O que fazer para harmonizar o convívio familiar?

0

Uma coisa muito boa para cultivar no ambiente familiar,  é a harmonia. Para isso, devemos utilizar as regras de etiqueta para podermos ter trato nas relações familiares. Ela é necessária para que haja o respeito e a consideração para com as pessoas, pois é o código de relacionamento usado para melhorar as relações interpessoais. É usar a sua liberdade, respeitando a liberdade do outro.

É condenável a grosseria, a severidade, a agressão física e moral, o desprezo, a arrogância, a discriminação, os maus tratos humanos como comportamento. E muitas vezes vemos isso na nossa própria casa. Precisamos da etiqueta para viver melhor, para sermos aceitáveis e evitar conflitos.
A organização da casa também é fundamental para manter um lar harmonioso, ter um local onde todos colaboram sem discriminação irá valer o sossego.

A vivência de algumas dessas orientações de etiqueta, nos traz conhecimento, sabedoria e compreensão para sermos civilizados e construir uma vida harmoniosa e feliz dentro do nosso lar:

smileyOs filhos devem ser agradecidos por ganharem um espaço físico para morar, alimento para comer e roupas para vestir e ainda condução, dinheiro, etc.

smileyOuça mais, fale e peça menos – Ouvir dando a interpretação conforme o nosso desejo e as nossas limitações é fácil. Ouvir é se colocar no lugar do outro, ter empatia e ouvir as palavras com atenção ao seu significado emocional. Tem pessoas que só abrem a boca para pedir exigindo coisas.

laugh Evite valorizar apenas um dos pais.

angelSaber lidar com as situações quando os pais divergirem de opiniões e derem ordens diferenciadas.

cryingSolicitar as pessoas da casa, principalmente aos pais que batam na porta quando quiserem entrar no seu quarto; Proceder de igual maneira nos aposentos deles ou de outras pessoas.

surpriseAjude e defina a sua contribuição de arrumação da casa. Faça uma rotina em arrumar o quarto nem que seja por 10 min por dia; Defina lugares na arrumação.

cheekyTirar a toalha do banho usada em cima da cama;

yesQuando precisar pegar algum objeto emprestado, retorne ao local de origem depois que usa-lo, principalmente as tesourinhas, escovas, shampoos, lixas de unhas, durex, cola, agulha etc.

enlightenedInformação e Comprometimento.

blushAssumir os horários combinados e sempre avisar quando não puder cumprir.

angryCombinar quanto ao uso do telefone, da Internet e do aparelho de som.

laughSurpreender os pais e os filhos com coisas boas, é claro! Lembre-se da cordialidade e hospitalidade.

laughOrganizar seu tempo e ganhar mais horas de lazer.

Fatos que causam conflitos:

Quando os pais terminam de arrumar a casa, logo após a criança ou adolescente começa a sujar e bagunçar.
Quando desarrumam para brincar e depois não colocam no lugar devido às coisas que tirou.

Brigas entre os irmãos. Ser calmo, ouvir o outro, ter mais paciência e não insistir demasiadamente nos pedidos evitará muitas discursões.

Pais que não escutam o que os filhos dizem. Excluem das conversas e minimizam a sua opinião. Segundo Juliany Souza Brito, 10 anos, a exclusão acontece também com familiares. Uma história que conta foi quando tentou avisar a tia dela, Elenildes,  que  uma cobra estava ao lado da prima. Somente quando  Juliany gritou foi que a tia prestou atenção.
Pais que não dão importância aos medos e receios dos filhos, deixando-os tristes.

As brigas que os filhos escutam dos pais causam traumas e tristezas. Os filhos se sentem impotentes por não conseguirem acabar com  as brigas e fazerem as pazes dos pais. Em muitas vezes os filhos se sentem culpados.

Descontrole das emoções quando há discursões. Os pais se sentem os donos da razão e os filhos também.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários