Presente do papa para o Brasil

0

  Ao chegar ontem, 9, ao Brasil, o papa Bento 16 surpreendeu a todos com um discurso aberto, mostrando a nova tendência da Igreja Católica. No início do discurso o papa pediu desculpas ao país pela Igreja Católica ter contribuído com a extinção de várias tribos indígenas nos primeiros anos do descobrimento do país. Porém, o discurso de Bento 16 foi mais radical. Disse que a Igreja Católica entra em um novo tempo com sua chegada ao Brasil e anunciou que ele será o principal divulgador de uma campanha em defesa do controle de natalidade e uso dos preservativos. Foi uma surpresa para todos, até porque no dia anterior o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal d. Geraldo Majella, disse que o programa de educação sexual do governo federal induz à promiscuidade, ao promover a distribuição de preservativos.

  Para quem tinha a imagem associada a repressão da Teoria da Libertação, cujo expositor maior é o frei Leonardo Boff, o papa Bento 16 mostrou que está disposto a redimir a Igreja Católica de toda omissão dos últimos anos em problemas graves mundiais.

   O discurso do papa foi por conta da perda nos últimos de 30 a 40 milhões de fiéis. Um estudo realizado nos anos 1990 mostrou que o número de católicos que abandonam a Igreja por dia na América Latina chega a 8.000, passando para religiões encaradas como mais carismáticas e que passam a sensação de dar uma atenção mais pessoal que a rígida estrutura da Igreja Católica.

Outro dado interessante, pesquisa  Datafolha – divulgada no mês passado – mostra que 51% dos brasileiros não sabem o nome do atual papa, Bento 16. O índice entre os que se declaram católicos não é muito diferente: 48%.Joseph Ratzinger, 79, completará seu segundo ano como pontífice no dia 19.”A pesquisa ouviu 5.700 pessoas em 236 municípios de 25 Estados. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Questionados sobre o nome do papa, 48% disseram “Bento 16”, e 1% mencionou “Ratzinger”. Os demais disseram não saber ou responderam de maneira incorreta. Os entrevistados espíritas mostraram maior conhecimento sobre o nome do papa do que os católicos (57% a 52%).
  Bento 16 anunciou também que a Campanha da Fraternidade do próximo ano será em defesa do controle de natalidade e o uso de camisinhas. O papa surpreendeu também ao pedir desculpas da declaração dada por ele no mês passado que classificou de “uma verdadeira praga” o casamento de pessoas já divorciadas e a proibição de divorciados receber a comunhão no sacramento.

   É caro leitor. Você tem razão. Este jornalista pirou. Deve ter bebido algo proibido ou tomou algum remédio que provocou alucinações. Ou talvez, escreveu o que pensava e desejava que ocorresse com o principal representante da Igreja Católica no país. A verdade é que nada disso aconteceu, pelo contrário o papa reafirmou a política atrasada da Igreja Católica que vem provocando a saída de milhares de fieis.  O papa continua fechado para discutir questões simples com o uso da camisinha. Esquece que grande parte dos católicos brasileiros usa camisinha. Ou não? A Igreja Católica parou no tempo e por isso não tem grande penetração na juventude brasileira. Essa ala radical da Igreja Católica é a mesma que fez que o papa João Paulo I, morresse repentinamente com apenas um mês de papado. João Paulo I era da ala mais progressista e, se tivesse ficado vivo, com certeza a situação da Igreja Católica seria outra.

Como bem escreveu na revista Caros Amigos deste mês o consultor Jéferson Soares: “Em que século vive o ex-cardeal Ratzinger? O mundo caminha, a fila anda, a tecnologia globaliza os povos e o papa retroage perigosamente aos tempos obscuros das trevas e da inquisição. Por que Bento 16 não se pronuncia energicamente contra as atitudes do famigerado e homicida presidente norte-americano George W. Bush ou contra o genocídio de palestinos e libaneses praticado pelo governo israelense? Porque legislar contra os mas fracos e muito menos perigoso!” (Obs: este jornalista não tem religião, mas acredita em Deus).

 



Aliança secreta entre Albano e Déda

Nas hostes do DEM o comentário é que depois de muita dificuldade a turma conseguiu assegurar a participação do deputado federal Albano Franco (PSDB) na próxima reunião da denominada Frente de Oposição que ocorrerá sob o comando do ex-governador João Alves (DEM). Mesmo confirmando presença, Albano participará da reunião sem conquistar a credibilidade de boa parte do grupo que enxerga entre Albano e Déda uma aliança secreta, tanto é assim que quando os ex-pefelistas querem referir-se a algo bem pequeno, o fazem comparando ao tamanho da oposição que Albano faz a Déda.

 

 

De olho em assalto I

Uma pessoa que presenciou um assalto ocorrido na última terça-feira, quando dois rapazes apontou uma arma para um jovem que acabava de deixar a agência da CEF da Av. Francisco Porto fazendo-lhe entregar todo o dinheiro sob ameaça de morte, encaminhou e-mail a esta coluna informando que neste episódio, dois aspectos lhe chamaram a atenção: Primeiro porque ambos tinham físico atlético, o corte de cabelo parecido com o corte usado por policiais; Segundo porque ambos estavam transitando em uma moto sem placas, coisa que só ocorre com quem tem passagem livre junto as blitzs.

 

De olho em assalto II

Os detalhes são mínimos, mas pode estar aí uma grande dica para o secretário da Segurança Pública, aliás existe sim um grande número de pessoas achando que setores da própria polícia estão por trás de muitas ações criminosas que ocorrem no Estado, como a banda podre é uma realidade e é difícil combatê-la, vamos rezar para que a SSP possa constatar se a informação procede ou não. Uma coisa é certa, quando você encontrar alguém transitando em uma moto sem placas ou sem capacete, pode ter certeza que é alguém que possui um bom transito entre os policiais, porque se for o cidadão comum sua motocicleta é logo apreendida, o curioso é que pelo clima de insegurança que se instalou no Estado nos últimos dias, onde até mesmo as placas de segurança estão restritas, não era de se esperar que a polícia estivesse permitindo a circulação tranqüila de motocicletas sem placas, porque a maioria dos crimes estão envolvendo este tipo de veículo.

 

Lúcia Falcón participa de reunião do Conselho das Cidades

A secretária de Estado do de Planejamento, Lúcia Falcón, participa da 12ª Reunião do Conselho das Cidades (ConCidades), em Brasília. O objetivo do evento é discutir propostas a serem apresentadas na III Conferência Nacional das Cidades, prevista para o período de 26 a 29 de novembro, e elaborar sugestões para o Plano Plurianual (PPA). Na terça-feira, 8, foram realizadas discussões dos comitês técnicos de Saneamento, Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana, Habitação e Planejamento e Gestão do Solo Urbano. As discussões plenárias acontecem nestas quarta, 9, e quinta-feira, 10. Na reunião, Lúcia Falcón, que também integra o Conselho Nacional das Cidades, participou do grupo técnico que teve como destaque Planejamento e Gestão do Solo Urbano. “A função social da propriedade urbana, tal como dispõe o artigo 182 da Constituição Federal, regulamentada pelo Estatuto das Cidades, se cumpre na medida em que a propriedade é usada de forma compatível com as determinações do Plano Diretor”, disse ela.

 

Cancelamento dos festejos juninos de Monte Alegre I

Em audiência pública realizada terça-feira ontem, 8, o Ministério Público entregou recomendação nº 06/2007 ao prefeito municipal, João Vieira de Aragão, PMDB, para cancelar os festejos juninos no município o qual têm previsão de começar em junho. Esta recomendação é decorrente de algumas investigações que o promotor de justiça Adson Alberto Cardoso de Carvalho, vem realizando, pois nesse documento ele cita que ao invés de despesas com shows e festas, que consomem  elevados recursos públicos os quais deveriam ser revertidos em investimento na educação, saúde, infância e juventude, formenta a criminalidade.Esse mesmo documento relata que as condições da saúde e educação públicas do município de Monte Alegre não são amplamente favoráveis, inclusive ficando entre os cincos piores IDH do estado, conseqüência é a crescente onde de  violência no município, em especial, a repercussão nacional do hediondo crime ocorrido no dia 28 de abril.

 

Cancelamento dos festejos juninos de Monte Alegre II

Os comerciantes do município de Monte Alegre estão preocupados com a recomendação do Ministério Público, a respeito do fim dos festejos juninos. Para os comerciantes da cidade esse é o período de maior volume de vendas, e contratação de funcionários temporários. Segundo o presidente municipal do PCdoB Geyvson Correia, os festejos juninos é uma tradição da cidade, onde fomenta a economia local. Para ele os festejos juninos não atrapalha as melhorias que o prefeito João Vieira de Aragão, PMDB, vem fazendo na educação e saúde, pois noventa por cento dos recursos gastos nesse evento é provimento de patrocínios do comércio local, governo estadual e federal.

 

Lançamento do Selo Unicef Município Aprovado

O Governo de Sergipe e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) vão lançar, na próxima quarta-feira, 16, a Edição 2008 do Selo Unicef Município Aprovado. Os últimos detalhes da campanha foram fechados numa reunião com a Comissão do Selo, formada pela primeira dama do Estado, Eliane Aquino, a oficial de Comunicação do Unicef (SE/BA), Andréia Néri, a secretária do Estado de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social, Ana Lucia Menezes, e representantes do Centro Dom José de Castro e Instituto Recriando. O lançamento ocorrerá às 9h, no Auditório do Banco do Estado de Sergipe (Banese), localizado.

 

Frase do Dia
“Não concordo com uma única palavra do que dizeis, mas  defenderei até a morte o vosso direito de dizê-la.” Voltaire.

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários