O risco do já ganhou

0

Não se ganha eleição de véspera. Dizer que já venceu a disputa eleitoral é uma temeridade. Ainda faltam 12 dias para o pleito e a reta final sempre foi traiçoeira. O já ganhou é o maior adversário do candidato, pois o próprio começa a andar de salto alto e seus aliados cruzam os braços para esperar o resultado da apuração. As pesquisas servem para balizar a campanha, porém os percentuais de hoje podem ser completamente diferentes 10 dias depois. Portanto, enganam-se aqueles que apostam como certa a reeleição do governador Jackson Barreto (PMDB). Político experiente, o peemedebista sabe disso e até já alertou seus simpatizantes para evitar o clima do “já ganhou”, até porque nesse mar revolto da campanha existem muitas surpresas e quem subestimar as ondas a serem vencidas até o próximo dia 5, corre o risco de morrer na praia.

Sukita perde

O Pleno do TRE negou ontem o registro da candidatura de Manoel Messias Sukita (PSB) sob a alegação que ele perdeu o prazo legal para voltar atrás na renúncia da disputa eleitoral. Ainda cabe recurso ao TSE, porém o pouco tempo é o grande adversário de Sukita. Mesmo assim ele segue fazendo campanha, embora contra a vontade do próprio partido.

Pouco tempo

O eleitor deve levar em média um minuto e 14 segundos para votar na urna eletrônica. A estimativa da Justiça Eleitoral leva em conta desde o momento em que o eleitor se apresenta ao mesário e vai à cabine de votação até o último voto na urna eletrônica. Para agilizar a votação, o TSE recomenda a utilização de um papel para anotar o número dos candidatos.

Diabo encarnado

O diabo da peça teatral Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, é um sujeito dissimulado. Embora tenha a cara do mal, esforça-se para mostrar que é honesto, um santinho do pau oco? Fala, fala e não explica porque prefere viver nas sombras, armando falcatruas na calada da noite, tocaiando as vítimas para apunhalá-las pelas costas. Por mais que tente disfarçar, o diabo não consegue esconder a cara de mal, a baba peçonhenta e o cheiro de enxofre. Tem gente igualzinha ao demônio que, vez por outra, entra em nossas casas sem ser convidado. Cruz credo!

Largou de mão

E o prefeito João Alves Filho (DEM) trocou os inúmeros problemas da cidade pela campanha eleitoral. Numa prova que tem pouco ou nenhum compromisso com os aracajuanos, o demista preferiu abandonar a capital e foi pedir votos para seus candidatos. Entregou os problemas ao vice José Carlos Machado (PSDB), que pouco poderá fazer para tirar Aracaju do caos criado pelo aliado. Uma lástima!

Couro de fole

E a Justiça Federal determinou que as contas da Prefeitura de Aracaju sejam transferidas da Caixa Econômica Federal para o Banese. Ao acatar ação impetrada pelo Sindicato dos Bancários, a juíza Thelma Maria Machado estipulou multa diária de R$ 5 mil caso sua decisão seja descumprida. Desde que a Prefeitura decidiu vender por R$ 30 milhões suas contas à Caixa, esta é a segunda vez que o “negócio” é desfeito pela Justiça.

É Primavera

Conhecida como “estação das flores”, a primavera começou ontem, marcando a mudança no regime de chuvas e temperaturas na maior parte do Brasil. Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, no Nordeste haverá pouca variação de temperatura. Nos meses de setembro, outubro e novembro, a maior parte da região está na estação seca, onde há baixos registros de chuvas.

Homenagem

A Câmara Municipal de Aracaju vai homenagear os forrozeiros Erivaldo de Carira, Edgard do Acordeon e o artista plástico José Fernandes com títulos de cidadania. A solenidade, que promete terminar ao som da sanfona, está marcada para o próximo dia 16, no plenário do Legislativo aracajuano.

Ameaçado

O vereador aracajuano Agamenon Sobral (PP) garante que tem sido ameaçado depois que denunciou alguns médicos que insistem em não comparecer ao trabalho. O parlamentar conta que alguém lhe telefonou mando-o tomar cuidado com a vida. Mesmo depois da suposta ameaça, Agamenon promete seguir denunciando professores e médicos que ganham do serviço público sem dar as caras no trabalho.

Debate na TV

Será na próxima terça-feira o debate promovido pela TV Sergipe entre os principais candidatos ao governo estadual. Participarão do confronto de ideias Jackson Barreto (PMDB), Eduardo Amorim (PSC) e Sônia Meire (PSOL). O mediador será o jornalista global Ernesto Paglia. Será o último debate desta campanha eleitoral.

Recorte de jornal

Publicado no Sergipe Jornal em 3 de janeiro de 1930

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais