Ônibus ou carroças?

0

Agora que empresários do setor de transporte coletivo chegaram a um acordo com os motoristas e cobradores na questão salarial, cabe à SMTT agir para que o serviço prestado pelas concessionárias melhore. Não se pode admitir que entre ano e saia ano sem que as empresas adquiram ônibus novos, conforme determina a legislação. É inadmissível que o aracajuano pague tão caro – R$ 2 – por uma passagem para ser transportado em verdadeiras “carroças”, que poluem o ambiente e oferecem pouquíssima segurança aos usuários. Quem necessita usar o nosso sistema de transporte sabe do que estamos falando, coisa que não é novidade também para a SMTT. O que falta é pulso forte a vontade política para obrigar as empresas de ônibus a respeitar quem as banca.

 

Vestibular ameaçado

 

Um Enem com testes duas vezes por ano é a proposta do MEC para substituir o vestibular. A nota valeria em todo o país, e o candidato entraria em qualquer universidade, se alcançasse a nota mínima exigida na instituição. A proposta foi enviada aos reitores, mas as universidades têm autonomia para decidir. Podem apostar, mais dia, menos dia, vão acabar com o vestibular.

 

Pressão contra o fumo

O aumento dos tributos sobre o cigarro pode afastar os adolescentes do fumo. Pelo menos é o que pensam alguns médicos ouvidos sobre o assunto. Eles acreditam que, como esse público dispõe de menos dinheiro, o reajuste dos preços do produto pode afetar os jovens mais diretamente. Já os fumantes mais velhos, com o vício mais arraigado, têm maior propensão a desviar o dinheiro reservado para outras finalidades e usá-lo para consumir a mesma quantidade de cigarros a que estão habituados.

Cinto apertado

 

O governador Marcelo Déda expôs ontem os principais efeitos da crise econômica para as finanças estaduais e quais as diretrizes adotadas pelo Estado para enfrentar a questão. Foi durante um encontro do Fórum Empresarial de Sergipe, que reuniu representantes de diversas entidades ligadas ao turismo, comércio e construção civil, dentre outras. Segundo Déda, os números apontam uma queda significativa nos principais tributos, em especial nos royalties e no Fundo de Participação dos Estados (FPM). Ele disse que somente em janeiro e fevereiro deste ano, os royalties caíram 49,5%. Já o FPM despencou 11%.

 

Sem afagos

 

O magistrado Diógenes Barreto começa a atuar a partir de hoje como Juiz Auditor Militar. Com ele, vai trabalhar o promotor de Justiça Jarbas Adelino. Quem conhece a forma correta de agir do juiz, que já foi da vara de execuções penais, aconselha os policiais que não gostam de andar na linha a pisarem no freio, porque o novo representante da Auditoria Militar não é de passar a mão na cabeça de ninguém. Podem ter certeza que, com ele, muitos processos que estão no esquecimento voltarão a tramitar normalmente.

 

Lei desrespeitada

 

Terminou ontem o prazo de 60 dias dado aos bancos pelo Ministério Público Estadual para eles adotarem os instrumentos necessários visando o cumprimento da Lei dos 15 Minutos. O Sindicato dos Bancários de Sergipe promete que vai novamente buscar o MPE para cobrar o cumprimento da legislação. A coluna aposta uma mariola como os bancos, principalmente os oficiais, vão continuar desrespeitando a lei.

 

Segurança discutida

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe – Acese – Sadí Gitz foi visitado ontem pelo presidente da Confederação Nacional dos Jovens Empresários – Conaje – Eduardo Augusto Machado. Os dois discutiram sobre segurança pública, já que Machado é um dos donos da empresa de informática responsável pelo sistema do novo 190 de Sergipe. Também trataram sobre a realização do Líder Nordeste, que é considerado o segundo evento mais importante na agenda anual da Conaje, e que este ano acontecerá em Aracaju no mês de setembro.   

Crimes em debate

 

A seccional sergipana da OAB, em parceria com o Sindicato dos Auditores, realiza amanhã o primeiro Seminário do Fórum Consciência Cidadã e Sistema Tributário. O evento terá como tema central “Crimes Contra a Ordem  Tributária X Sigilo Fiscal e Bancário à Luz de Nosso Ordenamento Jurídico”. A palestra ficará a cargo do juiz federal Ronivon de Aragão. O Seminário vai acontecer a partir das 19 horas no auditório da OAB.

 

Cantoria no teatro

 

Quem for hoje ao Teatro Tobias Barreto vai assistir dois grandes shows. Os sergipanos Muskito e Heitor Mendonça e o cantor e compositor Renato Teixeira vão brindar a platéia com belas apresentações de violão e muita cantoria. Os shows fazem parte do Projeto MPB Petrobras e os ingressos podem ser comprados por R$ 20, inteira, e R$ 10, meia. Entre as músicas que Renato Teixeira vai cantar estão “Romaria”, “Frete” e “Amora”. Imperdível!

 

Classificado ideal

 

Vende-se uma confortável casa avarandada e com um quintal repleto de fruteiras diversas como limoeiro, cajueiro e pintangueira. O imóvel está localizado entre dois bares sortidos de bebidas quentes, cerveja geladérrima, uma grande variedade de tira-gostos deliciosos, clientela de alto nível, sem contar que o “pendura” é muito bem aceito. Outras informações podem ser obtidas na rua da Pinga, nº 51, bairro Cana Brava, ou no bar da esquina. Esta é a casa ideal para quem não quer dirigir depois de encher a cara.

 

Pode acreditar

 

Hoje é o Dia da Mentira, portanto, tome muito cuidado com as “pegadinhas” dos amigos. E de onde veio essa onda? Segundo a Wikipédia, no Brasil, o 1º de abril começou a ser difundido em Pernambuco, onde circulou “A Mentira”, um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1848, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. “A Mentira” saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários