PCdoB, PT e PSDB: amor bandido

0

Na última segunda-feira,14, a Executiva Nacional do PT, aprovou resolução dizendo estar em “desacordo” com a decisão do partido em Belo Horizonte que definiu por ampla maioria apoiar a coligação com candidato a prefeito do PSB e vice do PT, apoiada pelo PSDB. Ou seja, mesmo o candidato majoritário sendo do PSB, a Executiva Nacional descartou aliança com o PSDB.  Ou seja, o caso de Belo Horizonte é semelhante ao de Aracaju.

 

Em sã consciência, qual a necessidade do apoio do PSDB em Aracaju a candidatura à reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira? Qual o motivo de fortalecer o PSDB que está esfacelado em Sergipe e com sérios problemas em nível nacional? Segundo Albano, em entrevista a Infonet, o “prefeito quer muito, mas eu preciso ser objetivo e ouvir todos os candidatos a vereador do partido. Temos também alguns problemas no interior então temos que fazer uma coisa maior dentro dos interesses do partido”. Ou seja, para ser mais claro Albano está tentando contabilizar um possível apoio em Aracaju com algumas trocas no interior do Estado. É um suicídio político para todos os partidos que integram a coligação que apóia o atual governo.

 

É preciso lembrar e relembrar, quando os partidos de oposição, mas precisamente o então candidato ao governo Marcelo Deda, mais precisou de Albano Franco, em 2006, ele cozinhou, cozinhou e depois acabou na cozinha de João Alves. O maior prejudicado foi José Eduardo Dutra que tinha aberto sua candidatura ao Senado se a aliança branca com o PSDB virasse realidade. Dutra foi para a campanha com um prejuízo eleitoral enorme. Agora, os mesmos partidos, esperam pelo “momento oportuno” de Albano se definir politicamente.

 

A lógica de alguns que apoio não se rejeita, além de velha, é ultrapassada. No campo nacional todo mundo vê a negação do PT a política que seria implementada caso chegasse a presidência da República. A questão econômica converteu o PT a política do desenvolvimento nacional, em detrimento a política que pregava do socialismo  de fato e de direito. Porém as tentativas de aliança com o PSDB que começam a surgir agora em todo país, incluindo no caso de Aracaju, o PCdoB, é a negação da negação. É um amor bandido que acaba ou na polícia ou no cemitério…

 

Fabiano pega parte do espólio de João Alves

Pesquisas não divulgadas mostram que sem João Alves na disputa para prefeito de Aracaju, o ex-deputado Fabiano Oliveira (PSDB) pega uma boa parte deste espólio. Algo em torno de 10%.

 

Tucano cotado em Muribeca

Outro tucano que surpreende nas pesquisas é Fernando Franco Neto, em Muribeca. Filho do ex-prefeito Cacau Franco, Fernandinho, como é conhecido, é pré-candidato pelo PSDB e tem como principal adversária, Sandra, do DEM.

 

Juninho surpreende em Japaratuba

O empresário japaratubense, conhecido como Juninho, pré-candidato a prefeito pelo PRB, está incomodando algumas lideranças locais. Juninho cresceu nas pesquisas e pode ser o candidato do grupo do atual prefeito, padre Gerard. De outro lado a oposição está desesperada porque a candidatura derrotada na última eleição, Lara Moura, dificilmente terá o registro deferido por conta do envolvimento nos processos de Pirambu. Não duvide se nos próximos dias o empresário Juninho for bombardeado por segmentos da mídia ligados ao grupo dos desesperados.

 

PR parece mais o DEM-2

Quem assiste as vinhetas eleitorais gratuitas do PR, que estão sendo exibidas essa semana toma um susto. A todo momento passa uma liderança do interior ou prefeito que eram do DEM até as eleições de 2006. Imagine até o ex-prefeito de Glória, Serginho, que foi secretário de estado no governo passado está no PR. Parece mais o período da ditadura militar que todo mundo era Arena e criaram o artifício de candidatos pela Arena-1 e Arena-2, para agradar os aliados.

 

Violência no Batistão: silêncio de parte da imprensa

Depois da violência de parte de alguns torcedores do Sergipe e Confiança no último domingo, parte da imprensa comentou, outra exibiu a praça de guerra que foi montada ao redor do estádio e agora todos silenciaram. Como cobrar das autoridades providencias se a própria imprensa silencia? A omissão é crime. É preciso uma ação rigorosa da polícia com o apoio de todos os segmentos para denunciar os envolvidos. São necessárias medidas duras.

 

Favela na orla: de quem é a responsabilidade?

A TV Atalaia mostrou na última terça-feira, que perto do restaurante Família Santana, na orla da Atalaia, já tem duas famílias morando em barracos.  Quem administrar a orla? Será que vão deixar nascer um favelão no maior cartão postal de Aracaju? É brincadeira! Governador, chame o feito a ordem, antes que seja tarde…

 

PPS e o suicídio político

Há setores dentro do PPS (Partido Popular Socialista) que acham suicídio político lançar como candidato a prefeitura de Aracaju o ex-deputado João Fontes. “João apenas quer usar o partido para se promover com vistas a uma candidatura a deputado em 2010, ele não é PPS”. Esse setor namora um recomeço para o partido em Sergipe e aposta na candidatura de Anderson Góis pelo PCB, o movimento é forte contra Fontes e a favor de Góis. “Seria melhor para o PPS indicar o vice em uma chapa verdadeira do que sair com João Fontes apenas para ele aparecer.” Wellington Mangueira terá trabalho para administrar esse problema.

 

PPS pode voltar as origens

O PPS nasceu do antigo PCB, o “Partidão”. Na década de 90, a Executiva Nacional decidiu mudar o nome como uma forma de aproximar o partido da sociedade. De nada adiantou. O partido enfraqueceu e até a antiga sigla, PCB, foi reativada em todo país. Ou seja perdeu a identidade. Agora, o PPS tenta, em Aracaju voltar a sua origem. O bloco do antigo Partidão era o formado pelo PCdoB, PSB  e o próprio PT. Em Sergipe, o PPS se rendeu ao governo Albano Franco sendo a sigla usada de todas as maneiras por vários políticos, que, depois que chuparam o rolete, deixaram apenas o bagaço.

 

Exposição Prisioneiros do Inconsciente

Hoje, 17, acontece a inauguração da exposição Prisioneiros do Inconsciente, do artista sergipano Bené Santana. O evento ocorre a partir da 19:30h, na Galeria Jenner Augusto (Espaço Cultural Semear Petrobras), localizado à Rua Vila Cristina, 148, Bairro São José. A exposição busca como recorte a Arte e a Cidade, fazendo uma releitura poética-visual  da sociedade do medo, bem como as interferências e degradações emitidas  pelos ruídos urbanos, traduzindo uma sociedade que nos condiciona sistematicamente a valores que aprisionam o homem urbano em suas rotinas cotidianas. Percebe-se  nas peças uma sutil representação da vida contemporânea sob forma de imagens e figuras humanas delineadas ora por penumbras, ora por sombras .A exposição fica em cartaz até o dia 09 de maio, no horário das 09:00 às 19:00 h. Outras informações através do 3214-5800.

 

Vigilância nos prédios da administração estadual

Através de ofício, o governador Marcelo Deda determinou aos secretários que intensifique as ações de controle nos prédios e terrenos públicos no combate ao mosquito da dengue. Neste momento é importante que cada um faça a sua parte.

 

Trabalho de Gualberto na AL

De um leitor:”Posso assegurar ao seu leitor que fez referência ao comportamento do deputado Francisco Gualberto (PT), líder do governo na Assembléia Legislativa, que não existe patrulhamento ideológico algum naquela casa parlamentar. Em nenhum momento a postura do deputado petista foi contraditória, já que as manifestações de apoio a deputados que fazem oposição ao governo são legítimas. Assim como são legítimas também as queixas de Gualberto (ele tem todo o direito) por alguns professores ligados ao Sintese baterem palmas para Venâncio Fonseca, um político que durante anos, em governos passados, integrou o bloco que massacrava o servidor público, principalmente o do magistério estadual. Isso sim, na opinião de Gualberto, é uma contradição. No mais, a defesa do governo Marcelo Déda no parlamento vem sendo feita de forma coerente e precisa. E certamente não será do dia para a noite que o atual governo conseguirá mudar práticas de 20 anos no campo administrativo deste Estado”.

 

TJ determina fim da greve dos guardas

A juíza de Direito Elvira Maria de Almeida, da 18ª Vara Civel de Aracaju, decretou na manhã de ontem,16, o retorno imediato dos guardas municipais de Aracaju às suas atividades públicas, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. Em seu despacho ela determina a desobstrução imediata dos prédios públicos ocupados pelos grevistas ligados ao Sindicato dos Guardas Municipais de Aracaju (Sigma). No documento, a magistrada acrescenta que “a sociedade tem direito a uma atividade estatal organizada, segura e eficaz e quando se constata que há risco de significativa desordem, insegurança e ineficácia dessa atividade, em razão deparalisação grevista de servidores públicos, os interesses da coletividade deverão prevalecer em detrimento do interesse da categoria”.

 

JB destaca qualidade de vida em Aracaju

O deputado federal Jackson Barreto (PMDB) usou a tribuna da Casa no dia de ontem, 16, para ressaltar a escolha de Aracaju, pelo Ministério da Saúde, como a cidade que apresentou a melhor qualidade de vida do País. No último dia 4, o programa Globo Repórter, levado ao ar pela Rede Globo de Televisão, anunciou para todo o Brasil que Aracaju, a capital sergipana, é dentre todas as capitais do país, aquela que possui a melhor qualidade de vida nacionalmente. A revelação, segundo o deputado, baseia-se numa criteriosa pesquisa do Ministério da Saúde, que fez sondagem em todo país, pesquisando sobre os hábitos saudáveis dos brasileiros e as condições de infra-estrutura disponíveis para as populações. “Nossa capital, avaliada em relação a todas as outras do país, destacou-se como aquela que apresenta o melhor conjunto de índices saudáveis e que a colocam no topo do ranking da qualidade de vida no Brasil”, disse.

 

Concursados serão lotados no DETRAN I

Desabafo de uma prestador de serviço: “Sou seu leitor e testemunhei a perseguição de quem lia (e comentava) sua coluna também aqui no Detran… Sou contratado do Detran, há muitos anos, desde o dia que entrei, exerço minha função sempre pautado pela honestidade e pelo respeito ao público. Sem falsa modéstia, nunca me senti ameaçado quando da troca de governos, época em que, para atender acordos políticos, uma “enxurrada” de colegas eram sumariamente postos para fora. Mesmo assim, achava incomodado com a situação de estar exercendo minhas funções sem ser concursado. De toda sorte, imaginei que este governo realizaria o tão esperado concurso público para o Detran… Grande engano! Fui nocauteado com um direto de “esquerda”: Chegou hoje, 16 a informação que mais de 100 aprovados no concurso da Administração serão alocados aqui no Detran na vaga de mais de 100 contratados, que serão sumariamente dispensados (eu, lógico, devo ir no meio)”.

 

Concursados serão lotados no DETRAN II

Continua o desabafo: “Fora o fato de que fomos pegos de surpresa visto que esperávamos um concurso específico (pois era para isso que eu estava me preparando, freqüentando até cursinho), perdemos o emprego na gestão do partido que defende (?) o trabalhador. Tem mais, a perspectiva é que ocorra aqui em Sergipe o mesmo que ocorreu em Alagoas no concurso feito em meados do ano 2000:  Ocorreu o caos! Quem assumiu não sabia nada de Detran e quem saiu não teve tempo nem interesse em ensinar. Para completar o quadro, temos um presidente sem iniciativa. Por culpa dele o Detran está parado. Não fez o concurso, e não tem nenhum projeto em andamento. Para se ter uma idéia do que é isso, se forem verificar os projetos aplicados desde a Diretoria do então governador Albano Franco, verá que de lá prá cá, nada de novo apareceu. A direção passada somente executou os projetos e metas deixadas pela direção antecessora, e a atual, nem isso fez. Contenta-se com um discursozinho medíocre de que “estamos arrumando a casa” e o que se vê é o comércio de CNH se intensificando cada vez mais. Ou seja, “a casa” está cada vez pior. Sem emprego, sem concurso e com um filho para criar, despeço-me e lhe desejo sucesso e sorte.”.

 

Frase do Dia

“Nunca sabemos quando somos sinceros. Talvez nunca o sejamos. E mesmo que sejamos sinceros hoje, amanhã podemos sê-lo por coisa contrária”. Fernando Pessoa.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais