POUCOS DIAS

0

Está faltando menos de duas semanas para o eleitor, dono do destino deste país, teclar o seu voto na urna eletrônica. É um desafio para entregar os destinos do país e dos estados em boas mãos. A proximidade das eleições, entretanto, ainda não mostrou o caminho daquele que o povo antecipa preferência. Os dois candidatos que ainda polarizam a disputa – governador João Alves Filho e ex-prefeito Marcelo Déda (PT) – fazem um programa com muita movimentação, gente animada e força eleitoral em todos os municípios. É muito difícil fazer um diagnóstico técnico do resultado das urnas, que certamente favorecerá o melhor, o mais competente, o que tem maior afinidade junto ao povo, na capital e interior. É possível que já haja um grande número de eleitores absolutamente decidido, mas com certeza ainda tem um número significante que está na expectativa do que ainda pode acontecer, para fazer um comparativo e escolher o que é melhor para o seu estado e país. É possível que a maioria dos comentaristas em Sergipe esteja fazendo essa mesma sugestão à sociedade, na expectativa que se chegue ao ideal para o estado, tanto nas representações majoritárias, quanto nos proporcionais, para que não se cometa equívocos que culminaram com um festival de escândalos que não sujou apenas a imagem do Brasil e enlameou o Congresso, mas atingiu a todos da forma mais nojenta. Tudo isso aconteceu pelo voto irresponsável que cada um de nós teclou nas eleições anteriores, em todos os níveis.

Este final de semana o Partido dos Trabalhadores vai fazer a festa com a presença do seu patrono e ex-presidente de honra. Luiz Inácio Lula da Silva vem aí. Desembarca em Aracaju no final da tarde de sábado para um comício no Siqueira Campos.Vem pedir votos para os candidatos que o apóiam, principalmente para Marcelo Déda, e para ele mesmo.

Insistirá no discurso que fez uma melhor distribuição de renda pagando migalhas através do Bolsa Família e deve convencer muita gente que um cidadão tão bondoso não poderia ter conhecimento dos escândalos que a cada dia ainda surgem no seu governo.

Mas o presidente Lula não é uma exceção entre os tantos que já passaram pelo Planalto. Não é a cobra mais venenosa e nem o rato mais robusto. Está bem clara a cultura política nacional o conceito do se dar melhor e beneficiar um grupo de velhos e diletos amigos a também se darem bem. O erro do Presidente Lula, além de não ver, de falar e de ouvir, foi não cumprir o que pregava o partido há vários anos,além de se aliar a velhas e conhecidas figuras do parlamento que faziam do governo um balcão de negócios. E foram tantos que se transformaram em caso de Polícia e no indiciamento de 40 deles através do Ministério Público. O grupo de Lula e dos novos amigos se excederam na dose e de tudo que combatiam se fartaram até evacuar uma podridão que inundou o país com um terrível mau cheiro.

Há uma evidência de que Lula pode ganhar as eleições, mas até aqueles que se sentem beneficiados pelo Bolsa Família sabem que ele não pôs o dedo para acabar com a farra dos mensaleiros & cia.

O Brasil não pode passar mais vexames, nem de uma facção e nem de outra. Os estados também têm que se comportar em direção às necessidades e anseios da sociedade. E o povo – que forma essa sociedade – também tem que fazer a sua parte para escolher o que há de melhor para administrar os seus impostos e construir as melhores condições de vida para essa geração e a futura. Certamente não é essa situação atual que o povo quer para netos, bisnetos, tataranetos e demais membros que formarão a árvore genealógica de um futuro remoto.

É por isso que na hora do voto não tenha pressa. Pare, pense e tecle. Não pensando em você, mas em uma Brasil melhor, em um estado eficiente, em um candidato que trabalhe por sua dignidade, que virá através de mais oportunidades de emprego, educação, moradia, segurança e saúde. Analise bem e não vote com a emoção. Prefira o voto da razão.

 

 

LULA

Confirmado: o presidente Lula vem a Aracaju sexta-feira (15) para compromisso de campanha ao lado dos candidatos Marcelo Déda (governador) e Zé Eduardo (senador).

O presidente participa de um comício ao lado de Déda, às 20 horas, na praça Dom José Tomaz, no Siqueira Campos.

 

CONVERSA

O presidente Lula vai passar aproximadamente 3 horas em Sergipe, o suficiente para conversar com lideranças da coligação petista.

Se houver oportunidade, o presidente Lula fará gravações que devem ser inseridas no programa eleitoral do candidato ao governo pelo PT.

 

ITABAIANA

O candidato do PT a governador, Marcelo Deda, disse em Itabaiana, onde esteve para comício, que o trabalho será sua marca:

“A vitória me fará cada vez mais um empregado do povo de Sergipe, porque quem vai assinar minha carteira são vocês”.

 

TRANSPOSIÇÃO-1

Marcelo Déda disse que o São Francisco será defendido e protegido pelo futuro governador de Sergipe. Refere-se a ele, lógico.

“Não deixaria faltar água na capital que governei, na terra que fui cinco anos prefeito, na cidade que moro com meus filhos”, disse Déda.

 

TRANSPOSIÇÃO-2

A coordenação de campanha do governador João Alves Filho está estranhando porque o prefeito Marcelo Déda passou a ser contra a transposição do rio São Francisco.

Para o pessoal “isso mostra que a coligação liderada pelo PT não está tão tranqüila e confiante como demonstra”.

 

AÇÃO

A coordenação, inclusive, vai pedir a Marcelo Déda que demonstre um único gesto seu para impedir o projeto do presidente Lula de fazer a transposição do São Francisco.

Quer saber de qual movimento ele participou? Em qual reunião esteve para combater a transposição e uma única palavra contra ela, quando estava à frente da Prefeitura?

 

PONTE

Uma carreata gigante está marcada para o dia 22, com lideranças do interior, que vai atravessar a ponte que liga Aracaju a Barra dos Coqueiros.

O movimento é liderado pelo governador João Alves Filho (PFL) e candidato à reeleição. O candidato a presidente Geraldo Alckmin (PSDB) foi convidado para o evento.

 

INAUGURAÇÃO

Já no dia 25 a ponte que liga Aracaju e Barra dos Coqueiros será inaugurada oficialmente para a travessia rotineira de veículos.

Será uma festa que contará com a presença da banda Chiclete com Banana, paga pela empresa que construiu a obra.

 

IGUATEMI

Comentário forte de que o shopping Iguatemi já comprou o shopping Riomar, em Aracaju, e fará uma grande reforma.

Teria sido uma resposta ao empresário João Carlos Paes Mendonça, que está construindo um shopping em frente ao Iguatemi de Salvador.

 

JACKSON

É possível que o deputado federal Jackson Barreto (PTB) seja julgado está semana sobre a impugnação do seu registro eleitoral. Jerônimo Reis (PFL) também.

Desde ontem que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai trabalhar à noite e nos finais de semana para vencer o grande número de processos em julgamento.

 

CAUTELAR

A juíza Telma Maria dos Santos, do TRE, é que será a responsável pelo julgamento da cautelar impetrada pelos advogados do prefeito afastado de Laranjeiras, Paulo Hagenbeck.

Telma chegou de viagem no início da noite de ontem, e hoje pela manhã ela avaliará a decisão que afastou Paulo Hagenbeck do cargo.

 

APOSTA

Um alto comerciante de Itabaiana disse que a cidade já está com várias apostas sobre a disputa entre João Alves Filho (PFL) e Marcelo Deda (PT).

Acrescenta que já ofereceu dois mil votos de vantagem a algum apostador que vote em Marcelo Deda. Ele fica com João.

 

HELOISA

A senadora Heloísa Helena (Psol) não chegou a Aracaju e adiou para sexta-feira a sua presença para uma palestra a empresários na CDL.

Heloisa perdeu o vôo em Boa Vista e não há mais condições de chegar a Sergipe a tempo de cumprir o programa.

 

 

Notas

 

D. ELIÚDE

O leitor Juraci Souza Santos envia um e-mail a Plenário, a “respeito das assertivas da D. Eliúde, que na verdade representa milhões de Eliúde. Não recorro a Caetano Veloso nem muito menos a Paulo Betti, recorro a Rui Barbosa e Deixo que as frase de responda às Donas Eliúde desse país.
“De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”.

REINALDO

O leito Reinaldo também escreve um e-mail virulento contra Plenário: ”vejo mais uma vez que a burguesia tentar desqualificar o presidente, quanto a sua fala, o seu jeito simples e talvez deselegante de falar em público, mas, é só o que o povo quer ouvir”! Mais não é o que o Brasil precisa.

E é aqui que Reinaldo aplica um golpe nas partes mais baixas: “quanto ao bolsa-família, vejo um grande descalabro, o que você (eu) e seus asseclas, ascendentes e déspotas, falam a respeito”! Menos Reinaldo, menos.

CONTINUA
”Queria saber o que é mais humilhante – pergunta Reinaldo: “o povo recebendo este valor, agregando seus familiares e delineando seu futuro através do que é recebido, ou um governante que em períodos de secas, repassa o controle da distribuição da água para seus partidários, e assim distribui com os seus miseráveis votantes”?

Nem uma coisa, nem outra. O correto e que todos tenham água e esgoto nas suas casas, para não sofrer com a falta dela. Também não se pode achar o máximo o povo recebendo R$ 68 para delinear o seu futuro.

 

 

É fogo

 

O candidato a deputado federal Albano Franco tem passado pouco tempo em Aracaju. Viaja diariamente para contatos com lideranças do interior.

 

O deputado federal Jackson Barreto (PTB) ficou animado com a troca de prefeito em Laranjeiras.

 

O domingo na orla está servindo para um desafio de candidatos, para ver quem faz mais barulho.É bom lembrar que poluição tira votos.

 

Muita gente tem ido à orlinha do bairro Industrial para ver a construção da ponte que liga Aracaju à Barra dos coqueiros.

 

O vereador e radialista Fábio Henrique (PDT) não fez o programa ontem pela manhã. Está de férias este período.

 

Há informação que o Datafolha registrou uma pesquisa em Sergipe, para divulgação dentro de mais alguns dias.

 

O deputado Jorge Araújo está muito preocupado com a violência em alguns municípios durante o dia das eleição.

 

Jorge Araújo está propondo que a Justiça Eleitoral peça tropas federais, para garantir a normalidade até o dia 2 de outubro.

 

O senador José Almeida Lima (PMDB) fala pouco sobre as eleições estaduais e está trabalhando para ajudar alguns amigos.

 

A Petrobrás contratou, no primeiro semestre deste ano, 5.235 novos profissionais, número quase três vezes maior que o total de pessoas demitidas pela empresa em 2005.

 

brayner@infonet.com.br

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais