PFL engessado

0

     Entre os assessores do governador João Alves Filho (PFL), existe um certo temor por conta da demora do possível acordo com o PSDB do ex-governador Albano Franco. Alguns entendem que esse demora toda, é proposital por parte da cúpula tucana porque deixou o PFL engessado esperando uma decisão que não chega e fecha as portas para outras possíveis coligações.

 

     Ontem, um assessor do governador, com trânsito livre nas negociações partidárias, disse que os pefelistas já esperaram demais e deviam partir para à conquista de novas adesões. Deu como exemplo o Partido Liberal, comandado em Sergipe pelo deputado federal e pastor evangélico, Heleno Silva.

 

   Ele entende que apesar das entrevistas concedidas pelo pastor Heleno Silva, de que o Partido Liberal, não vai deixar o bloco de sustentação a candidatura de Marcelo Deda, vários integrantes e lideranças do partido com mandato estão chateados com a forma de tratamento que estão recebendo de alguns petistas, mais de perto o ex-prefeito Marcelo Deda.

 

     Sem querer especular muito, o assessor disse que o governador tem uma “carta nas mangas” para conquistar o PL para o seu lado. Indicar como primeiro suplente da senadora Maria do Carmo Alves (PFL), o pastor Virgilio de Carvalho e garantir, que se reeleito, retornaria a senadora pefelista (também reeleita) para a Secretaria de Estado de Combate a Pobreza. Desta forma a cúpula nacional do PL apoiaria integralmente a coligação com o PFL em Sergipe, já que o partido teria mais uma vaga no Senado Federal.

 

    O certo é que a cada dia que passa as especulações aumentam e até o prazo final para realização das coligações e dos lançamentos de candidaturas muita coisa ainda vai aparecer na imprensa. Muitas lideranças políticas de Sergipe ainda não sabem em que palanque subirão este ano e pelo jeito, gostariam de uma prorrogação do prazo para tomarem a decisão final.

 

Candidatura I

Impressionante como os veículos de comunicação ligados direta e indiretamente ao governador João Alves Filho (PFL) desde a última sexta-feira têm como pauta principal a pré-candidatura do pedetista João Fontes (foto) ao governo estadual. (Foto/César de Oliveira)

 

Candidatura II

Toda  estrutura montada passa a impressão de que o objetivo é estimular o máximo à candidatura de João Fontes para que ocorra o 2° turno. Porém, deve ser mera impressão e especulação, o governador não deve querer o 2° turno, já que segundo auxiliares, ganha fácil no primeiro. Ou não?

 

Candidatura III

Outros chegam a plantar a notícias que Fontes terá uma ampla ajuda de correligionários do governador para forçar o 2° turno. Quem conhece João Fontes sabe que ele não se prestaria nunca a esse papel.

 

 

Títulos recolhidos I

Continuando a série “Na terra do rei Johnnie Player” a história desta segunda-feira. Na campanha de  1994, há poucos dias do 2° turno um candidato que perdeu no 1° turno, escalou duas pessoas para coordenar as ações em Aracaju, reduto principal do adversário. Decidiram que a melhor forma de tentar neutralizar o vencedor do 1° turno, com ampla vantagem era recolher milhares de títulos nos redutos que o vitorioso tinha quase que a unanimidade.

 

Títulos recolhidos II

Feitas as contas, era preciso guardar pelo menos 10 mil títulos eleitorais, operados da  seguinte forma: 50% do valor pagos numa sexta feira  e a segunda parcela após o  resultado das urnas no local de votação do eleitor. Em alguns casos o eleitor recebeu o dinheiro, mas foi votar segurando nas mãos de Deus. O que se viu foi à mudança do resultado 2° turno algo que muitos ate hoje não se conformam. Este é apenas mais um retrato do  processo eleitoral em Sergipe.

 

PSDB

O PSDB exibe hoje à noite o programa eleitoral gratuito do partido em Sergipe. A prioridade foi para o ex-governador Albano Franco e os deputados que são candidatos à reeleição este ano.

 

Sectur I

Nos anos anteriores a Secretaria de Turismo era a responsável por toda organização e pagamento dos festejos juninos patrocinados pelo Estado. Este ano mudou, a Sectur será responsável apenas pela Vila do Forró. Todos os shows grandes que serão realizados no palco principal serão pagos diretamente pela Secom.  

 

Conteúdo

Nada demais que um veículo de comunicação passe a constar entre  aqueles “confiáveis” para receber publicidade do governo do Estado. Mas daí a mascarar publicidade como texto jornalístico sem qualquer identificação para o leitor/eleitor comum de que se trata de divulgação oficial, aí já é perda de vergonha mesmo.

 

Medalha

O economista Marcos Melo, que entre os cargos desempenhados, foi secretário do Planejamento durante os oito anos do governo Albano Franco, receberá hoje, às 17h, no plenário da Assembléia Legislativa, a Medalha da ordem do Mérito Parlamentar, pelos relevantes serviços prestados ao Estado de Sergipe. Ainda na Assembléia Legislativa, no Espaço Cultural Deputado Djenal Queiroz, depois da solenidade, Marcos Melo vai lançar o livro “Por uma Nova História de Sergipe”.

 

Greve I

Enquanto o Sepuma e o magistério de Aracaju encerraram suas greves, os médicos do município anunciam uma paralisação para o próximo dia 1° de junho, durante todo o dia.  Com isso os postos de saúde não funcionarão e as unidades de urgências vão obedecer o percentual previsto em lei, com apenas 30% do efetivo.

 

Greve II

Entre as reivindicações dos médicos está um reajuste de 21%, referente às perdas de janeiro de 2001 a abril de 2006. Os médicos também querem melhores condições de trabalho para que possam atender mais dignamente a população aracajuana.

 

Cadeirantes

Será apresentado amanhã, 30, na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania o serviço de vans adaptadas para todos os cadeirantes do município. Os cadeirantes poderão agendar seu deslocamento através do telefone 3217-7860, no horário de 7h30 às 17h30, para a utilização do Serviço Especial Atende, com 48 de antecedência, para uso no tratamento de saúde, fisioterapia e execução de exames. O serviço é mais uma opção apresentada pelo Setransp para os cadeirantes de Aracaju.

 

Carreira I

O Sindicato dos Trabalhadores da UFS- Sintufs, entidade que representa cerca de 1200 servidores técnico-administrativos em educação da UFS, realizará amanhã, 30, a partir das 9h, um ato público no hall da Reitoria, em defesa do aprimoramento do Plano de Carreira, instituído pela Lei º 11.091/2005. Na ocasião os técnicos administrativos protestarão também, em razão das precárias condições de trabalho em diversos setores da UFS.

 

Carreira II

Segundo Joseilton Nery, presidente do Sintufs, “Não se pode admitir na academia, as precaríssimas condições de trabalho ofertadas em seus diversos setores. A falta de equipamentos básicos e de material de consumo. Instalações impróprias para o desempenho das funções inerentes aos servidores técnico-administrativos, entre outros.”

 

 

Frase do Dia

“Nós queremos um regime que não seja apenas da raposa, queremos um regime da raposa e da galinha, onde existam espaços para os dois” Leonel Brizola.

 

Comentários