PARTIDOS DE OPOSIÇÃO

0

Ser oposição a um governo, imagina-se ser contrário às políticas desenvolvidas por esse governo para uma melhor qualidade de vida dos habitantes deste país. Infelizmente, não é isto que vivenciamos em nosso país.

O PT, enquanto oposição condenava a política econômica adotada pelo governo Fernando Henrique Cardoso. Bastou eleger o Presidente da República para esquecer tudo o que pregava.

O Presidente Lula, eleito pelo PT, nada mais fez do que manter a política econômica do seu antecessor.

Agora, o que vimos no Senado?

Simplesmente o PSDB e o DEM, esquecendo que a CPMF foi criada e teve prorrogação no Governo Fernando Henrique, impediram sua prorrogação até 2011.

Assim agiram, pensando no Brasil ou em reassumir o poder em 2010?

Eles esqueceram que o imposto é conseqüência e não causa?

Eles, por acaso, não sabiam que os recursos financeiros não atende todas as necessidades do país?

Eles, por acaso, também não sabiam que faltam recursos para saúde, educação, obras sociais e investimentos?

Eles desconheciam que os custos para a manutenção dos poderes executivo, legislativo e judiciário, são elevados e muitos deles desnecessários?

Eles não imaginaram que o governo para cobrir o déficit conseqüente da não prorrogação da CPMF, aumentaria outros impostos?

Por que o PSDB e o DEM, paralelamente a não prorrogação da CPMF, não apresentaram proposta para redução dos gastos do Poder Legislativo?

Comi vimos, o posicionamento do PSDB e do DEM nada tem a ver com patriotismo e sim com o interesse desses partidos de voltarem ao poder.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais