Presos saindo pelo ladrão

0

A Justiça acertou ao determinar a interdição do Cadeião de Socorro, presídio com capacidade para 160 presos, mas que já aboleta 538 almas. Além de humana, a decisão objetiva evitar rebeliões, como a ocorrida esta semana, resultando em ferimentos num agente prisional e no assassinato de um detento. Lamentavelmente, a cadeia agora interditada não é uma exceção em Sergipe: as penitenciárias de Glória e São Cristóvão não podem mais receber novos “inquilinos” porque também alí os presos estão amontoados, uns por cima dos outros. Há quem culpe o crescimento da violência pela superlotação dos presídios, porém a causa deste grave problema social é, entre tantas outras coisas, a ausência de uma política de ressocialização dos encarcerados. Em vez disso, o Estado encarrega-se de manter degradantes depósitos de seres humanos, permitido o convívio de presos perigosos com aqueles de menor potencial ofensivo, transformando a prisão numa escola do crime. Por conta disso, os apenados não conseguem ser ressocializados e acabam se tornando piores criminalmente. Quando soltos, voltam a delinqüir, são presos e retornam para as superlotadas penitenciárias que ainda não foram interditadas pela Justiça. Uma lástima!

Rinha de galo

O contribuinte gasta R$ 120 milhões ao ano com o Tribunal de Contas de Sergipe para seus bem pagos conselheiros baterem boca, transformarem o plenário da Corte em uma rinha de galo, um ringue improvisado. Os “pugilistas” de ontem foram Clóvis Barbosa e Ulices Andrade. Felizmente, não saíram no braço, mas encenaram um espetáculo ridículo. Misericórdia!

Estaleiro

Os argumentos dos advogados não impediram a Justiça de confirmar o afastamento da Câmara de Aracaju dos vereadores Agamenon Sobral, Tijoi Barreto Evangelista, Valdir Santos, Daniela Fortes, Renilson Cruz Silva e Agnaldo Celestino Feitosa. Todos são acusados de usarem indevidamente verbas do Legislativo. Apenas Jailton Santana (PSDB) obteve o direito de reassumir o mandato, mas está proibido de usar a verba indenizatória de R$ 15 mil. Danou-se!

Choro de derrotado

Valadares Filho (PSB), derrotado na disputa pela Prefeitura de Aracaju, descobriu o óbvio: o governador Jackson Barreto (PMDB) está influenciando na escolha dos auxiliares diretos do prefeito eleito Edvaldo Nogueira (PCdoB). Ué, e se tivesse vencido o pleito, Vavazinho recusaria que aliados como os senadores Eduardo Amorim, Maria do Carmo, o deputado Robson Viana e o atual vice-prefeito José Carlos Machado indicassem secretários? Durma com um barulho desse!

Pires nas mãos

E o prefeito eleito Edvaldo Nogueira bateu na porta do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab. Foi pedir ajuda para implantar Wi-Fi nas praças da capital. Trata-se do programa Aracaju Conectada, prometido pelo comunista durante a campanha eleitoral. Segundo Nogueira, Kassab se disse disposto em ajudá-lo. Aguardemos, portanto!

Dia de posses

Eleito para o segundo mandato, o reitor da Universidade Federal de Sergipe, professor Angelo Antoniolli, será empossado amanhã. O evento está marcado para às 15h, no Ministério da Educação, em Brasília. Além dele, também tomarão posse os reitores das Universidades Federais de Rondônia, Ary Miguel Ott, e de Brasília, Márcia Moura.

Ou paga…

Caso não paguem os salários atrasados dos servidores até amanhã, nove municípios sergipanos podem ter as contas bloqueadas. A ameaça do Tribunal de Contas do Estado foi dirigida aos prefeitos de Maruim, São Cristóvão, Rosário do Catete, Pacatuba, Gararu, Cumbe, Laranjeiras, Santo Amaro e Umbaúba. Embora não esteja com a folha de pessoal em dia, a Prefeitura de Aracaju não foi ameaçada de bloqueio. Por que será? Mistééééério! 

Escrúpulos?

Foi um ultraje a entrega do manifesto de apoio ao ministro Geddel Vieira Lima, que teria tentado liberar “na tora” as obras de um prédio onde tem apartamento. O líder do governo na Câmara, deputado André Moura (PSC-SE), convenceu outros governistas a protagonizarem a cena bizarra. Há um ano, André Moura também assinou manifesto semelhante contra processo no Conselho de Ética do então presidente da Câmara, Eduardo Cunha, hoje preso em Curitiba. Esta informação é do site 247.

Lesma lerda

Sergipe termina 2016 na mesma crise financeira que encerrou 2015. De acordo com o governo estadual, os principais fatores da desestabilização econômica são o déficit crescente das contas previdenciárias e o crescimento vegetativo da folha de pessoal. Diante do quadro, fica claro que o coitado do servidor não terá reajuste salarial tão cedo. Ou seja, enquanto o estado permanecer na lesma lerda, o funcionalismo vai continuar na pindaíba. Aff Maria!

Noite de autógrafo

O livro "De repente há urgência", do saudoso poeta Mário Jorge, será relançado nesta quarta-feira, em Aracaju. Marcado para as 19h, no Centro de Cultura e Arte, o lançamento visa comemorar os 70 anos de nascimento do primeiro poeta concretista sergipano. O evento está sendo promovido pela deputada estadual Ana Lúcia (PT), irmã de Mário Jorge. Prestigie!

Bote fé

Tá quebrado, devendo no bar da esquina e sem crédito para fazer um novo empréstimo? Pois arrisque hoje na Mega-Sena. Caso acerte sozinho as seis dezenas, coisa fácil até demais, você bota no bolso a bagatela de R$ 13,4 milhões. Aplicado na poupança, este prêmio renderá mais de R$ 88 mil por mês. Tudo bem que não é muita coisa, mas deve ajudá-lo a pagar parte das dívidas. Ou não? Crendeuspai!

Recorte de jornal

 Publicado no jornal Correio de Sergipe, em 31 de maio de 1916.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários