O bom senso da Câmara

0

A Câmara Municipal de Aracaju decidiu ontem (25) adiar a terceira votação do projeto deliberando sobre o fechamento de parte do comércio de Aracaju aos domingos e feriados. A sensata decisão foi tomada após uma reunião entre parlamentares, representantes dos trabalhadores e lideranças empresariais. Ficou acertado que os dois lados tentarão um acordo sobre o assunto para que, no próximo dia 15, a Câmara vote fundamentada no entendimento. Espera-se agora que empregados e empregadores desarmem os espíritos cheguem a um consenso que garanta o funcionamento do comércio de Aracaju aos domingos e feriados, a exemplo do que acontece em todos os lugares civilizados do mundo. Finalmente, prevaleceu o bom senso.

 

Sintese versus PGE

 

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Sergipe fará uma assembléia amanhã para avaliar o parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE) sobre o piso salarial da categoria. Será às 15 horas, no Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, centro de Aracaju. A PGE entende que os professores do nível médio não têm direito ao piso salarial ainda este ano. Diferentemente, a lei 11.494 garante que quem recebe menos de R$ 950 como salário tem direito ao piso já em 2008. Quem está com a razão?

 

Poeira baixa

 

Uma notícia boa para quem está pensando em comprar ou trocar o carro agora no final do ano. Com o dinheiro que pegaram do governo federal, bancos de montadoras reduzem juros e voltam a oferecer empréstimos com prazo de pagamento de 60 meses. Alguns revendedores dizem que finalmente a poeira começa a baixar, depois que as vendas caíram vertiginosamente por conta da crise financeira que se abateu sobre o mundo.

 

Zuenir em Aracaju

 

Os 200 anos do Banco do Brasil estão sendo lembrados em Aracaju com uma vasta programação. Para hoje está previsto um encontro do público com o jornalista, escritor e tradutor Zuenir Ventura. Será às 19 horas, na Biblioteca Epifânio Dória. Desde segunda-feira que está aberta ao público a exposição “A História da Moeda no Brasil”. A mostra vai ficar em cartaz até o próximo dia 5, na Galeria Jenner Augusto, que funciona na Sociedade Semear. O escritor, tradutor e jornalista Zuenir é conhecido por seus livros e por suas colunas em jornais diários.

 

Livro de João

O ex-governador de Sergipe, João Alves Filho (DEM), lançou ontem (25), no Salão Nobre do Senado, o livro Toda a Verdade sobre a Transposição do Rio São Francisco. O evento contou com o apoio do senador Virgínio de Carvalho (PSC-SE). Para fundamentar as críticas ao projeto do governo federal de transposição das águas do Rio São Francisco, João Alves consultou diversas autoridades no assunto. Entre os ouvidos estão Apolo Heringer Lisboa, fundador do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco e presidente do Comitê da Bacia do Rio das Velhas.

Fique rico

A Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 15 milhões no sorteio desta quarta-feira (26) para quem acertar as seis dezenas do concurso 1025. Caso o felizardo queira aplicar a bolada na poupança, o rendimento mensal pode ser uma aposentadoria de ouro: cerca de R$ 110 mil. Isso significa um ganho de R$ 3,6 mil por dia. Tudo com os R$ 15 milhões intactos no banco. E se o ganhador quiser continuar a conta milionária, pode sorrir e embolsar, a cada hora, algo em torno de R$ 150. É bom demais!

 

Glossário

 

Está à disposição no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um glossário com os principais termos utilizados pela Justiça Eleitoral. Composto por palavras simples e de fácil compreensão, o Glossário Eleitoral Brasileiro tem como objetivo divulgar conceitos, definições, referências doutrinárias e informações históricas dos sistemas e processos eleitorais brasileiros. A idéia é familiarizar o eleitor com a terminologia utilizada pela Justiça Eleitoral do País.

 

Amazônia defendida

 

O conceito de que a Amazônia é terra de ninguém propicia o tráfico de pessoas, o trabalho escravo e a destruição pura e simples da floresta. Quem pensa assim é o presidente nacional da OAB, Cezar Britto. Segundo ele, é fundamental a fixação de um marco regulatório para pacificar a questão das terras na região. “Se reconhecermos que aquela terra deve ser regularizada e que isso é tarefa fim do Estado, poderemos partir, em seguida, para a responsabilização dos criminosos que fazem a destruição da Amazônia”, explicou.

 

Dinheiro ou cheques?

 

O deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) questionou o Banese sobre o episódio do malote que caiu de um táxi aéreo no bairro Santa Maria, em Aracaju. O pacote foi encontrado por um carroceiro da comunidade e devolvido. “A reportagem da TV Sergipe mostrou que havia dinheiro no malote, mas o banco nega. É preciso que a direção da emissora e o Banese esclareçam o episódio, pois o cidadão está sofrendo ameaças porque devolveu o malote. Queremos apenas esclarecer”, afirmou Fonseca. Com a palavra, a TV Sergipe.

 

Sensação de perda

 

Aracaju está vivendo uma grande sensação de perda por conta da fatídica queda da Árvore de Natal que estava sendo montada na Coroa do Meio. Além das mortes dos quatro operários, os aracajuanos lamentam a destruição da gigantesca Árvore que, durante duas décadas, iluminou as noites de Natal e Ano Novo da capital sergipana. Decididamente, este será um Natal menos iluminado para Aracaju. Uma pena!

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários