Oposição fuleira

0

Ao definir os aliados do DEM como uma oposição do Paraguai, o deputado federal Mendonça Prado quis dizer que a porta da rua é a serventia da casa, ou seja, quem não rezar em sua cartilha deve abandonar o barco. Ao ser comparada a um produto paraguaio, a oposição foi taxada de fuleira, desqualificada, imprestável. O deputado não citou nomes, mas deixou muitos seguidores do ex-governador João Alves Filho irritados, a exemplo dos deputados estaduais Augusto Bezerra (DEM) e Venâncio Fonseca (PP). Ninguém quer ser chamado de desleal, principalmente quando a acusação é feita por um aliado. As conseqüências de mais esse arroubo de Prado poderão ser graves para um partido que está se desmanchando. Resta saber se, alijado do poder, João Alves Filho terá forças para conter a provável debandada daqueles que, para sobreviver politicamente, vão aproveitar o recado de Mendonça e abandonar o barco oposicionista, antes que ele afunde de vez.

 

Novos nomes

 

O conta-gotas do governador Marcelo Déda (PT) liberou ontem mais três nomes de secretários. Depois de se reunir com o dublê de empresário e político Edvan Amorim, o petista anunciou os deputados estaduais Zeca da Silva (PSC) e João da Graças (PT do B), respectivamente, para as Secretarias da Indústria e Comércio, e de Assuntos Institucionais. Marcelo Freitas vai para a Secretaria do Trabalho. Com estes, já são 19 secretários escolhidos. Os demais só deverão ser conhecidos após a Assembléia aprovar a reforma administrativa, lá para o final de fevereiro.

 

‘Cocó’ para Gilmar

 

Após anunciarem a indicação de Zeca da Silva para a Secretaria da Indústria e Comércio, tanto Edvan Morim quanto Déda garantiram que o deputado será substituído na Assembléia por Gilmar Carvalho (PR). Acontece que, recente decisão do Supremo Tribunal Federal diz que o mandato é do partido e não da coligação. Por este entendimento legal, Zeca deve ser substituído por Vitor Mandarino, primeiro suplente do PSC. Há quem diga que armaram uma ‘cocó’ para Gilmar: ele assume a vaga de Zeca, Vitor recorre à Justiça e o bota para correr do Parlamento. Será?

 

Presentão natalino

 

Você sabe quanto custará os minúsculos mandatos dos 22 suplentes de deputados federais, que assumiram ontem? Mais de R$ 2,2 milhões. É que, além do gordo salário, os sortudos ainda terão direito, cada um, a outros benefícios avaliados em cerca de R$ 80 mil. Tudo isso para não fazer nadica de nada, pois o Congresso está em recesso. Eles tomaram posse, receberam o checão e voltaram para casa felizes da vida. Isso é que é presente de Papai Noel, sô!

 

Mimo dos amigos

 

Bem mais barato foi o presente de Natal do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B). Ele recebeu ontem, dos secretários municipais uma valiosa tela do artista plástico Florival Santos, intitulada “Matutando”, datada de 1939.  Satisfeito, o comunista disse que “Papai Noel chegou um pouco tarde, mas valeu a pena esperar. Natural de Propriá e irmão de Álvaro Santos, o impressionista Florival Santos é considerado um dos grandes das artes plásticas em Sergipe no século XX. Há um quadro dele até no Vaticano.

 

Novo secretário

 

O advogado Lucas Alves Fialho é o novo secretário de Governo da Prefeitura de Aracaju. Ele substitui interinamente Karla Trindade, que deixou a Secretaria para reassumir seu mandato na Câmara de Vereadores. Lucas, que é procurador do município, ficará no cargo até que seja definido o titular da pasta durante o anúncio da nova reforma do secretariado, previsto para o final de janeiro.

 

Pito de Dilma

 

E o general sergipano José Elito Siqueira começou mal como ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional. Segundo a Folha de São Paulo, a presidenta Dilma Rousseff (PT) lhe deu um baita carão pelo fato de, ao tomar posse, Elito ter declarado que o país não deve ter vergonha por desaparecidos políticos durante a ditadura militar. Num ato falho, o general não lembrou que a presidenta foi presa e barbaramente torturada nos porões da ditadura.

 

O troco

 

O povo não tem jeito mesmo. Pois não é que andam dizendo por aí que a Prefeitura de Aracaju vai acatar o reajuste de 16,67% para a passagem de ônibus, solicitado pelas empresas. As más línguas explicam que o exorbitante aumento será uma forma de agradecer o empenho dos empresários do setor durante a campanha eleitoral passada. Quanta maldade, seu menino!

 

Fazendo escola

 

O prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo (PMDB) anda fazendo escola. Segundo levantamento do Sindicato dos Professores de Sergipe, a exemplo do peemedebista, os prefeitos de Santana do São Francisco, Pacatuba, Neópolis, Carira, Campo do Brito, Malhador, Pedra Mole, Macambira e Ribeirópolis ainda não pagaram o salário de dezembro aos professores. Após abandonar a administração para se dedicar à campanha de João Alves Filho (DEM), Luciano perdeu o controle das finanças municipais e hoje vive atolado em compromissos atrasados. Que horror!

 

Do baú político

 

Pebas, guinés, jacarés, Perus. O que estes bichos têm a ver com a política de Sergipe? Eles emprestaram os nomes aos simpatizantes da UDN e do PSD em vários municípios. Em Itabaiana, por exemplo, os udenistas liderados por Euclides Paes Mendonça eram os Pebas, enquanto os pessedistas de Manoel Teles orgulhavam-se de ser os Cabaús. Ribeirópolis tinha os Guinés e os Perus, enquanto em Simão Dias a disputa política era entre os Jacarés e Crocodilos. Ainda hoje, os lagartenses estão divididos entre Bole-Bole e Saramandaia. Como no resto do Estado, Tobias Barreto não era diferente. No auge do leandrismo, ali pela década de 50, quem era udenista não queria conversa com pessedista. Mudava até de calçada para não cruzar com o adversário. Os tobienses ou eram Boca Preta, ou Rabo Branco. A rivalidade chegou a tal ponto que existiam dois clubes sociais na cidade. Quem pertencia a UDN só ia para os bailes na Sede, enquanto o pessoal do PSD se divertia no Sobrado. E ai daquele que errasse o endereço.

 

Resumo dos jornais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais