Os sindicatos precisam agir

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Uma pergunta que não quer calar: por que até agora os sindicatos que representam os diversos servidores do Poder Executivo Estadual não tomaram nenhuma providência no sentido de impedir que o Governo estadual continue a cobrir o déficit previdenciário gerado pelos outros Poderes?

Todos sabem que isso começou a partir de um gesto republicano do ex-Governador Marcelo Déda, que num momento de dificuldade financeira dos demais poderes, resolveu pagar uma conta que não era devida ao Poder Executivo, mas isso se deu em uma outra quadra financeira e política, principalmente porque o Estado precisava de uma certidão negativa nesta área.

O quadro mudou e essa situação não pode permanecer.

Enquanto alguns dos outros Poderes realizam concurso, criam gratificações, cargos em comissão, funções de confiança, auxílio-moradia, entre outros,  o Poder Executivo está manietado, simplesmente administrando a crise, mas sem grandes perspectivas de resolução a curto prazo.

Chegou a hora dos outros Poderes retribuírem o favor que outrora lhes foi prestado. E os sindicatos, o que farão?

Caso delegado envolvido em acidente: Em nota, SSP reestabelece o bom senso
Logo após esta nota tem outra, de esclarecimento da SSP sobre o caso do delegado envolvido no acidente. O bom senso chegou e o secretário Mendonça Prado fez o correto: determinou o afastamento do delegado das atividades até o fim do procedimento da Corregedoria. Como diz a nota é preciso uma investigação imparcial e isenta. Não é uma caça ao delegado, pelo contrário, que apenas que ele tenha um tratamento como qualquer outro cidadão, e neste caso, como um servidor público, que dirigia um veículo pago com o dinheiro público.

NOTA DE ESCLARECIMENTO  – SSP/SE
A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe, em sintonia com os princípios constitucionais da legalidade, da impessoalidade e da moralidade, vem perante toda a sociedade sergipana para REAFIRMAR seu compromisso com a busca da verdade, no que toca ao acidente automobilístico que teria envolvido um Delegado de Polícia Civil da SSP/SE.

NOTA DE ESCLARECIMENTO  – SSP/SE II
Nesse diapasão, o Secretário da Segurança Pública determinou ao Delegado-Geral de Polícia que, nos termos da Lei Estadual 4.364/01, promova o afastamento cautelar do referido Delegado de Polícia e de todas as suas atividades, até a finalização do procedimento que corre na Corregedoria-Geral. Com efeito, embora todo o procedimento já viesse tramitando normalmente, com oitivas de testemunhas e coleta de demais provas necessárias ao correto deslinde do fato, é prioridade do Governo do Estado evidenciar para a população que toda investigação que diga respeito a um servidor público deva transcorrer de maneira absolutamente imparcial e isenta. Afinal, a Secretaria da Segurança Pública deixa claro que, findo o procedimento e comprovada a existência de quaisquer espécies de dano, os responsáveis pelo fato arcarão diretamente com os prejuízos causados.Aracaju – SE, 25 de novembro de 2015.Gabinete do Secretário de Estado da Segurança Pública.

Caso delegado: tem gente querendo culpar agora a CPRV
O blog teve acesso ontem, 25, a uma conversa num grupo de whatsApp onde um membro da SSP passou a impressão que a culpa foi da CPRV porque não fez o teste do bafômetro com o delegado. Como? O blog repete: ele saiu do local rapidamente, tanto é que uma das vitimas, a mulher acidentada, disse que num piscar de olhos ele não estava mais no local. Quando a CPRV chegou o delegado não estava mais. Aliás, enquanto isso Mendonça Prado não diz nada. Lamentável!

Subvenções: filho de empresário é preso
Polícia analisa e-mails que levantam suspeitas em licitação. Mais uma matéria da Infonet que diz tudo:https://.infonet.com.br/politica/ler.asp?id=180080&pagina=1

TRT/SE: Leilão extraordinário bens do grupo Bomfim
E amanhã, 27, será realizado pelo TRT/SE um leilão extraordinário de bens do grupo Bomfim para pagamento de dividas trabalhistas. O juiz Antônio Francisco, determinou o leilão de seis lotes: um lote de parte da garagem na entrada de Aracaju, lance inicial de R$ 11 milhões; um lote de um imóvel e terreno em Maceió, lance inicial de R$ 1,2 milhões; outro lote com lance inicial de R$ 5 17 milhões e três lotes, cada um com um ônibus, com lances iniciais de 108 milhões (os três). Já no dia 18 de dezembro será leiloado outro lote,  com lance inicial de R$ 5,4 milhões, numa área de 18 mil metros quadrados. Mais detalhes: https://.lancese.com.br/

Coisas de Sergipe D`El-Rey
De Clarkson Moura: Essa ousada, insaciável e bisonha "Quadrilha de Ratões dos Recursos Públicos" tem mesmo uma sigla bastante sugestiva e apropriada:ASPE – Associação Sergipana de Pilhadores do Erário.

Linha de crédito para os sertanejos
O prefeito de Canindé do São Francisco, Heleno Silva, PRB, aproveitou a sessão itinerante da Alese, em Glória, ontem, 25, para alertar que o sertanejo está passando pela maior seca dos últimos 50 anos. Ele pediu o apoio dos deputados para convocar o governo do Estado a abrir uma linha de crédito para socorrer o sertanejo, através do Banese, para comprar ração, água e outros materiais necessários para os produtores.

Obra do Canal de Xingó
Outro desafio exposto pelo prefeito é o Canal de Xingó, cujo contrato para execução das obras ainda não foi feito. “Não podemos aceitar o descaso do Governo Federal, do Estado e até mesmo Codevasf . A redenção do sertão é terra irrigada e água para matar a sede”, disse angustiado o gestor.

Terrenos de Marinha
Ao destacar ontem, 25,na Câmara de Aracajua aprovação, por parte da Câmara Federal, da Medida Provisória 691/2015, ocorrida no último dia 24, que trata dos terrenos de marinha, o presidente do Poder, Vinicius Porto, DEM, ressaltou o empenho do vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado.

Importância
“Não podemos deixar de destacar a importância desse matéria e, principalmente, de reconhecer e ressaltar o grande empenho do vice-prefeito de Aracaju para que    essa matéria fosse aprovada. A Medida Provisória beneficiará boa parte dos terrenos de Aracaju, pois a maioria é considerada terreno de Marinha”.

Redução da taxa
Porto lembrou que Machado teve forte participação no Projeto que tratou da redução da taxa de ocupação em terrenos de Marinha que cai de 5% para 2%, além de serem retiradas as benfeitorias do cálculo do laudêmio. “Isso é uma notícia extraordinária e nós sabemos que ontem por coincidência nós discutimos essa matéria”, disse.

Governador vai a Brasília solicitar duplicação da BR-235
O governador Jackson Barreto viajou para Brasília ontem, 25, com a perspectiva de ampliar as ações de mobilidade em Sergipe. Ele se reunirá com o Ministério do Transporte e o Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT) para solicitar a competência para projetar a obra de duplicação da BR 235 a partir do povoado Terra Dura, na divisa entre Ribeirópolis e Itabaiana, até Aracaju.

PPP
“Queremos que o DNIT, através do Ministério, possa dar ao Estado a autorização para estudar um Projeto Político Pedagógico (PPP) para duplicação da BR 235. Atualmente aquela região encontra-se totalmente agredida por conta do fluxo muito grande, em função de Itabaiana e toda aquela região”, comentou o governador Jackson Barreto.

Vereador é pré-candidato a prefeito em Arauá
O ex-presidente da Câmara Municipal de Arauá, o vereador Tavinho vem forte para a disputa nas eleições de 2016. Já manifestou interesse e colocou seu nome a disposição da população de Arauá como pré candidato a um cargo majoritário, seu nome vem ganhando força, tanto que já vem conversando e aderindo apoio de lideranças locais em busco do fortalecimento do seu nome.

Apoios
Tavinho vem conquistando apoios expressivos porque já tem experiência na gestão pública, tem carisma, serviços prestados e um apoio grande na juventude.  Ele faz parte do grupo da atual prefeita, Ana Helena, PMDB, e vem conquistando a simpatia da maioria do grupo.

Zona Norte
O Ministério da Saúde empenhou cerca de R$ 472 mil para aquisição de equipamento e material para o Hospital da Zona Norte de Aracaju, o Nestor Piva, fruto de uma emenda individual do senador Valadares, PSB. A emenda tem o valor total de R$ 1,3 milhão e o senador aguarda que o governo federal descontingencie o restante para beneficiar os aracajuanos.

23 indústrias instaladas em 2015
Somente neste ano foram instaladas 23 novas indústrias no Estado de Sergipe, que geraram 1.596 empregos e um investimento de R$ 84 milhões. É o que mostra levantamento feito pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), que já analisou e aprovou nos últimos meses a implantação de 33 novas indústrias no Estado, que vão gerar 1.358 empregos e um investimento de R$ 1.4 bilhão.

3 mil empregos
Tão logo essas 33 indústrias se instalem em Sergipe, somadas as 23 já operando a partir deste ano, serão 56 as novas indústrias em funcionamento no Estado. Todas elas vão gerar cerca de 3 mil empregos e investimento de mais de R$ 1,5 bilhão.

Ações do governador
O diretor-presidente da Codise, Sérgio Reis, comemora a instalação dessas novas indústrias no Estado. “Nesse momento de crise econômica, Sergipe está se mostrando com potencial diferenciado graças às ações do governador Jackson Barreto que tem feito de tudo para atrair novas indústrias e incentivar à implantação de novos serviços que venham gerar emprego e renda para o Estado”, afirma.

Locais
Segundo o diretor de Industrialização da Codise, Dernival Santos Neto, das 23 indústrias já operando em Sergipe neste ano, 17 foram instaladas no território da Grande Aracaju (Aracaju, Maruim, Riachuelo e Nossa Senhora do Socorro), uma no Sul Sergipano (Boquim), quatro no Centro Sul (Lagarto e Tobias Barreto) e uma no Agreste Central (Itabaiana).

Interligação de avenidas
O vereador Max Prejuizo, PSB, comemorou ontem na Câmara de Aracaju a assinatura da ordem de serviço pelo governador Jackson Barreto para a interligação entre as avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto. “Todos sabemos o quanto é difícil o ir e vir para quem mora na Zona de Expansão, Augusto Franco, Orlando Dantas, São Conrado e Santa Maria. Com essa interligação teremos uma melhoria significativa no trânsito. É uma obra extremamente importante”, destacou.

Prestigio
Na solenidade da ordem de serviço da obra das Avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto,  Jackson Barreto ao  citar a parceria com o vice, Belivaldo, comparou com a parceria de Edvaldo com Déda na PMA. Já o secretário Valmor Barbosa, lembrou da obra na gestão do ex-prefeito que ligou os conjuntos Inácio Barbosa e Augusto Franco.

Regente recebe título de cidadania
O regente Ion Fabio Bressan é o mais novo cidadão aracajuano. O gaúcho de Caxias do Sul, radicado em Aracaju há dez anos, recebeu o título na na Câmara Municipal da Capital, por iniciativa do vereador Iran Barbosa (PT).Ion Fabio Bressan, desde 2008, é regente do quadro permanente da Universidade Federal de Sergipe, onde dirige o Coro da UFS (CorUFS) e é maestro fundador e diretor artístico da Orquestra Sinfônica da UFS (OSUFS).

Troféu Alvorada
O presidente do Sindicato dos Corretores de Seguro de Sergipe (SINCOR-SE), Érico Melo, foi homenageado na XV Edição do Troféu Alvorada 2015, promovido pelo Sindicato dos Corretores de Seguros do Distrito Federal. O troféu é um reconhecimento ao trabalho desenvolvido por corretores, seguradoras, entidades do setor e sindicatos no de fortalecimento do setor de seguros.

Esforços
“Estou honrado e feliz em receber essa homenagem. Esse troféu não é meu, mas sim de todos que se esforçam e trabalham para o crescimento do setor de seguros em Sergipe e no nosso País”, destacou o presidente Érico Melo. Além dele, também foram homenageados presidentes de sindicatos da Bahia, Paraná e Minas Gerais.

Mercado Albano Franco
Situado no coração do centro comercial da capital sergipana, o Mercado Albano Franco abriga ao seu entorno os Mercados Thales Ferraz e Antonio Franco, além de dezenas de lojas comerciais. O mercado não ficou restrito a vendas de frutas, verduras, carnes e pescados, houve uma expansão para outros itens, os quais abrangeram os setores de eletrônicos, calçados e vestuários.

Portas abertas
Para o comerciante Matheus Santana, há três anos com um balcão de consertos de celulares e eletrônicos instalado no térreo, é na sua lojinha que ele criou oportunidade de emprego, e hoje se considera integrante da população economicamente ativa. “Graças à prefeitura que abriu as portas para todos, hoje sou um microempreendedor”, disse.

Mudanças
Os comerciantes aprovaram as mudanças de dispersão dos boxes, oferecidas pela direção do mercado, somente no mercado Albano Franco 30 boxes trabalham com consertos e vendas de acessórios de aparelhos celulares e eletrônicos.

Banese e os homenageados
Em comentário postado em seu twitter, o ex-deputado Jorge Araujo (PSD) sugere a Diretoria do Banese que ao homenagear personalidades  com a denominação em suas agências coloquem os respectivos nomes  nas fachadas do prédio e não apenas nas placas na parte interna.

Banese e os homenageados II
Recentemente o Banese inaugurou uma agência na Rodovia Melício Machado com o nome de Gentil Barbosa, numa justa homenagem, mas que não aparece na fachada do prédio. “Da forma como está sendo processado fica parecendo que o Banese está escondendo seus homenageados”, escreve o ex-deputado. Atualmente, apenas a agência do Banese no Santa Maria, tem o nome de Marcelo Déda, exposto em sua fachada. Nas outras agências, os nomes ficam restritos a parte interna.

1ª eliminatória do Festival de Música Popular Sergipana, Um Banquinho, Uma Canção.
A primeira etapa da disputa para o Prêmio um Banquinho, Uma Canção – Festival Sergipano de Música Popular acontece nesta quinta-feira, 26, às 20 horas, no restaurante Porto Madero. Ao todo, 18 artistas selecionados em edital participam da competição, dividida em quatro etapas de apresentações, que irão ocorrer sempre em um bar ou restaurante diferente da Capital sergipana.

Confira a ordem em que cada músico se apresenta:
Hoje, 25 de novembro,no Porto Madero: Ronise Ramos;João Mário;Valquiria Queiros;Roger Kbeler;Rodrigo Peninha e Luiz Fontineli.

Premiação
Todos os selecionados receberão premiação em dinheiro, que irá variar de R$ 300 à R$ 5 mil reais, de acordo com a colocação do artista na fase final. O evento é promovido pelo Instituto Banese em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura (Secult)

PELO TWITTER

www.twitter.com/alanbarretoso  Improbidade administrativa é o designativo técnico para conceituar corrupção administrativa, contrário à honestidade, à boa-fé e à honradez!

www.twitter.com/Miltonneves  E a linda e culta Curitiba vai transformando na "Alcatraz Brasileira".

www.twitter.com/cesarmacedosilv  Pra muita gente politizada e educada essa verdade é imutável: de 1500 a 2003 nunca houve corrupção no governo do Brasil. Depois, fudeu tudo.

www.twitter.com/clovis_silveira  Malandro só sabe como é bom ser honesto, depois de ser descoberto as suas malandragens!

www.twitter.com/frednavarro  Quando um senador menciona o "dia triste", intimamente dá uma risada e pensa: "Antes ele do que eu." Eles pensam que me enganam.

Nota de esclarecimento – HU-UFS

O Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) informa à comunidade que, diferente do que vem sendo divulgado em redes sociais, não adquire e nem distribui fórmulas infantis.

A instituição conta com um Núcleo de Perícia em Alergia Alimentar, que recebe pequenos lotes das fórmulas para a realização de testes de alergia. Portanto, a informação sobre a distribuição que estaria sendo feita pelo HU da fórmula infantil Nan Soy é falsa.

DO LEITOR

Ponto da EMGETIS – resposta dos empregados
E-mail recebido: “Peço privacidade, para evitar retaliações.Os empregados da EMGETIS não têm o direito de sair da Empresa para comprar um remédio pra um parente doente, pegar um filho que passou mal na escola, resolver um problema de um alarme de sua residência que disparou, trocar uma roupa que por um acidente foi rasgada ou  outra necessidade particular qualquer e retornar tão logo tenha resolvido o seu problema, mesmo estando no seu horário de expediente. Ocorrendo uma situação dessa natureza, o empregado será impedido de voltar para a empresa e terá o restante do dia descontado. Isso é um desrespeito ao ser humano, é cercear o direito de ir e vir, e gera constrangimento ao empregado, além de poder gerar dano, no caso do não atendimento da sua necessidade pessoal. Esta situação tem acarretado vários processos na Justiça do Trabalho, sentenciando o pagamento de dano moral e mandando pagar o restante do dia de trabalho, mesmo na iniciativa privada. Existe jurisprudência para estes casos.
Ressalte-se que até o mês passado estas saídas intermediárias eram permitidas e o tempo de ausência era descontado do salário do empregado. O acesso à empresa é controlado com biometria digital.
Imaginamos que a implantação dessa forma de controle de ponto em todos os órgãos do Estado causaria um grande tumulto entre todos os servidores públicos, penalizados com falta de reajuste, parcelamentos de salários, atrasos de pagamento, ameaças de extinção etc.
Gostaríamos de ouvir o Governador Jackson Barreto sobre este abuso que está sendo cometido pelo Presidente Ezio Faro e pela Diretora Financeira Antonia Machado. Acreditamos que estes não são o tipo de auxiliares desejados por um Governador, que humilham e maltratam agindo com abuso de poder, num momento de crise, com tantos problemas tão complicados para o Governo resolver.Esta atitude infringe o Art. 468 da CLT, o Art. 5o., X, da Constituição Federal, além do Código Civil Brasileiro.
Solicitamos intervenção URGENTE do Governador Jackson Barreto.Governador, SOCORRO!!!”

ARTIGO

Da Máquina de Escrever ao Computador  por GilFrancisco

  Em 1837 o italiano José Ravizza criou a primeira máquina de escrever. Seu funcionamento era semelhante ao de um instrumento musical: tinha um teclado que, quando pressionado, movimentava martelinhos que imprimiam as letras na folha.

  Essa máquina muito simples de ser manuseada foi sendo aperfeiçoada, melhorada, até chegar às modernas máquinas eletrônicas de hoje que, a um leve toque no teclado, imprime a letra no papel e, se preciso, até fazem correções.

  Sessenta anos depois de sua invenção, Remington (Philo), modificou a máquina de escrever montada por Christopher Sholes e Carlos Glidden e iniciou sua fabricação, pela primeira vez, em série.

  Computador é uma máquina automática de tratamento de informação, elaborada por sistema eletrônico programado, cujo resultado é registrado em papel, fita ou disco.

  A primeira geração de computadores (1945-1957) utilizava válvulas eletrônicas; a segunda (1958-1963) utilizava transistores e memórias com núcleos de ferrite; a terceira (1964-1980) empregou circuitos integrados com baixo nível de integração; a quarta comporta circuitos integrados com alto nível de integração e memórias de semicondutores ou do tipo bolha magnética. Uma quinta geração (em curso), baseada em novas arquiteturas (computadores vetoriais, por exemplo), destina-se a problemas de inteligência artificial.

  A informática no Brasil – Informática é a ciência do tratamento automático e lógico da informação, ou seja, conjunto das aplicações de tal ciência que emprega diversos equipamentos (computadores) e programas.

  A informática brasileira desenvolveu-se em duas etapas. A primeira, de 1958 até 1975, caracterizada pela importação de tecnologia de países de capitalismo avançado, principalmente do EUA. O processamento eletrônico de dados era realizado basicamente em computadores de grande porte, localizados em grandes empresas e universidades, bem como em órgãos governamentais e agências de serviços. Não havia fabricantes nacionais, embora, já na década de 70, o volume de vendas tenha justificado a instalação das primeiras montadoras multinacionais no Brasil.

  Em 1972, foi construído na USP o “Patinho Feio”, o primeiro computador nacional, seguido, em 1974, do projeto G-10, na USP e na PUC-RJ, incentivado pela Marinha de Guerra, que necessitava de equipamentos para seu programa de nacionalização de eletrônica de bordo.

  A segunda etapa do desenvolvimento da informática brasileira caracterizou-se pelo crescimento de uma indústria nacional. Iniciou-se em 1976, com a restauração da Capre (Comissão de Coordenação das Atividades de Processamento Eletrônico) e a criação de uma reserva de mercado na faixa de minicomputadores, para empresas nacionais, além da instituição do controle das importações.

  Os primeiros minicomputadores nacionais, inicialmente utilizando tecnologia estrangeira, passaram a ser fabricados por cinco empresas autorizadas pelo Governo Federal. A partir de 1979, a intervenção governamental no setor foi intensificada, com a extensão da reserva de mercado para microcomputadores e com a criação da SEI (Secretaria Especial de Informática) ligado ao Conselho de Segurança Nacional, que é, desde então o órgão superior de orientação, planejamento, supervisão e fiscalização do setor.

Box

      Cérebro Eletrônico

O cérebro eletrônico
Faz quase tudo
Quase tudo mas ele é mudo
O Cérebro eletrônico comanda
Manda e desmanda
Ele é quem manda
Mas ele não anda
Só eu posso pensar
Se Deus existe
Só eu
Só eu posso chorar
Quando estou triste
Só eu
Eu cá com os meus botões
De carne e osso
Eu falo e ouço
Eu penso e penso
Eu posso decidir
Se vivo ou morro
Porque, porque sou vivo
Pra cachorro
Eu sei que cérebro eletrônico nenhum
Me dá socorro
Em meu caminho
Inevitável para a morte
Porque eu sou vivo
Ah! Sou muito vivo
E sei que a morte
É nosso impulso primitivo
Eu sei
Que cérebro eletrônico nenhum
Me dá socorro
Com seus botões de ferro e seus
Olhos de vidro

(Gilberto Gil, LP, Phonogran, 1969)

                       x-x-x-x-x-x-x—x-x-x-

Box –IBM, sigla da International Business Machines, empresa fundada em 1890, nos Estados Unidos da América. Em 1924, fundiu-se com outras empresas, deu origem à IBM Corporation. Nos anos 50, começou a fabricar computadores, e hoje é líder mundial desse tipo de produção.

Blog no twitter: https://.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Eu admiro muitas pessoas, mas fora de meus pais, eu nunca tive um mentor.” Chris Hughes, empresário norte-americano, co-fundador do Facebook, nasceu em 26 de Novembro de 1983.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários