinação do corte do ponto, de forma indiscriminada, aos professores, atingindo mesmo aqueles que estão de férias, com licença prêmio, licença saúde, gestantes e tantos outros que não aderiram à greve, mas não tiveram outra opção, porque não havia clima para entrarem sozinhos nas salas de aula. Também sempre fez parte das negociações, abonar os pontos de quem estava nos movimentos grevistas. Que não haja outra greve de tamanho porte. A Educação não suporta. Também não se exponha uma classe para interesses meramente políticos e que tudo se conquiste dentro do que determina os direitos e obrigações com os quais se faz uma democracia. PROPOSTA O governador João Alves Filho (PFL) fez, ontem, uma nova proposta para pagamento dos dias cortados dos professores em greve. Quem ganha até mil reais, os dias serão repostos na folha de maio, acima dessa quantia sairá de acordo com o calendário. SATISFEITO Os bispos que estiveram, ontem, com o governador João Alves Filho, saíram satisfeitos com o resultado do que vieram propor, que seria uma forma de solucionar o impasse na Educação. João Alves expôs aos membros do Conal os projetos do seu Governo pra o setor o que deixou todos conscientes de que a proposta soluciona o problema. ASSEMBLÉIA Logo após o encontro, o deputado federal João Fontes levou a proposta do governador ao professores, que estavam reunidos em assembléia. Caso seja aprovado, o acordo será perpetuado em juízo, para que as partes cumpram tudo o que foi proposto. REUNIÃO Ontem, no final da tarde, os diretórios do PSB tiveram uma demorada reunião para definir a posição da legenda e formar a chapa proporcional, principalmente em Aracaju. Já está definido que na capital o PSB não se coliga na proporcional, e que no interior apresentará candidatos majoritários onde estiver bem. ENCONTRO A senadora Maria do Carmo Alves (PFL) e a pré-candidata à Prefeitura de Aracaju pelo PPS, Susana Azevedo, tiveram uma longa conversa semana passada. Conversaram tudo sobre a disputa eleitoral em Aracaju. O encontro foi considerado proveitoso, embora nada ainda tenha se definido em relação ao vice. CONTINUA A conversa para formação da chapa que terá apoio do Governo, para disputar a Prefeitura de Aracaju, continuou ontem à noite e foi até tarde. A deputada Susana Azevedo mantém a opinião de que precisa de um vice-prefeito que ajude com votos e considera que Gilson Figueiredo reúne todos os requisitos. PESQUISA Uma nova pesquisa estaria em mãos do prefeito Marcelo Déda (PT), onde ele se mantém à frente, mas a deputada Susana Azevedo está bem próxima. Gilmar Carvalho, com a suspensão da campanha, caiu para terceiro lugar e o deputado Jorge Alberto está chegando em quarto colocado. FAIXAS A cidades de Itabaiana amanheceu este final de semana cheia de fixas, nas principais ruas, dizendo: “Itabaiana convoca Eduardo Amorim”. Está quase certo que Eduardo seja o candidato do PFL à Prefeitura. Ainda não se bateu o martelo sobre o assunto, mas tudo indica que o Eduardo Amorim anda bem junto ao eleitorado. GARANTIA Também neste final de semana, o governador João Alves Filho teve uma longa conversa com o prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo. Voltou e lhe garantir que o PFL não terá candidato à Prefeitura daquela cidade. Mesmo assim, há dúvida do prefeito, porque a presença de Eduardo Amorim incomoda. FABRÍCIO Os deputados federais Mendonça Prado e José Carlos Machado (PFL) defendem a candidatura do vereador Fabrício Soares Cardoso (PFL) a prefeito de Estância, para enfrentar Ivan Leite (PSDB) e José Nelson. A cúpula do PFL acha que o nome do vereador Fabrício Cardoso cresceu muito junto ao eleitorado e tem chances de disputar a Prefeitura. VICE-PREFEITO Ivan Leite, que disputa a Prefeitura e Estância e está no primeiro lugar nas pesquisas, tenta uma coligação com o PFL e sugere o nome de Fabrício para compor a chapa como Vice. Fabrício, entretanto, revela que o seu desejo é disputar a reeleição para vereador, mas colo seu nome à disposição do partido. JACKSON Jackson Barreto (PTB) tem passado os finais de semana viajando pelo interior, para buscar o fortalecimento do seu partido e conquistar espaços para disputar Prefeituras e fazer um bom nome de vereadores. O deputado diz que tem trabalhado para manter as oposições unidas no interior e evitar um desgaste mais sério nas eleições de 2006. LARANJEIRAS O deputado Marcos Franco (PMDB) anunciou que o partido pretende apoiar a reeleição de Paulinho da Varginha, à Prefeitura de Laranjeiras. Marcos disse que seu nome surge, por iniciativa do seu partido, mas isso só poderia acontecer em um caso excepcional. Até o momento não há essa possibilidade, Notas FÁBIO Os alunos do curso de Ciências Sociais da UFS realizaram pesquisa para vereador em 39 bairros de Aracaju, entre 19 e 20 de março, coordenada pelo professor Alailson Pereira Modesto, protocolada no TRE. Mais de 50 nomes apareceram, já que a pesquisa foi espontânea. Adelson Barreto foi o mais cortado. Depois apareceu Fábio Henrique, seguido por Pedrinho Andrade, Sergio Góes, Robson Viana, Lacerda, Elber Batalha, Nilza, Pedro Firmino e Emanuel Nascimento. Os demais aparecem com três ou menos citações. FESTEJA Fábio Henrique comemorou o resultada da pesquisa, “só perdemos para Adelson Barreto, que não é candidato a vereador, por tanto estamos na primeira colocação o que nos anima a trabalhar cada vez mais para chegar na câmara municipal e desempenhar um trabalho de qualidade em defesa da população de Aracaju”. O coordenador, professor Alailson disse que a pesquisa não foi paga nem encomendada por ninguém e que a responsabilidade das informações é do Cepecem ( Centro de Pesquisa, Consultoria e Estudos de Mercado), que ele comanda. GOL O secretário de Turismo, Pedrinho Valadares reuniu-se ontem com o presidente da Empresa Aérea Gol, Constantino Júnior, para discutir os últimos detalhes para que ela possa operar em Sergipe, com dois vôos diários. Para isso, a Infraero já autorizou a instalação de um Box de serviços para a Gol. Segundo Pedrinho Valadares, agora só está faltando a liberação do Departamento de Aviação Civil (DAC) para a companhia entrar em operação no estado, aumento a opção de vôo para várias cidades do país. É fogo A polícia foi quem retirou todas as faixas que diziam “Itabaiana convoca Eduardo Amorim”, naquela cidade. Na região do bairro 13 de Julho está ocorrendo um grande número de assaltos, principalmente durante o dia. Os candidatos a vereador estão preocupados com as coligações, todos com receios de que sejam prejudicados pela composição. Os funcionários de lojas e supermercados que trabalham aos domingos não recebem dobrado e não têm dia de folga. Há uma exploração muito grande nessas empresas, porque o comerciário que se recusar a trabalhar é demitido. O médico Ricardo Hangemberg, candidato do PT à Prefeitura de Laranjeiras, diz que lá o pleito não é de compadres. Em Itabaianinha, Ilzo Silveira (PFL), não está satisfeito com o veto à sua candidatura. O partido preferiu Renildo Santana. Só com o pregão eletrônico realizado no dia 18, o Governo de Sergipe economizou mais de R$ 500 mil. Está acontecendo em Aracaju a I Conferência Estadual dos Direitos Humanos, que debate sobre a violência. Aposentados e pensionistas do INSS já estão tendo acesso a uma linha especial de crédito do Banco do Brasil. O deputado Augusto Bezerra ainda não conseguiu marcar audiência com o ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, para tratar sobre a transposição do rio São Francisco. Os gastos de turistas estrangeiros no Brasil totalizaram U$ 1,13 bilhão nos primeiro quatro meses do ano. Por Diógenes Brayner brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais