PACTO DE COLABORAÇÃO DE SERGIPE

0

No dia seguinte à conclusão do V FIPC, todos nós que compomos a FBC nos reunimos para avaliá-lo e definir o tema central e estratégias para o VI FIPC (2004). Estávamos decididos que embora com o sucesso absoluto que vínhamos obtendo era hora de partirmos para uma reformulação integral do fórum sob os mais diferentes aspectos. Para nós da FBC o Fórum é construído com a finalidade de apresentar os nossos pensamentos, ações e desejos no sentido de conseguirmos atender a nossa visão(1) , portanto a credibilidade que conseguimos ao longo desses cinco anos de trabalho intenso deve ser utilizada no sentido de que o mesmo seja um canal de comunicação, expressão e transformação cidadã da sociedade partindo de um grande laboratório de exemplos e experiências vivenciais que acontecem durante a sua realização. Assim sendo definimos o seu tema central: “Voando alto: talentos, ousadia e resultados”, isto significa que estaremos lançando um grande desafio à comunidade participante e também simultaneamente quebrando o modelo “palestrante x participante” utilizando para isso o poderoso desafio de uma mega-equação, a experiência de “aprenda e faça” e a consolidação da rede de ações empreendedoras sustentáveis(2) estabelecidas por cada um dos participantes. Assim sendo a ação que estará este ano mobilizando os participantes (1300 adultos e 400 adolescentes) do VI FIPC e que estaremos trabalhando durante todo o evento com a metodologia resolução criativa de problemas e com as fantásticas experiências dos nossos palestrantes o que nos servirá de fonte de subsídios para o PACTO DE COLABORAÇÃO DE SERGIPE(3) lançado pela FBC, será: “Como poderemos suprir as necessidades básicas, ainda não atendidas, a partir dos recursos e potencialidades já existentes no Estado de Sergipe, gerando oportunidades de trabalho e inclusão social?”(4) Em suma a nossa intenção antes, durante e depois do VI FIPC é convocar toda a sociedade, interligando todos os setores (Estado, Município, Empresas Privadas, Terceiro Setor e a Sociedade Cidadã) para que atuando apenas como cidadãos possamos iniciar um processo comum, compartilhado e integrado com o objetivo principal de combinar os mais diferentes talentos e potencialidades dessas áreas para encontrar soluções que possam atender a equação. Entendendo que colaboração [criativa] é um fato provado por um bando de aves, os quais voando juntos numa formação em V, têm o poder de percorrer duas vezes à distância percorrida por um pássaro que voa sozinho. Estamos convocando todos para “voarmos alto e juntos” para a construção contínua, coletiva e compartilhada de um Sergipe muito melhor para todos hoje e amanhã. Contamos com você e participe de 16 a 18/7/2004 do VI Fórum Internacional de Processo Criativo, dias nos quais Aracaju se transforma na capital brasileira da criatividade. (1) – “Ajudar a melhorar a qualidade de vida das pessoas através da construção de uma sociedade justa, feliz, criativa, ética e responsável”. (2) – Empreendedorismo significa um fazer acontecer que leve em conta o todo a curto, médio e longos prazos. Sustentável tem na sua base um jeito de viver capaz de assegurar continuidade da vida para todos. Oscar Motomura, Diretor Geral da Amana-Key (www.amana-key.com.br) (3) – Estaremos divulgando detalhes na próxima semana. (4) – Inspirado e adaptado da equação lançada no Fórum de Empreendedorismo Sustentável, realizado em Vitória, ES, nos dias 8 e 9/7/2004. O VI Fórum Internacional de Processo Criativo – “Voando Alto: Talento, Ousadia e Resultados” – acontece no Teatro Tobias Barreto e Centro de Convenções de Aracaju de 16 a 18 de setembro de 2004 * Fernando Viana é diretor presidente da Fundação Brasil Criativo presidente@fbcriativo.org.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais