Pessoas Inconvenientes

0

No nosso dia a dia, encontramos pessoas inconvenientes, que não têm o bom senso, o respeito e a consideração devidas, que chateiam e aborrecem os outros.

Quem são essas pessoas inoportunas, que desejam levar vantagens em tudo?

Esse tipo de pessoa é inconsequente, faz o que deseja sem avaliar os atos cometidos, não usa o bom senso e acha que pode e entende de tudo.

Uma pessoa assim não tem “simancol”? Parece não desconfiar que está sendo desagradável e irritante.
Ela procede de modo a pedir coisas emprestadas, inclusive dinheiro e nunca devolver; aparece para visitar bem cedo ou tarde da noite; telefona de madrugada e pergunta se você foi acordado; fala alto, conta piadas preconceituosas; coloca som em alto volume; sempre conta histórias de calamidades e doenças; faz pedidos absurdos; estaciona o carro de modo a impedir outros carros de estacionarem ou saírem do local; enrola para dividir a conta ou conta histórias de não ter dinheiro no momento; fala amenidades; vive pedindo o celular emprestado; fuma em local fechado; interrompe a conversa ou não deixam o outro falar; olha as pessoas dos pés a cabeça; conta fofocas; fala coisas na hora em que não deve; se mete no que não lhe diz respeito; bebe demais e fica sem noção; aparece na festa sem ser convidado; faz papel ridículo; usa roupas inadequadas para a ocasião; mostra fotografias íntimas; bisbilhota a vida dos outros; tenta impor a sua opinião e não sabe respeitar o estado de espírito do outro.

O que fazer quando encontramos pessoas inconvenientes? Alguns dizem que ser sincero é a melhor maneira de se livrar de um chato desses, outros falam que ignorar talvez seja a melhor saída, pois essa pessoa parece que não tem “desconfiômetro”. Acredito que devemos garantir o nosso direito de liberdade de expressão, sem atingir o direito do outro, ter atitudes de consideração para não perturbar e nem desorganizar a vida das outras pessoas.

Pedro 

Algumas opiniões sobre o que é inconveniente:

Pedro Vieira – Economista
Ele se chateia muito com atendimento ineficiente, principalmente informações com ausência de explicações devidas para resolução dos problemas. Encontra muitas repartições com funcionários morosos nos despachos e trâmites dos processos. Outra coisa que perturba e causa transtorno é a pressa e correria no trânsito. Ele acha que muitas pessoas saem atrasadas, em cima do horário dos compromissos e exageram na velocidade, desrespeitando e cometendo infrações.

Juliana Rodrigues – Administradora

Juliana

Fica sem entender quando algum conhecido a encontra num lugar e finge que não a conhece. Pior ainda, quando encontra alguém que tem pouca afinidade e a pessoa mostra alegria imensa em vê-la. Acha essa situação muito estranha e não sabe como reagir. Fica também irritada, com atendentes das lojas que ficam atrás da pessoa o tempo todo ou àquele atendente que não lhe dá nenhuma atenção, mas no momento de efetuar o pagamento, ele se apresenta com um cartão com o nome dele, para receber no caixa, o crédito do atendimento.

Marcelo Oliveira – Autônomo
Acha que os órgãos públicos deveriam fazer constantemente campanhas de educação para o transito, pois existem muitas pessoas inconvenientes e estressadas no trânsito que cometem grosserias, principalmente com infrações dos motociclistas. Ele acredita que só multar não resolve o problema da transgressão.

Marcelo

Ana Paula Moura – Bancária

A falta de respeito e a violência no trânsito aborrece bastante Ana Paula que fica perplexa com atitudes das pessoas que estacionam o carro em fila dupla ou tripla. Fica irritada quando vai numa loja e encontra um vendedor subserviente acompanhando o cliente em todos os passos dele. Acha que o vendedor deveria se apresentar e ficar à disposição aguardando ser chamado.

Joseane Siqueira – Contadora

Não suporta vendedoras que examinam o cliente dos pés a cabeça, observando pela aparência se a pessoa tem dinheiro ou não para comprar o produto. A vendedora é displicente se achar que não vai vender e ganhar comissão. Essa ação ela percebe quando está entrando numa loja com roupas simples e despojadas e observa o mal atendimento. Outra inconveniência é encontrar pessoas indiscretas que perguntam sobre a idade das outras.

Neire

Neire Campos – Administradora

Ela acredita que pessoas indiscretas aborrecem bastante. Tem gente que faz pergunta pessoal a todo instante, bombardeando com palavras para bisbilhotar a vida do outro. Confunde a dignidade e o caráter da pessoa pelo que ela tem de bem material e não de valores humanos. Perguntam sobre, cargo, dinheiro, carro e outros bens de consumo.

Erinaldo Vieira – Garçom
Fica aborrecido quando serve nas festas e encontra pessoas que pegam salgados na bandeja com o guardanapo que usou para limpar a boca. Diz que os salgados devem ser pegos com palitos, com a mão, ou com guardanapos limpos oferecidos pelo próprio garçom. Maior inconveniente ainda é o desperdício que algumas pessoas cometem, deixando copos com bebidas pela metade e pedindo outra. Observa também pessoas comendo alimentos, jogando fora e pedindo mais.

Erinaldo

Eduardo Fabião – Artista Plástico

Não suporta som alto, vê pessoas aumentando o volume do aparelho de som sem respeitar se outra pessoa também deseja ouvir. Acha os chingamentos no trânsito um ato irritante e ignorante.

Eduardo
O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários