Presos: resposta Benedito Figueiredo

0

 

 

A coluna recebeu o texto abaixo, de autoria do secretário de Estado da Justiça, Benedito Figueiredo, em resposta ao artigo publicado ontem, com o título: ‘Presos, Bené e a polícia civil’. O texto do secretário está reproduzido na integra:

 

Sinceramente não entendi a virulência verbal para não dizer grosseria da matéria (Infonet de hoje) com ataques pessoais que repilo com veemência. Não vivo no “conforto do gabinete refrigerado olhando para o próprio umbigo” mas sim, trabalhando e muito. Quanto a crítica ahí sim entendo, seja ela justa ou injusta. Vamos aos fatos:

 

Mantenho, totalmente, a assertiva de que não posso mais colocar ninguém no COPEMCAN e esclareço de logo, não porque não queira mas, porque, atingi o limite prudencial. Com uma população carcerária prevista para 800 presos, hoje abriga 1.035, ou seja, 30% a mais da sua capacidade. Acima disso é total IMPRUDÊNCIA e, amanhã, se algo acontecer serei responsabilizado criminalmente por CULPA IN VIGILANDO, e não ” por luxo de decidir aleatoriamente como foi dito”;

 

É preciso esclarecer todavia que nunca estive insensível aos problemas de presos nas Delegacias. Vejamos: a) Até o dia de hoje já recebi das Delegacias exatos 807 presos para o COPEMCAN; b) Já desativei totalmente as 3ª e 4ª Delegacias, respectivamente do Santos Dumont e Augusto Franco; c) Já recebi da Polícia Federal 72 presos no COPEMCAN; d) Por fim com a total desativação da Penitenciária de Aracaju (marco do Governo Déda com a SEJUC) recebi no COPEMCAN cerca de 680 presos. Tudo somado, prezado Jornalista, chegamos ao número de 1.460 presos transferidos para o COPEMCAN.

 

Para concluir esse tópico, duas coisas aconteceram simultaneamente, para não dizer de há muito, desde o Governo passado, o que não gosto de citar para justificar: O visível aumento de criminalidade e, com isso, a eficiência da Polícia em prender. Eu não preciso visitar Delegacias para saber da triste realidade pois, como disse já desativei duas (02) delas, o que tenho certeza você não sabia, pois do contrário não teria sido tão cáustico.Quanto a questão do Presídio de Santa Maria (e não do bairro América como erroneamente colocado) esclareço de logo, que a licitação, fiscalização e execução da obra, tudo é de inteira responsabilidade da DEHOP e do Ministério da Justiça, cabendo apenas a SEJUC pagar as faturas que nos são apresentadas, o que vem sendo feito rigorosamente em dia.

 

Finalmente e não por último, todas as medidas estão saindo do papel e, se de forma atrasada é porque  preciso que você entenda que não é da responsabilidade da SEJUC a parte operacional. O que não fica elegante é eu criticar Secretarias e órgãos responsáveis pela demora, daí não merecer a “bronca” que você pretende que a sociedade me faça. De resto fico ao inteiro dispor para prestar maiores e melhores esclarecimentos, esperando ver minha resposta na sua página.  (Benedito de Figueiredo – Secretário de Estado da Justiça e da Cidadania).

 

 

Da grosseria deste jornalista

Interessante é como setores do atual governo não aceitam criticas a maneira como vêm atuando. A morosidade na Secretaria da Justiça é uma realidade e estes problemas dos presos, depois de um ano, não deveria estar mais acontecendo. Mas, é mais fácil atacar este jornalista do que assumir a responsabilidade e o ônus de ser governo. Se manter a coerência é grosseria, com certeza este jornalista continuará “grosso”, por muito tempo.

 

Sejuc: só relembrando

Na montagem do governo de João Alves, quando o mesmo venceu a eleição em 2002, o PMDB quis indicar Benedito para a Sejuc. Alguns peemedebistas disseram que Benedito só assumiria a pasta se a mesma fosse desmembrada, e ficasse apenas com a Justiça, sendo os presídios indo para outra pasta, uma espécie de Secretaria de Administração Carcerária. Porém, passados quatro anos, no governo Déda ele aceitou. Será que a pasta teve mais visibilidade após a passagem do criminalista Emanuel Cacho?

 

DRT tem que fiscalizar rádios FM Liberdade e Ouro Negro

Depois que as rádios FM Liberdade e FM Ouro Negro mudaram de donos no início deste ano um fato desagradável vem acontecendo. Os funcionários das duas emissoras estão sem carteira assinada. O novo proprietário, Gilton Andrade ainda não assinou as carteiras, segundo denúncia recebida por esta coluna. E mais: já anunciou que não pagará o décimo terceiro salário. Cadê a DRT? Já não bastam os baixos salários destes profissionais? E o Sindicato dos Radialistas tem que fazer essa denúncia urgente.

 

Coluna não comentará pesquisas, por enquanto…

A coluna recebeu diversos e-mails comentando uma pesquisa divulgada ontem em Aracaju. Por enquanto, a coluna não vai analisar nada, até mesmo porque o leitor sabe a opinião sobre vários institutos de pesquisa que erraram feio nas eleições do ano passado. Por conta disso este profissional vem sendo processado, até criminalmente. É mole? No momento certo a coluna lembrará de quem errou feito. Apenas para o leitor relembrar e ficar atento com o movimento da maré… Só para lembrar: como diz Albano, em Sergipe todo mundo se conhece…

 

Jovens citam política como maior vergonha

Deu na FSP, de hoje, 29: Os políticos e a corrupção são as maiores vergonhas do país para os jovens brasileiros, mostra pesquisa divulgada pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), Instituto Ayrton Senna e Fundação Itaú Social. Dos entrevistados, 37% apontaram esses temas como a maior vergonha do Brasil -políticos/política para 20%, corrupção dos políticos para 9% e corrupção, apenas, para 8%. Em segundo lugar, veio a segurança pública (20%).

 

Espaço ao lado dos enfermeiros

O enfermeiro, profissional que presta um serviço de qualidade á população é vitima todos os dias de difamação pela mídia televisiva e radiofônica, deveriam tomar conhecimento de quem é esse profissional de nível superior com mestrado ,doutorado, especializado e que cuida da vida da população, acredito que seja por não conhecer a formação desse profissional e não ter recebido assistência direta de um enfermeiro no atendimento de alta complexidade onde salvam vidas, ou por não ter feito coleta do exame de lâmina como mais de 90% da população de mulheres do Brasil , realmente senhor, perdoa eles não sabem o que dizem. É uma pena que alguns jornalistas, não busque o conhecer para depois pontuar, vejam os índices de prevenção de câncer de colo de útero onde o enfermeiro é o profissional que está inserido na linha de frente, a redução de mortalidade materna e infantil, erradicação da poliomielite, tétano neonatal entre tantas doenças. Conto com apoio da mídia ética e bem informada para passar essa informação a GLOBO,SBT,REDETV .Que vem em seus programas denegrindo a imagem dos enfermeiros do Brasil querendo invibializar o SUS. (Do Sind.da categoria).

 

Discurso de João Alves em Canindé

Ontem, 28, durante o velório no clube Altemar Dutra, em Canindé do São Francisco, do ex-prefeito Jorge Carvalho, o ex-governador João Alves Filho fez um breve discurso enaltecendo o falecido e lembrou que a nova Canindé foi construída por ele (João Alves) e o ex-prefeito. Só para lembrar: com a construção da usina, foi construída a nova Canindé no lado de Sergipe e Piranhas no lado de Alagoas. A diferença é gritante. Basta dá uma olhada na qualidade das casas de Piranha e das casas de Canindé. Contra fatos não há argumentos.

 

Atheneuzinho vai virar centro cultural

O governador Marcelo Déda, anunciou ontem, 28, que o Governo do Estado, através do Banese vai restaurar a antiga sede da Seed, conhecida como Atheneuzinho, na rua da Frente. “Vamos recuperar aquele prédio histórico e transformá-lo no Centro Cultural do Banese, com programação artística de qualidade nas áreas de teatro, cinema, literatura, artes plásticas. Ali será um local para agregar valor à identidade cultural dos sergipanos”, anunciou Déda. Tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, o prédio está localizado na Avenida Ivo do Prado.

 

Solidariedade a Dom Luiz Flávio Cappio I

Texto do amigo Paulo Afonso Cardoso, que este colunista endossa completamente: “Salvo engano, é da lavra do ex-ministro Roberto Campos a sentença “o governo não resolve problemas. O governo é o problema”, dístico que também se ajusta perfeitamente aos governantes da contemporaneidade. Saindo do aperitivo para o principal, me comove, me sensibiliza a decisão extrema do bispo Luiz Flávio Cappio, em retomar ao jejum de protesto aos trabalhos de transposição do Velho Chico.

Acima de tudo, é preciso destacar a coragem do religioso: sozinho, distante dos centros do poder, fora da ebulição dos confetes e serpentinas midiáticos, ele se coloca no altar, pronto para o sacrifício. É a transposição a solução para o problema da seca? Ou, pelo menos, poderá ela amenizar o sofrimento de parte dos nordestinos? Tudo indica que não, porque se fosse realmente o tiro de misericórdia nesse flagelo, o governo jamais se atreveria a ensaiar a realização da obra – “o governo não resolve problemas. O governo é o problema”. E que problema…

 

Solidariedade a Dom Luiz Flávio Cappio II

Continua o texto: “À pessoa de bom senso, a transposição é algo muito temerário, é uma faca de dois gumes, vez que a natureza não se deixa transformar, não se deixa violentar impunemente, sem impor pesado ônus. Aliás, neste complexo e indecifrável momento da humanidade, quando o clima em todo o mundo se mostra conturbado, com variações inimagináveis, como se comportará o rio São Francisco e toda a sua área de influência após a concretização desse sonho dourado que tanto seduz, induz e impulsiona o presidente da República, seus ministros, os empreiteiros e alguns outros? Bom,” o governo não resolve problemas. O governo é o problema”. E bota problema nisso… Mas, e as conseqüências da seca? Deverá o nordestino padecer eternamente? Não, pois existem outras formas de modificar, de intervir nesse cenário, principalmente, recorrendo aos recursos da própria natureza, e algumas delas com plena possibilidade de disseminar a sua operacionalização e manejo por toda a região, diferentemente dos canais da transposição. Mas, “o governo não resolve problemas. O governo é o problema… “

 

Solidariedade a Dom Luiz Flávio Cappio III

Conclui o texto: “Aliás, uma legião de cientistas e técnicos, de um lado e do outro, tem enfileirado todas as razões pró ou contra a transposição. Se aqui estou a sugerir, a dar palpites, o faço com a devida licença da qual os leigos lançam mão.Mas, tal nada representa, pois o importante neste momento é que, de uma forma ou de outra, estou a me manifestar, a tentar levar ao bispo Luiz Flávio Cappio a minha solidariedade, um abraço fraterno, solidário – de certa forma, me sentindo culpado, por não estar compartilhando diretamente do seu protesto, do seu gesto em defesa do rio e de toda a gente que nele se nutre, e o que nos faz lembrar outros pregadores da caridade (leia-se tolerância), do amor ao próximo, a exemplo de Ghandi.Dom Luiz Flávio Cappio, o meu abraço, e o pedido a Deus que sempre o ilumine, mas, que não esqueça dessa gente ignorante que, como tantos outros, nem imaginam o que estão fazendo”.

 

Moção de solidariedade da CUT/Sergipe

Ontem, 28, a CUT/Sergipe emitiu uma nota de solidariedade ao bispo Dom Cappio. Leia o último parágrafo: “A CUT/Sergipe reafirma seu compromisso com a luta contra a exploração e o capitalismo. A greve de fome é um instrumento de luta extremo somente utilizado por quem realmente tem compromisso e convicção com a causa que defende. Neste sentido, manifestamos nossa total solidariedade a Dom Frei Luiz Cappio, em mais um gesto e atitude em defesa do São Francisco e do povo brasileiro. Exigimos do governo federal a suspensão imediata das obras do projeto de transposição e a abertura de um amplo diálogo sobre o assunto, bem como a revitalização de toda a bacia do São Francisco, dentro de um contexto amplo e criterioso de implementação de ações efetivas de um programa de desenvolvimento sustentável da Bacia do Rio São Francisco e do semi-árido brasileiro. Antônio Carlos da Silva Góis – Presidente da CUT/Sergipe”.

 

Sintese denúncia fraude em Aquidabã

O SINTESE denuncia que a prefeitura de Aquidabã fraudou as eleições para ter o controle do Conselho do Fundeb. De acordo com a apuração do sindicato o prefeito Eurico de Souza não fez a devida divulgação para eleição para representante dos alunos, manipulou pais para assinarem uma ata de uma eleição que não ocorreu, manipulou a indicação dos servidores municipais. Essas ações tiveram como objetivo ter pessoas politicamente ligadas a ele com assento no Conselho. “O sindicato repudia essa prática nefasta e vai denunciar a prefeitura de Aquidabã ao MEC, FNDE e outros órgãos fiscalizadores”, disse um dos diretores do Departamento de Base Municipal do SINTESE, Francisco José dos Santos. (Ascom/Sintese).

 

Expedição Caminhos dos Geraes

Danielle Dutra, mestre em Meio Ambiente e bióloga da Sociedade Semear participou como convidada da III Expedição Caminhos do Geraes: Montes Claros 150 anos. O projeto visa documentar, valorizar e difundir as riquezas históricas da região Norte de Minas, com enfoque em Montes Claros, que em 2007 comemora seu Sesquicentenário. A finalidade é não deixar que o patrimônio cultural e ambiental da região caia no esquecimento pelas atuais e futuras gerações. O objetivo é valorizar esse patrimônio e potencializar a biodiversidade e o ecoturismo, além de celebrar o retrato e a vida simples do sertanejo norte-mineiro. A expedição teve a participação de agentes culturais, pesquisadores, jornalistas, fotógrafos, cinegrafistas, ambientalistas e turismólogos, que irão traçar diagnóstico da bacia hidrográfica da região e das populações ribeirinhas em 2008. (Ascom/Semear).

 

Palestra do roteirista do filme Tropa de Elite

Amanhã, dia 30, o autor do livro “Elite da Tropa” e roteirista do filme “Tropa de Elite”, capitão Rodrigo Pimentel, e o jornalista e ativista social André Fernandes, que foi personagem do livro “Abusado” de Caco Barcelos, realizarão a palestra “Segurança Pública: Olhares contrastantes, objetivos semelhantes”, em Aracaju. A palestra conta com o apoio da Polícia Militar e do Sindicato da Polícia Federal do Estado de Sergipe. O evento acontece a partir das 19h, no auditório do Colégio Graccho Cardoso. Os ingressos já estão à venda no Posto São José, no Cyber Café Center Net, na Baviera da Unit e na Livraria Escariz do Shopping Jardins, ou ainda pelo telefone: 9142-4545, com Naerton Cavalcante.

 

Ação da SSP em Graccho não teve manipulação eleitoral I

Do leitor Riclei Aragão: “Ilustre jornalista Cláudio Nunes, como sou leitor de sua coluna, não poderia deixar de me manifestar sobre uma nota publicada relacionada a visita do Secretário de Segurança Publica à Cidade de Graccho Cardoso. Inicialmente, nada do que foi publicado traduz a verdade.Primeiro, ninguém afirmou ao Secretário de Segurança que o Vereador Pipio não estava na cidade, muito pelo contrário, o Sr. Kércio Pinto esperou por quase uma hora na Câmara a chegada do vereador petista, fato esse que não ocorreu apesar do mesmo morar quase em frente à casa Legislativa. Segundo, todos os moradores da cidade foram informados através de carro de som que o Instituto de Identificação iria expedir Carteiras de Identidade, inclusive o Vereador Pipio  que espalhou faixas de boas vindas ao Secretário e recebeu pessoalmente senhas para distribuir entre moradores que precisavam do referido documento. Terceiro, não houve ninguém anotando nomes das pessoas beneficiadas para cobrar favor, até mesmo por que a Ação foi do Governo do Estado, através do competente Secretário de Segurança que atendeu a um ofício de autoria da Vereadora Vera de Totonho que foi aprovado por unanimidade pelos membros do Parlamento municipal. Quarto, a “solidariedade” prestada ao Vereador Pipio é conversa “para boi dormir”, pois o que houve foi uma falta de respeito a figura tão destacada do atual governo”.

 

Ação da SSP em Graccho não teve manipulação eleitoral II

Continua o texto: “Cabe esclarecer que dos Vereadores ausentes, com exceção do petista, nenhum votou no Governador Déda, afinal são aliados ferrenhos de João das Graças e João Alves, inclusive, só há um mês mudaram para o PT. Quinto, falta com a verdade quando afirma que a Vereadora Vera não declarou apoio à campanha de Deda, pois foi a liderança da Cidade que mais se empenhou juntamente com os membros do seu Partido(PMDB)não só na campanha do atual Governador como para toda chapa majoritária e, inclusive, fez campanha com petistas locais, dentre eles o presidente do diretório municipal onde na oportunidade percorreram o Município no carro da vereadora Vera no intuito de angariar votos. O PT de Graccho Cardoso através de seu líder maior tem que rever essas posições políticas, pois está atirando no próprio pé, uma vez que o povo não está acolhendo suas atitudes, prova disso foi a humilhante votação(128 votos num eleitorado de 4700 votos)na ultima eleição para prefeito. Por fim, gostaria de dar os parabéns ao Governador Marcelo Deda pela escolha de Secretário tão competente para importante pasta, que é a Segurança Publica”.

 

Frase do Dia

“A honestidade, sem as regras do decoro, transforma-se em grosseria” Confúcio.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais