O BRASIL, SEUS PROBLEMAS E SUA POTENCIALIDADE

0

Distribuição de terras e de renda, desemprego, segurança, inchaço e violência nas cidades, abandono no campo, menor carente, educação, saúde, melhor qualidade de vida continuam a ser problemas no Brasil. O Caos! Argumentarão alguns. Não acredito que devemos dar pesos para ponderar, em grau de importância, os problemas ainda existentes no Brasil. Todos, porém, impedem a realização do povo brasileiro. O Brasil tem dimensões continentais. É imenso não só no sentido leste-oeste, mas também no sentido norte-sul. Para a economia do país, este fato tem alguma importância? Sim! E está diversificação do seu clima; nos seus 7.400 km de costa; na sua imensa bacia hidrográfica; nas planícies, planaltos, serras, praias e florestas, ora temperadas, ora tropicais. Tem o Brasil uma raça heterogênea: indígena, africana, nórdica e latina. Riquezas? Terras férteis; mão de obra abundante; potencial hidroelétrico em torno de 200.000 Mw; minério de ferro; bauxita; carvão, embora não seja da melhor qualidade; xisto; água termal e mineral; urânio; calcáreo; enxofre; petróleo… Minerais, minerais e mais minerais. Agricultura: Produtos de clima temperado, produtos de clima tropical… Terra em que “se plantando tudo dá”. Gado vacum, caprino, suíno e aves. Agora, comparemos problemas e potencialidades. Seremos, ainda, capazes de repetir: É O CAOS? Não o Brasil é um país de viabilidade econômica fácil. E o que nos falta para transformar o Brasil em país de primeiro mundo? A sociedade deverá conscientizar-se de que poupar é base para o desenvolvimento; deverá sempre comprar ou contratar o que custa menos; deverá adaptar ou aproveitar, fazendo com que todo bem e serviço custe menos; deverá trabalhar com decisão e otimismo; deverá cooperar; deverá concorrer para a formação de capital; deverá zelar pelo bem público ou particular; deverá lutar para desenvolver-se; deverá ver na conquista de dias melhores para o nosso país, o seu objetivo de vida; deverá orgulhar-se do que faz; deverá preocupar-se sempre por fazer o melhor. É preciso que todo cidadão se convença de que sua conduta é importante para o desenvolvimento do nosso país. É preciso que todos se engajem na luta para consegui-lo, principalmente os que têm maior grau de conhecimento, porque, além de fazer, ajudarão aos outros, para que também tenham condições de fazer. Conseguindo o engajamento de toda sociedade, não será difícil transformar a intenção em ação. Assim sendo, devemos trabalhar para que cada brasileiro se transforme num baluarte do desenvolvimento desejado. Com toda sua criatividade e poder de improvisação, ele precisa, apenas, ser conscientizado de que o progresso, desenvolvimento e qualidade de vida somente se conseguem com muito esforço, austeridade, honestidade e patriotismo. Edmir Pelli é aposentado da Eletrosul e articulista desde 2000 edmir@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários