Paraíso de contrabandistas

0

A situação de Sergipe é de petição de miséria. Falta dinheiro para pagar em dia a folha de pessoal, a Polícia perdeu a guerra para os criminosos e as estradas que cortam o estado se transformaram no paraíso para os contrabandistas. Os próprios fiscais de tributo criticam a caolha política de combate aos muambeiros, que há muito tempo não são incomodados pela fiscalização fazendária. Maior prova disso foi o fechamento de postos fiscais nas divisas de Sergipe. Até parece que o cofre do governo anda abarrotado, a ponto de não precisar aumentar a arrecadação para honrar compromissos assumidos e estimular a economia, gerando empregos e renda. Pior é que não se percebe qualquer ação do Executivo para conter o famigerado contrabando de mercadorias, numa afronta aos contribuintes, obrigados a pagar impostos para manter uma máquina pública pessimamente administrada.

Fulos da vida

Alguns vereadores governistas estão doidinhos para dar um a zero no prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). Eles reclamam por não serem ouvidos sobre os problemas de Aracaju e que o comunista não atende suas reivindicações, em os recebe em audiências. Os mais contrariados com Nogueira prometem negar votos aos projetos da administração. Homem, vôte!

Tempo ruim

Veja o que pensa o advogado sergipano Cezar Brito: “A chamada “Era Temer” expõe, sem despudor ou máscara, a quadra do tempo em que o direito ao trabalho ficou desempregado e sem qualquer proteção, a estação pontual em que o patrimônio nacional foi vendido a preço vil, a linha cronológica em que a máquina estatal não poupou esforços para fortalecer o poder econômico, a ocasião em que a imagem do Brasil foi descascada como banana e o período em que a parte social da Constituição Federal hibernará por vinte anos”. Misericórdia!

Comigo não, violão!

E o deputado estadual Gilmar Carvalho já avisou que vota contra o projeto do governo aumentando de 13% para 14% a contribuição previdenciária dos servidores. Segundo o parlamentar, o funcionalismo é a maior vítima do Executivo sergipano, pois está sem reajuste há anos e recebe os salários atrasados e parcelados. O projeto que avança no bolso dos servidores deve chegar à Assembleia nesta terça-feira. Fiquem de olho nos votos dos deputados!

Haja ovos

A turma do “carro do ovos” não esconde a satisfação com o repentino aquecimento das vendas. Eles não sabem o motivo, mas suspeitam que a galera esteja comprando ovos – 30 unidades por R$ 13 – para jogar nos políticos. Será que o crescimento das vendas tem a ver com a caravana de Lula da Silva (PT), que passa por Sergipe no começo da próxima semana? Marminino!

Multas suspeitas

Tudo bem que a Prefeitura de Aracaju ganhou o direito de multar quem trafega pelos espaços reservados ao BRT que ninguém ver. Mas por que, para continuar multando os motoristas, a administração municipal não manda repintar as apagadas faixas azuis e brancas das avenidas? A quem reclamar contra este absurdo? Seria ao Ministério Público, à Justiça ou ao galo da torre da igreja? Cala-te boca!

Mãos ao alto

Não pare o carro no acostamento das rodovias que cortam o estado de Sergipe. O ex-prefeito de Graccho Cardoso, José Eunápio, fez isso, foi assaltado e ferido. Ele contou à Polícia que os bandidos apareceram do nada, lhe deram uma coronhada, uma facada e fugiram levando o carro. Crendeuspai!

Toma lá, dá cá!

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) perdeu o comando da Codevasf para o deputado federal Heráclito Fortes (PSB-PI). Segundo publica hoje a Folha de São Paulo, a perda do posto é mais uma retaliação do governo federal a aliados que votaram pelo prosseguimento da denúncia crime contra o presidente Michel Temer (PMDB). Fortes indicou para o cargo, o pupilo Antônio Avelino Rocha de Neiva.

Daqui não saiu…

Pode tirar o cavalinho da chuva quem estiver pensando que o deputado estadual Robson Viana vai largar o comando do PEN. “Para cortar o mal pela raiz, desminto veementemente qualquer notícia neste sentido”, discursou Viana. Ele disse que não vai deixar o partido depois de tê-lo organizado em Sergipe: “Já instalamos diretórios em 73 dos 75 municípios sergipanos”, festeja.

Título ameaçado

A depender do vereador Sandro de Bibi (PRB), a Câmara de Estância anula, nesta terça-feira, a concessão do Título de Cidadão Estanciano ao ex-presidente Lula da Silva (PT). O parlamentar diz que a Mesa Diretora feriu o regimento ao aprovar a homenagem em regime de urgência. “Você daria um título de cidadão a um condenado”, indaga Bibi, deixando claro ter sido influenciado pelos adversários do “Barba”. Aff Maria!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 19 de abril de 1873.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários