Patinho feio escorraçado

0

O Tribunal de Contas de Sergipe conseguiu alcançar o propósito perseguido há muito tempo: ver pelas costas o conselheiro Clóvis Barbosa. E para não deixar dúvidas, o escorraçou de forma unanime, substituindo-o, de pronto, por Flávio Conceição, conselheiro que foi aposentado após condenação por improbidade administrativa. Absolvido pela Justiça, o dito cujo pediu pra se desaposentar e voltar ao convívio do TCE, sendo prontamente atendido pelos colegas de toga. Nem mesmo a advertência do procurador Sérgio Monte Alegre de que Flávio “é uma pessoa improba, o que viola o princípio da moralidade” fez os conselheiros mudarem seus votos. Para os ditos cujos, pensar diferente abortava o propósito de empurrar Clóvis para o estaleiro, de preferência bem longe deles. Mas por que Barbosa é tão mal visto pelos colegas de trabalho? Será por ter tentado moralizar a Casa quando a presidiu? Aliás, suas decisões duras, porém republicanas, contrariaram meio mundo de gente graúda, inclusive no próprio TCE. Portanto, é natural que os demais conselheiros almejassem tanto substituí-lo por Flávio Conceição, um parceiro de todas as horas e que, além do mais, adora adoçar a boca dos confrades com um supimpa doce de leite. Só Jesus na causa!

Enfim, empossada

Após uma longa protelação, a Câmara de Lagarto empossou, ontem, a prefeita Hilda Ribeiro (SD). Ela já administra o município desde março passado, porém estava no cargo interinamente. Com a cassação em definitivo do prefeito Valmir Monteiro (PSC) por improbidade administrativa, a Justiça mandou o Legislativo empossá-la como titular. A oposição fez cara feia, protelou, mas terminou cumprindo a ordem judicial. Melhor assim!

Itabaiana grande

E quem se desmanchou em elogios à Itabaiana foi a deputada Maria Mendonça (PSDB). Segundo ela, seus conterrâneos são um exemplo de empreendedorismo: “Toda semana, uma loja é inaugurada em nossa cidade, numa demonstração que lá não exista crise”, afirmou. Embora adversários da oradora, os deputados itabaianenses Luciano Bispo (MDB) e Talysson de Valmir (PR) ouviram orgulhosos o discurso de Maria. Vixe santa!

Crime verde

Atenção ambientalistas: a Prefeitura de Aracaju vai matar 256 árvores frondosas visando abrir espaço para os poluentes carros. Alegando que precisa criar um corredor para os ônibus, a administração de Edvaldo Nogueira (PCdoB) decidiu arrancar pela raiz todas as árvores do canteiro central da Avenida Hermes Fontes. Diante da justa chiadeira popular, a Prefeitura diz que o meio ambiente será recompensado com o plantio de 285 mudinhas de árvores. Ora pois, pois!

Respeitem os índios

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) só pensa em entregar as terras dos índios a garimpeiros, madeireiros e fazendeiros. Enquanto isso, as tribos vivem aos Deus dará, enfrentando todo tipo de problemas. Aqui em Sergipe, a comunidade Xokó, em Porto da Folha, sofre com a caça predatória e o desmatamento, crimes praticados por invasores da Ilha de São Pedro, sede da aldeia. Crendeuspai!

Contra, mas a favor

E o PT segue espalhando aos quatro cantos da cidade que terá candidato próprio a prefeito de Aracaju. Acontece que, enquanto uma parte dos petistas já enxerga Edvaldo Nogueira (PCdoB) como o candidato a ser batido em 2020, outra banda do partido segue grudada nas tetas da Prefeitura. Para que os aracajuanos acreditem que o PT deseja mesmo disputar a Prefeitura, não seria melhor a galera abrir mãos dos rendosos cargos em comissão? Misericórdia!

Pulou a cerca

O deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) já fala como se fosse do DEM. Na última quarta, ele acompanhou a senadora Maria do Carmo e o ex-deputado federal José Carlos Machado numa visita à ministra da Agricultura, Teresa Cristina (DEM). Foram pedir socorro para a citricultura sergipana. Dependesse dele, Zezinho já estava filiado ao Democrata, contudo a legislação o impede de fazer isso. A relação de Guimarães com o MDB lembra um casal brigado, que continua morando na mesma casa, porém dormindo em camas separadas. Homem, vôte!

Sete a zero

A Polícia sergipana amanheceu, ontem, matando gente. Quatro suspeitos de tráfico de drogas foram fuzilados em Porto da Folha porque, segundo os agentes da lei, reagiram à ordem de prisão. Na última segunda-feira, outros três suspeitos de praticarem assaltos em Tobias Barreto também foram abatidos pelo mesmo motivo: teriam reagido a tiros quando perceberam a chegada da Polícia. Pra sorte dos nossos bravos policiais, quando vivos, os sete De cujos tinham péssima pontaria. Marminino!

Quer pressa

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) quer acabar com o corre-corre da última sessão da Assembleia. Segundo ele, é preciso começar a votar logo os projetos em tramitação, para que a sessão derradeira de 2019 não se espiche por horas a fio. A questão é saber quantas proposituras o governo ainda pretende mandar para o Legislativo antes do recesso parlamentar, previsto para começar no dia 19 próximo. Ôxe!

Coisas do golpe

Quando estudava Direito na Universidade Federal de Sergipe, em 1964, ano do golpe militar, Albano Franco (PSDB) foi presidente do Diretório Acadêmico Sílvio Romero. Na condição de líder estudantil, o tucano levou em seu fusquinha alguns colegas de faculdade até o quartel do Exército para depor, e os trouxe de volta. Ninguém ficou preso. Por causa dessa passagem, teve quem defendesse que Albano prestasse depoimento à Comissão Estadual da Verdade, mas ele recusou. Esta informação foi publicada pelo blog Primeira Mão.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Notícia, em 31 de agosto de 1896

Comentários