O crime compensa

0

É grande a indignação dos sergipanos com a indicação do deputado estadual João da Graças (PT do B) para a Secretaria de Assuntos Institucionais. Ele é aquele mesmo que, por motivos fúteis, atirou na bunda de um cidadão e até hoje não foi punido pela tentativa de homicídio. Revoltados com a falta de castigo ao malfeitor de nádegas, os eleitores o puniram nas urnas, porém o governo petista resolveu premiá-lo com uma Secretaria. Ao escolher um réu confesso para auxiliá-lo, o governador Marcelo Déda (PT) mancha sua biografia pacifista e afronta a sociedade sergipana, que continuará pagando impostos para garantir boa vida a um homem violento. Por fim, ao empossar um homicida em seu governo, Marcelo Déda atesta que o crime compensa.

 

Voltou atrás

 

Após ter anunciado para esta sexta-feira a posse coletiva dos novos secretários, o governador Marcelo Déda voltou atrás e marcou a solenidade para segunda-feira próxima. Será às 9h no 3º andar do Palácio de Despachos. O petista vai assinar os decretos dos secretários que podem assumir imediatamente. Alguns, como Jorge Alberto (Casa Civil) e Paulo Viana (Turismo), só serão nomeados depois que a Assembléia aprovar a reforma administrativa. Logo após a nomeação, Déda fará a primeira reunião com os novos auxiliares.

 

Sem palavras

 

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) não perde uma única oportunidade para fustigar o deputado federal Albano Franco (PSDB). Ontem, ela postou no twitter que o tucano não fechou politicamente com os demistas porque não tem palavra. Segundo a senadora, não procede o argumento de Albano de que desfez o acordo político com o DEM por causa da criticas feitas a ele por Maria do Carmo e o deputado Mendonça Prado. “As declarações feitas por mim e por Mendonça foram posicionamentos pessoais e não do partido”, Então, tá!

 

Caranguejo elétrico

 

O Bloco Ecológico Caranguejo Elétrico já começou a vender ‘cascos’ para o Pré-caju. O traje, que garante participar do desfile, pode ser adquirido no Iate Clube de Aracaju ao preço de R$ 60. A exemplo do ano passado, os foliões do Caranguejo Elétrico serão animados pela Spok Frevo orquestra. O desfile do bloco da família sergipana vai acontecer no próximo dia 23, a partir das 17h. Participe!

 

Fez bonito

 

Os garotos do Confiança deram um trabalhão danado ao Santos, na estréia da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O time santista começou o jogo fazendo um gol, mas se assustou quando os proletários viraram o jogo para 2 a 1. Somente no final do 2º tempo foi que o Santos conseguiu empatar a partida. O próximo compromisso do ‘Dragão’ será domingo, contra o paulista São Carlos. Boa sorte a garotada proletária.

 

Prepare o bolso

 

Os carnês de pagamento do IPTU começam a ser entregues aos contribuintes aracajuanos na próxima segunda-feira. Quem não tiver débito na Prefeitura e pagar o imposto até 7 de fevereiro, em cota única, terá o desconto de 10%. Já o cidadão que estiver com o imposto em atraso e desejar pagar o IPTU em cota única terá um desconto de 5%. E quem não tiver dinheiro fica devendo.

 

Praças mijadas

 

Já sentiram como as praças de Aracaju fedem a xixi? Sem um local adequado para atender as necessidades fisiológicas, os cidadãos estão mijando nas praças públicas. Bem que a Prefeitura poderia resolver o problema instalando banheiros químicos nos logradouros, mas parece que o equipamento é caro demais, ou está em falta no mercado. Enquanto isso, a cidade vai ficando cada dia mais fedorenta.

 

Para a torcida

 

Assessores do governo garantem que mais de mil cargos em comissão não serão preenchidos neste 2º mandato de Marcelo Déda. A idéia, segundo os informantes, é reduzir despesas com quem ganha sem trabalhar, a exemplo de políticos derrotados, filhos, parentes e aderentes de prefeitos. Há quem garanta, no entanto, que os cortes fazem parte da estratégia do governo de jogar para a torcida para ganhar aplausos. Depois, aos poucos, os ‘protegidos’ serão nomeados para não fazer nada. Será?

 

Resumo dos jornais

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários