OS 70 ANOS DA SOMESE

0

A mais antiga e atuante instituição representativa dos médicos de Sergipe comemora no dia 27 de junho de 2007, setenta anos de existência. Refiro-me à Sociedade Médica de Sergipe.

A SOMESE, entretanto, não é a primeira entidade representativa da classe. Em outubro de 1910 foi fundada a Sociedade de Medicina de Sergipe, sob o comando dos médicos Daniel Campos e Helvécio de Andrade. Não durou muito, apenas um ano. Nova tentativa de organização associativa aconteceu somente oito anos depois, com a criação da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Sergipe, em julho de 1919 e que teve como presidente Francisco Fonseca e a participação de jovens médicos que começavam a se destacar no cenário da medicina a exemplo dos cirurgiões Eronides Carvalho, Juliano Simões e Augusto Leite. Na década de 20, até a data da inauguração do Hospital de Cirurgia em 1926, esta entidade exerceu papel preponderante na elaboração das políticas de saúde do governo Graccho Cardoso. Com o funcionamento do novo hospital, atraindo as atenções dos médicos, a entidade entrou numa fase de declínio. Não conseguimos encontrar registro da data de sua extinção, mas de fato ela ocorreu e somente em 1937, agora com Augusto Leite na liderança plena do processo, surgiu a atual Sociedade Médica de Sergipe.

Augusto Leite manteve-se por 12 anos no comando da entidade, sendo substituído em 1949 por José Machado de Souza. Seu sucessor, o alienista Garcia Moreno assumiu a presidência em 1952 e a devolveu, em 1954, a Machado de Souza.  Na década de 50 a SOMESE experimentou uma de suas fases mais áureas e de grande prestígio político. Afinal, seu presidente, Dr.Machado,  era o vice-governador do Estado comandado pelo udenista Leandro Maciel. Leandro conseguiu eleger seu sucessor: Luiz Garcia. Machado, com o apoio decisivo de Carlos Firpo, passou o comando da SOMESE para Canuto Garcia Moreno. A partir dessa administração, formou-se um bloco forte e consistente que comandou a medicina de Sergipe por uma década, com realizações de grande importância para o seu desenvolvimento, só para citar a fundação da Faculdade de Medicina em 1961 por Antonio Garcia Filho, que aliando determinação, estoicismo e força política ( seu irmão Luiz era o governador do Estado), superou obstáculos de todas as naturezas e conseguiu instalar a primeira escola médica nas terras de Felisbello Freire. Garcia, além de Secretário da Educação, Saúde e Cultura, comandava a Sociedade Médica de Sergipe.

Três anos antes, em 1958, esse mesmo grupo,  liderado por Ávila Nabuco e Antonio Garcia, instalava em Sergipe o Conselho Regional de Medicina, assumindo também o seu comando. A SOMESE ainda não possuía sede própria e isso somente veio a acontecer em 1968, na administração de Hugo Gurgel, com a ajuda do Governo do Estado. À frente da SOMESE até 1969, Hugo ainda viabilizou a criação e funcionamento do Clube dos Médicos, na praia de Atalaia, infelizmente hoje já extinto, mas que foi importante instrumento de convivência social da classe.


As diretorias da SOMESE que se sucederam até então, cada uma com suas características e realizações, menos ou mais empreendedoras, mantiveram acesa a chama do associativismo médico, com inestimáveis serviços prestados à comunidade. No momento em que se comemora essa efeméride, não custa cobrar aos colegas médicos a importância de prestigiá-la, participando com entusiasmo  da vida de sua entidade mãe.  Traçando um paralelo histórico, não foi por acaso que as duas maiores conquistas da medicina sergipana do século passado, o Hospital de Cirurgia e a Faculdade de Medicina tiveram como fundadores respectivamente os presidentes das associações médicas de então,  Augusto Leite comandando a Sociedade de Medicina e Cirurgia e Antonio Garcia liderando a Sociedade Médica de Sergipe.

Parabéns, SOMESE, pelos seus 70 anos.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais