O crescimento elitista do Facebook

0

A coluna de hoje não é para falar tecnicamente das plataformas Orkut e Facebook, até porque atualmente elas se assemelham bastante, com algumas pequenas vantagens para cada um dos lados. Hoje queria mostrar como é que a plataforma do Zuckerberg vai ganhando terreno com relação a plataforma de Brin e Page. E vai ganhando pelo lado mais perverso, o do preconceito social.

Estive imaginando os motivos do Orkut ter se popularizado tanto no Brasil enquanto que o resto do mundo caminhava em direção do Facebook. Talvez tenha sido o fato do Orkut precisar de convite para entrar, o que acabou dando um “ar de exclusividade” para a rede social do Google, ou seja, você era um privilegiado por entrar no Orkut. Essa mesma estratégia foi utilizada no Wave, que foi um grande fracasso do Google. Você só poderia entrar se fosse convidado. Eu tive a “sorte” de ser um primeiros 100 mil a ganhar convite para o Wave e disse, aqui mesmo na coluna, que aqueles que me mandassem um email ganhariam um convite. Até hoje, foi a coluna que recebeu mais emails, isto quer dizer que nós (brasileiros) gostamos de nos sentir únicos.

O problema do Orkut é que ele ficou popular demais, atingindo todas as camadas sociais, evento que ficou conhecido como “favelização do Orkut”. Este fator, agravado com várias notícias negativas vinculadas em jornais e revistas sobre eventos criminosos de grupos, como torcidas organizadas, criou um preconceito sobre estes “novos” usuários e afastou um sem número de pessoas que passaram a achar que o Facebook era uma plataforma mais segura e privada.

Tanto isso é verdade que várias pesquisam apontam que o Facebook cresce mais entre as camadas A e B da população brasileira. Isto quer dizer que a elite quer continuar na elite, deixando todas as outras camadas no “seu devido lugar”. É claro que tudo isso não passa de um grande preconceito, mas é assim que o Brasil está aderindo ao Facebook.

Os novos usuários do Facebook geralmente são universitários ou alunos de pós-graduação, normalmente são geeks, acessam o Facebook do smartphone e “abandonaram o Orkut faz tempo”. Encaixou-se nesse novo perfil? Pois é… Não foi somente você que criou a sua conta no Facebook nos últimos tempos.

Elitista ou não, adicionei como amigo o governador Marcelo Deda. Quer saber se ele aceitou a minha amizade? Vá lá olhar… J

 

Campus Party

Começou esta semana o (considerado) maior evento de inovação tecnológica, internet e entretenimento eletrônico em rede do mundo. A Campus Party vai reunir centenas de pessoas que irão tratar dos mais diversos temas relacionados a tecnologia. Este ano até me fiz minha inscrição, mas acabei sem tempo para poder ir. No próximo ano estarei lá. A página oficial do evento é esta aqui. Veja lá quanta coisa interessante vai ser tratada e se programa para 2012.

 

3G já tem mais acessos que banda larga

Em 2009 tínhamos 8,7 milhões de usuários de 3G e no final de 2010 esse número subiu para 20,6 milhões, um crescimento muito elevado para apenas 1 ano. A internet fixa ficou com 13,6 milhões de usuários. Essa elevação do uso do 3G se deve principalmente a utilização em smartphones, que desde o meio do ano passado tem sido a menina dos olhos da operadoras de telefonia. O problema ainda é o preço elevado.

 

Novidades do Google

A empresa acaba de lançar no Android uma versão de teste do que eles chamaram de Conversation Mode, que permite que duas pessoas possam se comunicar em idiomas diferentes. Ele funciona da seguinte forma: uma pessoa fala para o aplicativo que processa as palavras e produz como resultado uma mensagem texto que é enviada para o destinatário, como se fosse um chat. Achei interessante, mas ainda está longe do que as pessoas realmente desejam. Por enquanto, o emprego do C3PO está garantido.

 

Problemas no Sisu

Sisu é a plataforma do MEC que permite que alunos que fizeram o Enem possam solicitação de inscrição para um conjunto de vagas de universidade públicas. Houve lentidão e instabilidade no site, fazendo com que muitos alunos não conseguissem completar o formulário. Problemas de picos de acesso são problemas conhecidos do pessoal de infraestrutura e de desenvolvimento de sistemas. É inadmissível que isso possa ocorrer no âmbito federal, ainda mais quando se trata de um assunto tão sério. O MEC informou que pretende limitar a quantidade de acessos de alunos na plataforma. Uma saída de quem não tem outro remédio a dar e se preparou mal para receber seus “clientes”.

 

Tweets da semana

@StephenKanitz Hoje me contaram que Cias de Seguro olham Facebook. Dá para avaliar se você é um porra louca ou não = seguro mais caro.

         Está todo mundo de olho no que você faz, até quem você menos imagina.

@vbmelo Saiu na Você SA que headhunters e executivos de RH analisam o perfil de candidatos a empregos pelo comportamento destes em redes sociais !

         Pense direitinho no que você vai postar nas redes sociais. Tudo poderá ser usado contra você.

@fredlinux O Pré-caju começou, 13 de Julho sem energia :/

         No comments. Melhor deixar a Energisa se posicionar.

@felipemecardoso Quanto mais estudo, mais percebo que nada sei. Computação é a ciência do inferno… Tem coisas que parece que foi inventada pela capeta.

         Eu descobri isso faz 15 anos. Pior, cada dia o tamanho do capeta aumenta.

@zeninguem Eu achei que meu twitter ia se encher de BBB mas nem apareceu nada, obrigado! (dica: selecione quem vc segue)

         Coloquei isso na coluna passada. O “negócio” do Twitter é seguir as pessoas certas. Segundo o @StephenKanitz, o melhor do Twitter não é seguir as pessoas inteligentes, é seguir quem eles seguem.

 

Comentários da coluna passada

Muito interessante sua coluna, rapaz! Realmente, aqueles que falam mal, sem sequer usufruir dos benefícios das ferramentas digitais não podem ter muito respaldo. A piada no final foi bem tirada. Abraços! Thiago Noronha Vieira

Mas afinal, para vc? O Twitter é Newsmedia? ou Rede Social? ou um hibrido? Rafael Gomes Resp.: Para mim é uma timeline do que está acontecendo no mundo, porém é uma rede social também. Vale tudo.

Hoje em dia muitas empresas já aderiram ao twitter e estão divulgando sua marca mais ativamente. Um bom exemplo disso foi a claro que criou um perfil em conjunto com o Ronaldo que é um cara que atrai muitos seguidores. E Andrés, não quebre a promessa não, continue escrevendo a coluna. Joselito. Resp.: Promessa cumprida, pelo menos nesta semana.

 

 

Vou ficando por aqui. Não deixe de fazer seu comentário ou mandar um email para andresmenendez@infonet.com.br. Se você é mais descolado mande um tweet, quem sabe não sai nos tweets da semana: www.twitter.com/ammenendez

 

Até a próxima!

Em tempo: será que vai passar na Globo jogos que não sejam do Mengão? 🙂

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários