Por que tanto medo de Edvaldo?

0

Desde que a classe política trocou o debate eleitoral pelo descanso do recesso parlamentar, os assessores se encarregam de “plantar” fake news sobre a sucessão estadual. Quando não divulgam que o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) desistiu de concorrer ao governo, propagam que o pedetista prefere indicar o candidato a vice. Também insistem em alardear que o único pré-candidato capaz de unir os governistas é o conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe, Ulices Andrade e que se não for ele haverá um racha no grupo. Essa antipatia dos assessores e lobistas a Edvaldo causa estranheza, além de permitir suspeitar que a pré-candidatura dele é a que mais tem crescido internamente. Talvez, por isso mesmo, Nogueira esteja incomodando parte dos aliados, principalmente aqueles que só apoiam um projeto político se lhes forem oferecidas vantagens antecipadamente. Ou seja, o prefeito, com seu jeito de administrar a coisa pública, desagrada quem só vota em candidatos que dividem o governo antes mesmo das eleições. Misericórdia!

Torneiras vazias

Muita gente em Sergipe está tendo dificuldades até para lavar as mãos, comportamento importante para espantar o coronavírus. Na periferia de Aracaju e em vários municípios do interior, água tratada é coisa rara. Sempre alegando problemas na tubulação, a Deso tem deixado o povo dias e dias sem água nas torneiras. Ou o governo resolve essa questão ou não terá moral para pedir à população que lave as mãos para não se contaminar com a covid-19 e a síndrome gripal. Só Jesus na causa!

Mané valentão

Não chamem para o mesmo palanque os ex-prefeitos de Capela, Manoel Sukita, e de Ilha as Flores, Christiano Cavalcante (PSC). Pois pode sair briga feia. O ex-marido e o atual esposo da prefeita capelense Silvany Mamlak (PSC) vivem se agredindo verbalmente. Nos últimos dias, porém, o clima esquentou, com ameaças de agressões físicas. Dizendo-se faixa preta em artes marciais, Sukita tem afirmado que em caso de uma briga, Christiano só tem três opções: se deitar, “pois não bato em homem no chão”, correr, “porque não sou de ir atrás de ninguém”, ou apanhar até Maria chegar da lenha. Home vôte!

Adeus a Tarantella

Será sepultado nesta segunda-feira, o corpo do empresário e político João Tarantella (DEM). Ele foi vítima de um acidente automobilístico ocorrido no último dia 11. O velório está ocorrendo na sede da CDL Aracaju, devendo o sepultamento acontecer, às 10h, no Cemitério Colina da Saudade. Empresário bem sucedido no ramo de alimentos, Tarantella disputou, sem sucesso, eleições para deputado estadual, governador de Sergipe e vereador de Aracaju. Descanse em paz, amigo!

Suspeita de crime

A deputada federal Carla Zambelli (PSL) levantou a hipótese de que o empresário e político sergipano João Tarantella (DEM) possa ter sido assassinado: “Aguardaremos o desfecho das investigações da SSP para saber se houve acidente ou tentativa de homicídio”, escreveu a parlamentar no twitter. Tarantella morreu, sábado último, cinco dias após ter sido colhido por um veículo quando pilotava uma motocicleta na zona norte de Aracaju. O motorista do carro fugiu do local e ainda não foi identificado pela Polícia. Ah, bom!

Palanque governista

A inauguração do Centro de Hemodiálise do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Lagarto, virou um evento político. Além do anfitrião, deputado federal Fábio Reis (MDB), estavam no palanque o governador Belivaldo Chagas (PSD), o ex-governador e pré-candidato ao Senado, Jackson Barreto (MDB), o ex-prefeito de Lagarto, Jerônimo Reis (MDB) e outros menos votados. Voltando ao Centro de Hemodiálise, este empreendimento vai atender pacientes de toda a região Centro-Sul de Sergipe. Supimpa!

Crimes de ódio

O senador Rogério Carvalho (PT) disse ter ficado impactado com a matéria do programa Fantástico, da Rede Globo, sobre a existência de 530 grupos extremistas no Brasil. Segundo a reportagem, grupos neonazistas se espalham pelo Brasil e começam a se armar. São pessoas que ameaçam matar judeus, negros e homossexuais. O parlamentar sergipano alerta que “não é brincadeira, não é opinião ou liberdade de expressão, não há excesso neste alerta: vamos ajustar a legislação para punir tais crimes contra a vida”, promete Rogério. Certíssimo!

Eleições diferentes

Alguém precisa dizer aos políticos cada eleição tem a sua história. Não é por ter sido eleito no passado com uma montanha de votos que o suplicante vai repetir a façanha agora em 2022. Aliás, a história está cheia de exemplos. Campeão de votos em 1986, na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa, o saudoso ex-governador Marcelo Déda (PT) achou que em 1988 se elegeria fácil prefeito da capital: teve apenas 8% dos votos no pleito vencido pelo advogado Wellington Paixão. Marminino!

Estranhas prisões

O Movimento Polícia Unida fez barulho dos diabos para anunciar as prisões de pessoas humildes, que ganham o pão de cada dia fazendo Jogo do Bicho, uma contravenção praticada à luz do dia em todos os cantos de Sergipe. De acordo com o comunicado do Movimento, a meta é combater o jogo de azar e fechar os pontos do Jogo do Bicho no estado. Como perguntar não ofende: Por que só agora, quando os policiais estão reivindicando ao governo melhorias salariais, se resolveu prender quem pratica tal contravenção? Cala-te boca!

Contra o reajuste

Caso o pedido de reajuste da passagem dos ônibus ainda fosse votado pela Câmara de Aracaju, a vereadora Emília Corrêa (Patriota) votaria contra. A parlamentar até entende a situação das empresas, mas afirma que os motoristas e cobradores seguem sendo mal tratados, com salários atrasados, sem falar da situação dos passageiros, que usam um transporte de qualidade ruim. Sobre o pedido de majoração da tarifa, Emília questiona: “O que vai mudar? Sempre usam os mesmos argumentos para o reajuste e, na prática, quem paga o pato são os usuários(as), como sempre”. Crendeuspai!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 31 de janeiro de 1920

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais