Night Run: a harmonia entre o fogo e a água

0

O que acontece quando o fogo e a água se encontram? Se não sabe da resposta  é porque você não participou da corrida Night Run em Salvador. A etapa fogo, como bem registrou o colega e corredor Cesar de Oliveira, foi a etapa dilúvio.

Fogo e água são opostos. Na noite de sábado, em plena noite no Jardim de Alá, a natureza resolveu unir, simbioticamente, os dois elementos. O céu, que derramava a chuva, agradeceu pela festa quente no asfalto.

Quem já correu alguma das etapas da Night Run, em qualquer cidade do país, sabe muito bem que isso é verdade. A qualidade do evento é típica. Adendo: deixo aqui o registro para que Aracaju resgate ou absorva essa animação das provas noturnas.

Resolvi participar dessa etapa na bucha. Faltavam dois dias para o fim das inscrições. Corre pra reservar hotel e agilizar outras coisas porque meus pais quiseram acompanhar.

Fazer algo sem muito planejamento as vezes dá certo. É deixar fluir e acontecer. Ficamos no mesmo hotel que a maioria dos colegas de Aracaju. Juro que foi coincidência.

Por baixo, acredito que mais de 50 corredores sergipanos estiveram presentes. Foi maravilhoso. Eu me senti em casa.
Durante a semana anterior ao evento, a meteorologia apontava 100% de certeza de chuva. Minutos antes da largada, que seria às 20h, nada de água. Mas parece que a organização da corrida e a chuva entendem de pontualidade. Sirene e pingos em sincronia na largada.

Noé apareceu e tentou convocar os corredores para a arca. Mas ele teve que esperar um pouco até a chegada. Muita chuva. Daquelas que doem quando bate na pele. Teve que gente que não sabia se estava correndo ou nadando. Nem precisava de ponto de hidratação de tanta água que escorria.

Meu pai ainda me questionou quando ficou sabendo da grande quantidade de corredores que saíram de Aracaju para Salvador:

– Eu não vejo graça em sair de uma cidade para outra só pra correr – disse em tom provocativo.

– Não é graça, é paixão mesmo – respondi. – Quando você era músico também fazia isso, só que de maneira diferente – acrescentei.

– Sim, mas eu ganhava dinheiro – retrucou.

– Ai está a grande diferença. Fazemos isso por paixão e amizade. Não por dinheiro. Isso aqui é diversão e não há nada que pague momentos como esse – finalizei.

Entre o fogo, a água, a terra e o ar, existe mais um elemento que eleva e justifica esse apego pela corrida. Todas as etapas de todas as corridas, independente de qualquer nome, carrega esse ingrediente poderoso: a paixão. É o que nos move. É o que nos faz acordar cedo para treinar ou pegar um ônibus ou carro para ir de uma cidade a outra. Se vale a pena? Só preciso saber quando vai acontecer a próxima.

Aracaju em peso – A etapa fogo da Night Run em Salvador contou com uma grande participação de corredores de Aracaju. A consultoria esportiva Zona Alvo levou mais de 30 alunos. Outros foram sem excursão. O grupo Corredores de Aracaju também marcou presença com dezenas de corredores. Nas redes sociais o que sobraram foram as fotos. É Sergipe mostrando sua força na corrida de rua!

Pódio – Vanessa Cruz, triatleta e professora da Zona Alvo, fez bonito na Night Run em Salvador. Ela conquistou o terceiro lugar geral nos 5 km. Foi uma verdadeira festa. Parabéns pelo triunfo!

Desorganização – No dia 17 de maio foi realizada a 2ª Corrida do Trabalhador de Itaporanga D´Ajuda. Infelizmente o que ficou marcado, segundo o relato de muitos corredores, foi a desorganização da prefeitura. A largada, prevista para 8h, aconteceu às 9h. Também houve falta de água nos pontos de hidratação e falta de segurança na pista com um grande tráfego de veículos. É lamentável que esse tipo de situação ainda aconteça. Que fique bem claro: o atleta é a prioridade em uma corrida de rua.

Santo Antônio – Um verdadeiro resgate histórico. No dia 14 de junho acontecerá a XXV Corrida Rústica do Santo Antônio. Serão 7 km em um percurso que irá envolver as principais ruas de um dos principais bairros de Aracaju. A corrida, que foi interrompida em 2010, está sendo retomada com todo o ânimo. A organização promete muitas novidades. As inscrições estão sendo realizadas na Central da Corrida.

Cegueira – A Corrida de Prevenção a Cegueira acontecerá no dia 30 de maio. As inscrições custam R$ 65,00 e podem ser feitas on-line ou presencial nas lojas Coisas Nossas e Ecociiclo. O evento será realizado na orla de Atalaia.

Itabaiana – A cidade de Itabaiana receberá no dia 7 de junho a I Corrida Rotary Club Nova Geração. Serão mais de R$ 10 mil reais em premiação. O percurso é entre 5 e 10 km. Inscrições na Central da Corrida.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários