Prepare o bolso

0

O Governo de Sergipe ainda não disse com todas as letras que vai atrasar os salários a partir de abril, mas já prepara o espírito dos servidores. Ontem mesmo, o secretário da Fazenda, Jeferson Passos, disse aos rotarianos que todo esforço está sendo feito para não ter que parcelar a folha salarial, mas isso não depende apenas da vontade do governador Jackson Barreto (PMDB): “Vivemos uma grande insegurança nos repasses financeiros da União para os Estados” discursou. Segundo o líder da oposição na Assembleia, deputado estadual capitão Samuel (PSL), o Executivo não terá como pagar os salários em dia, a partir do próximo mês. Ele explica que, além do fim dos recursos oriundos da antecipação dos royalties do petróleo, o ICMS sofrerá considerável redução de abril em diante. Portanto, é bom o servidor preparar o bolso e ir se acostumando com a idéia de receber o salário a conta gotas.

Chega pra lá

O secretário da Segurança Pública, Mendonça Prado (DEM), deu um chega pra lá no deputado estadual Valmir Monteiro (PSC). Após falar no plenário da Assembléia, Prado foi criticado pelos crescentes índices de violência no Estado: “O senhor foi prefeito de Lagarto por quatro anos e não resolveu todos os problemas do município, mas agora deseja que eu resolva tudo em apenas 20 dias”. Valmir não foi à réplica!

Afagos a aliados

A política ocupou toda a agenda de ontem do governador Jackson Barreto (PMDB). Ele passou o dia recebendo lideranças aliadas em Palácio. À noite, o peemedebista jantou com a bancada governista na Assembleia. Ouviu reivindicações e anunciou projetos que pretende colocar em prática ainda este ano. Também falou das dificuldades financeiras do Estado.

Redes sociais

Sergipe já conta com uma consultoria especializada em redes sociais. A O. V. Social Media Solutions oferece cursos, treinamentos, palestras, workshops, assessoria e consultoria em redes sociais em todos os níveis.  Com foco em planejamento estratégico e marketing político e digital, a consultoria oferece o que há de mais eficiente em redes sociais. À frente da consultoria, Oswaldo Vilela é publicitário e jornalista.

Gol contra

A empresa aérea Gol prestou um péssimo atendimento aos passageiros do vôo cancelado anteontem em Aracaju por problemas no avião. Levou mais de 6 horas para resolver a situação dos usuários devido a falta de preparo da equipe que trabalha no aeroporto. Alguns passageiros tiveram que viajar de ônibus até Salvador para tentar seguir viagem. Uma lástima!

Gastronomia

E o conjunto residencial Ignácio Barbosa se transformou mesmo no bairro gastronômico de Aracaju. Prova disso é a inauguração da Cafeteria e Confeitaria Tamari, marcada para os próximos dias. Localizado na rua Carlos Gomes, o novo estabelecimento funcionará de sexta à domingo para almoço e jantar. A Tamari será comandada pelo simpático casal Rodrigo e Grayciane.

BRT é lorota

Embora não informe de onde virão os recursos para a implantação do BRT em Aracaju, o prefeito João Alves Filho (DEM) insiste em prometer para breve o moderno sistema de transporte coletivo, idêntico ao existente em Curitiba. Como acreditar nesta conversa mole se, após dois anos, a administração do demista ainda não conseguiu nem mesmo substituir todos os pontos de parada de ônibus da capital?

Novas regras

As novas regras previstas no Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações, aprovado pela Anatel, começam a valer. A partir de agora, as empresas de telecomunicações devem disponibilizar um espaço em sua página na internet para que o consumidor possa acessar livremente dados como o contrato e o plano de serviço. Também ficará acessível os documentos de cobrança dos últimos seis meses, o histórico de demandas, o perfil de consumo e os registros de reclamações, inclusive com a opção de solicitação de gravação de seus pedidos.

Violência doméstica

Autores de violência contra a mulher vão receber atendimento psicosocial de estudantes e professores do curso de psicologia da Faculdade Estácio Fase. Convênio neste sentido foi assinado ontem entre o Tribunal de Justiça e a instituição de ensino visando, a princípio, o atendimento de 48 agressores de mulheres. “A proposta é ampliar o atendimento, acompanhando também os autores da violência doméstica, objetivando transformá-los em agentes multiplicadores do combate à violência contra a mulher”, explica o presidente do Judiciário sergipano, desembargador Luiz Mendonça.


Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários