O Valioso Tempo dos Maduros

0

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado do que futuro.

Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.

As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.

Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.

Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafectos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário-geral do coral.

“As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos”.

Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa…

Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade.

Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade,

O essencial faz a vida valer a pena.

E para mim, basta o essencial!

Mário de Andrade (1893-1945)

 

Robson Viana rebate críticas feitas pelo senador Valadares

Na quinta (5) uma declaração do senador Antônio Carlos Valadares (PSB) repercutiu na imprensa sergipana e na internet. O senador, através do microblog Twitter, desqualificou a coligação que faz parte chamando-a de hipócrita e fez acusações ofensivas ao Vereador e candidato a Deputado Estadual Robson Viana (PT). 

 

Explicações santinho

O Vereador considerou os ataques do senador “uma falta de respeito e rompimento com compromisso assumido com a coligação do governador Marcelo Déda”. Ainda de acordo com Robson, ele é “candidato do povo e de amigos que o ajudaram a eleger-se com 8.093 votos na capital”. Respondendo as críticas relativas à ausência de Valadares no seu material de campanha, o candidato afirma que, “os ‘santinhos’ existem com e sem o senador Valadares, assim como a chapa de federal.”

 

Material diferenciado

É comum em toda campanha política existirem eleitores que não aceitam a chapa fechada proposta pelo candidato, solicitando material diferenciado. O candidato ainda acrescenta que, “se o senador continuar no grupo do governador e estiver disposto a fazer material em conjunto ele será bem vindo e distribuído em seu comitê.”

 

Material de Tânia

A assessoria enviou material de campanha de Tânia Soares e Valadares Filho, para inauguração de u comitê no dia 10 de agosto, sem a referência a candidatura de Amorim ao Senado.  A assessoria do senador Valadares informou que todo material de responsabilidade dele tem o nome do senador Amorim e o da inauguração do comitê foi de responsabilidade da coordenação da campanha de Tânia Soares.

 

Valadares explica santinho

Pelo twitter ontem, 06, o senador Valadares explicou a um dos seguidores que quando postou o santinho não objetivava atingir os componentes da chapa. “Nem sabia que Robson era o responsável”, explicou. Ele voltou a informar que jamais pensou em abandonar a campanha de Déda. “Ele e Dilma são a garantia da continuidade de um projeto vitorioso iniciado por Lula”, lembrou.

 

Postura de apoio

Ainda pelo twitter Valadares escreveu: “só não cobrem dos meus companheiros do PSB uma postura de apoio àqueles que não respeitam os acordos e as regras da reciprocidade político. Largar a campanha de Déda e JB, não farei. Com os olhos postos no futuro, ao lado deles, do PT e demais partidos fiéis, vamos à luta”.

 

Decisão imutável

E acrescenta: “Não vamos nos abalar com a conduta de cristãos novos que aqui vieram para espalhar a discórdia e promover a desunião de um grupo vitorioso. Candidatura independente para o Senado com Déda para governador e Dilma para Presidente. A nossa decisão permanece imutável”.

 

 

Twiteria acalorada

Na sexta-feira pela manhã a twiteria sergipana estava acalorada. Vejam que twitadas provocantes:GILDASIO: Vejam como se fomentar intrigas: @NeNoticias Valadares reclama de Robson, mas esquece que panfleto de Tânia não faz referência a Amorim; GILDASIO: @NeNoticias Sabe que Valadares responde pelos panfletos que ele produz, e q não pode ser responsabilizado pelo material q Tânia produz; GILDASIO: Aí @NeNoticias entende que se Tania suprime Amorim do material dela, a culpa é de Valadares; GILDASIO: Mas como o @NeNoticias não tinha até o momento material de Valadares suprimindo Amorim, nada melhor que usar material de Tânia p envolvê-lo; GILDASIO: Estou temeroso que vcs confundam @NeNoticias com Gilmar Carvalho. Por favor não misturem alhos com bugalhos.

 

Wagner Quintela fecham com João Alves

Em reunião realizada ontem, 06, entre o ex-prefeito de Rosário do Catete, Wagner Quintela (PSB), oito vereadores de oposição nos municípios de Rosário e General Maynard, e o candidato ao governo João Alves Filho (DEM), o grupo fechou questão e irá apoiar o democrata na disputa eleitoral. Além dos vereadores, participaram da reunião o candidato a vice-prefeito na chapa de Quintela em 2008, Tadeu Machado, e o candidato a prefeito no pleito passado de General Maynard, Miraldo. Ambos também definiram que estarão no palanque de João Alves.

 

Caminhada no Siqueira Campos

Na tarde da sexta-feira, 6, as ruas do Siqueira Campos foram invadidas pela multidão que acompanhou a grande caminhada realizada pela coligação ‘Para Sergipe Continuar Seguindo em Frente’, comandada do governador Marcelo Déda, candidato à reeleição pelo Partido dos Trabalhadores (PT).  Ao lado de Déda estavam lideranças expressivas a exemplo do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, o vice-prefeito Silvio Santos, o candidato a vice-governador Jackson Barreto e o senador Antônio Carlos Valadares, além de diversos candidatos a deputado estadual e federal.

 

PRE/SE representa contra João Alves e Carlos Batalha

A Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE) representou contra o candidato a governador do Estado João Alves Filho (DEM) por propaganda irregular através de um trio elétrico. O proprietário do veículo, Carlos Alberto Pereira Batalha de Matos, também é réu nesta representação.A irregularidade aconteceu na Passarela do Caranguejo e no calçadão da Atalaia, em Aracaju, no último domingo, 1º de agosto. Na ocasião, foi reproduzido o jingle da campanha do candidato com promessas e mensagens de apoio ao seu retorno ao governo sergipano.

 

Sobre rede de esgoto no Aruana I

A assessoria da Deso informa: Não existe rede publica de esgotamento sanitário no Aruana, portanto a DESO não pode ser responsabilizada pela situação e nem tem poderes para coibir ou evitar que os moradores lancem os efluentes dos esgotos domésticos em via publica. A DESO está concluindo o projeto de esgotamento sanitário desta região e o Governo de Estado inscreveu esta obra no PAC II para obtenção de recursos. Portanto em breve este problema do esgotamento sanitário do Aruana estará resolvido. Foi determinado pela Justica Federal, como paliativo, que fosse disponibilizados pela DESO, EMURB e CEF caminhões limpa fossa para assistir aquela população, até a implantação da rede publica.

 

Sobre rede de esgoto no Aruana II

Desta forma a região ficou dividida em três áreas sob as seguintes responsabilidades:Area 1: EMURB – Vila Verde I e II, Mirasol, Laguna, Salinas, Solar I e II, Sta Maria, Aguas Belas e Horto de Carvalho II. Atendendo 991 unidades habitacionais. Area 2: DESO – Franco Freire I e II, Brisa Mar. Atendendo 976 unidades habitacionais. Area 3: CEF – Costa Nova I, II, III e IV, e Horto do Carvalho II. Atendendo 882 unidades habitacionais. Assim sendo, a DESO não atua no Horto do Carvalho.

Problemas no Horto do Carvalho

O problema maior em algumas ruas do Horto do Carvalho ( como, por exemplo, aJoão Dias Moraes) é que alguns moradores resolveram colocar suas redes de esgoto diretamente para a rua. É um absurdo! É preciso que alguém tome as devidas providencias.

 

Comitês

Candidato à reeleição, o deputado estadual Francisco Gualberto (PT) ficou contente com as inaugurações os comitês de campanha de Itabaiana, na quinta, e em Umbaúba, ontem à noite. Nessas duas importantes cidades, Gualberto recebeu o apoio de fortes lideranças locais. Em Itabaiana está ao lado do vereador Olivier Chagas e do presidente municipal do PT, Gilmar. Já em Umbaúba a liderança maior da cidade, prefeito Anderson, é quem garante o apoio. Os mesmos comitês também sustentam as candidaturas de Dilma Roussef, Marcelo Déda, Rogério Carvalho (federal) e dos senadores da coligação.

 

Estádios e ginásios

A fim de impulsionar a prática esportiva o governo do Estado está investindo mais de R$ 10 milhões em reformas e ampliações de estádios e ginásios. Nessa primeira fase a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) trabalha nos municípios de Tobias Barreto, Estância, Maruim, Itabaiana, Simão Dias e Campo do Brito. 

 

Proibição na PM

Todo cidadão com um pouco de consciência e noção da lei eleitoral sabe que NÃO é proibido o servidor público estacionar seu veículo plotado com propaganda eleitoral dentro dos prédios públicos. Mas o comando da PM está superando a lei eleitoral e resolveu mandar os policiais retirarem a plotagem se desejarem estacionar dentro do QCG, do HPM e outros locais.

 

Ação para garantir acesso

O capitão Samuel, candidato a deputado estadual, ingressou com um ação na Justiça para garantir que os policiais que apóiam a sua candidatura possam estacionar seus veículos normalmente. É, com tanto problema para resolver na segurança pública, o comando da PM, fica preocupado com plotagem de carros.

 

Pequeno continua na campanha

O TRE indeferiu a candidatura de Claudiano Soares, mais conhecido por PEQUENO (PV), por ausência de filiação partidária. Contudo, segundo o advogado do candidato há um equívoco na decisão desse colegiado e será provado com recurso junto ao TSE. PEQUENO foi candidato a vice-prefeito em Simão Dias nas eleições de 2008 pelo Partido Verde e jamais desfilou-se da agremiação partidária. Portanto, não mudará nada na campanha do candidato que aguardará decisão da instância superior. PEQUENO continuará pelas ruas de Simão Dias e de Sergipe levando suas propostas e conquistando votos.

 

Solidariedade

O vereador Albertino Franco Souza (PDT) usou a tribuna na sessão da última sexta-feira, 06, da Câmara Municipal de Riachão do Dantas, reafirmando que votará no senador Valadares, disseque não só ele mas também todo o grupo do ex-prefeito Zé Lopes do qual faço parte. Ele prestou solidariedade ao ex-deputado Jerônimo Reis por entender que ele fez muito não só por Riachão mas também por Sergipe e o Brasil.

 

Presidenciável do PSTU vem a Aracaju

Zé Maria, o candidato à Presidência da República pelo Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), faz campanha em Sergipe neste sábado, 07. O presidenciável estará acompanhado da candidata a governadora, Vera Lúcia, e dos demais candidatos da legenda no Estado. O partido realizará uma carreata, saindo do Conjunto Orlando Dantas rumo a São Cristóvão. Lá, Zé Maria e Vera Lúcia fazem o corpo a corpo com os eleitores em caminhada pelo conjunto Eduardo Gomes. Às 8h30, Zé Maria concede entrevista coletiva à imprensa sergipana.  A carreata com os candidatos do PSTU sai às 9h30 da sede do partido, localizada na Avenida Gasoduto, 1538, no Conjunto Orlando Dantas.

 

 

Sergival no Palco mais famoso do Brasil I

Pelo palco do Auditório Radamés Gnattali passaram os grandes nomes da época de ouro da música brasileira, quando os artistas nasciam no Rádio para depois ganharem as ruas.  Para contextualizar com o tema, basta um exemplo – Luiz Lua Gonzaga. É neste palco da Rádio Nacional que estréia no próximo domingo, 08 de agosto, com o Trio Nordestino o programa Puxa o Fole apresentado pelo cantor e compositor sergipano Sergival. Ele já apresenta seu programa ao vivo, todos os domingos, nos estúdios da emissora e essa será sua primeira transmissão com platéia.

 

Sergival no Palco mais famoso do Brasil II

Sem esconder a felicidade ele diz “ganhei este presente de Papai do Céu, justamente no dia dos pais, mas a expectativa de conduzir o programa neste novo formato com platéia,  recebendo o Trio Nordestino  é grande”. O Trio tem uma relação forte com Sergipe e realiza shows memoráveis no Forrocaju, nada mais justo que participe do Puxa o Fole que  é dedicado exclusivamente ao forró tradicional e, neste domingo especial, estará completando a marca de 20 programas.

 

Como ouvir o programa pela Internet

Para ouvir ao vivo pela Internet, basta acessar neste domingo, 08, a partir das 11:00h, o site www.ebc.com.br e clicar em Rádio Nacional do Rio de Janeiro Ao Vivo. Quem estiver no Rio, pode ir assistir na sede da rádio na Praça Mauá 07, 21º andar no Centro do Rio de Janeiro ou sintonizar 1.130 AM.

 

Banese lança nova linha de crédito I

O Banco do Estado de Sergipe (Banese) lançou esta semana uma linha de crédito específica para atender às demandas de capital de giro e capital para investimento do microempreendedor individual. O novo produto do Banese foi lançado na noite da última quinta-feira, 5, durante a Feira do Empreendedor que está sendo realizada no Centro de Convenções do Estado, pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Sergipe (Sebrae-Se).

 

Banese lança nova linha de crédito II

Com o nome de Credi-Empreendedor Individual Banese, a nova linha de crédito destina-se a pessoas que trabalham como autônomas e querem formalizar os seus negócios, firmas individuais e micro e pequenas empresas que atuem nas atividades da indústria, comércio e serviços.“Trata-se de uma modalidade de crédito que criamos em parceria com o Sebrae para estimular o empreendedorismo em Sergipe, visando especialmente o incentivo à formalização dos negócios dos pequenos empreendedores que desenvolvem atividades econômicas relevantes no Estado”, destacou o presidente do Banese, Saumíneo Nascimento, durante a solenidade de lançamento do novo produto.

Reunião com o BIRD

Encerrada na última sexta-feira, 6,  a reunião entre os consultores do Banco Mundial (BIRD), Secretaria de Estado do Meio Ambiente e  dos Recursos Hídricos(Semarh) e instituições  do governo do Estado e do município de Aracaju que atuam na área de gestão de águas. O objetivo do encontro foi discutir e consolidar atividades e cronograma do Projeto de Gestão Integrada de Águas Urbanas(GIAU), ofertado pelo Banco Mundial, que visa buscar a melhor forma de gerir o ciclo das águas nas cidades.

 

Aracaju serve de estudo para o BIRD

Aracaju é a única cidade do Brasil a servir de estudo de caso para o Banco Mundial. Segundo o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Genival Nunes, a proposta de projeto a ser executado na capital sergipana não veio por acaso.“Tivemos como fator positivo para que fossemos escolhidos pelo Bird para o desenvolvimento do projeto em Aracaju, a execução do projeto Águas de Sergipe. Esse  projeto do Governo do Estado, a qual está em fase final de desenvolvimento, busca a revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Sergipe. O banco, ao ver o empenho do Estado e de diversas instituições envolvidas em querer cuidar do bem maior que é a água, resolveu investir a aplicação do projeto na capital”, comemora Genival.

 

 

DO LEITOR

 Irregularidades nas ruas de Aracaju

Ofício enviado pelo advogado Antonio Fernando Valeriano em janeiro deste ano a SMTT: “Prezado Senhor Superintendente  da SMTT.  Solicito de V. Sa. sejam tomadas  providências no sentido de sanar as irregularidades que abaixo relaciono, todas  visíveis a olho nu e que vêm causando transtornos a quem transita e/ou reside nas imediações das artérias que abaixo se relaciona:RUA JOVENTINA ALVES – bairro Salgado Filho:já na esquina com a rua EUCLIDES PAES MENDONÇA existem  dois recuos das calçadas  totalmente irregulares, uma vez que não permitem que as pessoas caminhem  sem adentrar a faixa de rolamento dos veículos causando os  riscos inerentes ao ato. Os transtornos são mais do que visíveis.Seguindo pela rua Joventina Alves na direção sul existem dois recuos mais. Um na frente da academia CAD – CENTRO ARTÍSTICO DE  DANÇA (nº 352). O outro, feito recentemente,   em frente   ao nº 235  empresa DEPIL’ARTE. Chama a atenção  ainda, o fato de na frente da academia de dança CAD ter esta superintendência (é o que se presume) colocado faixa para  pedestre, como se ali   houvesse  grande trânsito de pessoas, o que não é o caso, haja vista que moro bem em frente da mencionada academia e não vejo esses movimentos todos não.A colocação da faixa está, ao que parece, muito mais ao uso irregular da coisa pública, fato infelizmente comum na vida brasileira, pois, se fosse pra colocar faixa para  pedestre em toda frente de estabelecimento de danças e/ou de ensino existentes no Salgado  Filho teríamos um verdadeiro mosaico de pinturas.Outro fato  que chama mais a atenção ainda  é que as faixas das esquinas do bairro estão quase todas  apagadas. Mas a da CAD  é  repintada todo ano. Quem será o padrinho? RUA EUCLIDES PAES MENDONÇA – bairro Treze de Julho:   no trecho entre as ruas Benedito Teófilo Otoni e  Antonio Fagundes de Melo uma construtora se apropriou – com a utilização  de cones –  de mais ou menos 50 metros da rua que é usada ao seu bel prazer.RUA ANANIAS AZEVEDO– bairro Treze de Julho: na esquina com Antonio Fagundes de Melo    existem cones ali colocados há mais de seis meses e  , pelo visto, a fiscalização desse órgão  não enxerga”.

 

Abuso

De Ana Ribeiro: “Te escrevo para expressar a minha indignação com a pessoas que trabalham para o senhor Rogério Carvalho que não tiveram o menor respeito com as pessoas e seus respectivos carros parados hoje (da sexta para o sábado) na orla da atalaia. Quando sai do restaurante vi meu carro completamente abarrotado de adesivos do Sr.Rogério. Quando fui retirar a cola é tão grude que me deu uma grande revolta. Será que está certo esse tipo ofensivo de pedir voto?”

 

Eleições para o Senado

Do leitor Edilson: “Nobre Jornalista, sem sombra de dúvidas, a disputa pelas duas vagas para o senado é a grande sensação dessas eleições. Os quatro principais candidatos disputam  palmo a palmo cada voto ou apoio de liderança e, curiosamente, todos tem chances de ganhar. Albano tem muito$ amigo$, Amorim uma espetacular estrutura de campanha, Valadares tem bom trânsito junto ao eleitorado e um trabalho parlamentar respeitável, e Machado vem “pungando” na campanha de João Alves e pode ser neste ano o que Almeida foi em 2002. Espera-se que a representação de Sergipe no senado melhore, uma vez que as trapalhadas de Almeida Lima, ao menos no senado, não mais ocorrerão e que o “sangue novo” compense, ao menos em parte,  a atuação parlamentar da senadora Maria do Carmo que foi mediocre no seu primeiro mandato e, não obstante seus problemas de saúde,  absolutamente nulo no segundo”

 

Cardápio da eleição

Do leitor James “Essa briga entre Valadares e os Amorim revela que você acertou o cardápio da eleição: Traíra. Aliás, tenho visto vários adesivos de candidatos a deputado em que apenas consta o candidato ao Senado Amorim, só. Nem o candidato a Governador é citado. A impressão que tenho é que os Amorim estão interessados em eleger seu candidato ao Senado e ponto final. Outra impressão que tenho é quem quer que seja eleito governador vai ter o apoio dos referidos irmãos. Afinal, eles apoiavam João Alves quando este era Governador e agora apóiam Déda. Não entendo a insistência do atual Governador em manter pessoas que ele sabe quem não têm nenhum compromisso com o projeto de mudanças, a exemplo dos irmãos Amorim, dos Mandarino, de André Moura, entre outros, que numa disputa acirrada entre João de Déda penderão para o primeiro, pois têm mais afinidade, tanto ideológica quando na prática política. Duvido que votem em Dilma para Presidente. Acho um fardo muito pesado. É bom lembrar que João Alves perdeu a eleição para Governador quando tinha o apoio dos irmãos Amorim e que um desses irmãos foi o mais votado para a Câmara dos Deputados. Outra impressão que tenho é que quando os irmãos Amorim perceberam que havia a possibilidade e Valares e Albano serem os eleitos para o Senado, trataram logo de tentar disputar a vaga de Valadares. Pode ser que tenha percebido as coisas de forma equivocada, mas é como percebo o imbróglio das eleições desse ano e a insatisfação do Senador Valadares”.

Análise sobre eleitos em 2010

Da leitora Sheila Silva, estudante de Gestão Unit Aracaju/Se: “Leio todas as suas colunas e me divirto muito com os desafios que você lança para sua “meia dúzia de leitores” (aconselho não usar mais esta expressão, pois além de não ficar esteticamente bem, não corresponde à realidade, pois são milhares de leitores). Aceito o desafio. Deputado Estadual: Afirmo que o chapão elegerá 14 Deputados. Serão eles (sem preocupação com a ordem dos mais votados): Francisco Gualberto (PT), Adelson Barreto (PSB), Zeca da Silva (PSC), Suzana Azevedo (PSC), José Franco (PDT), Jeferson Andrade (PDT), Ana Lúcia (PT), Tânia Soares (Pc do B), Conceição Vieira (PT), Maria Mendonça (PSB), Dra. Angélica (PSC), Vitor Mandarino (PSC), Garibalde Mendonça (PMDB) e Robson Viana (PT). A oposição elegerá 5 Deputados. Serão eles (sem preocupação com a ordem dos mais votados): Venâncio Fonseca (PP), Augusto Bezerra (DEM), Arnaldo Bispo (DEM), Antônio Passos (DEM) e Goretti Reis (DEM). As chapinhas elegerão mais 5 Deputados. Serão eles: Zé Milton (PSL), Jorge Araújo (PTC), João das Graças (PT do B), Paulinho (PT do B) e Luiz Mitidieri (PSDB).Deputado Federal: Afirmo que a situação elegerá 7 Deputados. Serão eles: Rogério Carvalho (PT), Valadares Filho (PSB), André Moura (PSC), Almeida Lima (PMDB), Heleno Silva (PRB), Laercio Oliveira (PR) e Marcio Macedo (PT).A oposição só elegerá Mendonça Prado (DEM).Senado: Entendo que esta será a eleição mais disputada da história de Sergipe.Valadares – É que Valadares não gostou de ter ao seu lado um candidato que não seja seu caudatário, pois seu desejo era garantir sua eleição e, se possível, a eleição de seu companheiro. Para ele só interessava ser o nº 01, mas ele sabia que Amorim tinha montado um grupo político forte e independente. Ele sabe que Amorim não mendigaria o seu apoio. Era visível sua insatisfação durante o lançamento da chapa no Sindicato dos Bancários, especialmente quando Déda anunciava que não haveria preferência, mas que ia lutar pela eleição dos dois candidatos.O casamento não foi forçado, mas o sim de Valadares não foi de coração. Afinal ele não seria o nº 01 de Déda e dividiria com igualdade os espaços da disputa. Ademais, com a entrada de Albano e Machado na disputa, ele sabe que precisa do segundo voto de Amorim.Amorim – Ganhou do Governador o maior presente de sua ainda curta carreira política: uma vaga de Senador na chapa de Déda e Jackson Barreto. Por isso, não tenho dúvidas, votará em Déda, para a decepção dos Alvistas que ainda sonham com o retorno dos Amorins.Mas Amorim sentiu desde o começo que o ambiente com Valadares não seria dos melhores e que boa parte do grupo de Déda (os mais radicais) resiste à sua presença na coligação.O início dessa desconfiança começou antes do anúncio da chapa, quando a candidatura de Albano começou a ser desenhada pelo Prefeito de Aracaju Edvaldo Nogueira. Albano se confirmou candidato e basta observar os mais íntimos da Prefeitura para perceber que o Prefeito anunciará forçosamente o voto em Valadares e Amorim, mas votará em Valadares e Albano.Amorim não ficou contente, mas tolerou, pois sabe que está na chapa de Déda é mais importante que o apoio de Valadares e Edvaldo Nogueira.O que une Valadares e Amorim é Déda, no mais são divididos. Amorim sabendo da resistência dos seguidores de Valadares luta para ter o segundo voto de qualquer concorrente.Albano – O que estimulou sua candidatura foi o apoio conjunto de Edvaldo Nogueira, Adierson Monteiro, Fabiano Oliveira, Laercio Oliveira, Fábio Henrique e Sérgio Góes. É que esse quadro fez Albano entender que podia ser o 2º voto principal da chapa de Déda, escanteando Amorim na capital (26% do eleitorado).Por outro lado, Albano sabe que entre os Alvistas há aqueles como Mendonça Prado e Maria do Carmo que não votam em Amorim, portanto ele disputaria o 2º voto secundário de lá também.Saindo bem na capital e em Socorro (juntos somam quase 1/3 do eleitorado), Albano deixa de pedir o 2º voto para quem quer que seja nos município de sua liderança, liberando seu pessoal. Além disso aposta no prejuízo de Valadares nos municípios que obedecem a liderança de Ulices Andrade. Só que Valadares não atribui essa perda a Albano e Edvaldo Nogueira, prefere atribuir a Amorim, porque conta com o apoio de Edvaldo.Enfim, o atual problema na chapa majoritária de Déda foi provocado pela candidatura de Albano. Se Albano não fosse candidato ao Senado ou fosse junto com João esse problema existiria? Acho que não! Machado – É o Senador do negão. O voto nº 01 de João e de seus seguidores, por isso está no páreo. Sua chance está diretamente vinculada aos votos obtidos por seu padrinho, pois é o 2º voto de poucos.Se a eleição fosse hoje e as coisas fossem estabilizadas como estão venceriam Albano e Machado. Do mesmo jeito que Amorim montou um grupo que será o fiel da balança para o Governo, Albano será o fiel da balança do Senado. Explico mais adiante.Se João crescer (acho que não vai, conforme explicitado adiante), Machado garantirá uma vaga para o Senado.Por que João não vai crescer? Porque é vital para Amorim a vitória de Déda no primeiro turno. Isso tira Machado e João do páreo e Albano da condição de fiel da balança. Aqui reside a comunhão de interesses de Déda e Amorim.Nessas condições disputarão Valadares, Amorim e Albano. Aqueles que conseguirem formar uma dupla integralmente unida vencem. É o que Déda quer: Valadares e Amorim. Se isso acontecer vencem os dois.Mas boa parte do grupo de Déda quer Valadares e Albano. Se isso acontecer vai ter segundo turno na eleição para Governador e vencem para o Senado Albano e Amorim. Será a eleição dos segundos votos.Em resumo: a única chance de Albano perder para o Senado é a turma de Déda marchar unida.Do contrário, Albano se elege. E quem será o segundo eleito? É difícil fazer previsão. Depende do desempenho de João, da escolha de Déda, da habilidade de compor de Amorim, etc. Déda X João – A solução da questão do Senado definirá a eleição, mas seja qual for a opção, Déda vence. Se bem solucionada a questão do Senado, a vitória de Déda será no 1º turno”.

 

 

Eleições 2010

Do leitor Douglas Rafanelle: “É chegado o mês de agosto, início da campanha eleitoral para a disputa das eleições governamental de 2010 em Sergipe, dois grupos políticos vão as ruas e deflagram suas campanhas, de um lado, o que está no poder com o discurso de continuar com uma administração séria, valorizando os funcionários públicos, oferecendo cidadania e dignidade ao povo com projetos de desenvolvimento social, educacional e econômico; do outro lado, o grupo que quer retornar ao poder depois de 3 mandatos a frente da administração estadual, prometendo corrigir os erros do passado, de escolher novos secretários, pagar  salários melhores  , de valorizar a classe trabalhadora a não sucatear as empresas estatais do estado , não endividar o estado ,e mais uma vez vem com o discurso da água para o povo. Passado os 3 meses de campanha, chegou 3 de outubro, o dia que o povo decidirá o futuro de todos os cidadãos sergipanos. A partir das 17 horas é iniciado a apuração dos votos e algumas horas depois é dado o resultado final, o povo na sua maioria dá a vitória e a 4ª chance do ex-governador  administrar os destinos do estado por mais 4 anos. O povo acreditou ou aceitou ser enganado mais uma vez com promessas impossíveis de serem concretizadas. Aconteceram as comemorações, discussões, tristezas, decepções, mas tudo dentro da normalidade. Chegou o dia 1º de janeiro de 2011 e ocorreu a posse do governador, que imediatamente nomeou seus secretários, todos da velha guarda, aqueles que nas últimas administrações o ajudou a governar o estado; passado alguns meses os funcionários já não estavam recebendo seus salários com as remunerações prometidas em campanha ; algumas velhas repousas da política   voltaram a usufruir do dinheiro público por conta do apoio a candidatura do governador nas eleições de 2010; os estudantes do estado passou e reclamar das enumeras greves de professores e falta dos professores ,tudo isso porque? falta  de pagamento de salários adequados a classe, o; os fornecedores deixaram de receber em dia; o comércio voltou a ser estagnado como era na sua ex-administração; retornaram as dividas com o INSS, água, luz, telefone e precatórios; as verbas públicas voltaram a ser desviadas para favorecer aos apadrinhados; os marajás voltaram a receber gordos salários sem trabalhar;o estado deixou ter projetos de desenvolvimento nas áreas da saúde, moradia, educação e transporte para todos; então, o povo voltou a ser arrochado, humilhado e aperreado durante os quatro anos de administração do governador. Foi quando acordei assustado do sonho que tive, sonho não, pesadelo. Que o povo trabalhador, honesto, inteligente e cristão de Sergipe não passe por este pesadelo nos próximos quatros anos, por que ainda há tempo de refletir e não cometer o erro de voltar a eleger um grupo político que passou mais de 20 anos no poder e não ofereceu cidadania a todos os sergipanos como deveria ser.  O povo deve ter consciência para não se deixar enganar mais uma vez e de não ter a memória curta para esquecer as mazelas do mau administrador no passado. No dia 3 de outubro dê seu voto com razão e não por paixão, porque dele dependerá seu futuro, de sua família e de todos os sergipanos. O voto consciente é a única arma do cidadão para afastar o político corrupto da vida pública. Pense e reflita”.

 

Blog no twitter: www.twitter.com/blogclaudionun

Frase do Dia

Tudo tem o seu tempo determinado e há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de abraçar e tempo de afastar-se; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz.” Eclesiastes.

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários